domingo, 28 de dezembro de 2014

FanFic: "Amor em jogo" (+18)

Autora: Larissa Rabelo




Sinopse : Ele é milionário,astuto,ambicioso. Conduziu durante anos com maestria o império de sua família. Tornou-se frio, arrogante, e como um grande conhecedor da alma feminina é nada mais nada menos que um conquistador nato. O poder o modificou. Michael Jackson usa as mulheres apenas para suprir suas necessidades e as descarta sem o mínimo peso na consciência, embora não admita, tem medo de amar e vir a sofrer. Nem sempre foi assim, seu passado o fez esse homem.

O que esse  cafajeste não  imaginava era que uma bela e determinada mulher chegaria para balançar seu mundo aparentemente perfeito. Elizabeth Montgomery, linda, generosa, forte, sincera, extremamente impetuosa. E acima de tudo é diferente das outras outras mulheres que ele conheceu e levou para cama.  Ela é irremediavelmente assombrada por lembranças de um passado doloroso o qual não foi capaz de superar. Também não acredita no amor. 

Eles serão capazes de lidar com um sentimento puro e altruísta e compreender a força do verdadeiro amor? Conseguirão libertarem-se  de seus traumas mais obscuros?
Uma coisa é certa, o destino irá entrelaçar essas almas. E os dois descobrirão da pior forma que a paixão aumenta conforme os obstáculos que se lhe impõe...



Estreia dia 05/01/2015


                         



Prólogo


O homem de pouco mais de 35 anos,pele alva, mãos longas,olhos negros penetrantes,cabelos escuros cacheados que lhe caiam até a curva do ombro,perfeitamente vestido em seu terno Armani de corte fino e impecável,com seu rolex dourado no pulso adentrou com um sorriso imponente dançando nos lábios o opulento prédio arrancando suspiros femininos.O Império publicitário que ele conduz com maestria pertenceu aos seus bisavós e progrediu com êxito através dos esforços e trabalho duro de seu pai.Desde a morte de Johnny,Michael Jackson seu único filho assumiu a presidência da Fabulous levando a empresa a atingir a posição de mais influente e famosa no ramo mundial da propaganda .



Capítulo 1

Michael


Não, eu não sou o tipo de cara com vocação para casar,ter filhos e aturar um sexo baunilha.Talvez, crescer vendo meus pais brigando o tempo todo,e ter que consolar minha mãe todas as noites porque meu pai chegava bêbado da empresa e a agredia,tenha contribuído para que me tornasse o homem frio e objetivo que sou hoje.Não acredito nessa palavra citada com tanta veemência por poetas, presente em livros de romance e no cinema.Amor,não está no meu dicionário,ou qualquer envolvimento emocional que crie laços entre mim e uma mulher,no fundo todas elas querem é me ver se arrastando aos seus pés,usufruir dos luxos que meu dinheiro pode lhes proporcionar e foder "literalmente" com minha vida.

E é exatamente por isso que não namoro,ou transo mais de uma vez com alguma garota, basta dizer uma palavra carinhosa,ou levá-las pra jantar que já querem um compromisso,um belo anel de diamantes e a chave do seu apartamento.Apesar da ressaca infernal,como de costume ingeri alguns analgésicos,tomei um banho gelado.Vesti meu terno de grife,e me dirigi até minha BMW deixando a loira com um belo par de seios ainda dormindo profundamente exausta após tê-la fodido a noite toda.Aqui estou assumindo meu papel de presidente da Fabulous,observando belíssimas garotas que trabalham para mim,se movimentarem elegantemente em direção ao prédio moderno no qual tenho o orgulho de dizer que construí um império.

***

Apanhei o elevador e cheguei ao meu andar, avistando na recepção minha bela secretária.Na verdade ela é uma gostosa,pena que faz o tipo celibatária e isso tira o tesão,mesmo assim devo admitir Kate é um colírio para os olhos.

- Bom dia,Kate!_exclamei, sorrindo maliciosamente,direcionando meu olhar para o belo par de pernas da mulher de cabelos acastanhados e traços delicados.Ah...Ainda vou vê-la gemendo em minha cama um dia_pensei voltando a encará-la com um sorriso sacana.

- Bom dia,Sr. Jackson_respondeu com o rosto corado,transparecendo estar incomodada com os olhares insinuantes que eu lançava à ela.

- O que temos para hoje?_perguntei ainda com um sorriso cafajeste nos lábios,era excitante provocá-la.Eu adorava aquele jeito tímido dela.

- Reunião as 15:00 horas com a nova acionista e o coquetel para recepcioná-la_lembrou-me,se recompondo e voltando a assumir seu posto de secretária competente e profissional.

- Oh! Sim,tinha me esquecido_levei as mãos ao cabelo pensando no coquetel insuportável que me aguardava essa noite.Porra! Perderia uma noite de sexo selvagem para comparecer a um evento patético, cheio de velhotes acompanhados de suas esposas educadas e sorridentes,queria mandar Brandon direto para o inferno por ter marcado esse coquetel.

- O nome dela é Elizabeth Montgomery_seu sorriso se desfez instantaneamente ao pronunciar o nome da nova acionista.

- Kate,não pude deixar de observar que você está especialmente linda hoje _mordi o lábio lentamente,percebendo ela derreter com meu elogio e abandonar a compostura de moça de boa índole. -Gostaria de convidá-la a me acompanhar hoje no coquetel,e não aceito um não como resposta_beijei o dorso da mão dela gentilmente.Foi a única ideia que me veio em mente para tornar minha noite menos tediosa.Finalmente,transaria com minha secretária fodidamente gostosa.Seria interessante...

- Será um prazer _aceitou o convite retribuindo o meu sorriso.

- Ótimo,não irá se arrepender_sussurrei rente a boca dela. -Esteja linda querida, estou ansioso para te foder até fazê-la perder a voz_ela nada disse sobre o meu comentário lascivo, apenas esbugalhou os olhos constrangida com minha sinceridade. -Meu motorista a pegará as 21:00 horas_pisquei discretamente para o pecado de secretária com qual me divertirei muito, me encaminhando até a sala da presidência.


***

- Então o garanhão... apareceu para trabalhar?_brincou Brandon com o objetivo de me irritar.

- Bom dia,Brandon...sempre tão gentil_ cumprimentei-o com um sorriso cínico, me acomodando na minha confortável poltrona de couro.

- A noite foi boa,Jackson? _ sentou-se em uma confortável poltrona de frente para mim,e me entregou alguns contratos para assinar.

- Não tenho do que reclamar,tive uma foda deliciosa com uma loira gostosa!_suspirei pesadamente ao lembrar da vadia boa de cama que comi na noite anterior. -Ela realmente sabe o que faz com a língua, pode apostar_pensei alto umedecendo os lábios e Brandon riu me entregando mais uma serie de papéis.

- É você não tem jeito_retorceu a boca.-Quando é que pretende se ajeitar? Digo namorar,andar de mãos dadas com sua linda namorada na areia da praia,casar,ter filhos,uma bela casa aconchegante.Sabe Michael essas coisas são fantásticas,voltar para casa e saber que tem alguém com quem partilhar a vida,os problemas,amar e ser amado_aconselhou com uma expressão séria, parecia que sabia o que eu estava pensando.

- Não viverá para ver isso,Brandon_afirmei ríspido. -Não estou disposto a bancar o idiota apaixonado meu caro.Sou prático,uso as mulheres para suprir minhas necessidades.Vou a um bar ofereço um drink,conversamos por minutos,dou um sorriso largo,levo a garota para cama,a fodo duro e final de história simples assim.Sem sentimentos,cobranças,discussões,e o melhor sem ter que dar satisfação da minha vida_respondi tranquilamente vendo os olhos de Brandon se arregalarem diante as minhas palavras.

- Eu desisto Michael,faça como achar melhor,só espero que não descubra isso da pior da forma.Você conhece a nova acionista, Elizabeth Montgomery?_franziu o cenho, fazendo-me sobressaltar e parar minha leitura.

- Acho que a vi em alguma revista,coluna social ou algo do tipo,é uma loira malditamente gostosa.Na verdade, meus pais conheciam a família dela,íamos jantar na mansão deles em ocasiões especiais e eu tinha uma queda por essa garota,mas nunca revelei a ela.Não a vejo há anos e até onde sei se tornou uma publicitária criativa, renomada.Elizabeth, tem um gênio difícil,é orgulhosa ,decidida e segura de si ,bem devo enfatizar que  faz meu estilo, quero essa mulher e a terei implorando por mim em minha cama _ cogitei animado a possibilidade de ter aquela loira lindíssima gemendo na minha cama.

- Impossível,nunca a vi com ninguém,já me encontrei com ela em eventos e sua personalidade é reservada,para ser mais exato,presenciei Elizabeth humilhar e desprezar todos os homens que tentaram algo a mais,ou qualquer tipo de aproximação mais íntima_esse detalhe que Brandon ressaltou atiçou ainda mais meus desejos reprimidos,e excitou-me de uma forma perturbadora.Eu precisava possui-la.

- Boa sorte,porque irá precisar,Elizabeth é rude e certamente nutrirá um ódio mortal por você quando começar a deixar claro suas intenções_ alertou com um sorriso debochado.

- Nenhuma mulher diz não a mim,acha que essa patricinha mimada será uma exceção?_joguei os contratos bruscamente na mesa de mármore.

- Eu no seu lugar não perderia tempo,isso irá abalar seu ego e todos comentarão no dia seguinte que foi rejeitado pela loira gostosa,não vale a pena denegrir sua imagem_provocou, deixando-me  irritado e decidido a fazer o possível e impossível para transar com Elizabeth.  Teria o prazer de esfregar isso como um troféu na cara de todos.

- Eu poderia apostar minha BMW,e a coleção de Mercedes Bens, assim como 1.000.000.000 de dólares com você que comerei a loirinha, mas você perderia e não sou tão injusto_continuei concentrado, voltando a assinar alguns contratos,Brandon apenas disse um seco "até mais tarde"e saiu batendo a porta.

Não me importei nem um pouco,meus pensamentos já estavam me atormentando o bastante,não entendia porque saber que iria rever aquela mulher me despertava tantas sensações desconhecidas.Acho cúmulo do absurdo estar aqui sorrindo feito bobo por alguém que não vejo há anos,além do mais nunca fomos tão próximos assim.Meus sentimentos estavam conflitantes dentro de mim,mas não perderia a cabeça,a levaria para cama e resolveria o problema.



Capítulo 2

Elizabeth

Havia retornado a Los Angeles há dois anos,durante esse tempo me dediquei inteiramente aos estudos,e a aproveitar a companhia de minha família.Passei aqui,minha infância e adolescência,mas não fiz muitas amizades.Claro,tenho a Mary que é como uma irmã em quem sempre tive total confiança e carinho e só,ela é a única amizade sólida que concretizei na cidade,e que posso dizer que confio cegamente.

Nunca fiz o tipo popular,papai sempre tentava me ajudar a socializar com os amigos e milionários que frequentavam nossa casa assiduamente.Odeio tudo isso,as futilidades,sorrisos falsos,as conversas vazias e sem conteúdo.Na verdade não tenho vocação para essas frescuras,ficar horas tolerando madames fúteis e aqueles empresários lutando pelo poder era um verdadeiro sufrágio .

O dinheiro nunca me trouxe felicidade,as joias,vestidos caros,viagens que usufrui não preencheram o vazio que me persegue desde criança.Detesto todas as pessoas desse mundo de gente interesseira e gananciosa.Por esse motivo ,estou vestida em um belo vestido branco,justo e com um discreto decote.Entrando no meu carro,prestes a conhecer meus colegas de trabalho.Prefiro me referir a eles assim,embora saiba que não iremos nos dar bem,meu consolo é saber que tudo isso será estritamente profissional.As feridas ainda estão cicatrizando e jurei a mim mesmo,não entregarei meu coração ao primeiro babaca que aparecer.

Todo esse medo de relacionamentos é um trauma insuperável ou eu chamaria simplesmente de auto defesa.Fabulous é uma das maiores empresas publicitárias do mundo,excelência nessa área e vi aí um grande investimento a seguir.Quando meu advogado me ligou informando que conseguiu comprar as ações fiquei muito animada,foi revigorante.Não imaginava ter a surpresa de que o presidente era Michael Jackson.

Conheço os Jackson's desde meus 6 anos de idade,nossas famílias eram próximas,passávamos até natais juntos.Não éramos amigos íntimos ou coisa do tipo, mas eu me sentia segura perto dele, dava uma certa sensação de paz conversar com Michael.Eu não sei explicar o porque disso, mas meu coração se alegrava ao vislumbrar aquele sorriso doce e voz mansa me consolando quando corria sozinha para o jardim em meio as festas intragáveis de família e estava ansiosa por esse reencontro.


(...)


Encantada,essa era a palavra que define minha primeira impressão ao me deparar com o requintado prédio com uma enorme placa com os dizeres "Fabulous". O lugar de extremo bom gosto,com mármore no piso e detalhes em dourado nas fechaduras,ganhava vida com algumas flores,quadros clássicos que davam um ar moderno e rústico ao mesmo tempo,incrível.

Rumei a passos elegantes até uma morena siliconada com a voz irritante que deveria ser secretária ou exercer alguma função desse tipo ali.

- Olá,boa tarde...Sou Elizabeth Montgomery,a reunião dos acionistas já começou? _perguntei séria,sentindo repulsa pelo sorriso fingido da garota.

- Sim senhorita Montgomery,eu a levarei até lá_ apenas assenti e a segui pelo longo corredor,logo a vi abrir uma porta e me deixar em uma luxuosa sala anunciando minha presença.

- Elizabeth Montgomery..._a voz conhecida e macia me trouxe de volta dos meus devaneios.

- Mi..._gaguejei tensa,vendo-o estender a mão para mim.Apertei seus longos dedos por cerca de 5 segundos,aquele homem me desestabilizou,seu perfume abaunilhado,e os olhos negros profundos me hipnotizaram de imediato.

- Lembro de você..._quebrei o silêncio com a voz frívola,sentindo seus olhos escuros me devorarem e pousarem sobre meus seios.

- Claro Elizabeth,quanto tempo... Hey,você está ótima, linda, baby_Michael aproximou-se e sussurrou um típico"seja bem vinda"no pé do meu ouvido.Arrepiei subitamente e senti meu coração acelerar pela provocação.

- Pra você é Senhorita Montgomery _repreendi com a voz áspera,observando seu largo sorriso se desfazer diante de meus olhos.

- Como quiser,"querida"_arqueou uma de suas sobrancelhas e me olhou decepcionado. Notório o descontentamento do "poderoso" Jackson.

- Vamos começar, bom deixe-me apresentá-los,  essa é a Senhorita Elizabeth Montgomery. A mais nova acionista da Fabulous,brilhante,criativa e disputada entre as mais renomadas empresas publicitárias de Los Angeles,ela é uma integrante essencial para nossa equipe a partir de hoje_fiquei boquiaberta com a "apresentação" de Michael. Definitivamente,não esperava uma recepção dessas por parte dele,ele era tão tímido e agora eu via na minha frente um homem sedutor,de pulso firme,líder de seus negócios,o qual me deixou desconcertada e fascinada,de repente uma admiração crescia em meu peito, e minhas pernas bambearam.Que merda esse cara fez comigo?_pensei exasperada.

- Muito obrigada!_saudei cordialmente cada um dos assessores,sentando-me ao lado do irresistível e incrivelmente gostoso Jackson.Passei a analisá-lo discutir sobre assuntos de finanças e comerciais de moda.

- Por hoje é isso,tenho certeza que chegaremos em um consenso senhores,não é Elizabeth?_ surpreendeu-me.Droga! Eu estava sem argumentos,não sabia o que dizer.Esse homem é uma tentação, como ele poderia ser mais lindo?

- Tenho certeza que sim,Sr. Jackson,gostaria de criar a campanha para a linha de lingeries tenho algumas ideias em mente_tentei rebater o mais calma que consegui,mas com ele à centímetros de distância,era impossível manter o bom senso.

- Fará um trabalho excepcional,não tenho dúvidas disso_sorriu de um jeito indecifrável, saindo acompanhado dos outros acionistas da sala de reuniões,sem despedir-se, deixando-me sozinha e claro com uma total expressão de idiota.Mas que grosso!_rugi furiosa comigo mesmo, por ter bancado a idiota perto dele,e para piorar minha situação tinha um coquetel.É  eu estava perdida, mas não me deixaria levar por meus instintos,Jackson é um exímio mulherengo, mas não cairei nas investidas baratas daquele canalha_bufei com raiva de minhas atitudes, não sucumbiria a minhas vontades,manteria o auto controle.Insolente_grunhi,cerrando meus punhos e saí dali inconformada...




Capítulo 3

Michael


Elizabeth havia me surpreendido,pelo lado positivo é claro,sim ela é ainda mais sexy e gostosa,aquele rosto delicado,os vibrantes olhos azuis, seios fartos que em breve estarão em minhas mãos e em minha boca,os cabelos longos eu estava de quatro por ela.E minha ereção já latejava a horas mesmo depois de tentar me resolver sozinho no banheiro.

Puta que pariu! Perdi o controle, mas que homem conseguiria ficar imune aquela mulher "fodidamente" gostosa? Teria que fodê-la o mais rápido possível.Droga,isso não será tarefa fácil.Ela é teimosa,intolerante,marrenta se manteve indiferente a meus olhares pervertidos naquela reunião.Elizabeth é diferente das outras e por parte esse detalhe me incomoda,seu jeito doce,elegante,determinado.Ela se tornou forte,independente e admiro essas qualidades.Não pense que desisto tão fácil baby irei a caça nesse coquetel de hoje não passa_sorri caminhando até meu closet e escolhendo um belo terno,é as vezes a arte da sedução exige um esforço árduo,e ser perfeccionista me ajudou a tentar sempre buscar o melhor.

Em menos de uma hora já estava devidamente vestido e pronto para dar a cartada de mestre .Peguei a chave do carro e rezei pedindo a Deus que amolecesse o coração de pedra daquela loira.Sem mais ressalvas dei partida na BMW com um sorriso triunfante nos lábios.Você será minha Elizabeth.


(...)


- Olá Brandon, pediu o motorista que pegasse,Kate?_perguntei,querendo me certificar após procura-la pelo salão e não a encontrar.No início fiquei com medo de que ela ferrasse de vez minhas chances de comer Elizabeth,analisei minuciosamente a situação.Bom, resolvi usar outra tática e precisava da secretária gata para seguir adiante com meus planos.

- Sim,devem estar chegando.Está impaciente assim porque não viu a loira dona de seus pensamentos?_provocou,percebendo meu nervosismo eminente.

- Não enche minha paciência Brandon,sabe que não ligo a mínima para essas bobagens e sentimentalismo,só quero comer a bela Elizabeth Montgomery,não julgue meus impulsos sexuais.Veja...Lá está a loira dona da minha ereção_reclamei num tom divertido sem conseguir tirar meus olhos dela .

- Uau...ela é mesmo maravilhosa Michael,um tesão de mulher_o fuzilei com olhar e hesitei dar um soco em meu amigo de anos por uma mulher praticamente desconhecida a qual desejava ter na minha cama,apenas isso,não é? Segui até a mesa de Elizabeth e me sentei em uma cadeira de frente a ela.

- Boa noite,Senhorita Montgomery ,fico feliz que tenha vindo,ofereço esse coquetel a você!_pigarreei pelo nervosismo. -Espero que goste de trabalhar aqui_peguei uma taça de champagne francesa e a observei sorrir e se afastar para conversar com Brandon.Porra!_bradei com ódio de mim mesmo.Essa mulher me enlouquece...

- Boa noite!_ chamou minha atenção a bela morena de olhos verdes com um sorriso lascivo que deixou meu pau duro subitamente.

- Kate..._conferi o material e salivei com a visão dos seios dela quase saltando para fora do decote. -Está perfeita querida!_dei um leve beijo na bochecha dela.Seria possível essa mulher estar mais gostosa?_Pensei,passeando meus olhos pelas curvas perfeitamente delineadas da garota.Eu transaria com a secretária, definitivamente precisava me aliviar e Elizabeth estava fora do alcance.Então que mal tem me divertir? Ela me pareceu uma ótima distração.

- Estive pensando..._encarei-a com malícia,indo direto ao ponto,sou assim prático,odeio rodeios.

- Que tal irmos para um lugar mais reservado?_sussurrei no ouvido de Kate e puxei a mão dela,observando-a assentir em um sinal positivo com cabeça.

Saímos de perto das pessoas em direção ao estacionamento já nos agarrando vorazmente,sem nos preocuparmos se alguém nos flagraria.Abri a porta do carro e  joguei-a no banco traseiro sem a mínima delicadeza,depositando o peso do meu corpo em cima dela.Comecei a beijá-la sem pudor,eu sabia que alguém poderia chegar e nos ver,mas estava excitado demais pra me preocupar com detalhes irrelevantes e continuei devorando minha bela secretária.Chupei e mordi aqueles lábios carnudos com gana,aprofundando o beijo,minhas mãos estavam prestes a mudar para os seios de Kate e eu não pretendia demorar a alcançar o zíper do vestido dela.Foi quando ouvi Brandon bater incessantemente no vidro do carro.Imediatamente,mesmo relutante,saltei para fora da BMW irado e vi a expressão de preocupação dele.Estava pálido,inquieto .Merda eu é quem deveria estar assim por ele ter fodido minhas chances de comer minha secretária deliciosa.Nem preciso dizer é eu estava puto com ele.

- Caralho... Porque sempre tem que atrapalhar,Brandon? Diga o que faz aqui....Espero que tenha um ótimo motivo para ter vindo me interromper_gritei ,enquanto Kate saia do carro,ela escondia o rosto envergonhada e em poucos minutos retornou sozinha para a festa .

- Mi..Michael_tentou falar mas as palavras estavam presas em sua garganta.Eu o conhecia bem e já imaginava que algo grave havia acontecido,aquilo já estava me alarmando.

- Diga de uma vez,qual o problema?_exigi, sacudindo-o pelos ombros com força.

- Elizabeth,ela teve uma crise alérgica_Meu coração afundou no peito e senti um desespero inexplicável me corroer,não sabia ao certo o porque dessa reação, mas saí correndo rumo ao salão onde acontecia o coquetel com uma dor cruciante se espalhando por cada célula do meu corpo.

- Onde ela está?_berrei com a visão turva pelas lágrimas,aquilo não podia estar se repetindo. Lembro-me que uma vez num natal ela comeu frutos do mar e em virtude da alergia parou de respirar,eu me lembro de tentar ajuda-la e ver a ambulância a levar desacordada. Deus, não podia perdê-la,não compreendia como isso me afetava em proporções assustadoras,mas não conseguia me imaginar longe dela.

- Ela ficará bem,Michael..._explicou Brandon,me dando um tapa no ombro, tentando me acalmar.Já está no hospital e foi medicada.

- Tem certeza?_perguntei mais calmo e Brandon me olhou incrédulo.

- Você está fodido Michael,se apaixonou por Elizabeth,a ama,não é?_ balancei a cabeça negativamente,perplexo com a pergunta,eu não podia,não queria e jamais me envolveria emocionalmente com mulher alguma.Não me tornei um bundão apaixonado disse a mim mesmo.

- Ficou louco..._soltei uma risada sórdida. -Eu apaixonado? Não confunda as coisas,fiquei preocupado com ela como amigo ,conheço a família de Elizabeth e obviamente não desejo que algo de mal a aconteça.Não tenho culpa da sua mente fértil criar essas insanidades.Não é problema meu_retruquei irritado.

- Vai ao hospital vê-la?_franziu o cenho já sabendo minha resposta.

- Vamos imediatamente para o hospital.Preciso dar apoio a minha vítima,assim será mais fácil seduzi-la.Mulheres adoram essas melosidades.Comprarei um um buquê de rosas no caminho,já notei que Elizabeth se faz de durona mas no fundo é romântica,é esse caminho que devo seguir_hesitei,pensando que realmente estava me tornando um estúpido apaixonado.Não nem pensar isso nunca acontecerá,é só a falta de sexo  fritando meus neurônios.

- Quem diria Michael Jackson,o canalha,se transformando em um perfeito cavalheiro_debochou da cara de idiota que certamente eu fiz.

- Cale a boca Brandon,chega de perder tempo aqui.Não consegui mesmo transar com a morena gostosa _lamentei a transa maravilhosa que deixei ir por água a baixo..

- A culpa não é minha,se tivessem ido para seu apartamento ou um hotel não teriam ocorrido imprevistos._Satirizou.

- Você tem o dom de aparecer em momentos inoportunos,Brandon_estreitei os olhos entrando na BMW e travando os cintos de segurança.

- Ela está no Seatle é pra lá que a levaram_ liguei o gps e acelerei o máximo que pude,queria chegar o mais rápido possível e arrancar aquela agonia do meu peito, a falta de notícias estava me deixando aflito,precisava vê-la,inalar aquele perfume doce, vislumbrar aqueles olhos azuis me fitando com ternura.Merda! Pare com isso Michael não pode se deixar levar,  é você que está no comando na porra do seu coração.

- Amanhã precisamos do esboço da campanha para linha de lingerie. Elizabeth se comprometeu a fazer a apresentação, mas ela não poderá apresentar a ideia então..._freei o carro bruscamente.Fodeu, eu não estava lembrando do mais importante, se não entregássemos o projeto levaríamos um belo processo e isso inclui perder milhões de dólares.

- Qual sua ideia gênio,Michael Jackson?_lancei um olhar fulminante a Brandon,  não que ele tivesse culpa mas tinha sempre que me enfurecer.

- Ela irá amanhã,Brandon!_respondi despreocupadamente, estacionando o carro.

- Como assim?_fitou-me sem entender uma sequer palavra.

- Elizabeth sairá novinha em folha do hospital, até amanhã.Acredite, foi só uma crise alérgica_óbvio eu arranjei uma desculpa esfarrapada,mas não estava tão seguro que minha acionista gostosa receberia alta.

- Talvez, tenha razão,espero que sim, Michael, senão..._dessa vez não me dei ao trabalho de responder Brandon e me dirigi a passos largos ao prédio em estilo moderno com aspecto agradável, longe de aparentar ser um hospital.


(...)


- A paciente Elizabeth Montgomery está em qual quarto?_ pedi informações a uma secretária velha e mal humorada.

- 207 Sr. O último quarto à esquerda do corredor_nem esperei que ela terminasse de falar ou dei tempo para provocações de Brandon e me encaminhei ao corredor daquele hospital,saudades sim estava morrendo de saudades de Elizabeth só podia estar louco ri por dentro.Me portando feito um retardado por uma mulher claro que não? Encontrei em poucos minutos o número do quarto que a mulher rabugenta informou.

- Elizabeth..._suspirei fundo, me aproximando, observando-a corresponder ao meu sorriso rapidamente .Ela parecia surpresa com minha visita.

- Michael!_ tocou minha mão, fazendo-me arfar com o toque delicado.-Nunca pensei que o todo poderoso Jackson tiraria um tempo para vir ver se estava viva ou morta_seu olhar estava duro,mesmo pálida e sem maquiagem continuava impossivelmente linda, como é  possível?

- Sabe que me importo com você.Fiquei muito preocupado quando Brandon..._minha voz falhou ao lembrar do inferno que foram as horas anteriores.

- Sério...e acha que eu acredito? _riu sarcástica. -Onde estava no momento que fui trazida para cá às pressas?_cruzou os braços com um sorriso cínico escancarado nos lábios.

- Eu.._ela me interrompeu e eu agradeci sua interferência.O que eu diria? "Ahh,Elizabeth, estava no carro à ponto de transar alucinadamente com Kate".

- Deixe-me refrescar sua memória.Você estava com Kate,transando como um animal no cio sabe-se lá onde.Eu o vi sair com sua secretaria,até suas funcionárias não escapam! Qual o seu problema?_urrou com olhar transbordando ódio.Eu podia jurar que presenciei uma crise de ciúmes.

- Eu não transei com Kate,embora quisesse muito isso..._admiti com um riso preso na minha garganta.Eu estava conseguindo deixá-la nervosa e esse sim era um motivo para se comemorar.

- Seu cretino!_começou a me estapear,  praguejar alguns insultos, e eu caí na risada.Foi impossível não rir da cena.

- Hey,tudo bem,pare baby..._segurei os pulsos dela com firmeza, impedindo-a de continuar.

- O que faz aqui Michael,pode me explicar?_perguntou mais calma, com a voz já branda.

- Queria saber como estava Elizabeth, e também há outro assunto que precisamos tratar_ sentei em uma poltrona que havia ao lado da cama dela.

- Diga de uma vez,está me deixando preocupada_ordenou com o olhar suplicante.

- Os italianos querem ver a campanha amanhã,preciso do seu projeto para a propaganda das lingeries_ vi Elizabeth desviar o olhar e respirar fundo.Sim,ela queria me dizer algo, isso era nítido.

- Michael,eu não terminei o projeto,faria isso hoje pela madrugada mas tive a crise alérgica e estou aqui presa nesse hospital_revirou os olhos e voltou a direcionar seu olhar de lamentação à mim.

- Merda! O que faremos? Seremos processados_passei a mão nos cabelos atônito, tentando formular algum plano "milagroso" para não ferrar com a reputação da empresa.

- Há outra opção..._piscou para mim e foi inevitável não me excitar.

- Qual?_mordi o lábio confuso.Não entendia onde ela queria chegar.

- Me ajude a sair daqui,arrume roupas de enfermeiras, ou um jaleco... Qualquer coisa que me faça parecer uma funcionária desse hospital_toquei o rosto de Elizabeth delicadamente e fiz um sinal de negação com a cabeça.

- Está maluca? Não pode fazer isso,precisa se recuperar_repreendi temeroso pelo estado de saúde dela, não gostando nem um pouco da ideia.

- Vê outra saída melhor?_Elizabeth estava relutante quanto a isso e eu não encontrei outra maneira de evitar o prejuízo...Resolvi que a ajudaria com o plano insano de fugir do hospital.

- Você venceu,irei arranjar algo para se disfarçar_ ela levantou-se do leito hospitalar, caminhou vagarosamente até mim, me abraçou e sorriu ternamente.Eu não sei como ou porque,mas minha vontade era de cuidar dela e protegê-la a todo custo.

- Tem certeza disso? Como está se sentindo?_ encarei profundamente aqueles olhos azuis enormes,a boca macia bem desenhada entreaberta,nossas respirações tão próximas e pesadas, foi aí que cometi o erro imperdoável de olhar novamente diretamente nos olhos de Elizabeth.Involuntariamente rocei meus lábios nos dela,agarrei seu cabelo e puxei-a para mais perto de mim...Ah,o  inevitável aconteceu.Nossos lábios se encontraram e o beijo se intensificou gradualmente,minha língua pediu passagem e ela correspondeu também,sugava o lábio inferior dela,e a beijava com uma urgência absurda,quase que ferozmente.Repentinamente,Elizabeth,esquivou-se e afastou o rosto arrependida.

- Desculpe-me,eu não deveria..._tentei me justificar e ela não falou sequer uma palavra.Não entendi a atitude incomum dela.

 - Isso nunca poderia ter acontecido, mas não foi apenas culpa sua,eu também quis.

Não pude evitar sorrir,embora não que quisesse pensar no que aconteceria dali em adiante,só no beijo incrível que partilhei com aquela mulher formidável. Estava inerte na sensação de sentir o calor do corpo dela tão perto do meu,com uma felicidade que não cabia em mim...Eu a desejava incontrolavelmente e após o beijo isso se multiplicou por dois.

- Vamos esquecer esse episódio lastimável!_Elizabeth sorriu forçado,fazendo meu sorriso se desvanecer,trazendo-me de volta à realidade.

Puta que pariu! Meu coração não está partido, não é mesmo?

- Me espere aqui,vou dar uma volta pelos arredores e nada de espiar garota_deu uma risada gostosa e deitou-se novamente no leito do aposento hospitalar.Fiquei parado alguns minutos, próximo a porta apreciando-a fechar os olhos, totalmente embasbacado com a visão.Merda... me puni mentalmente pela enésima vez.As coisas estão fugindo do controle, com esse pensamento saí procurando algo para servir de disfarce e nos mandarmos do hospital.




Capítulo 4

Elizabeth


Eu estava virando uma devassa,não sei o que deu em mim para beijar o Jackson.Ajudaria se aquele filho da mãe fosse menos irresistível.Aquelas mãos longas percorrendo minhas costas com destreza e firmeza,os lábios cheios,avermelhados,os olhos negros brilhando de luxúria.Esqueça Elizabeth... Você não pode continuar com isso ou irá acabar machucada,_afastei os pensamentos ao ver Michael entrar no quarto com um jaleco,um estetoscópio e um daqueles sorrisos sacanas que fez minha intimidade pulsar.

- Isso serve?_arqueou a sobrancelha e jogou sem a menor delicadeza os objetos no meu leito.

- Grosso!_gritei,fazendo-o gargalhar.O safado fica feliz em me ver brava.

- Você não me leva a sério?_resmunguei,procurando o vestido do coquetel para vestir por baixo do jaleco.Afinal aquela camisola imensa de hospital me denunciaria.

- É isso que a senhorita,procura?_sobressaltei ao vê-lo segurando meu vestido, e meus scarpins com uma expressão sapeca no rosto.

- Me dê isso seu...seu inconveniente_arranquei meus pertences da mão dele.

- Não vai se trocar?_seus olhos mudaram para minhas pernas e seu olhar era de pura indecência.

- Tarado! Como ousa?  Pare de olhar minhas pernas! Okay, Jackson, já as analisou detalhadamente,agora me dê licença para eu me trocar_Michael deu de ombros e não fez menção de sair dali.Porra! Se a intenção dele foi me provocar,conseguiu... Porque queria o esganar.Não pensei ou dei tempo dele se defender ,apenas o empurrei e fechei a porta atrás de mim.

Vesti-me rapidamente,dei uma ajeitada nos cabelos,passei um batom que tinha na bolsa para amenizar a cara de cansaço e fui ao encontro de Michael onde combinei de encontrá-lo .Ele acenou para mim discretamente e corri o mais rápido que consegui para uma salinha no fim de um corredor estreito.

- Michael,precisamos ir ..._observei atenta a movimentação do hospital pela fresta de uma janela que dava para o andar principal.

- Acalme-se,eu tranquei a porta,ninguém irá entrar..._ tranquilizou-me com sua voz afável.Minha respiração antes descompassada se normalizou,e me senti aliviada.

- Escute,não pode ser vista comigo,sabem que vim visitá-la e é muito arriscado .Sairei agora espere um tempo e me encontre no estacionamento_passou as coordenadas e saiu logo em seguida.

Aguardei um tempo razoável e apressada como se fosse uma médica dali,segui em direção ao estacionamento.Estava nervosa,nunca tinha agido assim,sempre fui uma menina comportada,de princípios e meu pai era extremamente rigoroso.Não me lembro de ter levado alguma advertência no colégio e de repente virei uma radical, capaz de fugir de um hospital sem ordens médicas.E as coisas poderiam ser piores para mim? Graças a minha "ilustre"sorte a madrugada devia estar a uns 3 graus abaixo de zero,meus dentes rangiam,e nada do imbecil do Jackson aparecer.Merda! Eu tremia da cabeça aos pés,estava literalmente congelando ao ponto de bater o queixo.

- Puta merda! Se esse homem não aparecer vou congelar.Droga... isso só acontece comigo_bufei,tremendo pelo frio intenso, sentindo um ódio crescente se apossar de mim.Dessa vez Michael Jackson pagaria muito caro,você me paga cafajeste, irá provar do seu próprio veneno_jurei para mim mesma que iria me vingar.






Capítulo 5


Elizabeth


- Fui atender o celular,desculpe a demora...Achou que a abandonaria aqui,baby?_sorriu cinicamente e soltou uma risada curta. O filho da mãe não perde a chance de me irritar.

- Você está tremendo!_constatou,esfregando suas mãos em meus braços . -Vamos logo,antes que tenha uma hipotermia e precise levá-la de volta para o hospital._Seu sorriso presunçoso se desfez.

Eu nada disse apenas abri a porta do carro e me acomodei.O frio era vigoroso,não me deixava raciocinar,batia o queixo e me sentia febril, meus músculos enrijeceram.Meu rosto ardia pela queimadura.

- Merda!  O vento queimou meu rosto!_resmunguei ,sem olhar para o Jackson.

- Continua gelada,acho que posso resolver isso,me deixe esquentá-la.._Sugeriu cravando seus olhos negros em meus seios coberto pelo tecido do jaleco e do meu vestido.

Puta merda! Ele sabia como me desconcertar minhas bochechas deviam estar vermelhas .E meu corpo agora tremia mas pela expectativa do que viria adiante.Ele sabia o que me causava e não demorou a invadir minha boca com um beijo avassalador.Nossas línguas pediram passagem e ambos nos entregamos sem pensar em nada.Aqueles lábios macios se unindo contra os meus,o hálito fresco,as mãos dele pressionado minhas coxas .O mundo ao meu redor havia desaparecido.Se haviam dúvidas do meu amor desatinado por Michael elas desapareceram no momento que o senti colar nossos corpos.Não queria mais fugir,ou me afastar, necessitava daquele homem mais que o ar para respirar eu era dele, e sentia como se minha vida estivesse em suas mãos e eu não fosse capaz de ficar longe dele.Sabia o caminho sem volta que estava trilhando e tinha a absoluta certeza que deveria dar o próximo passo .Paramos o beijo para recuperarmos o fôlego e Michael acariciou meus cabelos e me olhou com uma doçura sublime de uma forma que jamais pensei o vê-lo olhando para uma mulher.

- Está mais quente agora,Beth?_meu coração disparou quando o ouvi proferindo tal frase.Michael estava me chamando por meu apelido de infância, não pude conter a emoção.As lágrimas rolaram livremente pelo meu rosto.

- Achei que tinha se esquecido do meu apelido... _senti seus longos dedos enxugarem minhas lágrimas.

- Como me esqueceria? Eu era o único que você permitia te chamar assim _sorriu largamente, tocando meu queixo e me obrigando a olhá-lo diretamente.

- É,eu odiei quando minha mãe me apelidou de Beth,mas você é a única pessoa que fala de um jeito diferente,carinhoso,na sua boca não soa tão ridículo, Michael_ri das minhas próprias palavras e ele fez o mesmo.

- Vou levá-la para casa,precisa descansar,se agasalhar devidamente e terminar os slides da propaganda de lingeries_concordei e Michael deu partida no carro.

O percurso até meu apartamento foi silencioso.Não tive coragem de dirigir-lhe a palavra,a cena de poucos minutos atrás me deixava receosa sobre como seria dali para frente.Eu só tinha a certeza de duas coisas a primeira e incontestável verdade estava irremediavelmente apaixonada por Michael Jackson. E a segunda ele não queria ou tinha pretensões de ter um compromisso sério com alguma mulher.Fugiu disso a vida toda e eu não modificaria seu estilo de vida.Era uma faca de dois gumes e eu me sentia encurralada.

- Daria tudo para saber quem é dono de seus pensamentos..._fez um carinho suave em minhas coxas e pouco depois estacionou a luxuosa BMW frente ao prédio de classe alta no qual eu residia.Nem tinha percebido que havíamos chegado .

 Não precisa tentar adivinhar o dono não só de meus pensamentos e do meu coração é você pensei guardando a resposta pra mim mesma não era a hora de me declarar.Aquele homem poderia me iludir até conseguir o que queria mas depois de alcançar seu objetivo ele me mandaria pro inferno sem dó nem piedade.Eu sofreria como uma condenada estava certa disso.Como aguentaria ser usada e descartada como um objeto?

Eu o amava e esse era meu maior medo .

- Está entregue...Bem,nos vemos amanhã_levantou as sobrancelhas e destravou  a porta do veículo, me olhando de soslaio. Antes que eu saísse do carro me deu um selinho.

- Agora sim,pode ir..._brincou,sorrindo cativante e abrindo passagem para mim.

Despedi-me dele e um sorriso de satisfação brotou dos meus lábios.Droga mas só um beijo?_suspirei e segui ao meu apartamento com um nó preso na garganta por não tê-lo ao meu lado me abraçando,beijando e me provocando com seus comentários obscenos.Não havia passado nem 5 minutos que estávamos longe e a saudade já apertava.

 ***

Girei a maçaneta na porta e fui logo entrando e jogando meus sapatos em um canto qualquer como de costume.Surpreendentemente perdi a fome.Então segui para minha suíte.Preparei a banheira com minhas essências de jasmim favoritas e entrei na água.Meu corpo gritava por descanso.Fechei meus olhos e não pude evitar ou afastar meus pensamentos do sorriso largo de Michael o sorriso capaz de iluminar meu dia.Permaneci no banho relaxando por um tempo podia sentir cada poro do meu corpo transbordar amor e uma tristeza inevitável aplacar minha felicidade.Saí do banheiro enrolada em uma toalha e vesti o primeiro baby doll que encontrei no closet.Desabei na cama e tentei sufocar as lembranças.Todas as tentativas de não pensar no beijo e perfume delicioso daquele homem foram frustradas.Metade de meu coração pertencia a ele foi meu último pensamento antes de apagar o abajur,me deixei ser vencida pelo cansaço e adormeci.



Capítulo 6



Michael


Não definitivamente,eu não queria me masturbar pensando em Elizabeth, mas aquela maldita ereção ainda estava persistindo após duas horas.Porra! A dor já estava insuportável então fui para o chuveiro e me toquei até sentir minha libertação me atingir e liberar jatos do meu líquido.

Voltei para cama e peguei um livro para ler,talvez uma boa leitura me fizesse entreter minha mente e esquecer a loira gostosa.Errado não conseguia parar de pensar nela nem por um segundo,fechei meus olhos e lá estava ela linda com aqueles olhos azuis ternos e a pele macia para tirar meu sossego.Não consegui pregar o olho por um minuto a noite toda e quando me dei conta já estava atrasado para o trabalho. Tudo por culpa dela.Eu teria que leva-la pra cama e fode-la o máximo de vezes possíveis para destruir essa neurose de paixão e arranca-la de vez do meu coração .Me arrumei em poucos minutos e olhei no espelho para me certificar que estava tudo de acordo.Gostei do que vi, sei muito bem que sou um homem bonito e o que provoco nas mulheres.Sorri ao imaginar que Elizabeth também gostaria da visão.Sem perder mais tempo me dirigi a garagem e tirei uma SUV preta que não usava a um bom tempo é bom variar algumas vezes não só de mulheres mais de carros também.

Quando adentrei o prédio da Fabulous a primeira pessoa que me deparei foi Kate a coitada ficou pálida ao me encarar,parecia apavorada.

Tomamos o elevador e aproveitei para puxar conversa.

- Bom dia,Kate_cumprimentei no intuito de me reparar pelo "imprevisto" no coquetel, mas ela respondeu friamente e não me olhou nos olhos.

- Desculpe-me por ontem,realmente lamento se te envergonhei_dessa vez ela me fitou com ódio e malícia.

- Tudo bem,não tem problema problema,Sr. Jackson _sua voz suave sussurrou em meu ouvido e ela ainda fez questão de forçar um sorriso, deixando-me ainda mais embaraçado.

Enfim, o elevador chegou ao meu andar e eu respirei aliviado. A situação era muito delicada Kate é uma ótima funcionária não seria benéfico para Fabulous sua demissão ainda bem que ela não o fez.

- Aí está...Ainda bem que você apareceu Michael,os empresários da Ny seduction já estão aí e a reunião será à tarde_ri da cara de medo e preocupação de Brandon .Mal sabia ele que Elizabeth estaria presente e radiante na reunião conosco.

- Acalme-se,sabe quem sou? Michael Jackson...Já está tudo resolvido,Elizabeth apresentará suas ideias para o comercial, ainda hoje_afirmei tranquilamente e Brandon permaneceu estático e perplexo com minha afirmação.

- Como assim,Michael? Ela está no hospital não virá aqui hoje_disse me encarando com cara de poucos amigos como se soubesse que eu havia aprontado e feito algo ilegal.Realmente sempre gostei de burlar as leis.

- Qual merda você fez? Elizabeth se recuperou? Michael,a garota está doente não pode pressioná-la, isso é covardia.Diga logo, em que loucura está metido?

- Ontem ajudei Elizabeth a sair do hospital,ela fugiu para terminar a porcaria do projeto_exaltei-me com a enxurrada de perguntas de Brandon.

- Michael,você está bêbado ou usou algum alucinógeno?_gritou enfurecido,me lançando um olhar de ódio e repulsa.

- Estávamos fodidos,se lembra disso? Assinamos a porra de um contrato e não confio em nenhum publicitário daqui para assumir uma campanha dessa importância.Elizabeth é acionista,portanto nem tinha obrigação de fazer isso e se propôs a ajudar.Eu cooperei com ela e de quebra ainda salvei minha empresa_argumentei sórdido e segui a passos firmes até sala da presidência.

***

- Michael,ela está apta a isso,está melhor?_prosseguiu com a mesma ladainha.

- Sim Brandon,acontece que o médico só iria assinar a alta dela à tarde....Só adiantamos o serviço dele,e nesse exato momento nossa publicitária brilhante está terminando de bolar uma propaganda que nós renderá milhões de dólares e novos clientes preciosos_comemorei triunfante.

- Você não toma juízo...Não entendo porque tanta generosidade dela com a empresa.Como não pensei nisso antes,Elizabeth está fazendo algo assim por você Michael, ela gosta e se importa com meu amigo _deduziu Brandon,me deixando com dúvidas e ao mesmo tempo feliz não posso negar.

- Bom,não ouvi as palavrinhas mágicas da boca dela,mas em breve essa mulher será minha_disse com ego lá em cima e tendo meus motivos para isso a loira gostosa e independente não só correspondeu aos meus beijos como ficou louca por mais.Ah...Imagina quando eu der um trato e comê-la gostoso.

- Você não presta Jackson ,cuidado esse jogo,é muito perigoso e se você se apaixonar....._alertou,mas eu não me importei queria continuar minha loucura.Podia sair fodido e com o coração estraçalhado, mas faria o que meus impulsos mandavam.

- Michael,nada me tira da cabeça que você está apaixonado por essa mulher.O jeito que seus olhos brilham quando fala o nome dela,você se transforma,vira outro homem.Elizabeth te amansa.

- Não torra a paciência Brandon,me deixe terminar esses relatórios_ordenei o vendo sair rapidamente e bater a porta me deixando sozinho.Porra! Ele está certo tarde demais já estou envolvido.Michael você está no comando não é ?Não passará de uma noite,não permitirei que alguém entre no meu coração e foda com minha paz não tão fácil assim.

- Michael!_ chamou minha atenção a voz doce ao entrar no escritório.Reconheci Elizabeth ao sentir o perfume adocicado,sofisticado e inebriante invadir o ambiente .Esse cheiro é incomparável.Lá estava eu novamente sorrindo feito um babaca pra ela.Joguei todos os papéis na mesa e direcionei meu olhar inteiramente para seus deslumbrantes olhos azuis.
Puta que pariu!

Essa mulher tem o poder de me desestabilizar...

- Michael,terminei o projeto antes do previsto e resolvi vir trocar algumas ideias com você_olhou-me acanhada.Parecia estar prestes a falar algo de extrema gravidade.

- O que aconteceu,Beth? Diga de uma vez!_ela sorriu,eu sabia que ela adorava quando eu a chamava desse jeito.Sim,utilizei isso ao meu favor.

- Michael,recebi uma proposta para ser modelo fotográfica e estou pensando seriamente em aceitar_despejou as palavras de uma vez só em cima de mim.Um nó se formou minha garganta e senti vontade de abraçá-la e prendê-la em meus braços.A ideia de tê-la longe de mim, a mercê de um universo repleto de homens e viagens,me deixou arrasado.

- Por que decidiu se tornar modelo,Beth? Não entendo, é uma das publicitárias mais renomados e influentes do país_ protestei atordoado, não entendendo aquela mudança repentina dela.

- Michael,quero mudar minha vida,respirar ares novos,conhecer outras pessoas,viajar, ser livre...Sempre fui a garota adorável e educada que seguia as regras dos pais agora me tornei uma mulher forte e pronta para encarar o mundo e não quero persistir sendo a garotinha certinha _esclareceu, me deixando ainda mais inconsolado e admirado,eu não poderia a deixar partir sem ao menos tentar nunca fui covarde e lutaria até o fim para conquistá-la.

- Se é esse seu desejo te apoio.Seja modelo da Fabolous,sabe que precisamos de belos rostos para comerciais e sua remuneração será a mesma que recebe como publicitária.Cuidarei do seu contrato..._propus com o coração afundando no peito só de imaginar outros homens à vendo vestida em trajes minúsculos e a desejando...Possesso de ciúmes,era muito sutil perto do sentimento que eu senti,mas passei por cima do meu orgulho e fiz a proposta,porque a amo...Sim,eu a amo de uma forma pura e sincera,altruísta que me faz querer cuidá-la,e vê-la feliz .É em vão lutar contra um sentimento tão forte e fugaz,como o amor,é totalmente inútil  e sem sentido.Tentar fugir de algo que te faz bem,e eu não tentaria mais bancar o canalha bem resolvido e frívolo.Elizabeth,me mudou,me mostrou o outro lado e eu a queria como minha amante,companheira,amiga,namorada.Eu precisava dela em minha vida.

- Eu aceito Michael,arrume uma campanha para mim o mais rápido possível_pediu,sorrindo lindamente e me fazendo o homem mais feliz do mundo.Parecia,ter tirado uma tonelada de peso das minhas costas ao dizer que não iria embora. - Sendo assim você é a mais nova modelo da Fabulous_apertei a delicada mão dela,selando a proposta e aproveitando para contemplar e babar por aqueles fascinantes olhos azuis brilhando para mim.

- Obrigada...por isso Michael,meu pai será eternamente grato,por ter evitado que eu me mudasse de Los Angeles_agradeceu, abrindo um daqueles sorrisos graciosos que me desorientavam e deixavam meu pau duro.

- Será uma ótima profissional,nem precisa de tanto,tem um rosto maravilhoso,meigo e um corpo com curvas maravilhosas. Tenho certeza que conquistará seu espaço e terá êxito como modelo_incentivei,tocando a mão dela delicadamente e deixando explícitas minhas segundas intenções.

-  Michael,você é incrível! _Beth me deixou abismado ao levantar-se da poltrona e me dar um abraço.Eu já podia sentir o volume da minha calça apenas por tê-la tão perto.

- Tenho que ir,fiquei de me encontrar com uma amiga_ senti uma pontada de ciúmes e se ela estivesse mentindo e fosse transar com algum filho da puta? Lógico que não... Michael ela não é esse tipo de garota,tentava me convencer mas no fundo estava possesso de ciúmes.

- Janta comigo?_convidei-a,sorrindo e acariciando o rosto dela.Era o momento perfeito para fazer um convite desses ,e ainda teria a desculpa de comemorarmos sua contratação como modelo,modéstia a parte sou prático,astuto e genial.

- Sim,será ótimo, assim comemoramos..._sorriu,caminhando até a porta parecia que ela lia meus pensamentos e estava envergonhada pelo meu olhar fixo em seu decote.

- Te pego às 21:000,pode ser? Quero dizer,está bom para você? Ah,e por favor,não se esqueça da reunião mais tarde _quis confirmar o horário e aproveitei para ser um pouco gentil,abrindo a porta para ela.

- Por mim,tudo bem_deu de ombros e se surpreendeu com minha gentileza que pelo visto surtiu o efeito desejado.

- Então...Até mais tarde_sussurrei no lóbulo da orelha dela, sentindo seu corpo reagir e  se arrepiar pela minha provocação.

- Até..._respondeu num fio de voz,ajeitando o vestido já com rosto corado.Eu amo quando ela fica tímida desse jeito.Sorriu mais uma vez para mim e retribuí o sorriso. Mas infelizmente,rapidamente minha loira encantadora desapareceu de minhas vistas.


(...)


- Nossa... Pela sua cara conseguiu algum progresso com a loira_disse Brandon, me trazendo de volta para o planeta terra,é eu me tornei um apaixonado idiota, suspirando por sua amada.

- Vamos jantar! Faça reservas naquele restaurante francês,próximo a Beverly Hills.Elizabeth irá adorar o ambiente sofisticado e tranquilo daquele lugar_dei ordens para Brandon,já voltando meus pensamentos para minha futura esposa loira gostosa é eu estava parecendo um adolescente abobalhado pela primeira namoradinha de colégio.Esposa,eu disse isso?

- Você precisava se ver nesse momento,devia tirar uma foto pra mostrá-lo o quão está ridículo com essa cara de apaixonado .Elizabeth,desbancou o cafajeste convicto?_riu,me fazendo me sentir ainda mais patético por realmente não querer foder outra mulher que não fosse Beth.

- Não seja tão ingênuo Brandon,só pode ter perdido o juízo,eu gosto dela.Admito que é gostosa pra cacete! Mas isso não significa que verá algum dia uma aliança no meu dedo anelar da mão esquerda.Michael Jackson,nunca irá se casar ou fazer a burrice de ter um relacionamento com alguma mulher_contestei,tentando disfarçar que o que mais queria no no mundo era assumir e gritar para o mundo que Elizabeth era minha mulher,não queria que ninguém soubesse.Ninguém precisaria saber que me tornei um maricas.Nem mesmo um amigo de longa data .Ninguém deveria saber que me apaixonei pra valer,isso não estava em meus planos,tampouco admitir publicamente meu fracasso.

- Então depois que pegar a publicitária,vamos sair e conhecer umas gatas?_eu não faria isso,conhecia bem Elizabeth, não arriscaria brigar com ela e claro eu à pediria em namoro o mais rápido possível.Dane-se! _forcei um sorriso e assenti,queria me livrar de Brandon.

- Ótimo,está combinado chefe,e a propósito ficaram horas trancados nesse escritório,posso saber o que tanto conversaram?_estreitei o cenho impaciente com a intromissão de Brandon.

- Elizabeth,agora é modelo,ela será uma de nossas garotas,que tiram belas fotos para propagandas de cosméticos.Foi a condição que impôs para permanecer aqui,na verdade eu fiz a proposta e ela aceitou de bom grado_notei os olhos de Brandon se arregalarem e ele me olhar assustado.

- Modelo...Quer dizer modelo fotográfica? Ela é linda não nego, mas por que isso agora ?_perguntou sem entender a mudança dela.

- Quer recomeçar,viver novas experiências,realizar seus sonhos e eu a apoiei nessa decisão_revelei, começando a me arrepender de ajudá-la e a instigar a seguir essa carreira.

- Vim chamá-lo para a reunião com os italianos,está na hora _lembrou-me que já estava atrasado ,mesmo tendo uma reunião tediosa pela frente assim que pensei em Beth,sorri .Ela estaria lá ,isso era revigorante para um final de expediente.

- Vamos Brandon...Não é bom deixá-los esperando_levantei-me da poltrona,peguei minha pasta empresarial e me encaminhei ao andar superior da empresa, onde ocorreria a reunião.Estava radiante,ou melhor dizendo extasiado, morto de saudades da minha loira encantadora.




Capítulo 7

Elizabeth

Se já não bastassem meus nervos estarem a flor da pele,o filho da puta do Jackson tinha que se atrasar e me deixar feito idiota tentando enrolar os italianos.Já tínhamos jogado conversa fora,ingerido doses e doses de bebida alcoólica e a minha esperança já tinha ido por água a baixo quando o vi entrar na sala de reuniões com um sorriso pervertido dançando nos lábios e uma calma invejável.

- Boa tarde senhores,espero não os ter feito esperar muito? Vejo que já conheceram a publicitária encarregada pelo comercial da divulgação da Ny seduction.Ela estudou na Inglaterra e aperfeiçoou seus conhecimentos em Los Angeles _disse com a voz firme,me encarando com aquele famoso ar de não se preocupe tudo" dará certo" e de algum modo isso amenizou a tensão que perpassava por cada uma de minhas células nervosas.

O canalha sabia usar as palavras certas...

- Sr. Jackson,Bradd e eu discutimos sobre a modelo que nos indicaram e gostaríamos de optar por outra.Para ser mais exato,queremos um rosto novo,inovação é o novo perfil que desejamos_achei que poderia ser fruto da minha imaginação afinal minha atração irreversível pelo Jackson poderia estar matando meus neurônios mas poderia jurar que ouvi meu nome na boca daqueles simpáticos empresários.

Será quê?

Não eu deveria estar louca,essa seria a explicação mais viável e racional.Só não compreendi os olhares explícitos lançados a mim especificamente naquele momento.

- Podem me dizer,tem todo o direito de escolher o rosto ou melhor o corpo que estampará a coleção de vocês,que inclusive tenho a certeza será um sucesso_O olhar de cobiça de Michael já estava me constrangendo,como podia ser tão descarado? Nós,ali de frente aos investidores e milhões de dólares em jogo e ele com aquela expressão de serenidade irritante,me devorando com os olhos.

- Ela está diante de seus olhos_sorriu,apontando para mim e deixando Michael furioso,destruindo meus argumentos.Meu corpo parecia ter entrado em colapso porque um "O" se formou em meus lábios e eu não consegui pronunciar nem um simples fodam-se,ou nem sequer mandá-los para o inferno.

- Acho que chegamos a um impasse,como disse ela tem um contrato com a Fabulous de publicitária e não é modelo da empresa.Seria impossível acatar esse pedido dos senhores _afirmou com ódio e a voz severa.Tive medo que Michael voasse no pescoço do pobre empresário.Nunca vi tanta ira naqueles olhos negros.

- Veja Sr. Jackson,ela tem um rosto delicado,olhos,boca perfeitos e um corpo de mulher fatal.Belas curvas,seios fartos ficaria fabulosa com uma lingerie sexy em um tom quente como vermelho por exemplo.Podemos dobrar a oferta afinal é por uma boa causa_senti asco pelo jeito asqueroso que o tal Bradd se referiu à mim,meu subconsciente já formulava a hipótese de dar um soco na cara daquele velho gordo e nojento.

- Ela não fará Bradd,escolha qualquer uma das meninas que tenho à disposição, Elizabeth não possui sequer experiência como modelo,as fotos ficariam péssimas e sem originalidade _detestei vê-lo me depreciando,foi humilhante ouvir Michael falar de mim com tanta petulância e aquele sorriso prepotente.Respirei fundo,pronta pra me vingar,agora ele tinha atiçado meu lado maléfico e eu iria até o fim.Talento  tenho de sobra Michael, disse a mim mesma. Minha decisão já estava tomada,eu faria aquela campanha.

- Eu aceito,nunca fiz algo do tipo,mas tenho certeza que com muito esforço e a equipe certa farei jus ao esplendor e Luxo da Ny seduction_concordei, presenciando o olhar de Michael tornar-se nebuloso e seus olhos escuros se apertarem pela surpresa, ele me fitava incrédulo e com uma raiva sobre humana .

Sinceramente, isso era extremamente excitante.

- Acho que não fui claro o bastante,a senhorita Elizabeth Montgomery tem um contrato assinado conosco como publicitária e não poderá fazer o comercial_reforçou com a voz áspera,me lançando um olhar mortífero e sorrindo sarcasticamente.Ele tentou conter sua fúria o pobre imbecil mal se deu conta do quanto era perceptível seu incômodo excessivo.

- Não seja por isso,redija um contrato e eu assinarei Sr. Jackson_sugeri e ele mordeu o lábio nervoso.Sim,eu fiz propósito e sabia que ele explodiria a qualquer momento.

- Então,acho que o problema foi solucionado Sr. Jackson,façam o contrato e na próxima semana a senhorita Montgomery será instruída,ela fará testes com um de nossos fotógrafos_sorriu vitorioso,olhando satisfeito para mim.Michael continuou impassível e irredutível com o semblante sério.

- Traga o contrato Brandon,assim adiantamos e fechamos logo essa campanha, todos estão de acordo ou alguém tem alguma objeção?_perguntou ainda esperançoso que eu fosse desistir e quem sabe voltasse atrás,seu gestos denunciavam o quão relutante e chateado estava.

- Não.Tragam logo o contrato,eu não tenho a vida toda _repreendi,percebendo a feição de decepção e indignação estampadas no rosto do fiel escudeiro de Michael.

- Eu gostaria de falar em particular com minha publicitária e agora nova modelo da Fabulous,se importam?_sua voz soou mais suave e meu coração já palpitava no peito,bastavam algumas palavras daquele homem para eu ficar extasiada.Ao ponto de entrar em combustão e o maldito tinha consciência de que me provocava essas reações.

- Claro Sr. Jackson,devem ter muito o que discutir_insinuou Bradd,me deixando sem graça,até então não tinha me dado conta que era notável a tensão sexual entre mim e Michael.

- Por mim,tanto faz..._dei de ombros fazendo um sinal de reprovação com a boca e segui o Jackson até a sala da presidência me mantendo alheia a seus olhares e sorrisos irônicos.

***

- Que porra pensa que está fazendo? Por acaso acha que permitirei que tire essas fotos sensuais para um bando de marmanjos babarem por você? Elizabeth...Você não fará porcaria de sessão de fotos nenhuma!_berrou antes mesmo de fechar a porta de seu escritório.

- Acontece que eu não preciso da merda do seu consentimento e farei esse comercial.Acha mesmo que irei te obedecer?_soltei uma risada sem humor.- A vida é minha,e não lhe devo satisfação,mais uma de suas grosserias e pego o primeiro vôo para Nova York,não sou uma de suas vadias que você fode,trata como lixo e mesmo assim rastejam aos seus pés.Nem fodendo abrirei mão dessa campanha Michael _gritei em alto e bom som desejando estapeá-lo e fazê-lo engolir as asneiras que havia dito.

- Beth,peço desculpas eu me exaltei não deveria ter...._olhei em seus olhos e surpreendentemente encontrei um resquício de arrependimento,sua expressão era de tristeza e agonia,e eu como toda cega apaixonada me comovi com a cena e corri para abraçá-lo.Não dava para resistir ainda mais com ele dando aquele sorriso que molhava minha calcinha.

- Deixe-me terminar,eu agi pelo impulso,não quis ofendê-la Beth ,ao contrário me faz sofrer te ver magoada comigo.Não tem ideia do quanto é importante para mim,baby_sussurrou,tocando meu queixo.

Puta merda! Permanecer indiferente a esse homem nem era uma opção,ele me deixava atordoada,seu olhar me fascinava de tal forma que sentia-me presa a ele.Todas minhas tentativas de odiá-lo e arrancá-lo de meu coração eram sempre frustradas,já estava convencida que deixaria as coisas fluírem naturalmente e se quebrar a cara a fizesse parte das consequências dane-se,o amo mais que a mim mesma,portanto já estou ferrada completa e totalmente fodida.

- Michael eu o...

- Shh..._colocou seu dedo em meus lábios e pressionou minha cintura contra seu corpo.

- Calada,você fala demais,Beth!_não tive tempo de hesitar ou empurrá-lo .Michael invadiu meus lábios com um beijo intenso, sugava e mordia meu lábio inferior de uma forma rude,era como se quisesse me punir por ter o desafiado,suas mãos percorriam a lateral do meu vestido e eu já sentia meu sexo vibrar e clamar por tê-lo me preenchendo.Estávamos quase transando ali, sem pudor algum,mas antes que isso acontecesse ele parou o beijo e levou até seus cachos negros,parar ajeitar o cabelo em desalinho e recuperar o fôlego.

- Você é bastante fogosa,superou minhas expectativas delícia_ provocou, abrindo um sorriso,mostrando seus dentes perfeitamente alinhados e absurdamente brancos,fazendo a pouca razão que me restava ir para o espaço.

- É tão inconveniente,não sei porque o sexo feminino tem tanta adoração por você_ajeitei meu vestido e me recompus, voltando a ser a elegante,educada,e doce Elizabeth Montgomery, assumindo minha pose de menina de boa índole, após por um milagre não ter feito sexo com o Jackson.

- Inclusive você,ou vai dizer que não gostou,baby?_mordeu o lábio inferior e seguiu até a porta.Te vejo mais tarde, lhe pego as 21:00 horas princesa_ressaltou o horário,me fitando profundamente,e eu obviamente persisti completamente, intimidada.Sinto como se Michael enxergasse dentro de minha alma,inexplicável o poder que exercia sobre mim.

- Não se preocupe,prometo que não irei me atrasar_confirmei fazendo um sinal de positivo com a cabeça.Michael apenas abriu aquele sorriso largo,cativante dele e saiu da sala da presidência.Deixando-me solitária com meus pensamentos e angústias.Não sabia ao certo a força do sentimento que brotou dentro de mim,amadureceu e se apossou do meu coração,mas sentia que era forte o bastante para me encorajar a lutar por minha felicidade.



Capítulo 8

Elizabeth



Impressionante como um simples jantar estava virando minha vida de cabeça para baixo.Há infindáveis horas eu tentava escolher um vestido ideal para nosso primeiro e talvez último encontro.Sim,dessa vez seria definitivo,existem duas saídas,poderia me permitir dar uma chance de amar e sentir a reciprocidade desse sentimento ou esquecer de vez o Michael.Não que quisesse me distanciar e não ver aquele canalha sorrir e agraciar meus dias com seus beijos irresistivelmente deliciosos,mas não poderia viver de míseras ilusões.Se tem uma coisa que aprendi ao longo dos anos é que sonhar é necessário,assim como manter os pés no chão também.

No final da noite eu já estava desesperada,sem grandes perspectivas,após revirar meu closet pelo avesso e não achar um vestido decente o bastante para deixar meu acompanhante de queixo caído. Queria estar sexy,mas sem parecer vulgar.

Claro...o vestido que meu pai trouxe de Paris é perfeito para ocasião,cairá como uma luva .Não foi fácil me lembrar onde tinha o guardado ,porém eu sou teimosa e persistente e acabei ganhando como recompensa meu tesouro escondido em uma caixa atrás de meus sapatos.

É deslumbrante!_pensei e sem mais perder tempo comecei a me arrumar.Coloquei os brincos de rubis que ganhei no último natal de meu pai,minhas sandálias Chaneis em um tom pastel sofisticadas e clássicas ,optei por uma maquiagem leve e um gloss incolor e para finalizar a produção um perfume de qualidade,isso é essencial na arte da sedução.Diria que é um acessório indispensável,julgo como a peça chave.

Confesso que a imagem refletida no espelho me agradou,eu nunca me considerei atraente ou bonita,na realidade me sempre me enxerguei como uma garota comum e sem grandes atributos,mas naquele momento pude ver uma bela mulher,sensual e meiga tudo na medida exata.Dizem que o amor nos torna mais bonitos,e eu concordo com a teoria,o brilho de meus olhos me deixava segura,e um sorriso escancarado iluminava meu rosto.Melhor do que isso eu me senti poderosa,capaz de qualquer coisa,o amor nós dá esse poder de acreditar que somos os donos do mundo e de nossos desejos.


Exatamente como prometeu e com uma pontualidade admirável ele chegou. A campainha soou e lá estava eu sem saber como agir,enfiando os pés pelas mãos,desnorteada,coração acelerado,respiração falha.

Meu Deus... Esse homem ainda irá me fazer perder a cabeça,olhe pra você Elizabeth,"está com as pernas bambas e as mãos trêmulas" Droga ! Não é hora para se culpar,eu preciso forçar um sorriso,me acalmar e receber meu convidado especial,e com o estômago ainda revirado, pus meu sorriso doce e girei a maçaneta.

- Boa noite Beth,devo dizer você está lindíssima essa noite! _analisou meu vestido,passeou seus olhos discretamente pelos meus seios se aproximando e me entregando um enorme buquê de rosas vermelhas.

Aquele homem sabia ser cavalheiro?

Puta merda! Ele não devia usar esse perfume isso aguça o libido de qualquer mulher,e esses cachos úmidos moldando o rosto de traços fortes dele.
Inacreditavelmente lindo _suspirei pesadamente,sua beleza dificilmente passaria desapercebida.

- Eu me atrevi a escolher as vermelhas,porque acredito que seja uma romântica incurável,baby_elucidou num tom de voz tão baixo que mais pareceu um sussurro.Eu até tentei proferir alguma palavra,mas o olhar lascivo dele me deixou envergonhada e destruiu minha pouca resistência e amor próprio.

- E como chegou a essa conclusão?_perguntei,arqueando as sobrancelhas.Ele estava sendo gentil, carinhoso e me confundindo.

Afinal quantas facetas tem Michael Jackson?

- Eu apenas vejo em seus olhos,querida.A única coisa que precisa é de um homem de verdade,capaz de a tirar a rotina e te dar prazer na cama,alguém que lhe arranque gemidos_sussurrou com a voz macia,fazendo meu baixo ventre oscilar e minha calcinha umedecer.

- É,quem sabe?_deixei a dúvida pairando no ar.Eu realmente preciso de um homem assim, enxergo que Michael seria esse cara já que impera sensações estranhas em mim e consegue me fazer jogar meu auto controle as favas.

- Vamos princesa,vou levá-la em lugar especial_revelou enlaçando minha cintura e me guiando até sua BMW.Abriu a porta para mim e o vi dar a volta e sentar-se ao meu lado.Eu não conhecia esse Michael cavalheiro,atencioso.Confesso que isso o deixa ainda mais sexy e torna tudo excitante ,eu amo o vê-lo me tratar como uma rainha.

- Como vai seu pai Beth,ainda viaja como antes?_puxou assunto,tentando apaziguar o clima tenso entre nós.

- Sim,desde que saiu do senado atua como diplomata,não há como morar em um lugar fixo.Sinto saudades,ele veio a poucos dias a Los Angeles mandou lembranças a você_ relatei sentindo um nó em minha garganta,as lembranças de família não eram nem de perto adoráveis...Meu pai nunca teve tempo para sua própria filha ,eu era uma pobre menina rica e solitária.

- Você ainda odeia aquelas festas,bailes,e as pessoas que rodeavam sua  família? Te incomoda estar no meio da realeza,luxo e todas essas coisas que julgava como fúteis,superficiais e irrelevantes?_tirou uma mão do volante para tocar minha coxa carinhosamente eu não o afastei ou reclamei,ao contrário amava o jeito que aquelas mãos enormes me abordavam.

- Absolutamente,eu odeio Michael,lembra como eu saia escondida para chorar no jardim? Todas as vezes que estou nesses eventos faço isso,não suporto aquelas pessoas,é sufocante e malditamente doloroso quando se dá conta que ninguém ali consegue olhar para você e ver sua tristeza,enquanto seu coração está estilhaçado seu pai o apresenta aos seus amigos milionários ,a exibindo como um troféu_desabafei com os olhos inundados pelas lágrimas.Michael sorriu,me consolou e como sempre fazia nas festas segurou minha mão.

- Não quero saber de tristezas,a noite hoje é nossa,tente esquecer o passado e se concentrar naquilo que lhe faz bem baby_acariciou meu rosto delicadamente,ele tinha o poder de me deixar em paz,me dar forças para ser livre,podia ser eu mesma ao lado dele.Não tinha vergonha de errar,mostrar meus defeitos,e pontos fracos,Michael  não precisava de mais que um sorriso para me acalmar ,era mágico nossa conexão.

- Gosta de comida francesa? Quer deixar a meu critério,ou prefere escolher onde jantaremos?_perguntou com a voz afável franzindo o cenho.

- Sou uma grande apreciadora da culinária francesa,por mim está ótimo_sorri o mais calma que pude,não queria demonstrar  nervosismo e aparentar ser uma garotinha encantada no primeiro encontro.

- Essa noite será perfeita Beth,sei que está melancólica,insegura e me acha um canalha,mas estou disposto a mudar sua opinião a meu respeito .Quero fazer isso por você,por nós,se quiser é claro. Tem me ajudado a ser um homem melhor,obrigado por estar sendo paciente comigo_agradeceu e eu não pude ficar imune a seu olhar sincero,havia um brilho diferente em seus olhos e por um instante cheguei a supor que fosse amor.

- Michael,eu nem sei o que dizer,estou tão confusa,não entendo,onde quer chegar com tudo isso?_revelei com a voz arrastada me deixando ser tomada pela emoção,meu coração gritava por um simples "eu te amo",tinha necessidade de ouvir da boca dele.Queria ter a certeza que ele retribuía aos meus sentimentos.

- Eu adoro você_meu sorriso se desfez tão rápido quanto despontou em meu rosto,e a decepção destroçou minhas esperanças.Não era exatamente isso que esperava ouvir e sem dúvidas a decepção se fez presente.

- Eu não sou familiarizado com as palavras bonitas,me dê um tempo para lidar com esse sentimento forte e indescritível que se apossou de mim.Me ajude,me ensine a amar,eu tenho medo Elizabeth estou apavorado,prometo me esforçar para nunca mais desapontá-la_implorou com os olhos marejando e eu não precisava mais que ele proferisse um eu te amo,vi refletido em seus olhos e tive a confirmação de minhas suspeitas. Michael sentia o mesmo que eu.

- Eu...Mike não sei o que dizer,bem eu gosto de você.Veja,aquele não é o restaurante? Ainda bem que chegamos,estou faminta_mudei de assunto e percebi que Michael soltou um risada gostosa,provavelmente deve ter notado meu constrangimento,afinal foi lamentável,poderia jurar que a essa altura meu rosto deveria estar tingido de vermelho.

- Sim,eu reservei uma mesa mais afastada para termos privacidade baby_segurou minha mão e destravou os cintos de segurança.Logo em seguida o vi dar a volta para abrir a porta para mim.

O filho da mãe sabe ser gentil e como galantear uma mulher.

- Amo esse lugar,Michael,vinha aqui nos meus tempos de colegial.Sabe com um namoradinho e coisas do tipo_inventei a primeira história ridícula que me veio a mente e me deleitei moralmente com a sensação de ter Michael Jackson louco de ciúmes por conta de um suposto namorado de colégio.Confesso que isso engrandece a auto estima.

- Aquela é nossa mesa_o garçom aproximou-se e nos levou até uma mesa distante das demais nos entregando o menu e a carta de vinhos .Fizemos logo nosso pedido e eu escolhi para beber um Dry Martini.O único jeito de resistir aos encantos de Michael e não demonstrar minha paixão avassaladora  é estando sob o efeito do álcool,e como nunca fui apreciadora de vinhos,resolvi  optar por outra bebida .Alcoolizada eu me sinto mais confiante,nessa noite a última coisa que eu queria era estar sóbria.

- Então,quer dizer que foram muitos namorados? Me surpreendeu Beth,achei que fosse uma menina de família.Seu pai a educou com tanta rigidez,como conseguiu fugir das asas dele?_Franziu levemente a testa e soltou um riso despretensioso.

- Não se engane pelas aparências,Michael _sorri discretamente,cruzando e descruzando as pernas .Parece loucura mas isso me acalma e de bônus ainda pude desfrutar dos olhares maliciosos dele em minhas pernas.

- Não me engano Elizabeth,sua pose de boa moça nunca me convenceu_seus olhos pousaram em meu decote e sua mão percorreu minha coxa por baixo da mesa e foi subindo até minha virilha parando na minha intimidade já pulsante.Um mínimo toque dele e eu me me derramaria para ele,ali em um lugar público.E isso não me importava,eu só o queria me tocando até atingir meu ápice ,meu corpo gritava por um orgasmo.

Foda-se...o fato de estarmos em um restaurante,eu queria gozar alucinadamente e ponto.

Quando senti suas mãos enormes prontas para arrancar minha calcinha,o garçom chegou com nossos pratos e Michael  sutilmente tirou as mãos debaixo da mesa,sorriu e voltou a agir normalmente como se nada tivesse ocorrido.

O jovem garçom não percebeu nada a não ser meu olhar fulminante para meu aparentemente amigo Michael Jackson,agradeci por ele não ter entendido o que havia acontecido anteriormente .Preferi esquecer o assunto e degustar a comida silêncio.

- Está aborrecida comigo querida? Posso te recompensar...Desculpe,por ter parado_tentou inutilmente se reparar.Mal sabia que eu estava furiosa,puta com ele por não ter prosseguido com aquela loucura.Meu ódio era  indecifrável,aquilo me tirou literalmente do sério.

- Não se preocupe,sempre soube que você só tinha banca, acabo de tirar a prova de que não deve ser tão bom de cama quanto pensava_aticei.É eu estava jogando sujo e agir assim com Michael Jackson representa perigo a vista,mas eu queria me vingar e me divertir um pouco.

- Eu vou provar o contrário Beth,me dê alguns minutos com você em um quarto de hotel,seu apartamento,um carro ou qualquer lugar que quiser_propôs,me olhando com aquele olhar pervertido que me levaria a cometer qualquer insanidade ....



Capítulo 9

Elizabeth


- Então você terá chance de me mostrar isso hoje.Dispenso a sobremesa, peça logo a conta e me leve para onde quiser ,Michael_dei passo livre para ele decidir o lugar,porque não conseguia raciocinar ou pensar em algo que não fosse em tê-lo dentro de mim me levando ao céu,ao ponto máximo de prazer.

- Seu desejo é uma ordem,tenho certeza que não irá se arrepender..._sussurrou,mordendo lóbulo da minha orelha logo em seguida,fazendo-me arrepiar pelo provocação.

- Não tenho certeza disso,nem ideia em que estou me metendo,mas quero seguir em frente.Dane-se,com você tenho coragem para mergulhar de cabeça em um precipício de olhos fechados _Michael apenas sorriu maliciosamente e pediu gentilmente a conta ao garçom.

- Vamos para meu apartamento Beth,fica há 20 minutos daqui_sugeriu enquanto acariciava minha coxa e levantava meu vestido com suas mãos hábeis por baixo da mesa

- Por mim tanto faz,a única coisa que posso afirmar é o quão excitada estou agora,nesse exato momento_admiti,soltando um gemido chato ao senti-lo tocar minha intimidade por cima do tecido da calcinha.

- Eu digo o mesmo, irei te punir por me fazer perder o controle baby,por deixar meu pau duro apenas com um sorriso,e pelas noites sem dormir graças a essa ereção latente _tirou as mãos de mim,colocando seu melhor sorriso no rosto ao ver o garçom retornar com a conta.

Eu não tinha a menor ideia no que estava prestes a fazer,correrei o risco e ponto final. O fato é que  única coisa relevante que meu cérebro conseguiu processar foi me satisfazer e ter aquele homem sem escrúpulos,misterioso e desgraçadamente gostoso me possuindo e fodendo o máximo de vezes possíveis.

- Pronto Beth! Chega de perder tempo... _trouxe-me de volta dos meus devaneios,enlaçando com firmeza minha cintura durante o percurso até sua luxuosa BMW.

***

- Podemos começar agora,claro, se quiser?_mordeu os lábios e arrancou o carro tão rápido quanto em um piscar de olhos, me trazendo de volta a realidade.Percebi enfim a merda em que havia me metido,fodida Elizabeth... você está perdida se apaixonou e entregou de bandeja seu coração para um babaca que só quer te levar pra cama. Michael só sabe foder vadias,é um cara incapaz de amar e respeitar uma mulher,pensei me torturando psicologicamente e me punindo severamente por ter deixado isso acontecer tão rápido.

- Você não quer mais fazer isso?_freou e estacionou sem prudência alguma o carro em frente a um requintado prédio em um dos bairros nobres de Los Angeles.

- Claro que quero,se não quisesse não estaria aqui _respondi assustada por vê-lo nervoso e com olhar sombrio,sua expressão era de total desapontamento.

- Michael,estou certa disso,quero ser sua ao menos por essa noite.Me faça esquecer que sou uma garota de princípios,quero atingir com você o limite do prazer_pedi convicta e vi imediatamente ele colar nossos corpos e encostar sua testa na minha e me olhar com doçura.Aqueles olhos negros tinham um brilho diferente naquele instante.Meu coração acelerou no peito e tive ali a certeza de que eu pertencia a ele,de um jeito ou de outro,e dali em diante minha vida mudaria.

- Eu a farei se esquecer quem é,onde está e como veio parar aqui,Beth_lancei-lhe um olhar de reprovação e escondi meu rosto sentindo a vergonha se espalhar por cada vaso sanguíneo da minha face.E o canalha permaneceu sereno ,o atrevido soltou uma sonora gargalhada e logo depois seguimos de mãos dadas rumo a o apartamento dele.

- Pronta para sentir mais prazer do que foi capaz de sentir a vida toda com seus namoradinhos maricas? Se é que algum um deles te deu um orgasmo e levou-a ao êxtase?_ provocou despreocupadamente,como se não tivesse se dado conta da piada infantil e machista que havia feito.

Puta merda! O idiota é prepotente,sórdido, malditamente sexy e ainda usa esse perfume irresistível.Nenhum homem da face da terra deveria usar um perfume tão delicioso,é a perdição de qualquer mulher.

- Não se engane Michael,já tive muitos parceiros experts em dar prazer a uma mulher terá que se esforçar muito pra me satisfazer _menti,tentando parecer indiferente as sacanagens dele.Na realidade não tive muitos relacionamentos,e nunca fui do tipo que vai pra cama e cede fácil. precisava me sentir auto suficiente e desafia-lo isso torna tudo mais interessante.Sei o ponto fraco de Michael Jackson e me aproveitei disso.

- Nada que se compare aos orgasmos que lhe proporcionarei a noite toda.Vou fodê-la duro,gostoso e você vai implorar para que eu não pare,vai gritar e pedir veementemente por mais Elizabeth_notei seus olhos queimarem de desejo e não sei ao certo como mas suas mãos agarraram minha nuca e novamente seus lábios encontraram os meus,mas dessa vez na sintonia de um desejo quase animal.Sua língua pediu passagem a minha iniciando um beijo delicioso,seu hálito quente e com gosto de vinho,suas mãos longas percorriam minhas costas.

Deus...como esse homem beija bem.Michael chupou meus lábios de uma forma carinhosa,e sua língua se encontrou com a minha dançando na plena sintonia da paixão,fomos intensificando o beijo,quase nos devorando ali dentro do carro .Pude sentir um volume nas calças de Michael,sua ereção roçava em minha barriga e aquilo me enlouqueceu. Fui aprofundando o beijo e nós já estávamos praticamente gemendo.Foi aí que ele interrompeu o beijo,respirou fundo e me deu vários selinhos.

- Terminamos isso no meu quarto,querida_murmurou com a respiração descompassada e quando ia responde-lo percebi que ele já estava dando a volta ao redor do veículo para abrir a porta para mim.

- Oh...muito obrigada,Michael _soltei um longo suspiro e pensei que iria desfalecer ao sentir seu perfume marcante,abaunilhado e inebriante. Certamente, estou patética e paralisada admirando o sorriso iluminado e perfeito dele.

- Acho que estamos perdendo muito tempo,venha baby ...._segurou firmemente minha mão e nos dirigimos a recepção do prédio feito um casal de namorados

- Boa noite,George!  Deixe-me apresentá-los,essa é minha amiga,Elizabeth Montgomery_apresentou-me ao segurança e percebi que apesar do império que possuía era humilde e tratava todos igual.Foi uma surpresa conhecer o outro lado do poderoso empresário que comandava com mãos de ferro sua empresa e isso me encantou,era sem dúvidas genuíno.

- Ela não é linda? _elogiou com o mesmo sorriso safado que tinha nos lábios a todo tempo.Michael me encarou com os olhos dominados pela luxúria como se soubesse exatamente no que eu estava pensando.

- Sim,é muito bonita Sr. Jackson_ respondeu o homem educadamente.

- Vamos subir,e não quero ser incomodado,portanto não deixe ninguém subir entendeu,George? Nem se o mundo estiver acabando permita que alguém suba_ordenou num tom de voz severo e o segurança apenas consentiu,  fazendo um sinal com a cabeça e garantiu não permitir a entrada de ninguém.

- Obrigado,boa noite George!_Michael agradeceu antes de entrarmos no elevador e ele me agarrar e começar levantar meu vestido até a cintura.Eu levantada e ele abaixava aquela mão boba me fez perder a paciência.

- Pare com isso Mike,tire a mão do fecho do meu sutiã enlouqueceu? Alguém pode nos ver_repreendi, recuperando o pouco de bom senso que me sobrou.

- Baby,ninguém vai nos ver e o perigo torna tudo mais excitante_sussurrou enfiando a mão dentro do sutiã novamente e me beijando ardentemente antes que eu pudesse protestar.

- Seu..._procurei o ar em meus pulmões,afinal sempre que nos beijamos só paramos após perdermos completamente o fôlego. -Seu tarado!_dei um tapa no ombro dele e fiz um biquinho charmoso.

- Você gosta,eu sei que minha boca suja e meus beijos selvagens te levam a loucura princesa_enfatizou ,tendo ainda as mãos dentro do meu vestido, apertando meus seios e beijando meu pescoço com gana.

- Oh sim,e muito cafajeste..._respirei aliviada vendo que o elevador havia nos deixado no andar do apartamento de Michael,e não nego também estava ansiosa para tê-lo inteiramente dentro de mim me possuindo até a exaustão.

Cobraria dele o orgasmo que ficou me devendo na brincadeirinha do restaurante.

- Uau... você é mais fogosa que pensei_balbuciou sem desgrudar seus lábios dos meus apertando minhas coxas possessivamente, já subindo o meu vestido até a cintura.

- Michael,dá para me soltar e abrir a porta seu grosso_desvencilhei-me dele revirando os olhos e vendo rir do meu ataque de nervos desnecessário.Michael nem hesitou,apenas abriu passagem para mim e logo após entrar trancou a porta atrás de si e enlaçou minha perna direita em sua cintura .Seu olhar tinha um brilho sublime,era extraordinário aquele homem no torpor da excitação praticamente de me devorando com o olhar.Como amo o jeito dominador desse canalha.

- Venha princesa... _estendeu a mão para mim,  guiando-me até seu quarto.

A decoração era de um bom gosto incontestável,clássica,as paredes em tons escuros e os belíssimos lustres de cristais davam um toque sensacional no ambiente .Não pude observar os detalhes com precisão,pois Michael mais do que depressa me carregou em seu colo até a cama.

- Não sabe como esperei por isso,Beth.Eu vou foder você até perder as forças para proferir uma só palavra.Há outros jeitos mais delicados de se dizer isso ,mas eu vou comer você todinha.Vai gritar de prazer a noite toda,baby... _sibilou, já desprendo o zíper do meu vestido.

Puta merda! O olhar dele é o mais lascivo e sexy que já vi em toda minha vida, esse homem ainda vai me matar.Não acredito na merda que vou fazer_me puni retribuindo ao sorriso encantador dele.

Não perdi tempo e comecei desabotoando o botão da camisa social de Michael.

- Quer me ajudar com isso,gostoso?_um sorriso sacana brotou nos lábios dele, enquanto em tempo recorde ele tirou as calças e depositou o peso de seu corpo sobre mim. Aquele homem semi nu era a visão dos deuses.O peitoral branquinho bem definido,os ombros largos que lhe davam um ar másculo.O membro rígido pela ereção demonstrava seu desejo incontrolável por mim.Deus impossível não admirar,Michael é bem dotado,a natureza foi extremamente generosa com esse homem.

Ele poderia ser mais perfeito?

- Você é absurdamente linda,a mulher mais fodidamente gostosa que já vi em toda minha vida_afirmou,acariciando a parte interna das minhas coxas descendo meu vestido até os pés e me deixando apenas de lingerie .Michael observou com fascínio meus olhos por alguns segundos . Mordeu o lábio inferior daquele jeito adorável que me fazia esquecer do mundo ao meu redor. Agia como se não houvesse amanhã.

- Gostosa.Porra Beth! Veja como deixa meu pau duro.Você é a única que me faz perder o controle_suas mãos mudaram para os meus seios e ele rasgou com uma extrema facilidade meu sutiã o jogando no chão e se deleitando em meus mamilos intumescidos pelo prazer.Michael intercalava entre sugadas e mordidas .Sua língua aveludada percorria meu mamilo esquerdo com avidez e gemidos abafados já saiam da minha garganta.Tive que segurar nos lençóis para não gritar,o jeito como ele chupava meus seios estava me enlouquecendo. Eu poderia gozar apenas com aquilo.

- Deliciosa Beth,apenas acho que ainda está com roupa demais,deixe-me resolver esse problema_murmurou  e pude imaginar toda a sacanagem que deveria estar rondando sua mente enquanto tirava minha calcinha me deixando nua, a sua mercê.Eu sabia que não havia mais volta, não conseguiria para-lo e muito menos queria fazer isso.

- Eu avisei que te daria muito prazer essa noite,mocinha_ri pelo jeito jeito divertido e descontraído que ele falou.

- Creio que não falha com sua promessas,Jackson_arqueei a sobrancelha como em sinal de duvida e ele apenas soltou uma risada gostosa.

- Não,muito menos quando se trata de sexo, e orgasmos,baby_se pôs entre minhas pernas e começou a estimular meu clitóris com sua língua macia,ele sugava,lambia minha intimidade e me fazia provar sensações desconhecidas. Afundei minhas mãos em seus cachos negros e me entreguei a sensação maravilhosa que era sentir seus lábios cheios se movimentaram com maestria a fim de me satisfazer.Michael parecia insaciável e me atingia cada vez mais fundo.Sua língua me atingia no meu ponto mais sensível e eu gemi implorando cada vez por mais.Se ele parasse eu o mataria .

- Oh....mais Michael estou quase lá...quero mais_supliquei com a voz sôfrega, sentindo meu corpo tremer e clamar por um orgasmo.Michael segurava minhas pernas com o antebraço para que eu parasse de me mexer.E continuou a me sugar aprofundando ainda mais a penetração com a língua,eu já podia ver pontinhos brilhantes.Meu coração parecia estar prestes a saltar do peito quando ele circundou meu clitóris com a língua e senti tudo dentro de mim explodir,meu gozo preencher sua boca .Uma leveza indescritível me consumiu e um sorriso bobo nasceu em meus lábios.

- É deliciosa,exatamente como pensei,baby _disse com um sorriso satisfeito se livrando de sua boxer.Ele nu consegue ainda mais gostoso.

Puta que pariu! O pênis enorme,ereto e molhado pelo líquido pré gozo me fez salivar.

Eu o queria,o desejo de uma forma a qual não entendo,meu mundo parece girar em torno da órbita de Michael e preciso ser totalmente dele.

- Então acho qua aprova?_brincou,olhando para seu membro,me fazendo arfar e corar pelo comentário.

- Pode apostar que sim Mike,você é perfeito!_falei com os olhos fixos aos dele.Aqueles olhos negros me prendiam a ele,eu o amava ,as  batidas desreguladas do meu coração  comprovavam isso.Senti aquele famoso sentimento de paz se esparramando por cada poro do meu corpo.

- Vamos ver se está pronta para mim,Beth..._tocou minha intimidade encharcada com um de seus dedos e eu me contorci .Na verdade estava pronta para recebe-lo desde o dia que fui a Fabulous pela primeira vez.Michael me olhou com desejo,acariciou meus cabelos e encaixou sua glande em minha entrada,beijando-me com urgência,enquanto pressionava minha cintura .Foi entrando calmamente dentro de mim e abrindo passagem ,ele estava sedento em me possuir...Quando entrou com mais força,e meteu com rapidez tentei espremer os olhos e disfarçar o incômodo, mas acabei deixando escapar da minha garganta um grito de dor,afinal havia muito tempo que não fazia sexo.Michael notou minha careta e beijou delicadamente meus lábios me fitando com ternura e parando a penetração .Confesso que me assustei com a gentileza dele.

- Tudo bem,bebê? Machuquei você? Se quiser podemos parar..._sugeriu com a voz afável,fazendo um carinho em minhas bochechas.

Ele estava tão carinhoso,preocupado nem parecia o homem frio,imponente e insensível o qual conheci e me apaixonei.

Eu apenas fiz um sinal em negativo com a cabeça e ele voltou a me penetrar lentamente,me atingindo até meu nervo mais sensível e iniciando o vai e vem torturante .As investidas eram cadenciadas e ele sussurrava no meu ouvido "Relaxa pra mim princesa ". Ainda ardia um pouco e ele se controlava para não meter com força e me machucar,não nego,Michael,estava sendo delicado .Cravei minhas unhas em suas costas largas o puxando para mais perto de mim.

- Meu Deus... isso é tão bom,mais Mike,mais forte!_implorei,fechando os olhos absorta na maravilha que era tê-lo se afundando em meu sexo, saindo completamente de dentro de mim e voltando a me penetrar profundamente.Eu o sentia me atingir em cada ponto mais sensível,parecíamos ter o encaixe perfeito.Era como se nos tornássemos um só.O suor pingava em nossos rostos em abundância.Deus! Eu estava amando o ver entregue a mim tanto quanto eu.Meus gemidos pareciam seu combustível para continuar indo cada vez mais fundo e rápido.As estocadas tornaram-se frenéticas,eu já podia sentir minha libertação próxima.

- Porra Beth! Como é apertada....Eu amo me enterrar na sua bocetinha gulosa.Fode meu pau,gostosa! Quero sentir sua vagina mastigando meu pênis_balbuciou,intensificando as estocadas,e arremetendo contra mim sem pausa .Ele não parava de sussurrar indecências em meu ouvido e de sugar o ar entre os dentes.Ambos não nos controlávamos,já estávamos urrando e proferindo obscenidades um para o outro sem pudor.Apenas nossos gemidos e o ranger da cama eram escutados nitidamente naquele quarto.

- Isso Michael,me fode!_berrei,olhando fixamente dentro de seus olhos negros ,me embriagando nas carícias em meus seios que ele fazia algumas vezes.

- Goza Beth... goza para mim,gostosa... _rugiu,metendo com mais força dentro de mim,de um jeito até rude porém delicioso,e viciante.

 Não foram necessárias mais que duas estocadas para eu sentir meu corpo sucumbir a um orgasmo violento e tudo dentro de mim tremer. Minha intimidade pulsava,e meus dedos dos pés se dobraram enquanto aquela famosa corrente elétrica percorria meu corpo.Uma sensação de relaxamento e alívio me dominou.Como se tivesse vagado por séculos pelo mundo e finalmente após anos perdida estivesse de volta a minha casa.Desmanchei nos braços de Michael,leve,exausta e sorrindo de canto a canto.Ele continuou estocando por mais alguns minutos até um grito gutural ecoar pelo quarto e ele derramar jatos de seu líquido dentro de mim chegando também ao seu clímax.
Michael me deu um beijo carinhoso na testa e saiu cuidadosamente de dentro mim.Ficou alguns minutos olhando distraído para o teto e para minha surpresa puxou-me para para um abraço acalentador.
Nada nesse mundo me deixava mais feliz que ver Michael mudado comigo ,doce,romântico.Sentia-me uma mulher completa,protegida,como se nada pudesse me fazer mal quando estivesse nos braços daquele homem.



Capítulo 10

Elizabeth


Michael dormia serenamente nu ao meu lado,seus braços envolviam meu corpo e nossas pernas estavam entrelaçadas.Podia sentir o calor de seu corpo junto ao meu. Os lindos cachos negros lhe caiam sobre o rosto o deixando com aquele ar inocente e de garoto sapeca. Antes tarde do que nunca,pensei e como em um déjà vu, a ficha caiu .Eu estou apaixonada .Michael poderia muito bem estar sendo gentil,romântico apenas para alcançar seu objetivo e agora que teve o que queria de mim talvez volte a ser um homem arrogante e sórdido.

Não aguentaria o vendo me desprezar dia após dia.

E se ele fizer o mesmo que Dean fez?

O amor nem sempre é uma via de mão dupla.

Essa história não pode estar se repetindo e novamente,me culpei pela enésima vez por não ter resistido.

Levei as mãos ao rosto enxugando as lágrimas que teimavam em cair.

Eu não queria ouvir Michael me dizendo que foi um erro eu diria o que?

Que estou arrependida!

Claro que não conseguiria agir assim,amei nossa noite de amor,foi mágico e possivelmente a melhor transa da minha vida.O sentimento que tenho por ele se multiplicou por mil.Era como se agora eu pertencesse a ele.Todos esses pensamentos estão me destruindo.Não posso Mike ,você nunca me levará a sério e eu não serei a garota que você leva para cama quando dá telha e no outro dia evita até olhar nos olhos.

Eu te amo,me perdoe_beijei-o com delicadeza para não acordá-lo. Catei minhas roupas e me encaminhei ao banheiro para fazer minha higiene matinal.

 ***

Quando retornei a suíte por sorte Michael ainda dormia tranquilamente. Melhor assim,odeio despedidas e certamente eu iria chorar , bancar a garota apaixonada e melodramática.Essa não é uma boa impressão a se deixar após um sexo magnífico.

Terminei de me vestir devidamente e sai do quarto sem fazer alarde.Agradeci aos céus por ele  estar em um sono profundo e olhei fixamente por um tempo o lugar onde havíamos feito amor pela primeira e última vez.
Michael não ia gostar de ver saindo escondida ou quem sabe até se divertiria com a cena de eu parecendo uma adolescente que passa a noite fora com o namorado e tem medo do pai pega-la no flagra.
Apanhei minha bolsa e sai de fininho sem fazer o mínimo barulho com os olhos cheios de lágrimas,desejando que ao menos uma única vez as coisas pudessem ser diferentes.

Será que nunca serei feliz?




Flash back


- Elizabeth,você voltou...Está linda,me deixe te ver direito.Por que não me avisou que estava voltando da Inglaterra? Teria ido buscá-la no aeroporto.

- Mary,queria fazer surpresa,nem papai sabe que estou em Los Angeles.

- Senti tantas saudades,mas você não ficaria 2 meses em Londres,amiga?

- Resolvi adiantar minha volta,muita coisa aconteceu nesse mês que estive fora.Tem notícias de Dean?

- Sim,ele me ligou outro dia está morto de saudades,chegou a cogitar ir atrás de você.

- Eu também pensei que não suportaria ficar longe dele,chorava todas as noites de saudade Mary.

- Ele sabe que você voltou?

- Ainda não,vou para a a casa dele,precisamos ter uma conversa.Mary eu não planejei isso mas en..engravidei...

- Meu Deus! Isso é maravilhoso.Beth querida,não fique preocupada,Dean ama você e tenho certeza que será um ótimo pai .Vocês irão se casar e criar essa criança juntos.Formam um casal lindo e terão um futuro promissor.

- É tudo que eu mais quero,apesar de a ideia de me tornar mãe e ser responsável por outro ser,me assustar,sinto-me abençoada.Amarei meu filho e cuidarei dele da melhor forma possível,com todo afeto e carinho do mundo.Sei que sou jovem mas me tornei madura o suficiente para educar uma criança.

- Não tenho nenhuma dúvida de que será uma mãe incrível para esse bebê.E olha amiga a gravidez te fez bem,porque  você está esplêndida!

- O amor faz isso,agora só falta contar a Dean que será papai para a felicidade ser completa.

- Vá logo atrás dele Beth,não adie mais,afinal está grávida e com certeza ele vai querer estar perto de você nesse momento,acompanhar a gravidez.

- Irei imediatamente,preciso cair nos braços dele e dizer o quão é importante para mim.Eu o amo tanto Mary,é uma sensação indescritível.O amor é abstrato, inexplicável,assim impossível decifrar em palavras...

- Ah..o foi que eu perdi e não vi minha melhor amiga se tornar uma romântica incurável?

- Nem eu me lembro de como fiquei assim.Esse tal de amor impera milagres,chega de mansinho e nos deixa sorrindo feito idiota,fazendo planos para o futuro...Não consigo mais me ver daqui a alguns anos sem Dean,ele já é parte da minha vida,se algum dia me virar as costas e deixar de me amar acho que eu morreria Mary...

- Dean te ama,então não precisa se preocupar isso nunca acontecerá a você...Que tal irmos comprar roupinhas para minha afilhada ou meu afilhado.

- Ideia tentadora,preciso mesmo começar a comprar algumas coisas e pensar na decoração do quarto.Vamos Mary a partir de hoje um ciclo novo se inicia em minha vida ,e nada nem ninguém poderá me arrancar a satisfação e felicidade de ser mãe...Dá para acreditar vou ser mamãe é a vida tem dessas pequenas surpresas.


Fim do flash back


Capítulo 11

Elizabeth

Uma camada de lágrimas já se formava em meus olhos.Sempre que essas memórias vem a minha cabeça é esse tormento.Desejei poder esquecer todo o mal que Dean me fez.Quando você ama uma pessoa,entrega sua vida nas mãos dela confia cegamente e essa pessoa te desaponta tudo que você tenta fazer é juntar os cacos do seu coração e recomeçar.E foi o que eu fiz, agarrei uma luz no fim do túnel e me dediquei aos estudos,o problema é que eu me fechei,como forma de auto defesa.Dentro de mim ainda estão os vestígios do trauma que foi ver todos meus sonhos serem destroçados em um fração de segundos diante de meus olhos.As cicatrizes da alma as vezes doem,e no final volto no mesmo ponto.

Em quem posso confiar?

Na minha situação eu não tenho opção a não ser dissimular e atenuar a porra da dor do meu coração quebrado com um sorriso e trabalho duro.

Merda atrasada outra vez! Elizabeth,fica aí sonhando acordada e acabou perdendo o horário.

Droga! Me culpei mais uma dúzia vezes antes de tomar um banho e me vestir decentemente para assumir meu novo posto de modelo fotográfica na Fabulous.Prendi um coque alto na cabeça,pus um vestido de seda preto com um leve decote nas costas,coloquei um scarpin e finalizei com um batom em coral para dar um toque despojado no look .

Peguei as chaves do carro e saí correndo com meu cappuccino na mão,sem tempo de tomar café foi o jeito.

Mirei minha imagem num espelho de bolsa já dentro do carro,respirei fundo e liguei a ignição do automóvel pronta para começar o dia.Apavorada com a possibilidade de ter que conviver com meu chefe gostoso e impossivelmente bom de cama,e ainda ter que tolerar suas grosserias.

Insegura, amedrontada,apaixonada sim eu estou fodida e louca de saudades do meu patrão incrivelmente gostoso e bom de cama.Muito bom de cama a propósito_pensei abrindo um sorriso sacana sentindo minha intimidade se contorcer ao lembrar da noite quente que tivemos juntos a qual eu adoraria repetir.

Ah...se eu pudesse Mike.

Se fosse segura o bastante para me entregar de corpo e alma a você_suspirei, lamentando ser fraca,voltando a olhar para o trânsito atentamente.



Michael

Despertei sentindo o sol arder em meus olhos,fui os abrindo lentamente e a primeira coisa que me veio a mente foi a noite maravilhosa com Elizabeth .Lá estava eu sorrindo feito um bundão apaixonado com uma felicidade que não cabia em mim.

Aqueles olhos azuis,os lábios carnudos,a pele macia,o perfume doce,os gemidos doces soando como música aos meus ouvidos.É eu virei um retardado. Mas fazer o quê?

Eu a amo e não há uma fórmula ou remédio que me cure dessa enfermidade.

Procurei por Beth na cama mas a única coisa que encontrei foi o vazio do colchão.

 Inevitavelmente meus pensamentos voltaram para Elizabeth.Ela não estava mais ali,certamente já deve ter ido para casa conclui me enrolando em um lençol e rumando para o banheiro.Preciso me arrumar e ir para a empresa soltei um longo suspiro.Sem o mínimo ânimo para trabalho.

Droga, eu odeio quando fazem isso,como Elizabeth saí assim sem me pedir permissão eu disse que queria que dormisse comigo.Beth me desobedeceu e magoou.Sim isso me deixou devastado,arrasado e ao mesmo tempo decepcionado com ela .

Porra! Não aprendi a lidar com esse sentimento,muito menos estou acostumado a ser desprezado e colocado em segundo plano.Todas as mulheres sempre me veneraram e Beth é diferente.Para piorar a situação ainda tinha o contrato que me comprometi a assumir com ela.Logicamente não poderia evitar que a garota que partiu meu coração se tornasse uma modelo de renome Ela é linda,tem um corpo perfeito,seios suculentos que cabem perfeitamente em minhas mãos e eu amo chupar.

Admito, me tornei um maricas que faz qualquer sacrifício pela mulher amada.

Saí do banheiro após ter feito minha higiene e tomado uma ducha gelada.Retornei ao quarto com uma tolha envolvida na cintura e vesti o primeiro terno que encontrei no closet.Normalmente demoro a me arrumar mas não estava com humor para essas coisas.
Caminhei até a BMW segurando minha típica pasta empresarial sem a menor vontade ou empenhado a trabalhar .Pensando que teria que encarar Beth.Quem sabe ela não teria uma boa explicação e se desculparia pelo mal feito? Torci para isso,e sem mais questionamentos me dirigi a meu habitual destino Fabulous.


***


Adentrei ao refinado prédio com vontade de matar um.Beth estrapolou os limites e fodeu com nossa chance de dar uma trégua e entrar num acordo de paz. Me dirigi a sala da presidência bufando de raiva por estar feito um estúpido definhando por uma mulher.

- E aí chefe,pelo visto a noite não foi nada proveitosa _insinuou Brandon ,sentando em uma poltrona de frente para mim.

 - Cala a porra da sua boca,Brandon! não estou para brincadeira hoje,vamos trabalhar que é o melhor que temos a fazer_ordenei irritado voltando a redigir o novo contrato de Elizabeth.Cuidei disso pessoalmente queria manter a situação sobre meu comando.

- Sua loira preferida está atrasada,pra variar...A garota anda petulante, Michael.Eu se fosse você tomava cuidado,desse jeito ela vai te fazer de gato e sapato _alertou me deixando ainda mais irado.Porra! Beth não cumpre horários,se acha no direito de fazer o que bem entende na Fabulous, dessa vez não irei relevar  e a colocarei no seu devido lugar.

- Quando ela chegar teremos uma conversa séria,está na hora de cortar o mal pela raiz_rugi e travei o maxilar nervoso.Vou mostrar quem é Michael Jackson a você Elizabeth,vai se arrepender amargamente,por ter me feito de trouxa.

- Qual parte da história perdi? E por que está bravo com a loirinha ? Por acaso vocês..._mediu as palavras e me olhou sarcasticamente,obviamente sabe que prezo por minha privacidade e não iria entrar em detalhes.Brandon me conhece desde moleque por isso pensa mil vezes antes de falar algo.

- Não é da sua conta,já chega Brandon! Acha que é quem? Não te devo satisfação _Fechei os punhos e dei um murro na mesa.Puta que pariu ! Elizabeth está me matando com suas inseguranças.Uma hora parece corresponder aos meus sentimentos e na outra me despreza;foge de mim.Essa maluquice está me destruindo. Será que ela não entende que a amo e a quero ao meu lado?

Basta olhar dentro dos meus olhos,é tão nítido eu babo por essa mulher dia e noite.

- Michael,eu alertei que era perigoso,agora veja no que deu.Está louco por Elizabeth,e ela te trata feito um brinquedinho que quando perde a utilidade descarta_fez um sinal de reprovação com a boca me encarando como se quisesse dizer"eu avisei ". E sim ele tinha toda razão,deveria ter ido com cautela para não foder com meus dias de solteiro convicto.

- Caralho...Você está certo Brandon! Sou maluco por aquela mulher,beijo o chão que ela pisa.Tornei-me um romântico convicto.Acredita que virei o tipo de homem que abre a porta do carro? Sim, me transformei em um completo maricas_admiti,receoso pelo meu futuro.

De repente não consigo me enxergar longe de Beth,tampouco aceito a indiferença dela. Me recuso a viver uma vida em que ela não faça parte.




Capítulo 12

Elizabeth


- Elizabeth,por acaso não tem relógio em casa?_perguntou ironicamente ao analisar minha expressão de pura tranquilidade.Pude ver em seus olhos a vontade que tinha de se vingar e um resquício de tristeza.Mal sabia Michael que eu também queria que tudo fosse diferente e o quanto me dói vê-lo me depreciar,tratar como uma vadia .Idiota,estúpida,iludida bem feito,é isso que dá achar que ele poderia estar apaixonado.

- Responda Elizabeth,não te pago para não cumprir com suas responsabilidades.Definitivamente,se não tivesse um contrato com a Fabulous te mandaria para o olho da rua! _bateu as mãos na mesa e notei uma raiva animalesca o possuir.Não era nem de longe o homem com quem fiz amor no sentido" literal" da palavra.Novamente estava cara a cara com o Michael Jackson arrogante,frio e minhas esperanças de que ele tivesse mudado desceram pelo ralo.

- Então vá em frente Jackson,assine minha demissão,ou acha que ligo pra esse emprego de merda?_desafiei,apontando meu dedo diretamente para ele a ponto de meter a mão na cara dele e descontar todo a raiva e dor lancinante que senti ao receber esse tipo de tratamento.

- Elizabeth,vamos conversar e chegar num concenso,não precisa ser tão extremista,tudo bem eu exagerei _desculpou-se já mais calmo,tentando reverter a situação e me enrolar.Sim,ele tem o dom de me desconcertar, basta proferir três palavras doces e lá se vai minha resistência.

- Chega de discussão Sr. Jackson,onde está o contrato que mandou redigir? Quero assinar e começar a fotografar  _protestei,mudando o rumo da conversa,mantendo minha compostura.É  sou dura na queda!

- Vou pedir Brandon para trazer aqui e....Elizabeth,eu não deveria ter falado rudemente com você, por favor só não se atrase,sabe que odeio esse tipo de coisa_seus olhos pareciam mais ternos,ele estava verdadeiramente arrependido.O que me deixou ainda mais confusa.

Quem realmente é Michael Jackson?

Já estava perturbada com as mudanças repentinas e bruscas de humor dele.

- Não precisa perder seu tempo,conheço bem seus truques,é assim que age quando está obstinado a  seduzir uma garota.Ficarei na Fabulous porque é de meu interesse e não porque atendo a pedidos de cafajestes farsantes_assegurei com a voz ríspida despejando todo ódio que sentia por amá-lo alucinadamente e saber que ele nunca corresponderia ao meu sentimento .

- Estritamente profissional_bradou,revirando os olhos e soltando uma risada curta .Michael,estava determinado a me machucar,queria que eu pagasse na mesma moeda por ter ido embora daquele jeito do seu apartamento sem demonstrar consideração e falar um cordial "tchau ou obrigada pela noite maravilhosa". Não era difícil entender a obstinação dele em querer vingança.

- Eu não signifiquei nada,não é? Fui apenas mais uma transa sem importância.Você me usou,e agora quer tirar o corpo fora.Te odeio Michael! Não me trate como uma de suas putas,porque eu não sou assim e não me arrastarei aos seus pés.Já me fodeu! Se é que me entende? E nos dois sentidos, agora pode voltar a ser o mesmo canalha sem escrúpulos,a máscara caiu_descontei toda a fúria e angústia que senti jogando as cartas na mesa e mostrando que não era uma das vadias que ele estava acostumado a foder.Tirando enfim um fardo das minhas costas.

- Você não entendeu,Beth? Não foi só sexo...No início meu intuito era somente levá-la para cama,estava certo disso.Acontece,que tudo mudou,eu a conheci e foi se transformando em algo mais forte.Nunca senti isso por alguém,nem sou o tipo de cara que manda flores,e faz declaração de amor .A questão é me sinto ligado emocionalmente a você.Sofro e morro de saudades ,preocupação,vontade de estar perto.Por quê foi embora sem me avisar?  Fiquei puto com sua atitude.Desapareceu sem dar sinal de vida,como se fosse uma foda de final de balada da qual você se arrependeu_abaixou a cabeça,se sentando na poltrona de couro e rapidamente pousando seus olhos em meu decote.

Pela primeira vez,enxerguei sinceridade em seus olhos.Aquilo parecia estar sendo penoso e doloroso para ele.Michael não é adaptado a ser contrariado, muito menos a ter sua vida de aparências ameaçada.

- Michael,eu..._ponderei as palavras e aproveitei para segurar o choro.- Eu... não sei o que deu em mim,tive medo de você acordar e me humilhar.Por isso me adiantei e fui embora não dando chance para que me expulsasse de lá como uma vadia de esquina.Agi por receio de ser jogada no lixo feito trapo velho.Não suportaria ver a história se repetindo_confessei,já sentindo meus olhos arderem pelas lágrimas e uma agonia percorrer cada célula do meu corpo.Os demônios do passado sempre me assombraram.Era como um pesadelo sem fim.

- Bebê,você está chorando.... Hey,não fique assim,quer falar sobre isso?_acariciou meu rosto,me deixando com o coração quase saltando do peito ao vê-lo preocupado comigo.

- Não,talvez um dia...Michael,não quero jogar meus problemas em cima de você_expliquei,enxugando as lágrimas e desviando o olhar.Demonstrar fraqueza não faz meu gênero.Posso estar destruída por dentro,mas por fora ponho meu melhor sorriso,odeio dar oportunidade as pessoas de pisotearem sobre meu sofrimento.Ser discreta,reservada é inerente ao meu caráter.

- Se não quer conversar à respeito tudo bem,mas se um dia quiser desabafar.Abrir seu coração para mim,estarei aqui,baby....Agora por favor,não chore,fico desesperado ao te ver assim_sorriu com ternura,encostando seu nariz no meu de um jeito divertido.Michael,conseguiu me acalmar,eu não entendo o motivo mas perto dele meus problemas desaparecem.

- Assim que gosto.Nunca,deixe ninguém lhe arrancar esse sorriso lindo_ fitou-me profundamente e mais uma vez senti como se ele enxergasse através da minha alma.Aquele olhar era meu paraíso.Michael sabe as reações que provoca em mim e como todo canalha que se preze tira proveito disso.

Puta merda ele me desarma!

- Michael,você nunca fala do seu passado,quero dizer quando passávamos um tempo juntos...jamais tocava no nome de seus pais _olhei fixamente nos olhos negros de Mike e vi dor,rancor,e um misto de ressentimentos refletidos.
Lembro-me que os pais dele brigavam com frequência e isso pode de tornar traumatizante para uma criança inocente.Desde pequeno Michael viveu sobre pressão,tinha que ser o intermediário entre as brigas dos pais,meu desejo era abraça-lo e se possível,sofrer em seu lugar.

- Se lembra das brigas deles,Beth? Com tempo foi só piorando as vezes tinha medo deles se matarem.Meus pais eram o centro do meu universo ,eu os admirava tanto .Não tem ideia de quantas vezes passei noites em claro chorando por não vê-los unidos e presenciar discussões infindáveis ,dava para ouvir os gritos do meu quarto .Eu via os hematomas no rosto de minha mãe e...não compreendia .Hoje entendo;meu pai a espancava.Aquilo eram machucados de pancada _murmurou e notei uma lágrima solitária rolar de seu cativeiro negro. - Todos aqueles anos de puro martírio realmente o fizeram mal.

Mike não teve uma infância convencional e isso deixou marcas e o fez um homem com medo do amor, de demonstrar seus sentimentos e ferir-se.Sua personalidade é um molde da família pela qual foi criado.Até mesmo seus ímpetos agressivos fazem sentido.Ora...a mãe dele apanhava brutalmente do pai,como ele poderia ser uma pessoa normal?...Ninguém estava na pele dele para julgar.Michael fez o possível para superar todo esse passado pungente ,construiu muros e se negou a conhecer o amor.É um jeito estranho de se livrar da lamúria de sua infância,mas foi como ele sobreviveu em meio a todo aquele tormento.



Capítulo 13

Elizabeth


- Não queria tocar em um assunto tão delicado,sim é claro que eu me lembro . Lamento Mike,imagino a barra que enfrentou.Crescer dói,e você teve que amadurecer cedo demais.Eu estou aqui para te escutar,e apoiar,se não quiser falar eu também entenderei _caminhei até a poltrona que ele estava acomodado e sentei-me em seu colo,simplesmente quis mostrar que ele podia sempre contar comigo,consolá-lo.Não entendi porque vê-lo triste me afetou tanto.Envolvi minhas mãos em sua nuca e comecei a enrolar seus cachinhos com o dedo.

- Gostaria de te levar à um lugar especial.É meu segredo e quero dividi-lo com você,Beth_tocou meu queixo,me obrigando a encará-lo diretamente e apreciar a beleza de seus olhos negros.Um sorriso travesso iluminava seu rosto, confesso que já estava sentindo minha intimidade pulsar e uma certa umidade em minha calcinha.

- Sou toda sua,faça o que quiser comigo.Com você Sr. Jackson,vou para qualquer lugar do mundo_bati continência e Michael mordeu o canto do lábio e logo em seguida riu do jeito meu jeito de gesticular.

- Adoro quanto fala essas coisas,seu senso de humor é uma das qualidades que aprecio em você,impossível ficar de baixo astral em sua companhia_ o sorriso de Michael se alargou ainda mais e sugestivamente suas mãos enormes percorriam minhas coxas por baixo do vestido.Já estava louca para tê-lo dentro de mim me levando ao êxtase como só ele sabe.Michael continuou seus toques como se não houvesse amanhã,esbanjando uma calma invejável e me observando com uma expressão sapeca. O danado lê pensamentos!

- Que tal almoçarmos juntos? Depois te levo ao lugar que me inspirou a ser quem sou.Vai conhecer o lado que ninguém conhece de Michael Jackson_levantou-se junto comigo e me estendeu a mão para acompanhá-lo até a saída.

- Não posso almoçar com você,Michael_fiz beicinho.-Fica para outro dia,mas o passeio está de pé,claro se marcarmos para mais tarde_sugeri franzindo o cenho tensa.

É parece que me tornei uma daquelas adolescentes que ficam nervosas no primeiro encontro.

Como um ser humano podia reunir tantos atributos irresistíveis? Michael é a tentação do sexo feminino. Malditamente gostoso,sexy,inteligente, e bom de cama.

- Ótimo,que tal as 18:00 horas,está bom para você?_propôs,segurando minha cintura e me fitando lascivamente.

 Puta merda!!! Por pouco não desfaleço ali mesmo.

- Por mim está ótimo,você venceu Michael!_levantei as mãos em um sinal de rendição e o vi caminhar em direção ao outro lado do escritório até a porta, soprando beijos no ar para mim.


(...)

- Mary,há quanto tempo,não sabe como me faz falta,aproveitou a Alemanha?_perguntei,abraçando minha amiga.Estava morta de saudades.
Mary é como uma irmã ,esteve lá para mim quando meu mundo desmoronou.

- A viagem foi inesquecível,os alemães são quentes.Agora me conte Beth,qual a fórmula de beleza? Não seja má,revele seus segredos para sua pobre amiga mortal _brincou me dando um tapa no ombro.

- Fiquei sabendo que trabalha na empresa daquele pedaço de mal caminho, Michael Jackson o fetiche erótico das mulheres_destacou e eu revirei os olhos irritada,mostrando que não gostei nem um pouco do comentário .

- Sim,agora não sou mais publicitária trabalharei para Fabulous como modelo fotográfica.Michael é mais gato pessoalmente,dá pra acreditar? Eu já o conhecia,convivi com ele na infância e parte da minha adolescência,lembra-se dos Jackson's _ressaltei,mas Mary não pareceu entender onde eu queria chegar.

- Fui algumas vezes com você na casa deles,Michael sempre foi lindo,mas ele era tão inibido,tímido que nunca me atrevi a jogar meu charme para cima dele_lancei um olhar mortífero para Mary ,ela apenas me olhou confusa, e parou de se referir a Michael naqueles termos .

- É impressão minha ou está roxa de ciúmes do Jackson? Não me diga que vocês..._cobriu a boca com as mãos e arregalou os olhos abismada .

- Eu e ele estamos nos conhecendo melhor...Michael é amável,doce,não é tão arrogante e fútil como a imprensa o pinta .É um diamante bruto que precisa ser lapidado_defendi Michael,sem nem me dar ao trabalho de considerar os argumentos da minha irmã de coração.Qualquer mulher apaixonada agiria assim,se estivesse no meu lugar.

- Fique calma Beth,eu só estava brincando.Me conte o está rolando entre vocês dois ? Sua sortuda,ele é um gostoso.Ops...desculpe,não resisti_gargalhei alto ao perceber que Mary não mudou em nada e continua terrivelmente irritante.

Não posso negar ela tem toda razão,Michael é fodidamente gostoso.Ah...se ela imaginasse...

- Não seja tão seja chata,vamos me coloque a par das novidades.Vocês estão saindo? Já transaram? Foi bom? Ele te pediu em namoro?_despejou uma enxurrada de perguntas em cima de mim sendo a mesma amiga curiosa e intrometida que sempre foi ,na verdade não me surpreendi.

- Em primeiro lugar,estamos saindo,em segundo transamos e foi espetacular .Michael é insaciável na cama e para finalizar não estamos namorando,muito menos vamos ser um casal,satisfeita?_repreendi com o rosto ruborizado pela confissão.

- Santo Deus! Estou sem palavras,esse homem deve ser um furacão na cama,vejo que te deu um belo trato.Explicado o motivo de toda essa felicidade_piscou pra mim como se meu sorriso fácil denunciasse os múltiplos orgasmos que Michael havia me proporcionado.

Puta que pariu! Estou morta de vergonha,nem sei aonde enfiar minha cara de apaixonada patética .

- Não precisa ficar vermelha amiga,são coisas normais da vida .Prometo não tocar mais no assunto,vejo que continua retraída e fresca .E essa história de modelo sério isso gata?_notei que ela estava tão surpresa quanto feliz por mim Mary acompanhou de perto minhas fantasias de menina e eu vivia dizendo pelos cantos que meu sonho era ser modelo.

- Absolutamente,já está tudo certo estou indo assinar o contrato nesse exato momento.Aliás amiga,se não se importar vou ter que deixá-la no hotel mais cedo, já está na hora_Mary assentiu e percorremos o trajeto até o carro rindo,relembrando o passado,fazendo planos para o futuro,e discutindo sobre assuntos comuns como música,moda e claro os homens de nossas vidas.Estar perto dela sempre me fazia bem,acho que se tivesse uma irmã não seríamos tão próximas como sou de Mary.Ela é mais que amiga,é minha confidente,parceira de vida,como já disse minha irmã de coração .



Capítulo 14

Michael


Apesar de ter sempre julgado sordidamente os homens que se deixam envolver além de sexualmente com uma mulher, eu não posso contestar que nunca me senti tão feliz e recompensado em toda minha vida.Agora enxergo os relacionamentos por outro ângulo,saber que tem uma pessoa que se preocupa com você ,gosta de escutá-lo e compartilhar cafuné é algo indescritível e sem dúvidas maravilhoso.No pouco tempo em que Beth chegou a Fabulous tive a oportunidade de conhecer a mulher mais forte,doce,generosa e incrivelmente gostosa da face da terra.Eu amo cada pedacinho dela,seus defeitos,sua sinceridade,a forma corajosa como defende seus pontos de vista.Que me chamem de maricas,mas eu a quero do meu lado para sempre,e a hipótese de pedi-la em namoro se tornou de uns tempos pra cá uma certeza.
Admito que não planejei me apaixonar,muito menos ,acabar ferrado dependente de uma mulher,porém já estou totalmente "fodido".

O coração acelera quando a vejo sorrindo e meu cérebro parece não obedecer a meus comandos no momento que o perfume dela invade minhas narinas.Elizabeth balançou minha vida e despertou em mim o desejo de amar e construir uma família o qual pensei ter ficado adormecido no passado.Sinto tudo dentro de mim vibrar na sintonia desse amor,e uma ânsia absurda por a tornar minha ,exclusivamente minha garota.
Com anos de experiência me tornei um homem experiente quando se trata da arte da conquista,sou extremamente genial em enlouquecer as mulheres.Mas a única que quero ver perder o fôlego por mim ultimamente é Beth .Vou levá-la ao que chamo de "céu" hoje.

Nunca mostrei a ninguém meu refúgio,ela é a primeira pessoa que confio o bastante e sei que irá entender que faço o que faço por amor sem esperar nada em troca.

- Sonhando com Elizabeth,Michael? Cuidado babar assim por uma mulher não é recomendável, meu amigo_fui trazido de volta dos meus devaneios pelas piadas infames de Brandon.Merda ele me faz raiva 24 horas no dia.

- Vê como é inconveniente,Brandon? Cuide da sua vida e me deixe em paz cara.Trouxe o contrato da Be...senhorita Montgomery _corrigi.Não quero dar o braço o torcer.

- Sim,sou muito eficiente,está aqui só falta a assinatura do contratado e contratante_entregou uma pasta com o novo contrato de Elizabeth.

- Ótimo,obrigado pelo trabalho impecável,sabe se ela já chegou?_chequei impaciente o horário no meu rolex de pulso.

- Não a vi Michael,só me informaram que foi ao aeroporto buscar uma amiga que chegaria de viagem_permaneci sentado na minha poltrona confortável de couro,lendo alguns relatórios no meu notebook tranquilamente.Queria me mostrar o mais desinteressado possível .

- Deve estar a caminho e olha já temos inúmeras propostas para Elizabeth...Essa garota vai nos render muito capital.Ela é lindíssima,tem um corpo com curvas perfeitas e isso atrai os olhares masculinos _instantaneamente desviei meus olhos do computador e direcionei minha atenção a Brandon com o sangue fervendo nas veias.O ciúme estava me matando,perdi o controle totalmente ao pensar em outros homens cobiçando a mulher que amo.

- É inadmissível,Brandon! Os clientes tarados não irão ficar dando em cima de Elizabeth,ela tem o direito de ser respeitada em seu ambiente de trabalho_sibilei,tentando justificar meu ciúme com os músculos enrijecidos e uma cara de poucos amigos.

- Sem estresse Michael,foi só um comentário profissional... Relaxe,me referi ao público alvo_reparou-se,percebendo o quanto aquilo tinha me desagradado.Apertei os olhos com força detendo o ódio que se apossou de mim e retornei a minha leitura.

- Sr. Jackson,a senhorita Montgomery está a sua espera,posso mandá-la entrar?_questionou Kate,vestida com uma saia curtíssima e um decote insinuante.Rolei meus olhos rapidamente pela silhueta da minha secretária gostosa,porque afinal sou homem e ela é uma delícia.E por fim fiz um sinal de positivo com a cabeça liberando a entrada de Beth .

- Boa tarde,senhores!_cumprimentou-nos sorrindo encantadoramente ,sentando-se em uma poltrona ao lado de Brandon e de frente para mim.Seus olhos azuis estavam atentos aos meus gestos e isso me desconcertou. Porra! Essa mulher fodeu meus neurônios,que culpa eu tenho de estar assim perdidamente apaixonado.Pelo jeito não é só meu coração que está nas mãos dela.Perto de Elizabeth eu perco a racionalidade e minha pose de cafajeste sem caráter desaparece.

- Estávamos a aguardando para assinar o contrato_entreguei a pasta com o contrato e admirei a beleza dela enquanto lia concentrada cláusula por cláusula.Os lábios pequenos e cheios estavam entreabertos,e os cabelos loiros dourados presos em displicentemente,tive que me segurar para não jogá-la na mesa ali mesmo e  fodê-la  até a exaustão.

- Concordo com todos os termos Michael,me dê a caneta faço questão de assinar agora _abriu um daqueles sorrisos meigos que eu tanto amava.

Ela poderia ser ainda mais perfeita?

- Bom Elizabeth,em breve iremos lhe apresentar algumas propostas de fotos e comerciais,já há muitos clientes interessados_Elizabeth colocou a mão embaixo do queixo e forçou um sorriso,ela parecia profundamente incomodada.Com certeza notou meu ciúme e quis equilibrar a situação.

- Brandon,preciso falar a sós com Elizabeth e acertar os últimos detalhes_Brandon entendeu o recado e saiu da sala da presidência me deixando sozinho com minha loira gostosa.Ao menos uma vez na vida ele agiu com descrição.Comemorei em pensamentos.

- Posso saber o que um dos empresários mais influentes e distintos do Estados Unidos quer falar comigo?_sussurrou,cruzando e descruzando as pernas.Soltei um longo suspiro e correspondi a provocação dela.Caminhei até minha loira encantadora e a  puxei para perto do meu corpo, invadindo sua boca macia em um beijo cálido,suguei,mordisquei os lábios de Beth com tesão.Fui aprofundando o beijo e já podia sentir meu membro rígido.Impressionante como eu estava sempre pronto para ela.Enfiei minha mão por baixo do sutiã de Beth,apertando aqueles seios fartos com precisão e a ouvi gemer baixinho no meu ouvido.

- Mi..Michael,nem pense em parar agora.Por favor,enfia seu pau de uma vez em mim_murmurou com dificuldade,desabotoando minha camisa social e desatando o nó da gravata.

Elizabeth com boca suja era absurdamente sexy. Caralho! Não via a hora de me enterrar nela e satisfazê-la.Foder Beth se tornou uma necessidade quase que fisiológica.Eu amo ver a expressão sôfrega dessa mulher embriagada pelo prazer,enquanto eu a fodo gostoso.

- Você quer,baby? Me diga o que que que eu faça _beijei a nuca dela e subi minhas mãos até sua virilha,afastando a calcinha e introduzindo dois de meus dedos dentro dela.

- Eu quero você Michael,por favor me coma ,me fode do jeito que só você sabe fazer_implorou sem fôlego,se contorcendo de prazer ao sentir meus dedos a atingindo fundo.Ela estava perto de se derramar para mim e então continuei meus movimentos,penetrando-a com meus dedos habilidosos.

-Isso é muito bom...Mike eu vou.. vou ..gozar_urrou,gozando descontroladamente na minha mão e amolecendo em meus braços .

- A diversão ainda nem começou,venha!_ guiei-a até um sofá que havia ao lado paralelo da mesa e fui tratando de arrancar suas roupas.Beth arranhava meu peito nu com as unhas e ordenava para que eu a fodesse.Aquilo já estava me levando a perder a cabeça.Mais rápido que pude me livrei da minha calça juntamente com minha boxer e abri as pernas dela.Certifiquei-me de que ela estava molhada,pois a última coisa que queria era machucá-la.Rocei meu pau na vagina encharcada dela e a penetrei de uma vez só,a vendo soltar um grito ensurdecedor e cravar as unhas nas minhas costas. Iniciei as investidas de forma lenta,sem pressa,estava me controlando ao máximo para não fodê-la duro como eu tanto amo.Aos poucos senti a vagina quente dela se alargando para me acolher.Ah.. como eu amo quando o sexo dela me aperta,e mastiga meu pau.

Intensifiquei as estocadas e fui aos poucos aumentando o ritmo.Os movimentos já se tornavam frenéticos,eu me movia cada vez com mais rapidez dentro dela.Beth remexeu os quadris de encontro ao meu para aprofundar ainda mais a penetração e aquilo me excitou ao extremo.Lambi e chupei com gana aquelas mamilos eriçados,rosados , pressionado sua coxa enquanto arremetia com toda a força que consegui para dentro dela.Meu cabelo grudava no rosto pelo suor que já escorria em gotas por toda a extensão do meu corpo.Não me importei com nada,nem mesmo com o fato de estarmos transando na minha empresa,ou se alguém poderia  nos escutar,porque afinal estávamos aos berros e quem passasse pelo corredor certamente nos ouviria.A única coisa que importante era levá-la ao ápice,ver aqueles olhos azuis brilhando enquanto eu a preencho com meu gozo.

- Oh....assim....ai...Michael mais,mais forte... estou quase lá _avisou trêmula com a respiração descompassada.

- Você gosta assim,gostosa?_grunhi,metendo com mais força a atingindo em seu ponto mais sensível.

- Uhum... muito_respondeu.fechando os olhos e suspirando.Continuei a estocando alucinadamente e em poucos minutos senti sua intimidade apertar meu pênis e  ela chegar ao seu orgasmo de glória,clamando por meu nome desesperadamente.Parei de penetrá-la por alguns segundos e quando já estava recuperada do orgasmo voltei a dançar em em cima dela com amor.Claro que os movimentos lentos e cadenciados duraram pouco e fui a voltando a fodê-la como gosto,selvagem,chegando ao meu clímax também e despejando todo meu líquido dentro dela.

Permaneci calado alguns minutos beijando-a,fazendo carinho  em seu rosto angelical e depois sai calmamente de dentro dela.Estava suado e cansado,ainda sim me sentindo o homem mais feliz da face da terra.
Aninhei minha loira encantadora em meus braços no intuito de sentir o calor de seu corpo,o perfume floral doce que sempre me enfeitiçou.Ficamos assim durante um tempo,calados,pensativos e isso já começava a me alarmar.Rompi o silêncio absoluto e me sentei ainda nu no sofá a colocando deitada entre minhas pernas.

- Você está bem,bebê? Não disse uma palavra,estou preocupado.Desculpe se fui rude demais,é que você me deixa louco,garota_estreitei o cenho nervoso e ela sentou-se ao meu lado me fitando com olhos lacrimejando.Vê-la chorando me deixou desesperado ,não controlei meus instintos  e a abracei.Ela nada de respondeu,apenas afundou a cabeça no meu peito.

- Hey bebê,me diga qual o problema? Já presenciei muitas crises pós sexo,mas nunca vi algo do tipo_Elizabeth me fuzilou com o olhar e mais do que depressa levantou-se e começou a se vestir .Merda !  Falei demais eu e minha boca grande ela deve ter entendido tudo errado .Com que mulher impossível fui me meter cacete ! Beth tem um gênio do cão .

- Você é um idiota insensível Michael,e eu te odeio,seu cretino!_começou a me estapear e empurrar fortemente.Tentei afastá-la mas Elizabeth. estava fora de si e continuava me batendo e gritando que eu não passava de um covarde filho da puta.Segurei em seus punhos e a sacudi para trazê-la de volta a realidade e ela parou .Seu olhar manteve-se frio.Fiz um carinho no rosto dela mas ela se afastou bruscamente me fitando com uma expressão de nojo.

- Não me olhe assim Beth,não foi minha intenção,sabe que eu sou um completo imbecil e as vezes falo besteiras.Mas é que eu não se lidar com esse sentimento que estraçalha meu coração.Essa necessidade de estar ao seu lado,beijá-la,te proteger.Faça o quiser me insulte,desconte sua raiva só não fique sem falar comigo não aguento seu desprezo_ ajoelhei-me no chão, segurei as mãos dela e me pus a chorar. Isso mesmo eu Michael Jackson que sempre partiu coração das mulheres,as depreciou,usou estava implorando pelo perdão de Elizabeth e eu me rastejaria aos pés dela se preciso.Veja como é a vida o caçador se tornou a presa.De repente o feitiço se virou contra o feiticeiro e eu é que senti na pele o suplício de amar e ser rejeitado.

- Se recomponha Michael,está ridículo e não me comove com essas lágrimas falsas.Vá se ferrar! _bufou,terminando de calçar a sandália permanecendo imune a minha declaração e súplicas românticas.

- Espere Beth,não seja infantil eu errei porra! Me arrependi e vou te provar que não sou esse monstro desprovido de sentimentos que pensa_protestei, decidido a mostrar o verdadeiro Michael a ela.Só havia um jeito de fazê-la acreditar no meu amor e eu estava disposto a passar por cima do meu orgulho.

- Então me mostre Michael e se eu estiver enganada a seu respeito o perdoo e volto atrás com minha palavra_girou a maçaneta da porta e me deixou sozinha,aos prantos,absolutamente arrasado .Mas não desisto fácil, saí correndo atrás dela e a alcancei no elevador.Beth prosseguiu irredutível,me ignorando veementemente.

- Lembra do lugar que lhe falei? Venha comigo... quero te mostrar algo que amo mais do que essa empresa.Tenho orgulho desse projeto mais do qualquer outro em minha vida preciso compartilhar um pedaço disso com você_Elizabeth me lançou um olhar de curiosidade,sorriu já mais calma e aceitou o convite me dando o último voto de confiança.Meu coração se alegrou eu sei que depois desse dia tudo voltará aos eixos e ela será oficialmente minha namorada.

Capítulo 15

Michael


- Chega dessa conversa,já está anoitecendo,vamos ou não?_fez uma careta impaciente.

- É melhor irmos logo,Beth_estendi minha mão à ela como um perfeito cavalheiro e pude ver seus olhos se deslumbrarem pela minha gentileza.Realmente era raro eu agir dessa forma,quase nunca fiz questão de ser educado e gentil para agradar uma mulher.Praticidade é o nome disso ia em busca de diversão e uma foda não teria sentido bancar o romântico com vadias que só queriam dar para mim e aplicar um golpe de misericórdia no bilionário.Abri a porta do carro e dei a volta para me fazer companhia a minha garota.É uma viagem longa mas o sacrifício vale a pena principalmente quando é para estar ao lado de quem amamos.

- Não vai acabar logo com esse suspense,Michael?_sorriu adoravelmente, me encarando curiosa.Sei que ela está ansiosa mas não vou ceder a deixarei ver com seus próprios olhos.

- Nem adianta tentar me persuadir,quando chegarmos irá entender,baby_Beth cruzou os braços e passou a observar a paisagem pelo vidro do carro.Porra... por que fui me apaixonar por uma mulher tão difícil?

- Está brava comigo,Beth?_perguntei, preocupado com a expressão fechada e impassível dela.Realmente minha loira gostosa estava puta comigo a ponto de me dar um belo tapa no rosto.Estou lascado com essa mulher.

- Não Michael,não estou brava com você.ao contrário respeito sua decisão_virou o rosto tranquilamente voltando sua atenção para a estrada.Merda! Se pudesse pararia esse automóvel em qualquer lugar e acabaria com essa marra dela.Bastaria alguns minutos para ela se render a mim e transarmos do jeito sedento de paixão como tanto amava.

- Então se quer continuar fingindo que não estou aqui,vá em frente!_alterei minha voz tirando uma das minhas mãos do volante e apontando para o rosto dela. - Não vê que quero fazer uma surpresa,precisa sempre tornar as coisas mais difíceis e estragar nossos momentos de paz_ Beth respirou fundo e me fitou com um nítido olhar de arrependimento.Droga,não foi minha intenção ser tão duro e grosso mas Beth faz questão de me tirar do sério.

-Tudo bem Michael,eu compreendo desculpe é só....insegurança,medo de que tudo isso deixe de ser um sonho e se torne um pesadelo_murmurou com a voz embargada .Me senti o pior do seres humanos por ter agido feito um estúpido e fazê-la chorar .

- Hey,por favor eu não devia...querida, às vezes eu falo merda,mas no fundo é porque tudo isso também é muito novo para mim.Sei que podemos aprender juntos como fazer isso ,me ensine como ser um homem melhor estou disposto a mudar e a aprender a ser menos egoísta _percebi que as lágrimas que molhavam o rosto dela foram substituídas por um lindo sorriso .O céu tão estrelado Deus parecia estar colaborando e tornando tudo ainda mais perfeito .- Essa noite será inesquecível disso não tenho dúvidas_sorri e Elizabeth riu do meu jeito safado de falar coisas desse gênero .

- Como pode ter tanto certeza? Seu convencido ,é um metido a besta Jackson_deu um tapinha no meu ombro e ambos caímos na risada.

- Fica tão linda quando está nervosa,não resisto,Beth_acariciei as coxas dela, subindo um pouco do vestido.

- Aqui não Michael,quer nos matar? Preste atenção no volante e se comporte_repreendeu constrangida,arrumando o vestido.

- Não me olhe assim a culpa não é minha,você é que veste esses vestidos curtos para me provocar,confesse mocinha_voltei minha atenção a estrada e ela deu de ombros fingindo não entender ao que estava me referindo.Esse jeito meigo dela é tão adorável e excitante não nego adoro o ar inocente dessa mulher.

- Não tenho culpa de você ser um tarado Mike,sério impressionante como só pensa naquilo.Deveria tratar seu vício por sexo_aconselhou num tom divertido.

- Não se preocupe,sei quem pode resolver meus problemas,baby.Por sorte ela está aqui na minha frente e eu a jogaria no banco traseiro desse carro e a amaria até minhas pernas fraquejarem,porém minha namorada é muito teimosa_mordi os lábios lentamente,na verdade fiz isso porque Elizabeth fica maluca quando dou essas mordidinhas no lábio inferior.

- Michael Jackson,não é justo me provocar desse jeito.Fica muito irresistível falando essas sacanagens,me aguarde,vou puni-lo por não ter sido um bom garoto.Essa noite quem vai te torturar e levar ao extremo do prazer sou eu.Vou te enlouquecer cafajeste Puta que pariu... meu pau reagiu imediatamente as palavras insinuantes dessa mulher.Beth ainda vai me matar .É possível uma garota ser tão fodidamente gostosa? Não tanto quanto minha loira encantadora sexy na medida certa .Consegue dizer qualquer palavra chula sem ser vulgar.

- Estamos chegando,baby_avisei entusiasmado.- Preparada pra conhecer as pessoas mais importantes da minha vida?_perguntei a vendo sorrir e assentir, vislumbrando admirada o lugar afastado e campestre.

- Michael onde estamos?_franziu o cenho,surpresa e extasiada diante do cenário deslumbrante .

- Venha vou lhe mostrar_saí da BMW,dei a volta em torno do veículo e a ajudei a sair do carro.

- Inacreditável,aqui é tão lindo Michael,olha esse jardim,a paisagem!_reverenciou ,totalmente fascinada com a beleza do aconchegante sítio.

- É mesmo lindo!_assenti,iria falar outra coisa mas a garotinha ruiva de pouco de mais de 5 anos correu em minha direção,se jogando em meus braços e me dando um abraço carinhoso.

- Tio Mike,senti saudades ....Essa moça bonita é sua namorada ?_apontou para Beth,me colocando contra a parede com sua pergunta inocente.

- Oh... Rose! Infelizmente não,mas é tudo que mais quero_admiti,fazendo a pequena gargalhar e Elizabeth ruborizar.Ainda vai ser,pensei pegando Rose no meu colo.

- Meus amiguinhos estão morrendo de saudades tio,Mike_resmungou,fazendo meu coração vibrar de alegria por estar ali perto de pessoas que só querem meu amor, longe do mundo de selva e feras ambiciosas que só se aproximam para tirar vantagem de mim.

- Michael,não estou entendendo... essa menina ela é sua filha?_Elizabeth sussurrou no rente ao ouvido e pude perceber o ciúme em sua voz .

- Não Beth,ela mora aqui ...é órfã e reside aqui nesse sítio junto com outras crianças carentes.Eu fundei esse orfanato,é a obra da qual mais me orgulho na minha vida e quando estou triste,esgotado, venho para cá ficar com as crianças, passar um tempo com elas, é o meu refúgio_falei baixinho rente ao seu ouvido e ela sorriu ternamente.Pela primeira vez vi admiração nos olhos dela,era mágico vê-la me olhando com aquela doçura imensurável .

- Michael isso....é tão nobre.Não imaginava você é...meu Deus....um filantropo que doa seu dinheiro, tempo e oferece afeto a essas crianças, não sei o que dizer, estou tão orgulhosa de você,sem palavras.Acho que lhe devo desculpas por ter lhe julgado tão duramente..._levei meu dedo aos lábios dela a fazendo calar-se.Palavras eram desnecessárias e ela não tinha culpa ao contrário eu a fiz me enxergar como um canalha insensível que só pensa em si próprio e em suprir seus caprichos. Ocultei o verdadeiro Michael Jackson que se comove com a dor de crianças,se sente vivo e pleno ao poder auxiliá-las.

- Quer entrar? Bom,eles são amáveis, e adoráveis, mas sabe como são as crianças e  bem elas tem energia de sobra _avisei e a vi e apertar os lábios adoravelmente.

- Também tenho jeito com elas_levantei as sobrancelhas espantado.Essa mulher tem tantos talentos que é impossível não me apaixonar cada dia mais.

- Então, vamos?_ aceitou e eu entrelacei nossas mãos,abrindo a porta e sorrindo ao ver meus pequenos anjinhos todos gritaram meu nome de uma vez só  em uníssono.

- Tio,que bom que veio nos visitar _disseram em um coro,correndo em minha direção.Abri meu braços para os acolher em um abraço.Eram muitos e...bem ficamos um bom tempo na sessão abraços matando a saudade.

- Aquela é sua namorada,tio?_o menino de 1 metro de altura analisava Beth com os olhos arregalados.

- Não Jake,o nome dela é Elizabeth,uma "amiga querida"_expliquei,piscando para Beth .A pobrezinha estava vermelha e cobria o rosto o tempo todo pela vergonha.

- Posso te dar um abraço?_Anne a mais nova e inteligente das crianças se referiu a Beth.Ela apenas caminhou até a garotinha de cabelos negros e a deu um abraço apertado.Elizabeth tem mesmo jeito com crianças .Sorri embasbacado ao observar a cena,elas riam alto e Anne tinha os olhos brilhando como nunca presenciei antes.

Eu enxergava ali a mulher da minha vida, a garota com a qual queria dividir não somente a cama mas meus segredos e angústias mais profundas.A mulher que escolhi para ser a mãe dos meu filhos.Pura,inocente,determinada,forte, irritantemente intolerante mas ainda assim a garota mais fantástica da face da terra.

- Tio come com a gente? A Marta está fazendo o jantar_Rose agarrou-se a mim, pedindo com com olhar de cachorro sem dono.

- Claro,anjo...Mas me conte e a professora nova estão gostando dela?_baguncei o cabelo da garotinha e Elizabeth me observava babar pela menina calada e sorridente.

- Sim,mas eu não gosto de estudar,prefiro brincar..._reclamou,pegando uma boneca com a cara emburrada.

- Mas é necessário princesa,o estudo é a base no alicerce da vida de qualquer pessoa.Você será sempre burra e ignorante se não aprender a apreciar um bom livro e os ensinamentos que um professor tem para lhe transmitir _enfatizei e ela e as crianças ao meu redor me olharam desanimados.Por vezes me sentia como pai que protege e dá bronca,obriga a fazer dever de casa.Amo essa tarefa, talvez eu tenha dom para paternidade, quem sabe?

- Princesa linda o que Michael disse é verdade,estudar é tão essencial quanto brincar,você quer ser o que quando crescer? Já sei,uma linda médica?_Elizabeth se agachou para ficar na altura da menina e encostou seu nariz no dela brincalhona.

- É....não sei acho que vou ser veterinária_coçou a cabeça confusa e Beth bateu palmas comemorando.

- Não falei... uma doutora,só que de animais.Isso é incrível princesa! A senhorita já fez o dever de casa? Ande pegue seu caderno que vou te ajudar hoje_ lançou um olhar de reprovação e Rose abaixou a cabeça, poucos minutos depois foi saltitante até seu quarto buscar os materiais escolares e os livros.Pasmo e positivamente surpreso,exatamente assim que fiquei ao ver o carinho e  paciência da minha loira com Rose.

Sim,Elizabeth conquistou o coração de Rose e a convenceu de algo que eu não havia conseguido.Continuei sorrindo feito um paspalho e fui brincar com os meninos na sala de jogos enquanto Beth ensinava  a pequena garotinha com seus afazeres.

Após jantarmos em um ambiente tranquilo e repleto de magia,contagiado pela pureza da infância. Resolvi aceitar a proposta de Niko um garotinho esperto e o mais bagunceiro da turma para uma guerra de balão d'água.E obviamente estendi o convite a minha loira encantadora....


(...)


- Mike,eu não sei se é uma boa ideia ..._respondeu sem graça.Sei que Beth não é uma garota esportiva até entendo mas não me dou por vencido tão fácil e a convencerei a participar da brincadeira.

- Shhh.... você vem comigo,Elizabeth Montgomery.Será divertido eu prometo_seguimos até o hall da casa e a um espaço próximo ao jardim com frondosas árvores,podia sentir o ar puro delicioso.

- Acho que terei que me livrar disso_piscou para mim, tirando as sandálias de salto e amarrando o cabelo em um rabo alto.Ela estava inacreditavelmente linda.Aliás Beth é naturalmente bonita.

- Se prepare baby,porque sou campeão em guerra de balão d' agua, ninguém me vence, prepare-se para perder_alertei já começando a correr e a molhar meus competidores.Ao redor das crianças me sinto livre,minha infância foi cruelmente arrancada de mim e tento recuperar do jeito que dá essa fase.Não fui uma criança normal e meus pais não me deixavam ter amigos,ou jogar futebol,fazer festas de pijama .Queria recompensar essa perda de alguma forma por isso sinto tanto prazer nessas brincadeiras ,era uma criança infeliz e solitária.

- Agora é sua vez,Beth_ri a acertando em cheio e estourando uma bexiga de água diretamente nos sedosos e longos cabelos loiros dela.Não consegui conter o riso.Beth levou a mão ao cabelo encharcado completamente revoltada.Puta que pariu, essa mulher com a roupa molhada é ainda mais gostosa.

- Michael Joseph Jackson vai ter volta,me aguarde idiota!_ameaçou com um sorriso irônico brincando nos lábios.E em seguida saiu batendo o pé e bufando em direção ao jardim .

-Elizabeth,chega de marra... vem cá!_segurei o braço dela,deixando nossos rosto a milímetros de distância,dava para sentir nossas respirações ofegantes por termos corrido um bom tempo.Pensei que ela me ofenderia ou me mandaria para o inferno mas ao invés disso desvencilhou-se de mim e calçou as sandálias.

- Espere Beth,vamos conversar onde está seu espírito de bondade?_perguntei de cenho franzido,decepcionado com a atitude fútil dela.

- Eu....Michael desculpe é que ..._seu olhar foi dominado pela tristeza e lágrimas já molhavam o rosto dela.

- Não fique assim,baby...Fale comigo.Qual o problema?_sentei no gramado ao lado dela e toquei o queixo de Beth com dois dedos.

- É minha mãe,Michael, nós fazíamos essas guerras d' água quando eu era criança._Esclareceu melancólica. -Senti saudades dela e de repente todas as lembranças vieram a tona_admitiu com um semblante de sofrimento preocupante.Aquilo partiu meu coração,desejei poder a tomar em meus braços. Mas sabia que era o momento perfeito,precisava dizer a Beth como me sinto,abrir meu coração e me permitir amar.

- Elizabeth, definitivamente eu não sou um grande conhecedor de sentimentos.Tenho lutado constantemente para manter essa imagem de homem descompromissado,arrogante,egoísta, um canalha em todos os aspectos.Só que agora,enxergo o que antes cego pelo rancor não era capaz de ver, consertar e tentar esquecer meu passado transando com várias mulheres e bebendo até não conseguir me manter de pé não tem me feito feliz.Estou disposto a mudar Beth,quero que se dê a chance de conhecer o verdadeiro Michael Jackson,sem brigas,mulheres,mentiras .Eu só desejo recuperar minha índole e esquecer a merda que fiz durante esses anos_respirei fundo pedindo aos céus que tivesse coragem de dizer o que estava engasgado em minha garganta.- Eu amo você de uma forma que jamais pensei poderia amar alguém,e não quero mais esconder esse sentimento.... eu amo você_repeti com convicção, vendo-a sorrir docemente e afundar as mãos em meus cabelos.Seus olhos azuis tinham o brilho da luz do luar.Meu coração parecia querer pular do peito pela expectativa.Precisava ouvir da boca dela que sentia o mesmo.

- Michael,eu não sou boa com palavras,especificamente quando estou perto de você_soltou uma risada gostosa.- Não sei se estou certa de seguir adiante com essa loucura .E sim,sou irremediavelmente apaixonada por você Michael Jackson ,não há mais como voltar atrás_levou minha mão ao lado esquerdo de seu peito.Sente isso,as batidas desenfreadas do meu coração.É amor..._suas mãos delicadas pousaram sobre meu rosto e ela encostou sua testa na minha.Permanecemos calados por um tempo,palavras não se faziam necessárias,nossos olhares conversavam entre si demonstrando tudo que nossas bocas não eram capazes de pronunciar.

- Já é tarde,venha, vou levá-la pra casa_constatei que já passava da 23:00 olhando meu relógio de pulso,estendi minha mão à ela e ajudei-a a se levantar.Caminhamos de mãos dadas até o carro.Dei um beijo em Beth e disse a ela pra aguardar pois tinha que me despedir das crianças.Tudo estava perfeito.A mulher dos meus sonhos correspondia aos meus sentimentos.Elizabeth havia acreditado na sinceridade do meu amor . E isso é algo maravilhoso,por ela serei um homem melhor,não há nada que não faria por essa mulher.Entreguei minha vida em suas mãos,e a certeza de que dali pra frente seríamos na medida do humanamente possível imensamente felizes.Eu a tornaria minha mulher e arrancaria muitos sorrisos e claro incontáveis gemidos todos os dias da minha loira gostosa .É eu sou um maricas apaixonado e é assim que quero viver.Meu empenho e dedicação serão apenas em torná-la a mulher mais realizada do universo.



Capítulo 16

Elizabeth


Êxtase,talvez fosse a definição para o que senti quando Michael disse "Eu te amo". Não esperava isso dele,apesar de ter percebido que ele andava mais carinhoso,doce .Meu Deus...

Ele se declarou mais não foi essa frase clichê o que me comoveu,emocionou, mas sim ver seus olhos negros cheios de lágrimas.Foi  tão real e puro.Michael me fascinou por ser imperfeito e humano,amo tudo nele cada um de seus defeitos,a boca suja, os relapsos de possessão.Ele não é um príncipe que recita poemas ou manda flores mas cada um de seus pequenos atos de gentileza, preocupação demonstram seu afeto por mim. Michael é tem uma mistura de qualidades essenciais num homem que enlouquecem qualquer mulher generoso,sedutor,safado,bem humorado,forte,responsável,perfeccionista e enfim muito muito bom de cama.

Puta merda! Não sei se choro, rio ou simplesmente mergulho fundo e me entrego ao Jackson.Sei que não sou capaz de deter o desejo e amor que tenho por ele e nunca serei resistente o bastante para o rejeitar.A questão é a burrice absurda que estou fazendo,pode ser uma armadilha para me deixar ainda mais apaixonada e depois que enjoar vou ser apenas uma garota na extensa lista de vagabundas que Michael fodeu. Dói pensar nisso e no inferno o qual estou entrando pela segunda vez.Já fui traída de uma forma cruel,e por pouco não morri.Sim,naquela época achava que minha vida não tinha mais valor diante das pessoas que amava.Não restou esperança,perseverança ou um motivo para continuar de pé.

Ainda hoje choro pelo que aconteceu não o culpo ,a culpa foi minha por ter sido ingênua a ponto de crer que um play boy de merda assumiria a responsabilidade e casaria comigo.Cega de amor não vi o óbvio ele só quis me usar,se divertir e fim de história.Dean ultrapassou os limites parte de mim morreu,e esse demônio de um passado nebuloso jamais me abandonará.


Flash back


- Amor senti tanta saudade.Vou te encher de beijos e mimar o tempo todo linda.

- Dean meu amor também não aguentava mais é tão doloroso ficar longe de você.

-Ah....não vamos perder tempo com lamentações, conte-me como foi a viagem?

- Foi razoável,afinal sem você qualquer lugar do mundo perde a graça.

- Tudo bem? Parece,nervosa quer me falar alguma coisa?

- Sim...eu não sei como dar essa notícia.Não foi planejado então....Dean eu estou grávida.

- Co..como assim?

- Fiz um exame de sangue e confirmei,tem um pedacinho meu e seu crescendo dentro de mim,o fruto do nosso amor.

- Elizabeth,como cometeu uma atrocidade dessas.Eu não vou assumir esse monstrinho sou jovem e não irei abrir mão da melhor fase da minha vida por uma criança melequenta escutou.

- Mas eu....não...

- Cale a porra dessa boca e pare de chorar.Quero que dê o fora do meu apartamento e se livre desse problema.

- O quê? Seu desgraçado filho da puta,não preciso de você para criar meu filho por mim pode ir para o quinto dos infernos.

- É querida,eu posso até arder no inferno mas antes disso você fará um aborto e sumirá da minha vida.

- Eu tenho nojo de você Dean,tudo que fiz foi amá-lo e agora olha o que fez comigo...Se quer saber eu não vou matar um ser inocente porque você é um covarde,pode acabar com minha raça mas não permitirei que encoste um dedo no meu filho.

- Vai e sabe por que ?Simples se não fizer deixarei sua família na miséria...Seu adorável pai tem negócios ilegais,ele desvia dinheiro público e manda para uma conta na Suiça.Dá pra acreditar? O metido a honesto e exemplo de integridade em pessoa roubando pobres servidores do estado.

- Não ouse falar do meu pai Dean,não tem esse direito seu verme imundo.

- No seu lugar eu abaixaria o tom de voz,não está em condições de fazer exigências .Sua mãe está muito doente e o tratamento dela é caríssimo ou seja a escolha fica a seu critério.Pode ficar com seu monstrinho ter um pai na cadeia e uma mãe a sete palmos debaixo da terra.

- Você não faria isso?

- Vai pagar para ver? Porque garanto que destruo a merda da sua família em um piscar de olhos e sei que não quer que isso aconteça.

- Pelo amor de Deus eu prometo que nunca mais irá me ver e sumirei do país .Só me deixe ter essa criança.

- Não Elizabeth,não vou arriscar que um dia volte e me dê um golpe por ter uma criança do meu sangue.Esqueça não estou lhe dando opção ou aborta...

- Por favor eu imploro,não quero seu dinheiro!

- Como vou saber? Se foi capaz de engravidar para me prender,pode ser uma caçadora de dotes.

- Não adianta, faça o que quiser mas não matarei uma criança inocente.

- Ah você vai Elizabeth,nem que eu tenha que te obrigar, irá fazer esse aborto.

- Nuncaa.....

- Volte aqui Elizabeth,onde pensa que vai? Não autorizei.Saia da porra desse carro!

- Para qualquer lugar que não tenha que olhar na sua cara de assassino.Vá se ferrar seu infeliz.

- Saia desse carro,não me obrigue a tomar minhas providências.Sou poderoso o bastante para tornar sua vida um inferno.

- Então o que está esperando?

- Tentei ser bonzinho Beth,mas você quer dificultar as coisas.Agora arcará com as consequências...

Fim de flash back 




Capítulo 17

Elizabeth


- Beth,está aí ?_perguntou Michael,entrando no carro se acomodando ao meu lado no banco do motorista.Reprimi meu choro e forcei um sorriso,sabia que não tinha sido convincente.

- Tem certeza que está tudo bem? Parece tão distante.Sabe que pode confiar em mim,estou aqui pra você_sorriu com ternura,retornando sua atenção para o volante.

- É impressão sua,bobagem,está tudo perfeitamente bem, Michael..._rebati,desviando o olhar.Não queria dar brecha para ele perceber a dor em meus olhos.Aquele assunto sempre me deixou frágil louca para enfiar minha cabeça num travesseiro e chorar,chorar como um bebê indefeso.

- Se não quer falar a respeito eu entendo,Beth.Mas se algum dia achar que é capaz de confiar em mim o bastante estarei aqui para ouvi-la e enxugar suas lágrimas_sua mão pousou em minha coxa e ele soltou uma risadinha curta.Eu vi a decepção dominar os olhos negros de Michael e isso partiu meu coração.

- Desculpe Mike,eu não_engoli a seco. -Por favor sem pressão,quando estiver pronta para falar do meu passado eu prometo que será o primeiro a saber_garanti, enxugando com o dorso da mão direita as lágrimas que teimavam em rolar pelo meu rosto.Tudo que menos desejava era me mostrar fraca,embora quisesse me acolher nos braços de Michael e colocar toda aquela lamúria pra fora.

- Vou te levar para casa_divagou frio sem olhar em meus olhos .

Deus... se ele soubesse que o amo mais do que tudo nesse mundo e o quanto vê-lo ser seco comigo me feri.

- Por mim, tanto faz... Não sou tão estúpida de acreditar que realmente se importa.Foram apenas palavras bonitas,não é? Não é capaz de amar ninguém Michael,continua sendo o mesmo cafajeste que só sabe foder com vadias desprovidas de inteligência_bradei rangendo os dentes pelo nervosismo.Cheguei a ter esperança de que ele diria palavras doces e me confortaria,mas ao invés disso fingiu que eu não existia e seguimos em um silêncio sepulcral o trajeto até meu apartamento.

***

- Chegamos _avisou de cenho retraído, estacionando cautelosamente sua BMW.

- Obrigada pela carona,tenha uma boa noite!_sorri com sarcasmo, me preparando para sair correndo dali e chorar na cama até o sono me vencer.Antes que eu fizesse menção de destravar meu cinto de segurança Michael me fitou com olhar triste.

- Espere,Beth..._segurou meu braço,me impedindo de sumir de perto dele.

- Quer que fique para me humilhar e destratar como se fosse uma pessoa insignificante em sua vida?_ri sem humor.

- Não é nada disso,me deixe terminar_dei de ombros e resolvi  o dar uma chance de se explicar. -Eu amo você, são essas as palavras mais esclarecedoras que encontrei pra definir o porque desse medo miserável de perdê-la.Fico louco quando a vejo sofrendo e acabo falando merda Beth.Mas....Porra! Sou idiota,um egoísta que está apaixonado por uma garota maravilhosa. Fui sincero quando me declarei,tenho tentado pensar em um jeito menos ridículo de fazer esse pedido.Bom..._pigarreou e pude ver aflição em seus olhos, parecia estar lutando contra seu orgulho.- Elizabeth Montgomery aceita ser minha namorada?_ Meu coração parou de bater por alguns segundos,e um sorriso de orelha a orelha brotou em meus lábios.Ele havia mudado,sim Michael Jackson o cafajeste auto suficiente e frívolo estava diante de mim com lágrimas nos olhos me pedindo para ser sua garota.E eu?

Bem,vibrei por dentro me sentindo a mulher mais sortuda do mundo.Agora está oficialmente concretizado eu sou dele e ele é meu,finalmente posso dizer que somos um só .

- É tudo que eu mais quero,Michael,sim eu aceito ser sua namorada_concordei ainda incrédula e sorrindo feito boba.Estava nas nuvens flutuando,livre e pronta para embarcar nessa loucura com meu homem.Meu homem sim meu apenas meu.

- Beth, por favor me dê sua mão_assenti e saímos do carro .Michael me fitou com serenidade e uniu nossos lábios em um beijo calmo,doce sem pressa .Éramos ali um casal selando o momento em que o destino uniu nossas almas.Sem mentiras,medos,luxúria e traições.Somente amor,ternura,carinho.As línguas se encontravam suavemente e lágrimas escorriam dos meus olhos.Lágrimas de felicidade por finalmente estar no lugar de onde nunca deveria ter saído,os braços de Michael.

- Tenho um presente para você_revelou,pausando o beijo e me entregando uma caixinha aveludada de tamanho médio.




- Oh...meu Deus Michael, é...simplesmente maravilhoso_arregalei meus olhos deslumbrada diante da beleza fora do meu entendimento do belíssimo colar de rubis.Michael sabe como agradar uma mulher aquela joia era provavelmente uma preciosidade caríssima.

- Então,será que posso colocá-lo em você?_levantou a sobrancelha e gargalhou tirando o colar da embalagem e o encaixando em meu pescoço.

- Superei suas expectativas?_perguntei me referindo a joia. -Talvez a dona não seja capaz de usar algo como isso com a devida elegância_completei o vendo colocar um dedo debaixo do queixo com uma expressão de deboche.

- Que maldade, Beth_mordeu o lábio. -Na verdade diria que o presente não é digno da princesa que agora é minha namorada.É só simbólico,uma singela demonstração de meus sentimentos por você.A propósito eu amo o contraste dos rubis em sua pele.Está deslumbrante,espero deixá-la apenas com esse colar a noite toda,se soubesse o tesão de mulher que está com essa joia baby.

- Michael,estou morta de cansaço  e não estou a fim de transar amor, desculpe_desviei o olhar,sentindo meu rosto esquentar.Puta  merda! Essa minha timidez as vezes atrapalha.

- Não tem problema,temos muito tempo para isso,pode ter certeza que irei te foder mais vezes do que é capaz de imaginar .Mas ainda assim podemos assistir filmes,pedir uma comida saborosa e dormir juntinhos_piscou lentamente através de seus cílios e eu já estava me compadecendo daquele olhar de cachorro sem dono. -Prometo não tentar nada amor só me deixe estar ao seu lado sentir seu cheiro_pediu com olhar mais meigo do mundo e eu obviamente não sou capaz de negar nada a esse homem.

Alguma garota seria capaz de dizer não a Michael Jackson?

- Eu deixo você escolher o filme hoje,mas é raro as vezes que abrirei uma exceção mesmo para minha namorada fodidamente gostosa_esclareceu, abrindo um daqueles sorrisos safados.

- Duvido seja capaz de ver algo que não faça referência a sexo,gozar e se manter duro_desafiei,ficando constrangida apenas com o vago pensamento de eu e Michael assistindo um filme erótico.Sei muito bem onde preliminares nos levariam.

Porra já posso sentir aquela umidade se espalhar por entre minhas pernas Michael ainda me mata .

- Por você faço qualquer sacrifício Beth,até mesmo assisto uma comédia romântica sem graça,amassos ou insinuação de sexo_disse com pesar e um semblante de tédio exagerado.

- E nem pense em fazer gracinhas,não vou fazer amor com você Michael,pode ter certeza que encontrarei um jeito de resistir aos seus encantos_estreitei a testa e entrelacei nossas mãos.Michael me fitava de soslaio enquanto aguardávamos apreensivos o elevador chegar no andar térreo.A troca de olhares era intensa diria que o clichê que diz "Um olhar vale mais que mil palavras" está completamente correto,pelo menos no meu caso e de Michael se encaixa perfeitamente.

Nossos olhares falam por si só e refletem aquilo que não somos capazes de expressar com palavras.

- Finalmente achei que esse elevador gastaria uma eternidade _resmunguei,me segurando para não correr e demonstrar meu nervosismo fora do comum.

- Pronto fique tranquila baby,sempre tão ansiosa_tentou me tranquilizar entrando no elevador e se posicionando ao lado paralelo a mim.

- Estou faminta,vou pedir pizza,quer outra coisa?_indaguei,contendo a ânsia que tinha em pular em cima dele sempre que estamos perto.

- Por mim tanto faz,pizza é uma escolha excepcional.Veja já chegamos bebê,viu nem demorou tanto_tocou meu queixo com dois dedos e um sorriso de canto se formou em seus lábios.

- Nem acredito_comemorei,adentrando meu apartamento e tirando as sandálias de salto,logo em seguida desabando no sofá.

- Desse jeito vai dormir aqui e ferrar com nossos planos,baby... Se bem que terei que levá-la no meu colo até o quarto e isso é excitante_murmurou num tom de voz sexy e  lancei-lhe um olhar mortífero,me colocando de pé o mais rápido que consegui.

- Michael vou tomar um banho,fique aqui,ou onde preferir,mas nada de espiar. Aproveite e peça a pizza,se embriague,tenho um estoque de bebidas,o suficiente para entrar em coma alcoólico,querido...Repito nada de espiar_ mordi o lábio nervosa e sem olhar pra trás me pus a caminhar,ouvi a risada nem um pouco discreta do Jackson e seus olhos espertos seguirem meus passos.

- Quer dizer que a boneca de porcelana acostumada com os melhores restaurantes de Los Angeles; culta e apreciadora de arte ;literatura inglesa, come pizza?_riu sarcasticamente,fingindo estar perplexo com meu gosto peculiar por comida gordurosa.

- E por que não comeria,Michael? Vejo que realmente não me conhece.Odeio frescuras o importante é ser feliz mesmo com os prazeres mais simples da vida_bradei,revirando meus olhos impaciente e segui para minha suíte


****


- Estou surpreso Beth,tinha certeza que vivia de dieta_provocou,sentando-se na minha cama.

Puta merda! Ele está desviando minha atenção .Elizabeth se controle e se concentre. Vamos o expulse do seu quarto gritei mentalmente.

- Se engana redondamente Michael,mas peraí está insinuando que estou..._abri a boca sem conseguir proferir nenhuma palavra abismada.- Por acaso me chamou de gorda,Michael Joseph Jackson?_gritei,jogando um travesseiro nele com os olhos faiscando de ódio. O descarado teve coragem de falar merda agora teria que enfrentar a fúria de uma mulher ofendida.

- Pega leve amor,estou brincando sabe que está em ótima forma,gostosa pra cacete! Só estou me certificando de cuidar da alimentação da minha loira encantadora_explicou,preocupado percebendo que eu estava com a cara emburrada.

- Nem adianta Mike,devia te deixar dormir na sala,tem sorte de sua namorada ter um coração tão generoso,mas acho que merece um castigo.Já sei,um mês sem sexo está bom?_sussurrei o vendo arregalar os olhos e me abraçar desesperado como se quisesse me prender em seus braços.Óbvio que não faria isso com ele,só queria vê-lo pedir perdão e dar uma lição nele.

- Isso não amor,faça qualquer coisa,me estrangule;me dê uma surra mas não me prive do seu corpo delicioso,por favor não seja uma bruxa má_fez beicinho e partiu para o truque da vitimização. Dessa vez não será tão fácil Jackson,meu lado maléfico quer se divertir.

- Não te perdoei ainda e precisará de bem mais que uma dúzia de rosas e cantadas patéticas,senão terá se resolver sozinho no chuveiro queridinho_grunhi,levantando da cama com um sorriso perverso despontando no rosto.Droga... esqueci de pedir a pizza .

- Michael peça a pizza,estou morta de fome.Vou tomar banho e antes que me esqueça a porta estará trancada_provoquei.abrindo um dos botões do meu vestido e rebolando até o banheiro.

Agora Michael ia dançar conforme minha música. Deus, todo o amor que sinto por ele só aumenta a cada dia,sim sou desgraçadamente louca pelo agora meu, exclusivamente meu homem.



Capítulo 18

Michael

Fodido,sim eu estou totalmente ferrado.Porra! Eu,minha boca grande,e mania de achar que mulheres levam tudo na esportiva. Mas também como ia imaginar que uma brincadeirinha inocente deixaria Elizabeth tão furiosa  ? Ela é gostosa pra caralho tanto que nem precisa de um toque mais íntimo pra me deixar excitado e com o pau duro.

Aqueles seios suculentos que cabem em minhas mãos e foram feitos a medida certa pra serem chupados com destreza por mim,a pele macia,os cabelos longos.

Puta que pariu! Nasci para foder essa mulher e ela para ser fodida por mim. Aonde aquela maluca tirou a ideia de que eu a chamei de gorda?
Mulheres ...Simplesmente não consigo entender esse tipo de chilique, estávamos as mil maravilhas e agora ela não quer que eu encoste nela.Cheia de não me toques. Merda,estou confuso, puto da vida por não poder comer minha namorada deliciosamente gostosa,e me lamentando feito um bundão apaixonado que é exatamente o que me tornei.

Minha loira encantadora é teimosa o bastante para me negar sexo,mas sou bem pior do que ela,e sei como persuadi-la facilmente.

- Pensando em que amor?_aproximou-se me olhando curiosa ainda enrolada em uma toalha.Essa mulher é malditamente gostosa.Comecei a contar 1..2..3 mentalmente para não jogá-la na cama e fode-la do jeito que ela gosta,gosta tanto que até urra de prazer.

- No momento em nada,porque a senhorita vestida nesses trajes me fez perder a linha de raciocínio_sorri com ao vê-la ruborizar .Ah...eu amo essa timidez dela ,fica tão adorável assim vermelha.

É  possível essa mulher ser menos linda?

- Isso não é justo,por que sempre tem que me envergonhar,Mike? Você não presta_contestou me surpreendendo com um abraço. Odeio ficar brigado com minha garota.

- Acho que peguei você,Michael !_gargalhou,encostando seu nariz no meu.

- Espera aí mocinha,quer dizer que não estava brava comigo,foi tudo uma farsa ?_constatei,pronto para dar o troco nela afinal teria que sofrer as consequências.

- E você caiu direitinho amor_comemorou rindo sem parar. Aquilo já estava me dando nos nervos.

- Você vai ver Beth,vem cá vou te matar de cócegas _gritei a envolvendo em meus braços e fazendo cócegas nos lugares mais sensíveis do corpo dela.

- Para Michael,por favor... para!_suplicou,rindo pelas cócegas e eu não parei,ou acatei o pedido dela.Dessa vez ela aprenderia a ser menos mimada.

- Michael,não aguento mais,sabe que tenho cócegas_levantei a sobrancelha e fitei-a debochado,continuando a atacá-la com cócegas.

- Tá bom,acho que já aprendeu a lição,não é?_sorri vitorioso e Beth atirou um travesseiro na parede me fuzilando com o olhar.

- Deveria te expulsar daqui ou matá-lo,mas pensando bem tenho uma opção melhor_brincou,me puxando pela gola da camisa e montando em cima de mim.Seus olhos brilhavam de desejo e ela estava tremendamente gostosa nessa posição.

- E todo aquele papo de filme e ser um casal chato e normal_ironizei,apertando os seios dela por baixo da fina toalha.Eu e Beth sozinhos,aonde isso poderia dar? Na cama,não há outra hipótese,parecemos entrar em combustão toda vez que compartilhamos um beijo ou nos tocamos.

- Nada disso,pode ir tirando a mão daí,isso foi apenas um bônus _repreendeu,se sentando ao meu lado na cama ofegante logo em seguida se levantou e se vestiu com  um roupão que havia em cima de uma poltrona confortável.

- E vai me deixar assim,amor? _apontei para meu membro rígido quase estourando na calça social.Por favor Beth,só uma rapidinha prometo fazer o trabalho todo,sozinho e não cansá-la.

- Não Michael,desculpe,mas não dá... Eu também estou a fim mas...acontece que estou naqueles dias_revelou,escondendo o rosto envergonhada .Deus isso explica os relapsos de fúria, sorrisos e a ansiedade. Mulheres.... Por isso Beth está tão sensível e nervosa.

- Desculpe bebê,eu não sabia e estou subindo pelas paredes _disse com olhar suplicante. Essa tal de menstruação só serve para deixar a mulher irritantemente emotiva e foder com a vida dos homens.

- Estou quase desmaiando de fome amor,por que não cozinha para mim? Mudei de ideia,quero comer sua comida_pediu daquele jeito doce o qual eu não consigo resistir.

- Baby...faz muito tempo que não me viro na cozinha_aleguei,passeando minhas mãos livremente pelas coxas macias da minha belíssima namorada.

- Michael,faz aquelas panquecas que fazia quando éramos adolescentes? Quero comer com mel,vamos... ao menos tente_insistiu,sentando entre minhas pernas e bagunçando meu cabelo.Com certeza ela já havia me convencido,não sei negar nada a Beth.

- Bom,como sou o melhor namorado do mundo vou cozinhar especialmente para minha loira gostosa_dei-me por vencido enchendo Beth de beijos, ela arfou e suspirou.

 - Então a cozinha é sua,vá fazer nossas panquecas antes que eu morra de verdade de fome_fez biquinho e Beth cruzou os braços com aquele jeito manhoso dela.

- Vou agora mesmo,não quero matar minha bela garota_dei um beijo suave no rosto de Elizabeth e caminhei a passos largos até a cozinha.Iria ter que me aventurar em meus antigos dotes culinários,mas por uma ótima causa.Daqui alguns dias minha loira encantadora retribuirá o favor em dobro sorri de orelha a orelha com meus pensamentos maliciosos.

Deus... meu pau fica duro apenas ao pensar nessa mulher,antes do jantar terei que fazer o serviço sozinho.

Nunca pensei em entrar nisso e nem que estar amarrado a uma mulher me faria um homem plenamente feliz e realizado...

Beth me fez renascer e a aprender a valorizar e desfrutar dos pequenos prazeres da vida.

E eu?

Bem, posso dizer que estou amando absolutamente tudo isso e mais ainda a companhia dela.

Agora ela é para sempre minha mulher,a única para mim. A dona dos meus pensamentos, meu coração e também das ereções.

Alguém com quem me vejo nos meus próximos anos,sendo a mãe dos meus filhos.E o melhor  de tudo sei que nossa relação nunca irá esfriar,não enquanto estivermos dividindo a mesma cama e meu coração estiver batendo.


Elizabeth

- Michael.estou morta de fome .Amor que cheirinho bom,humm_senti o aroma vindo da cozinha,porém estranhei ver a mesa servida e Michael não estar presente. Mas aonde se enfiou?_gritei recebendo como resposta um choro abafado vindo do meu quarto de hóspedes.

Mas que porra é essa por que disso agora?_Pensei correndo para o lugar de onde ecoava o som de um choro profundo.





- Michael,tudo bem?_ toquei o ombro dele chamando sua atenção pois estava de costas para mim.

- E por que não estaria? Acabo de encontrar a foto de outro homem escondida debaixo do travesseiro da minha namorada_berrou com olhar carregado de ira.Não havia uma explicação,Nem eu entendo o motivo de guardar uma fotografia de Dean.Deveria ter rasgado ou colocado fogo.

Puta merda!!!

Como sairei desse fogo cruzado?


                                         
                                                  Capítulo 19

Elizabeth


- Michael,não é nada do que está pensando_toquei a mão dele e ele se esquivou me encarando com nojo.Deus... e como isso doeu,senti como se tivesse levado um soco na boca do estômago.

- Ótimo,então explique... estou ouvindo_exigiu com a voz embargada evitando qualquer contato visual.

-Michael,esse homem que vê na foto,eu o amei com toda minha alma. E hoje posso afirmar que o odeio na mesma intensidade. Muita coisa aconteceu em minha vida,mas nada se compara com o que Dean fez a mim, graças a esse homem perdi metade do meu coração_revelei deixando as lágrimas molharem meu rosto.Eu queria contar a verdade a você Michael,não dá mais pra guardar esse segredo comigo.É hora de dar fim a esse martírio.

- Me deixe entender Elizabeth,me conte o que esse homem lhe fez?_pôs dois de seus dedos debaixo do meu queixo me obrigando a olhar profundamente em seus olhos escuros.

- Eu vou contar desde o início... Dean e eu nos conhecemos no colegial. Sempre fui muito tímida e ele o garoto popular,fetiche das meninas.Dean me pediu em namoro no nosso baile de formatura e daí em diante tudo eram só alegrias. Éramos um casal feliz apaixonado até....

Bom eu engravidei e meu castelinho de areia começou a ruir...


Flash back

 
- Elizabeth,precisamos conversar_Dean segurou rudemente o braço de sua namorada e invadiu o apartamento.

- Não tenho nada para falar com você,suma da minha vida_gritou com repulsa do homem egoísta e frio que estava ali diante de seus olhos e havia partido seu coração.

- Aí que se engana,temos muitos assuntos pendentes_a fitou com cinismo.

- Vou repetir saia daqui ou quer que eu chame a polícia_exigiu trêmula com medo da agressividade de Dean.

- Sim eu vou mais vai se arrepender de me tratar feito um lixo você e esse monstrinho_Beth sentiu o rosto arder pelo tapa que ele desferiu nela.

- É exatamente assim que merece ser tratado como um lixo.Seu covarde de merda,nunca mais chegue perto de mim e do meu filho_Beth murmurou em um fio de voz com os olhos lacrimejando.

- Se não fez por o aborto por livre e espontânea vontade deixe que cuido disso_ameaçou com os olhos transbordando ódio.

- Está fora de si Dean,é um doente vá pro inferno_empurrou-o para fora do apartamento e trancou a porta atrás de si,se permitindo desabar ali no chão daquela sala e chorar copiosamente.A dor de ter se entregado e amado incondicionalmente um ser desprezível como Dean e ele a ter humilhado e tratado feito uma vadia qualquer era insuportável. Elizabeth estava tentando permanecer de pé pelo seu filho,e enfrentaria o que fosse por ele.Sua vida era movida pelo amor materno e vontade de poder segurar seu pequeno nos braços.


 4 meses depois... 
 
- Amiga tem certeza que não quer que eu vá até o supermercado com você tem sentido muitos enjoos esses dias_disse Mary preocupada com a gravidez de risco de Elizabeth.

- Não muito obrigada, eu e Celeste precisamos respirar ar fresco_explicou passando a mão em sua barriga já saliente de praticamente 5 meses de gravidez.

-Não vou insistir,até porque você é cabeça dura_deu de ombros confirmada.

-Exatamente Mary,ainda bem que já me conhece como a palma de sua mão_riu da cara de brava que Mary fez.

- Elizabeth você é terrível achei que mais mansa e meiga por causa da grávida_brincou e as duas caíram na gargalhada.

-Agora preciso ir Mary, até mais tarde,te encontro naquele restaurante italiano que combinamos de almoçar_Mary apenas assentiu e Elizabeth saiu porta afora.

***

Elizabeth andava a passos lentos rumo ao supermercado mais próximo de sua casa.Na verdade o estabelecimento ficava a duas quadras de seu apartamento e ela gostava de caminhar um pouco pela manhã sentir a brisa suave e apreciar a beleza do céu azul e límpido.

Foi quando ao atravessar a rua se viu encurralado ao notar um carro em alta velocidade partir para cima dele.Não te teve tempo de pensar ou correr,o veiculo já estava a sua frente e a última imagem que pode ver foi Dean conduzindo aquele carro com um ódio descomunal.Sentiu seu corpo chocar contra o vidro do carro e o impacto violento a lançar violentamente no chão.Sua cabeça latejava,seu corpo parecia não ter forças para se mexer um milímetro .Levou a mão no ventre sentindo dores infernais e viu ali seu pesadelo se tornar realidade. Arrumou forças dentro de si e gritou desesperadamente, o sangue escorria por entre suas pernas incessantemente E as dores a impediam de raciocinar.

- Meu filho nãooo_berrou com a voz arrastada e rosto banhado por lágrimas Seu martírio teve fim brevemente pois em minutos seus olhos pesaram e tudo se tornou escuridão.

Fim de flash back

 
- Beth me perdoe,mas como eu iria saber.Deveria ter me contado antes_segurou minhas mãos e me encarou com docilidade. Sinto muito baby. E o que aconteceu depois? O desgraçado fugiu ou está apodrecendo na cadeia?_perguntou com o semblante austero.

- Dean desapareceu do mapa .Não foi difícil para ele sumir do país.Certamente fugiu em dos jatinhos particulares de seu pai.Não importa Michael,por mim ele pode estar no inferno.Foda-se a justiça,nada trará minha filha de volta,ele a matou, aquele assassino filho da mãe matou um pedacinho de mim_urrei andando de um lado para o outro transtornada. Eu amei aquele bebê desde o dia que soube de sua existência e faria qualquer sacrifício para dar um vida digna a minha filha.

- Elizabeth,não fique assim,eu estou aqui com você e não vou a lugar algum. É jovem saudável e pode ter quantos filhos quiser,aliás irei adorar ter crianças correndo pelo jardim de nossa casa_sorriu me trazendo para seu braços e logo em seguida me abraçando carinhosamente.

- Garota eu..preciso...que saiba...Eu a amo,não me vejo no futuro longe você. Beth é ainda muito cedo para trocar alianças mas se prepare porque antes do que imagina a farei minha mulher. Elizabeth Jackson isso soa muito sexy_mordeu o lábio e lançou um daqueles olhares que arrematam meu coração. E novamente senti uma sensação de paz,Michael é o único capaz de me acalmar com apenas um sorriso.

- Eu aceitarei de bom grado,afinal não tenho pretensões de deixar um homem atraente e sexy como você sem uma aliança no dedo anelar a mercê de vadias_censurei deixando explícito meus ciúmes.

Como não sentir ciúmes de um homem desses?

Michael é um prato cheio para mulherzinhas de quinta que querem se dar bem na vida.

- Princesa eu agora sou um homem comprometido e não tenho porque procurar em outras o que já tenho. Nunca te trocaria por nenhuma dessas mulheres _tranquilizou-me e deu um leve beijo em minha testa.Vi sinceridade em seus olhos e pude comemorar ser a dona do coração dele.

- Michael...estou com tanto sono _bocejei e senti uma sensação de sonolência e moleza me dominar.

- Deve estar cansada amor,vou levá-la para cama_sussurrou baixinho em meu ouvido.Nem deu tempo de piscar e senti meu corpo ser erguido e Michel me pegar no colo e levar até o quarto.

- Durma princesa,está exausta. Amo você!_beijou meu pescoço e fechei meus olhos inalando o perfume de baunilha que só ele tem,para mim o melhor cheiro do mundo.

                         
                                                
                                                     Capítulo 20

Michael 

Passei a noite em claro velando o sono da minha loira encantadora. Beth consegue ser ainda mais linda dormindo .Os cabelos em desalinho,os seios a mostra pelo decote da camisola,as pernas entrelaçadas com os lençóis,os lábios rosados entre abertos Puta que pariu... Daqui a pouco vou acabar tendo que tomar um banho gelado.

Deus essa mulher parece um anjo,tão delicada e doce.

Quando Elizabeth me contou sobre seu passado.Tudo que meu cérebro ordenou foi "mate o filho da puta"
Não consigo aceitar a ideia de que alguém feriu ela assim,tudo que queria era poder estar lá  naqueles momentos turbulentos,apoia-la .Só de imaginar o quanto  sofreu meu coração afunda no peito.

Acontece que precisei controlar meu ódio,cuidar dela e a consolar. Beth é tão frágil e tudo isso dói em mim também,ouvi-la me dizer que perdeu a filha com o olhar triste, completamente inconformada me cortou como uma faca.

Se eu visse esse desgraçado o socaria até meus punhos ficarem dormentes. Nenhuma mulher merece perder um filho,que dirá o próprio pai da criança fazer uma monstruosidade dessas.O ser humano tem o dom de se superar na maldade, esse tal de Dean é a prova viva de até onde as pessoas vão pela ambição e no que o poder é capaz de transformar um homem.

Elizabeth tem todos os motivos do mundo para ser inibida e desconfiada,eu compreendo perfeitamente porque quando fizemos amor pela primeira vez ela saiu daquele jeito do meu apartamento.

Eu disse fazer amor?

Sim,eu sou um imbecil apaixonado e faço amor quando amo uma mulher. Na verdade Elizabeth foi a única com quem fui para cama tendo sentimentos amorosos,portanto com ela fiz amor.

Droga! Olhei no meu rolex de pulso e me dei conta que precisava correr para empresa e acordar Beth.

- Bom dia princesa,vamos o dia está lindo,acorde!_murmurei beijando os lábios macios da minha loira encantadora.

- Mi...Mike...ah não me deixa dormir é muito cedo_reclamou virando para o lado se enroscando nas cobertas.

Merda! Sabia que seria uma tarefa difícil,mas está sendo quase uma missão impossível tirar essa mulher da cama.

- Anda Beth,hoje é seu primeiro ensaio fotográfico se não sair dessa cama e for se arrumar vou te carregar no meu ombro e lhe dar um banho de água fria_contestei puxando o edredom e contemplando as curvas belíssimas dela.Gostosa pensei em voz baixa.

Beth me fuzilou com olhar,reclinou-se na cama e levantou imediatamente.

- Você venceu,vou tomar um banho,me vestir e depois vamos para empresa_assegurou ainda com um mal humor matinal absurdo entrando furiosa no banheiro.

Segui os passos dela até o banheiro e aproveitei para enlaçar a cintura dela e abraçar gostosamente por trás.

- Michael que porra pensa que está fazendo?_desvencilhou-se de mim e revirou os olhos.

É ela esta realmente puta comigo e irredutível!

- Abraçando minha namorada gostosa e marrenta.Tenho que ir para meu apartamento e vestir algo apropriado,preciso escolher um terno e estar impecável na sua estreia como modelo da Fabulous_sorri mordendo o lóbulo da orelha dela e ela se arrepiou.

- Tanto faz Michael_deu de ombros.Eu só queria dormir_resmungou toda manhosa.

- Amor queria ficar e te encher de beijos mas tenho que correr_lamentei a soltando e lançando beijos no ar antes de sair.

(...)

- Assim que pisei na Fabulous me deparei com uma surpresa nada agradável, Elizabeth estava saindo do seu carro esportivo vestida em um vestido vermelho justo,curto e absurdamente decotado. Porra! Aquela roupa mostrava demais aquilo que só eu tenho o direito de ver.

- Elizabeth,por que está vestida assim?_segurei o braço dela com delicadeza.

- Não sei do que está falando_se fez de desentendida. - Só resolvi ousar um pouco.Gostou amor?_dependurou-se no meu pescoço.Eu não queria brigar, então cedi e  engoli a seco.

- Ah amor..._cocei a cabeça nervoso, tentando encontrar um jeito de sair dessa sem magoá-la. - Eu adorei, está linda!_elogiei e ela sorriu encantada.Resolvi disfarçar o ciúme e caminhamos de mãos dadas até o cenário preparado exclusivamente para o primeiro trabalho fotográfico de minha namorada gostosa.

***

- Quer dizer então que os rumores de que estão juntos são verdadeiros Sr. Jackson?_indagou o empresário da NY seduction com um sorriso falso.

- Sim,estamos namorando _confirmei forçando um sorriso,mas minha vontade era pular no pescoço do imbecil.

- Senhores e então o que acham? _olhei curioso para ver Beth e puta que pariu as palavras me faltaram. Estava fascinado ela é tão fodidamente gostosa e com aquela lingerie sexy era impossível não perder o juízo.




- Sim querida,essa lingerie ficou perfeita.Michael,você é um homem de sorte, sua garota é linda as fotos ficarão maravilhosas_provocou com um sorriso malicioso nos lábios olhando descaradamente os seios dela.

- E acha que não sei disso,engana-se,ela é linda,pena que já tem um homem de verdade .Mal pra você!_levantei a sobrancelha com a intenção de parecer o mais sórdido possível.

- Chega de perder tempo e não se preocupe Sr. Jackson,só falei a verdade não tive más intenções e sim as melhores possíveis_enfatizou, devorando minha garota e se não fosse Beth me repreender com seus hipnotizante olhos azuis teria quebrado o nariz do infeliz.

- Vamos lá Elizabeth,quero que se solte.Mostre seu lado sexy,você é poderosa,se insinue e olhe diretamente para a câmera_encorajou, mandando o fotográfico se posicionar para iniciar a sessão de fotos.

Percebi que Elizabeth  estava tensa,retraída. Isso durou pouco logo ela passou a ficar mais descontraída facilitando o progresso do fotógrafo.

Seus olhos me passavam desejo,doçura, paixão, alegria tudo ao mesmo tempo.O talento dela é indiscutível nunca uma modelo me prendeu tanto no olhar,Elizabeth tem um tipo de sensualidade rara,é sexy sem ser vulgar e isso é incrível.

Parecia concentrada e notei pelo brilho de se olhos que estava realizando um sonho. Embora estivesse a beira de socar Bradd que não tirava os olhos de Beth fiquei parado observando a cena embasbacado.

Porra! Bradd comeu Elizabeth com os olhos o tempo inteiro e para mim isso era inadmissível.Não sou de ferro e o filho da mãe é um merda que não respeita a mulher dos outros.O cúmulo do absurdo os olhares de cobiça dele em cima da minha namorada.


- Acabou a palhaçada Bradd! Quero você longe de Beth não está agindo como um profissional portanto o quero fora da campanha_segurei-o pelo colarinho e o joguei no chão já fechando meus punhos para arrancar sangue do desgraçado quando senti meu corpo sendo sacudido e arrastado para outro lugar.

- Ficou maluco Michael,que exagero é esse Fez uma tempestade num copo de água . Quer foder com a Fabulous? Se esses caras cancelarem o contrato perderá milhões e teremos que imperar milagres para conseguir outros clientes tão valiosos quanto esses_protestou com os olhos arregalados e apavorada com minha atitude primitiva e violenta.

- Aquele cara só falta pular em cima de você Elizabeth,não vou tolerar ele babando por minha namorada,não mesmo dane-se quanto isso vá custar, simplesmente vou tirá-lo da campanha_afirmei impassível e puto por ela não entender meu lado.

- Sugiro que controle seus ciúmes,porque ou se desculpa com  Bradd e permite que  ele fique ou pode assinar minha demissão e esquecer que existo_deu seu ultimato e obviamente não me dando a oportunidade de ser contrário a suas exigências. Tolero Brad e dou o braço a torcer ou nunca mais colocarei meus olhos nela,conheço a namorada que tenho e ela sempre fala sério.

- Tudo bem ,vamos ficar em paz,se é isso que quer assim será_levantei as mãos em um sinal de rendição e Elizabeth pulou no meu colo radiante com a notícia, sim eu admito minha garota é mais sensata que eu algumas vezes.


Capítulo 21

Michael



- Michael já falei que amo você?_roçou seu nariz no meu e ri do jeito brincalhão que só ela tem.Beth sempre consegue o que deseja de mim.Meu ponto fraco é minha loira encantadora.

- Mike vamos comer algo? Amanhã quando estiver mais calmo conversa com Bradd_aconselhou descendo do meu colo e ajeitando os cabelos.

- Tudo que você quiser _sorri feito um bobo e seguimos em direção a um restaurante perto da empresa o qual costumo almoçar desde que assumi a presidência da Fabulous.


(...)


- O que vai pedir querida?_olhei-a impaciente com a demora.

- Sabe Michael,faz muito tempo que não faço uma loucura dessas,mas vou querer hambúrguer e fritas. Tem algo do tipo no cardápio?_franzi o cenho, me segurando ao máximo para não rir .

Como ela consegue ser tão adorável, apenas ao dizer que vai comer fast-food?

Eu amo os ímpetos da minha loira gostosa de fazer aquilo que lhe faz bem sem se importar com a opinião dos outros.

- Claro amor,você é uma caixinha de surpresas,mas quer saber vou te acompanhar estou muito a fim de comer um sanduíche.

- Os senhores já escolheram? _perguntou educadamente o simpático garçom.

- Sim, dois hambúrgueres e fritas _respondi tranquilamente.

- Por favor,eu quero cerveja, anote aí_pediu Elizabeth e dessa vez não pude conter a risada.

- Pra mim também,acompanho a senhorita_pisquei discretamente para ela e notei que já tinha aquele vermelho lindo localizado entre as bochechas dela.

- Desde quando bebe cerveja?_ fitei-a surpreso,com uma falsa expressão de espanto.

- Bom, eu gosto e resolvi beber qual o problema nunca saiu com uma garota que bebesse cerveja?_abriu um sorriso de canto e eu continuei bancando o babaca. Não posso evitar...Puta que pariu! Amo tudo nela, até mesmo os defeitos e excentricidades.

- Não sabia que a elegante Elizabeth Montgomery,acostumada a frequentar aulas de etiqueta e ensinada a ter boas maneiras, come porcaria e bebe cerveja_confessei hesitante com a reação dela.

- Mais uma prova de que as aparências enganam.Essa é a verdadeira Elizabeth a que fala palavrões, acorda descabelada e de mau humor,ingeri calorias,odeia frescuras.Espero que seja capaz de amar minhas imperfeições_tocou minha mão e senti a sinceridade no apelo de Beth. Eu a amo exatamente por ser corajosa o bastante para mostrar cada um de seus defeitos a mim.

- Amo tudo em você,e são esses detalhes que fazem de você a mulher mais especial e extraordinária que já conheci_ressaltei, tendo a consciência do quão afortunado sou em tê-la em minha vida.Todo o vazio ,rancor e os pesadelos horríveis deixaram de fazer parte da minha rotina graças a ela.Beth preencheu o vazio do meu coração, iluminou meu mundo escuro e frio.

- Michael... _chamou a voz conhecida e em questão de segundos fiquei de pé para abraçar meu amigo.Jensen e eu ele fomos colegas até o final do colegial.É um dos acionistas mais importantes da Fabulous e me ajudou a tornar a empresa uma potência e referência no ramo publicitário. Após viajar para Alemanha para expandir os negócios ele estava de volta e eu feliz em revê-lo.Confio nele de olhos fechados e reconheço seu esforço e dedicação ao trabalho.Tudo entrou nos eixos meu braço direito está de volta,a boa noticia é que terei mais tempo para minha loira encantadora.

Elizabeth


Ao me deparar com a figura do homem o qual Michael julga como amigo meu sangue gelou e instantemente tive um mal pressentimento.



- Elizabeth,deixe eu te apresentar,esse é Jensen,um grande amigo e acionista da Fabulous_Apertei a mão dele e meu corpo estremeceu o aperto era fraco e isso não é um bom sinal.Pressenti que aquele homem arrancaria minha felicidade.

- Prazer, Elizabeth Montgomery.Michael me falou de você no telefone,fico feliz em vê-los juntos_sorriu falsamente para agradar Michael.Jensen pode enganar Michael mas a mim não engana é um invejoso.

- Fico feliz que conheça minha namorada_Michael sorriu com aquele sorriso largo dele e vi os olhos do tal Jensen tornarem-se nebulosos, como se estivesse pensando em uma forma de tirar vantagem do nosso relacionamento.

- Ah! Que notícia maravilhosa .Nossa... Michael Jackson namorando,isso é sério? Com certeza Elizabeth é uma garota espetacular para ter fisgado meu amigo tão rápido_insinuou, me analisando de cima a baixo. Fiquei enojada e meu estômago revirou ao notar os olhos dele pousarem em minhas pernas.

- Não quero mais atrapalhar,vou deixá-los a sós casal. Depois conversamos Michael_despedi-me de Jensen incomodada e cismada com as intenções dele que não me parecem serem nada boas.Ele quer destruir Michael, li isso em seus olhos.

- Algum problema amor,está tão calada?_fez um carinho delicado em minha coxa e me encarou preocupado.

- Nada Michael, pura impressão sua,deve ser a fome me impedindo de raciocinar_inventei a primeira desculpa que me veio a cabeça.Não queria que Michael soubesse no que estava pensando.


Michael

- Quando sairmos daqui vou levá-la a um lugar. E se prepare,tenho um presente pra você_pisquei para ela e avistei o garçom chegar com nossos pratos.

Comemos entre risos, fazendo planos para o futuro e eu pra variar a olhava deslumbrado completamente absorto na beleza dos seus traços angelicais.

***

- Mike está ficando tarde,estamos a quatro horas jogando conversa fora _sorriu discretamente e mais do que depressa pedi a conta e saímos do restaurante seguindo de mãos dadas até o carro.

- Foi maravilhoso passar um tempo com você, desse jeito vou me apaixonar mais_brincou e eu fechei a porta do carro depois que Beth entrou e dei a volta para me sentar ao lado dela.

- Então princesa,preparada para se apaixonar definitivamente por mim?_afirme, dando partida no carro com um sorriso safado, passeando minha mão livremente pelos seios da minha loira encantadora.Ah, se pudesse me enterrar nela até perder as forças. Puta que pariu... só de pensar nisso, meu pau ganha vida própria.

- Hey Jackson, tire a mão daí,seu tarado você é viciado nos meus peitos_levou a mão na minha calça social e fez menção de abri-la mas para minha decepção em um piscar de olhos voltou a assumir sua pose de falsa celibatária.

- Sempre me provocando Beth,se continuar assim vou ter que dar meia volta e levá-la para o meu apartamento_alertei e ela deu de ombros, sorrindo docemente.

- Não vamos fazer sexo,pode ir tirando da sua cabeça seu ninfomaníaco_avisou com cara de brava.

Merda... eu já falei que essa mulher me enlouquece?

- Prometo, me controlar quero que essa noite seja mágica mas de fato já está sendo apenas por estar aqui comigo me fazendo o homem mais feliz do mundo_murmurei. me sentindo premiado por ter encontrado uma mulher que me completa e faz meus dias mais felizes.




Capítulo 22

Michael


- Michael onde estamos?_olhou curiosa pelo vidro do carro, constatando o lugar estranho para um casal de namorados passear.

Mal sabia ela o que a aguardava.

- Acho que chegamos amor,vamos logo,preciso saber se aprova_corri para ajudá-la a sair do veículo e a guiei até o que considero um presente de valor sentimental.

- Michael,andou usando drogas por que se não deu-se conta estamos num pier rodeados por barcos e..._coloquei meu dedo indicador nos lábios dela e sorri largamente me sentindo afortunado em poder realizar o sonho de minha garota.

- Shhh quem fala aqui sou eu Elizabeth Montgomery.Qual seu maior sonho que revelou a mim naquele aniversário que sua família a levou para um castelo na Dinamarca e seus pais me convidaram para ir com vocês e lhe fazer companhia ? O que me disse com lágrimas nos olhos naquela noite e eu prometi realizar quando me tornasse um empresario bilionário?_arqueei a sobrancelha e ela apenas me fitou confusa como se não acreditasse que eu nunca esqueci daquele episódio em que percebi o quão ingrato e sem valor o dinheiro pode ser.Naquela noite me deparei com uma menina linda,rica aos olhos dos outros essa garota tinha tudo para ser feliz ,porém era solitária e não queria uma festa grandiosa ,joias.Enxerguei nos olhos de Elizabeth que ela só queria ser amada.

- Michael você não ....Meu Deus!!! Não acredito ..._montou em mim entrelaçando suas pernas em minha cintura, dando um sorriso que chegou em seus belíssimos olhos azuis.

- É uma pequena demonstração de meus sentimentos e além do mais estava em dívida com você _dei um leve beijo em sua testa e a pus no chão. - Não era um barco que sonhou ter?  Então não vi motivo para não comprar um e realizar seu desejo .É  como imaginou? Se quiser pode escolher outro modelo ou qualquer coisa que quiser princesa_sugeri,sem entender o silêncio persistente dela.


 - Eu...Michael,sinceramente estou sem  palavras.O homem que amo acaba de me presentear com um iate e provar que sempre se importou com minha dor.Você é inacreditável,como faz uma coisa dessas comigo? Deus pôs você em meu caminho para que pudesse me permitir tentar seguir em frente,amar novamente,é como se tivesse o feito a medida para mim _seus olhos reluziam amor.Beth transpareceu alegria de dentro para fora.

Vê-la assim tão contente me fez provocava uma paz sublime.Amo essa mulher de um jeito que palavras não definem e inexplicavelmente faz meu coração palpitar.

- Que tal conhecermos nosso nova base secreta?_franzi o cenho e puxei-a pela cintura a levando até o seu novo iate. Eu quero dar tudo a minha namorada,a mimar de todas as formas possíveis. Claro,isso inclui dar a ela muito amor,beijinhos em todas as partes de seu corpo,mas também vou mimá-la,minha loira encantadora merece isso e muito mais.

 - Desse jeito vou ficar mal acostumada Michael_sorriu tímida ao entrar no barco.De repente ficou pensativa ,suspirou triste e eu não entendi o porque de tanta melancolia .Me aproximei e toquei o ombro de Beth tentando compreender o motivo de tanta tristeza.

- Eu não posso aceitar um presente como esse. Vai pensar que sou uma vadia interesseira,não precisa comprar um iate para demonstrar seu amor.Enxergo nos seus olhos a veracidade de seus sentimentos_tocou meu queixo e a indignação me subiu a cabeça.

Puta que pariu! Como Elizabeth diz isso? Eu jamais estaria com ela se desconfiasse que é uma vagabunda golpista.

- Acontece que não aceito um não como resposta_bradei a fitando decepcionado com o orgulho ferido sem fundamento dela .

- Michael é o sonho de qualquer garota ganhar um iate do namorado. Não quero que se empolgue e me dê presentes tão caros,isso não é certo_repreendeu voltando a olhar para as estrelas .

- Eu sei a noite está fantástica,é Deus sorrindo para nós amor. Por favor deixe eu te mimar Elizabeth,faço porque quero que minha princesa seja tratada como merece_coloquei uma mecha do cabelo dela atrás da orelha.

- É insistente e mimado as vezes.Daqui a pouco vai me comprar o quê? Um helicóptero,faça-me o favor,não seja tão materialista,não percebe que não precisa me provar nada? Não estou a venda Michael Jackson,portanto pare de tentar querer me comprar com os luxos que sua fortuna o permite usufruir_gritou com os músculos retesando e notei ódio em seus olhos azuis.

- Jamais pensei nisso,sempre admirei sua humildade e a forma como trata todas as pessoas.Não é superficial e foi por esse motivo que me apaixonei por você .Olhe para mim Beth só quis realizar sua fantasia da juventude .Venha quero te mostrar a cabine onde decorei do seu gosto, fiz tudo com tanto amor.Perdão se pensou que quis impressioná-la com presentes caros_justifiquei a puxando para conhecer a parte interna do iate. Eu tenho mais que uma dúzia desses barcos mas esse tem um significado especial. Vamos nos amar muito em alto mar.

- Ficou perfeito,como descobriu minha paixão por lilás,sabe de uma coisa já se retratou comigo eu amei as flores salpicadas no colchão.Amo você... _murmurou e acabamos nos beijando calmamente.Interrompi o beijo ainda sôfrego e delirantemente excitado  abri a gaveta de uma escrivaninha ao lado da cama.

- Tome,isso é para você princesa _entreguei os envelopes com os documentos do iate.

- Michael,obrigada,acho que nunca conseguirei o resarcir por tudo que fez por mim.Tem sido um anjo que trouxe luz a meus dias nublados_sentei na cama e ela deitou-se entre minhas pernas.Ficamos ali nos tocando ,trocando carinhos e promessas, até o sono tomar Beth e ela adormecer.

Como é linda dormindo,parece um anjo! _beijei a testa dela e me deixei vencer pelo cansaço.

(...)

- Cara,ela briga com você após ganhar um iate _gargalhava Brandon sem dar trégua indignado por eu estar de quatro por uma mulher.

- Não torra a paciência Brandon,Elizabeth é diferente das vadias interesseiras que só se aproximam com a intenção de me arrancar dinheiro_defendi irritado com a sordidez no tom de voz dele.

- Desculpe,sei melhor que ninguém que Elizabeth está longe de ser uma vagabunda interessada em sua fortuna .Torço pra que ela lhe faça feliz,desse jeito já parece até casado meu amigo_deu um tapa no meu ombro e ambos rimos por saber que sim estou completamente amarrado pela minha loira encantadora.

- Brandon não quero mais esperar,vou pedi-la em casamento o mais breve possível acha que ela irá gostar dessa joia? _abri uma caixinha aveludada mostrando o anel de diamante que comprei para meu noivado.


- Michael esse diamante azul é magnífico,quanto lhe custou?_perguntou ainda assustado com a opulência da joia.

- Não que tenha importância,afinal dinheiro não é um problema para mim.Algo em torno de 15.000.000 milhões de dólares é um Chopard, um dos anéis mais caros do mundo.Acho que combina com a preciosidade da sua futura dona_suspirei pesadamente, exatamente como fazem os maricas apaixonados dos filmes de romances.

- E aí qual parte da conversa perdi Michael? Essa mulher  realmente roubou seu coração_Jensen entrou no meu escritório com aquele jeito divertido dele, me observando cativando o anel.

- Quem é a sortuda que arrematou o coração de um dos destruidores de corações de Los Angeles. Conta logo, pra quem dará esse belo anel meu amigo ?_sentou-se em um sofá de couro que havia na sala da presidência,cruzando as pernas uma em cima da outra,o mesmo sofá o qual  fiz amor com Beth_ sorri ao lembrar das loucuras que fizemos ali .

- A garota que o apresentei no restaurante,Elizabeth Montgomery, não se lembra dela?_parei de mover meus dedos pelo belo anel e direcionei minha atenção inteiramente a Jensen.

- Elizabeth é a mulher da minha vida,não restam dúvidas e esse anel que vê, comprei para pedi-la em casamento_contornei a joia estonteante com meu dedo anelar e mantive a compostura de empresário compenetrado.

- Tem mesmo certeza que o relacionamento de vocês já está nesse nível e que a moça é tão confiável assim? Cuidado Michael... você é um imã que atrai vadias sanguessugas_aconselhou desconfiado.Não o culpo, ele não conhece Beth e sempre tem mania de tentar me proteger de foder minha vida por causa de mulheres.Sou um prato cheio para putas de quinta extorquirem dinheiro e entendo a preocupação de Jensen.

- Ela não é como as outras,nos apaixonamos de verdade.Estamos construindo um relacionamento sólido e eu realmente estou amando essa vida de homem comprometido_admiti convicto da minha decisão.

- É quem diria? Michael Jackson, prestes a colocar uma aliança no dedo.E pra quando é o casamento?_sorriu e um vinco se formou em sua testa.Comecei a me alarmar com a cautela excessiva dele com relação aos meus bens.

- Bom....eu não sei pretendo fazer o pedido em breve talvez,daqui a alguns meses se tudo correr conforme ao planejado.Retornando a assuntos de trabalho como andam os lucros das últimas campanhas?_desconversei, mudando o rumo do assunto e sendo o mais objetivo possível gosto de estar a par de todo dinheiro que entra e saí da Fabulous.

- Nem preciso dizer que como sempre continuamos progredindo e rendendo mais que qualquer outra agência publicitária.Fique tranquilo,prossegue acumulando uma das maiores fortunas do país_garantiu, orgulhoso por eu ter conseguido atingir a posição de um dos maiores bilionários do mundo e ter dirigido com destreza minha empresa.


Capítulo 23

Michael

- Ótimo,vejo que tenho motivos de sobra para comemorar. Minha vida profissional e pessoal está caminhando no rumo certo_reafirmei, louco para sair correndo da Fabulous e fazer uma visita a minha loira gostosa.

Puta que pariu estamos há 5 dias sem sexo dá até pra esquecer como é ser acolhido por uma vagina quentinha e apertada.

- Estou muito feliz em vê-lo animado e com esse sorriso escancarado no rosto.Merece todo esse sucesso,batalhou muito para levar a Fabulous a ser excelência que é hoje em publicidade_elogiou me fazendo lembrar de quantas noites passei em claro pensando em tornar a empresa que herdei de minha família em império da propaganda.

- Obrigado você faz parte da realização desse sonho,me ajudou a construir a Fabulous sou eternamente grato por sua amizade e fidelidade_dei ênfase ao aspecto mais importante para ter êxito na vida, estar cercado de mentes inteligentes.

- Eu nunca fiz nada de mais Michael,você sempre foi um gênio nos negócios tudo que lidera passa a valer ouro_disse e eu já nem prestava atenção louco pra foder Beth até perder o juízo.

- Jensen estou indo meu expediente terminou nesse exato momento.Confio em você como se fosse um membro da família_reforcei, pegando minha pasta empresarial e caminhando apressado até a porta.

Hoje terei um longa noite e que noite sorri com esse pensamento ansioso para ter minha loira encantadora em meus braços.


Elizabeth


Nunca pensei que um dia fosse me recuperar do meu trágico passado e reconstruir minha vida.Nem mesmo em meus sonhos me vi tão feliz.É tanta felicidade que dá medo Michael é sem dúvidas o desejo de consumo de qualquer mulher.

Claro que nada é um mar de rosas, ele é ocupado e vive enfiado naquela empresa e a cada dia morro um pouco mais de saudades.Acontece que não é justo da minha parte ser egoísta e exigir que ele deixe seu negócios de lado, para se dedicar 100% a mim.Michael, ama a Fabulous e ralou durante anos para torná-la a potência que se tornou.Quando você ama uma pessoa verdadeiramente, tudo que quer é ver esse alguém sorrindo e infelizmente o amor é feito de sacrifícios.Meu homem é um empresário respeitado e nada disso vem de graça.É preciso ser um líder genial,e perfeccionista.Bem, faço o possível para apoiá-lo e aguentar sua ausência.Michael merece uma mulher compreensiva e é isso que tento ser.

 ***

Chequei meu relógio de pulso,pela milésima vez em um prazo de 5 minutos e notei que já estava tarde.Levantei preguiçosamente da cama, largando um romance que leio sempre que fico esperando Michael e rumei até o banheiro. Tomei um banho relaxante e vesti uma camiseta velha confortável, para logo em seguida me atirar na cama.Voltei a olhar as horas e constatei desapontada que ele não viria mais.

Droga! Mais uma noite longe dele.Deus, como Michael faz falta
_ pensei devastada, abraçando um travesseiro e fechando meus olhos.

 ***

 Não passaram nem alguns minutos e  algum filho mãe começou a tocar a campainha desesperadamente.

Puta merda! Quem pode ser a essa hora?_resmunguei. Tomei coragem e pulei da cama com os nervos a flor da pele.Sim, a abstinência de sexo me deixa mal humorada irritada e frustrada por mais um dia sem ver Michael, pus um sorriso amarelo na boca e girei a maçaneta.

- E então pode confessar que por pouco não morre de saudades bebê_Michael sorriu maliciosamente e pareceu adivinhar que não lido muito bem com seu tempo restrito e destinado na maior parte das vezes ao trabalho.

- Hey, não vai me convidar para seu quarto?_sorriu de um jeito tão fofo que não resisti e montei no colo dele o enchendo de selinhos.

-Agora sei que sentiu minha falta, Beth_murmurou com voz rouca, entrando no meu apartamento comigo em seu colo e me analisando com os olhos em chamas pelo desejo.

- Sem preliminares, Michael_pedi, tirando o paletó dele e afrouxando o nó da gravata.

- Também não estou afim de perder tempo baby,é tão gostosa e eu quero comer você.Não vejo a hora de estar dentro de você Beth_sussurrou, apertando meus seios e me levando até meu quarto .Continuamos nos beijando urgentemente até o Michael ter que tirar a língua da minha boca para abrir a porta. Entramos no quarto e ele rapidamente arrancou minha camiseta,a atirou no chão antes mesmo de me deitar na cama.Mike mordeu o lóbulo da minha orelha e em um piscar de olhos senti a maciez do colchão.Percebi que ele já havia tirado a calça e estava só de cueca boxer me dando uma visão privilegiada de seu membro ereto,grosso o qual me fez salivar e aumentou minha excitação. Aquela típica umidade já se instalou entre minhas pernas. Michael iniciou suas carícias torturantes se deleitando em meus seios,sugou meu mamilo e logo depois o chupou com sua língua mágica capaz de me levar ao orgasmo apenas com um mínimo contato. Gemi pelas sugadas deliciosas dele em meus seios e passei a mão sobre suas costas nuas.

- Preciso fazer uma coisa_pisquei para ele e inverti as posições me sentando em cima de seu pênis ainda coberto pela boxer. Michael me olhou com lasciva porém um pouco surpreso com minha atitude.

- Quer comandar tudo hoje princesa?_arqueou as sobrancelhas, sorrindo com aquele sorriso cativante que me leva a completa insanidade .

- Eu costumo gostar de ficar por baixo,mas hoje quero variar_falei ofegante o ajudando a se livrar da cueca e o colocando cuidadosamente dentro de mim.No primeiro momento doeu porque ele é grande mas a medida que foi me alargando a dor chata se transformou em prazer. Esperei um tempo para me acostumar com seu tamanho e comecei a subir a descer lentamente o sentindo ele me preencher por completo e atingir cada nervo sensível meu. Michael começou a me auxiliar nos movimentos segurando minha cintura me fazendo subir e descer com mais facilidade.

As investidas cadenciadas duraram pouco,o suor escorria do meu corpo em abundância e eu passei a rebolar deliciosamente enquanto Michael apertava meus seios gemendo em ladainha meu nome.

- Isso gostosa, fode meu pau não para_ordenou pousando suas mãos em meu rosto delicadamente.

- Oh ......Mike não aguento mais eu vou..Deus vou gozar..._berrei quicando ainda mais rápido em cima dele aprofundando a penetração .

- Goza baby,goza comigo vamos eu quero sentir sua bocetinha apertando meu pau_grunhiu e isso foi o estopim para que aumentasse o ritmo e sentisse tudo dentro de mim tremer e meus músculos retesarem pelo orgasmo intenso.Minha intimidade se contraiu e uma leveza inexplicável me tomou, caí exausta na cama sorrindo de canto a canto e pensando que possivelmente foi a melhor transa da minha vida.

- Você está bem?_quis saber me olhando temeroso e beijando minha nuca.

- Nunca estive tão feliz_respondi com o coração acelerado e radiante sem conseguir tirar o sorriso de idiota dos lábios .

- Foi incrível!_murmurou com a voz arrastada,fazendo um carinho na parte interna das minhas coxas.

- Falta você agora _mordi o lábio Michael e ele abriu um daqueles sorrisos safados que me tiram de órbita.

- Ah,sim bebê...Só esperei que se recuperasse do orgasmo.Sabe Beth,você vai gozar de novo forte ,gostoso e comigo _sorriu e foi entrando com cuidado dentro de mim.

-Michael por favor me fode!_implorei,afundando minhas mãos em seus cabelos escuros.

-Calma princesa,seu desejo é uma ordem_beijou minha testa e começou a me estocar.Cravei as unhas em suas costas e ele meteu com mais força tornando as investidas frenéticas e alucinantes.

Continuou incansável arremetendo contra  mim com toda a fome animal que tinha sem dar trégua.Palavras desconexas eram ditas abertamente.Estava além dos meus pensamentos incapaz de racionar ou pensar em algo que não fosse em gozar novamente. Lágrimas rolavam dos meus olhos amanho o prazer.

-Porra apertadinha Beth,isso me enlouquece sabia_gritou indo mais fundo e rápido.

- Assim... isso...Michael....mais....forte. Eu vou gozar de novo_gemi entre dentes quase como uma lamúria .Puta merda esse homem vai me matar de tanto prazer .

- Cacete goza comigo gostosa _rugiu me estocando selvagemente me fazendo atingir meu clímax e seu tão clamado orgasmo fazendo com que nossos líquidos se misturassem.Ele continuou chamado dom clemência por meu nome derramando jatos e jatos do seu sêmen dentro de mim.

Olhei com ternura e todo amor que sinto crescer a cada dia no meu peito e ele beijou minha testa saindo com cautela de dentro de mim e envolvendo meu corpo em um abraço carinhoso.

-Eu amo você Michael,não há mais jeito de voltar atrás_confessei como se sentisse necessidade de dizer aquilo,fôssemos nos separar e eu tivesse que deixar transparecer todo meu amor.

-Eu te amo mais bebê _confortou-me e pude ver um brilho mágico em seus penetrantes olhos escuros.

-Sabe amor se algum dia não estiver mais aqui,promete continuar me amando?_implorei sem saber ao certo o porque do pressentimento ruim e sufocante que ronda minha mente.

- Eu te amo e amarei cada dia mais,não fale isso nem de brincadeira,você estará sempre aqui ao meu lado.Prometo não permitir que ninguém lhe faça mal_jurou me apertando em seus braços preocupado .

-Estou aqui e não vou a lugar algum Michael,porque é nesse aqui que quero estar_percorri com os meus dedos o peito nu e lisinho dele e repousei minha cabeça em seu corpo afastando todos os medos e agonia do meu coração com ele ao meu lado nada nem ninguém pode me perturbar.

Ou pode?

Suspirei fundo com o pensamento de que mais cedo ou mais tarde desafios iriam se impor entre nós e meu conto de fadas começaria a ter fim...

(...)

- Droga!_ resmunguei,jogando o despertador no chão me debatendo contra o corpo do meu namorado lindo e charmoso ainda dormindo profundamente. Puta merda esse homem parece um anjinho assim tão sereno dormindo.O observando assim ninguém seria capaz de imaginar o quanto ele fode deliciosamente bem .

- Michael,acorda amor!_dei um selinho nele e fingiu não escutar virando para o lado.

- Anda seu preguiçoso levanta dessa cama Michael Joseph Jackson_puxei o edredom dele e o deixei como veio ao mundo.Não consegui não olhar também Michael foi agraciado pela natureza.

-Calma amor é muito cedo...Se esqueceu que sou seu chefe vem cá volta pra cama _pediu me jogando brincalhão na cama.

- Michael se vista por favor _disse sentindo meu rosto esquentar imediatamente.Maldita timidez!

- Fala sério Elizabeth,não há nada aqui que nunca tenha visto _apontou para seu membro e eu tampei o rosto me derretendo de vergonha.

- Mas foram em outras circunstâncias _apertei os olhos exasperada, sentindo uma certa umidade se apoderar da minha calcinha.

- Você é inacreditável mas eu amo quando fica vermelha desse jeito_riu discretamente e enrolou um lençol na cintura.

- E a culpa é toda sua agora me solte tenho uma sessão de fotos e desse jeito chego na Fabulous só amanhã_o empurrei correndo para o banheiro e fechando a porta para garantir que ele ficasse longe de mim . Basta um toque dele para eu me entregar e acabarmos fazendo amor pela manhã todo. Odeio perder ensaios fotográficos . Merda nem entro pra tomar banho e esse celular toca mas quem será o desocupado que está me ligando.

Desliguei a ducha e pus um roupão. Peguei o celular que vibrava na pia dentro da minha bolsa e li número desconhecido no visor.

Estranho pensei cismada com o telefonema misterioso Quando virei as costas para voltar para o chuveiro o iPhone vibrou novamente e meus olhos paralisaram ao ler o SMS.


"Tenho certeza que nunca se esqueceu de mim querida.Agora que sei que voltou para Los Angeles estou ansioso para enchê-la de beijos.Em breve nos veremos novamente,sinto saudades"
Do seu eterno admirador,Dean.
 

Uma camada de lágrimas se formou em meus olhos e o medo se espalhou por todos os poros do meu corpo.O passado sempre volta e agora tenho a confirmação de que o maldito doente que matou meu filho voltou para me atormentar e destruir minha felicidade. Dean é maluco e cruel,o bandido deve e ter seguido cada passo meu desde que me mudei para Los Angeles inclusive posso afirmar com certeza que descobriu de Michael e quer infernizar minha vida, acabar com minha paz.

O fato de ter quase me matado e me causado a dor massacrante de perder uma criança não foi o bastante esse homem consegue tudo o que quer e se quer acabar comigo ele conseguirá.

Dane-se...Se Dean quiser me matar que mate mas jamais deixarei que faça mal a Michael.Não jogarei meus problemas em cima dele.Michael não merece uma mulher como eu .Sou fraca e frágil,e pra ser sincera não sei lidar com essa merda.

As vezes desejo poder ter morrido junto com meu filho e acabado com essa vida sem sentido .

Desabei no chão me pondo chorar como um bebê desprotegido colocando pra fora tudo que me sufoca desde o dia que Dean ameaçou tirar meu filho de mim.

Vesti um roupão e pinguei um colírio para diminuir a vermelhidão dos meus olhos.Ao retornar a suíte observar Michael em pé olhando pensativo pela janela.

- Finalmente bebê,demorou tanto que já estava até pensando em arrombar a porta_aproximou se e tocou meu queixo.

- Desculpe,mas é que sempre levo tempo no banho _arrumei um pretexto e forcei um sorriso como se Michael não me conhecesse .

Ele certamente já está desconfiado.

- Pode ir falando,qual o problema Beth te conheço e sei que tem algo te incomodando o que é?_passei a mão pelos cabelos e fingi estar indiferente a ele.É o único jeito de protegê-lo do filho da puta do Dean.

- Não comece,eu estou ótima,por que acha que estou sempre mentindo Michael?_mudei o rumo da conversa tentando ganhar tempo para arranjar uma explicação melhor.

- Okay,não vou sufocá-la com perguntas,mas não pense que desisti de entender o que está a deixando transtornada e distraída.Só quero te ajudar sou seu namorado você não está mais sozinha_sorriu suavemente e como em uma passe de mágica toda a angústia e pavor que Dean provoca em mim desapareceu.

- Eu sei Michael,sou uma grande sortuda de tê-lo em minha vida_abracei-o como se soubesse que esses momentos  raros que compartilhamos juntos durarão pouco .Se meu destino for penoso eu cumprirei minha missão calada.Enquanto engano Michael e não o ponho a par da situação ele estará a salvo...

Capítulo 24

Michael


- Então finalmente tomou coragem e irá pedi-la em casamento _amolou Brandon,me encorajando a dar logo o próximo passo.

- Sim,já preparei o iate e o ambiente está romântico, a luz de velas,exatamente como as mulheres amam.Está tudo conforme a ocasião merece.E de hoje não passa_estalei os dedos pelo nervosismo, agindo como um maricas com medo de levar um fora.

- Assim que se fala,está na hora de amarrar as calças e segurar com unhas e dentes a felicidade_disse, plantando em mim a certeza de que não posso deixar Beth escapar da minha vida.

-  Não vou arriscar perdê-la,irei fazer de Elizabeth a Sra. Jackson_reforcei com firmeza, com a expectativa de que ela aceitará ser minha esposa. Na verdade sou inseguro o bastante para duvidar que minha loira encantadora aceite se casar comigo.

- Serão muito felizes. Bom,Jensen estava te procurando,Brandon me adiantou que é sobre um assunto grave_franziu a testa com um semblante sério.

- Vou até a sala dele saber do que se trata,deve ser algo relacionado as finanças da empresa_dei de ombros seguindo curioso até a sala de Jensen.

***

- Bom vê-lo Michael,anda muito ocupado e o tempo que lhe sobra gasta com sua....namorada_sorriu cinicamente.Não entendi o porque dele falar dessa forma de Elizabeth e isso me enfureceu.

- Vamos ao que interessa,não vim até aqui para discutir sobre minha vida pessoal_repreendi sem a menor paciência.

-Mas creio que o temos a tratar é de total relevância e tem relação com sua bela namorada Michael_disse tranquilamente. Puta que pariu! Jamais tive raiva ou algum conflito com meu amigo,mas não estou tolerando essa ironia dele ao falar de Beth.

- Não tenho nada a conversar com você sobre meu relacionamento com Elizabeth _gritei sentindo meus músculos faciais se enrijecerem, ao ponto de não conter minha fúria.

- Acalme-se Michael,depois que ler esses documentos terá uma grande decepção pensei em não lhe mostrar isso mas é o futuro da Fabulous em jogo _jogou um envelope na mesa e sinceramente não entendi onde Jensen quer chegar com essa palhaçada.

- O que são esses papéis?_perguntei ríspido abrindo o envelope.

- Eu o considero como um irmão,portanto quero abrir seus olhos Michael. Essas são as provas de pra onde está indo a maior parte dos lucros da Fabulous nas ultimas semanas. Verifiquei que haviam desfalques e investiguei.Infelizmente,descobri que o dinheiro está caindo diretamente na conta bancária de Elizabeth Montgomery.Se não acredita leia você mesmo _estreitou o cenho, me deixando sem chão e com os coração aos pedaços. Tudo que desejei foi poder ler os documentos e constatar que era uma farsa mas a cada linha lida era como se levasse um soco na boca do estômago.Lágrimas molhavam meu rosto incessantemente,Beth roubou a Fabulous todos os extratos e depósitos feitos em seu nome tornavam reais as palavras de Jensen. Eu amo essa mulher e dei a ela todos os luxos que se possa imaginar como Elizabeth foi capaz de me apunhalar pelas costas.Bastava que me pedisse e eu daria todo dinheiro que quisesse.

- Não pode ser,isso não é real Jensen diga que há algum engano!_esmurrei a mesa, revoltado e com ódio por ter confiado em uma vadia ambiciosa.Fui um verdadeiro ingênuo,banquei o otário durante meses.

- Michael a verdade por mais cruel que seja sempre é sempre melhor que a mentira, lamentavelmente a garota pela qual se apaixonou usou-lhe como um meio de subir na vida e não passa de uma golpista_revelou com pesar me deixando desolado.Como ela foi capaz? Elizabeth, não é esse tipo de mulher ao contrário nunca me deixou lhe dar nem presentes caros e agora descubro que desviou milhões da minha empresa. Deus como quero acreditar que nada disso é verdade e poder me casar com a mulher que amo.

- Eu....ia pedi-la ...em casamento hoje tem noção do imbecil que estou me sentindo. Daria minha vida por essa mulher,e olha o que recebo em troca _rugi andando de um lado para o outro disposto a destrui-la,agora essa vagabunda irá conhecer o inferno de perto. Todo o amor que senti por ela reverteu-se em ódio,magoa, decepção. Quero que ela sofra do mesmo modo que eu, a farei se arrepender de ter me usado e brincado com meus sentimentos.

                                               Capítulo 25

Michael

- Eu avisei que deveria ter cuidado com quem se mete,bom o importante é que descobrimos a pilantra _enfatizou e eu apenas engoli o choro que estava preso em minha garganta.

 - Vou atrás dela acertar as contas e mandá-la pra o olho da rua.Prestarei queixa,lugar de bandido é na cadeia e terei o o enorme prazer de vê-la atrás das grades_um sorriso perverso nasceu nos meus lábios e saí andando com um único pensamento me vingar de Elizabeth Montgomery.

****


- Brandon onde está a vadi..._ contive meus impulsos e corrigi a forma nada agradável em que iria me referir a Elizabeth. A senhorita Montgomery já chegou?_respirei fundo detendo meu ódio descomunal.

- Que porra aconteceu? Por quê está chamando sua futura noiva com tanta formalidade,eu o conheço Michael, parece querer matar um _bradou assustado com minha agressividade.

- Aquela vadia me traiu,a doce e apaixonada Elizabeth está desviando milhões da Fabulous .É por isso que a desgraçada se aproximou,foi tudo um jogo pra o babaca aqui cair de quatro e ela pôr o plano nojento em ação_gritei jogando todos os objetos que estavam na mesa no chão.

- Michael,tenho certeza que há algum mal entendido,Elizabeth nunca faria isso eu a conheço e garanto é uma mulher íntegra_defendeu Beth e meu sangue ferveu,se seguisse meus impulsos voaria no pescoço de Brandon.

- Nunca mais defenda aquela vagabunda Brandon,ou não respondo por mim.Duvida?_ri sarcasticamente. -Então veja com seus próprios olhos_arremessei na cara dele os documentos com as assinaturas de Elizabeth que provam as retiradas absurdas que fez durante as últimas semanas.

- Mas isso é um equivoco Michael,ela jamais armaria um esquema desses,essas provas podem ser falsas.Tem certeza que é assinatura dela?_contestou acreditando na inocência dela.A vadia consegue tudo que quer com aquele jeito de sonsa.

- Não adianta Brandon,essa mulher me roubou ,eu a amo desgraçadamente, mas ela fodeu com tudo.A tornaria minha esposa e daria todos os luxos que desejasse,sonhei em ter filhos com Elizabeth.Mas veja o que aconteceu,como todas as outras pessoas que me rodeiam Beth não passa de uma gananciosa e quase conseguiu dar o golpe_berrei.chorando copiosamente sem me importar em demonstrar fraqueza. - Eu a amo ainda não posso acreditar que a garota doce,a mesma menina que esteve comigo naquele orfanato se compadeceu da dor alheia, sendo generosa e paciente como uma mãe,é um monstro disfarçado de cordeiro.

- Michael não tome nenhuma atitude precipitada,ouça Elizabeth talvez ela seja a maior vítima dessa história_aconselhou e a raiva subiu a cabeça. Meu melhor amigo contra mim e a favor da mulher que fodeu com meu coração.

- Se for para falar merda cale a boca.Não entendeu? Elizabeth Montgomery é uma filha da puta,uma interesseira da pior espécie _alterei a voz, me exaltando e perdendo o controle.

- Alguma coisa não se encaixa nessa história,está de cabeça quente,cuidado com o que dirá a Elizabeth,pode se arrepender para o resto da vida_Alertou já adivinhando o quão duro e cruel eu seria com ela.Sim vou machucá-la e a fazer sentir o gostinho  da porra da dor de um coração quebrado,a mentirosa irá provar do próprio veneno. As palavras ferem e sei exatamente como a atingir.

- Bom dia meu amor...mas o que aconteceu um furacão passou por aqui?_cumprimentou-me com um sorriso encantador, ao adentrar o escritório e rolar os olhos pela bagunça do local. Nossos olhares se cruzarem e instantaneamente e seu belo sorriso foi se fechando.Seus par de olhos azuis aflitos percorreram minha silhueta minuciosamente e eu esquivei minha atenção dela bruscamente,me negando a proferir uma sequer palavra.

- Michael...me diga o que está acontecendo,estou ficando apreensiva,por que estão me olhando como uma criminosa?_exigiu uma explicação angustiada e tremendo da cabeça aos pés.Não tive dó do transtorno desnecessário dela.Afinal todo este circo não passa de encenação. - Porque é assim que vadias feito você merecem ser tratadas querida_retruquei áspero,fitando-a com asco,me aproximei dela e puxei sem a menor delicadeza o queixo de Beth,a fazendo me olhar diretamente nos olhos.

- Michael pare,não faça nenhuma besteira_interrompeu Brandon,sabendo o quão determinado a humilhá-la estava.Ele não deveria interferir na discussão, mas o fez mesmo assim.

- Não Brandon,me deixe falar a essa aí , onde vadias sujas como ela acabam.Sabe Elizabeth, confesso que foi inteligente o bastante para se infiltrar aqui e me deixar de caidinho por você. Agora será que conseguirá ser esperta o suficiente para fugir da cadeia? Porque é para lá que vou te mandar baby,terei o prazer em vê-la apodrecer em uma prisão! _urrei vitorioso, vendo-a empalidecer e me olhar amedrontada.Ela permaneceu paralisada,obviamente não havia o que dizer afinal sua galinha dos ovos de ouro descobriu a armadilha antes que a empresa decretasse falência e sua conta bancária ostentasse milhões.

- Eu....juro que não sei do que está falando Mike.Acha mesmo que eu o roubaria? Acredita que estou transando todo esse tempo com você para tirar vantagens e sou uma puta,duvida do meu caráter após tudo que vivemos?_bateu em meu,peito me esmurrando indignada e assumindo a pose conveniente de garota "honesta".

- Acabou não precisa mas fingir, sei de tudo.Dos desfalques,das transferências bancárias, da procuração autorizada em meu nome que lhe dá total liberdade para movimentar meu dinheiro e imóveis .Da falsificação da minha assinatura_segurei os pulsos dela com força a empurrando. Ela parecia frágil, abalada e cambaleou, só não foi ao chão porque Brandon segurou-a em seus braços.

- Michael, por acaso perdeu o juízo olha o que fez com a garota. Não pode julgar uma pessoa que se diz inocente sem saber o outro lado da moeda.Elizabeth pode ser a injustiçada nisso tudo,nunca sabemos com quem lidamos,alguém pode ter arquitetado isso e plantado as provas contra ela.Estão a usando de laranja _deduziu direcionando um olhar fulminante a mim.Essa nem era mesmo uma hipótese quem teria um motivo para me odiar a tal ponto?
O nome dela estava em dezenas daqueles papéis é impossível dar um voto de confiança a uma mulher fria e sem escrúpulos.

- São provas incontestáveis Brandon, poupe-me do seu sentimentalismo e piedade por essa vagabunda.E você Beth, vai conhecer o inferno de perto, pode ter certeza que vou te denunciar e enfiá-la no lugar que ratazanas imundas merecem ficar_intimei-a, segurando o braço dela com brutalidade.Ela apenas abaixou a cabeça com os olhos marejando em estado de choque com minha ameaça.

- Vá em frente Michael Jackson,foda minha vida,me denuncie.É isso que seu ego o manda fazer,não é? Se me amou algum dia bastaria olhar em meus olhos e encontraria a resposta para suas perguntas. Prefiro cortar meus pulsos antes de roubar e dissimular. Pensei que houvesse confiança entre nós,mas fui uma idiota em acreditar que pudesse ter mudado e deixado de ser um filho da puta egocêntrico .Quero estar viva para vê-lo se corroendo de remorso por ter me maltratado_desafiou e apesar de saber que precisava controlar meu ódio,simplesmente não consegui racionar ou pensar nas consequências de meus atos e desferi tapa com todo ressentimento que se apossou de mim ao descobrir quem é a mulher que amo,o rastro vermelho de meus dedos ficou marcado no rosto dela e a vi tropeçar pelo impacto.

- Você está louco Mike! Bateu nela? Que porra pensa que está fazendo? O ódio te cegou.Seu covarde! Como encosta em uma mulher? Não estou o reconhecendo _puxou meu colarinho irritado e decepcionado.

Puta merda!!! Eu não sou violento,quero machuca-la mas bater em uma mulher ultrapassa o bom senso e eu repudio esse comportamento.Sempre respeitei,admirei o sexo feminino,nunca me passou pela cabeça encostar um dedo em uma garota. Fiquei fora de mim e quando vi a merda já estava feita. Elizabeth não merece nem mesmo um mero pedido de desculpas,que dirá que me rasteje aos seus pés.

- Por favor Brandon,me tire daqui! _Elizabeth implorou aos prantos,tampando o rosto ardido e vermelho pelo tapa.Por um instante me senti um monstro insensível,e pensei em pedir perdão e cuidar dela mas todo o amor foi aplacado e dissipado quando minha mente retornou a realidade.Brandon me largou e saiu correndo atrás de Beth pelos corredores da Fabuluos cogitei ir atrás deles mas achei melhor fazer logo o que tinha que ser feito mesmo que isso custasse minha felicidade e significasse sofrer feito um condenado.


                                            Capítulo 26


Elizabeth

Desde que Dean matou minha filha pensei que havia criado uma armadura contra sentimentos e me tornado fria.Infelizmente estava completamente enganada no momento que vi ódio e rancor nos olhos de Michael meu coração sangrou.Fui iludida o bastante para acreditar que tivesse encontrado um cara diferente e quem sabe seria feliz como nunca antes.

Não quis dar mais oportunidade para ele me humilhar e jogar na minha cara que não passo de vagabunda interesseira,preferi voltar pra casa e poder chorar em paz . Jensen tramou tudo com cautela pra culpa recair sobre mim.Senti quando apertei a mão dele naquele restaurante que ele arrancaria minha felicidade. Michael o considera como irmão e logicamente confia cegamente nele,mas em mim mesmo temos vivido um romance tão intenso e conhecer meus princípios ele nem teve a decência de me deixar explicar.

Há algumas semanas Jensen levou alguns papéis pra eu assinar e disse que era relacionado a fotos que estava tirando pra revistas de moda.Geralmente ele trazia esses documentos até mim quando me encontrava ocupada e a idiota não leu nem ao menos uma vez.Apesar de ter a consciência da inveja dele por Mike,os sorrisos irônicos e perceber o caráter duvidoso de Jensen não pensei que ele fosse capa de descer tão baixo e me odiasse a esse grau.

A ambição faz do homem escravo de seus próprios desejos, e sim o ser humano se aproveita da bondade de outras pessoas para conseguir o que quer.Passar por cima de mim,ferir Michael não significa nada pra Jensen,não já que milhões estão caindo diretamente em sua conta bancária e por contrapartida ele ainda debocha da ingenuidade de Michael. Limpei as lágrimas e vi a imagem de uma mulher triste, sem esperanças refletida no espelho.Meu rosto inchado pelo choro constante, borrado pelo rímel,o olhar duro.Nem de longe pareço a radiante Elizabeth que suspirava de amor por essa casa e transbordava alegria.Lavei o rosto removendo o que sobrou da maquiagem e preparei um banho de banheira com minhas essências favoritas.

Permaneci com meus sentimentos conflitantes dentro de mim e fechei os olhos relaxando e tentando me convencer de que a água limparia não só meu corpo mas minha alma.

As promessas e juras de maior e o brilho naqueles olhos negros que tanto amo não saiam da minha cabeça.


"Garota eu...preciso...que...saiba ...Eu a amo não me vejo no futuro longe de você.Beth, é ainda muito cedo para trocar alianças mas se prepare porque antes do que imagina a farei minha mulher.Elizabeth Jackson.Ah, isso soa muito "sexy".


Chorei dolorosamente ao lembrar das inúmeras vezes que eu e Michael compartilhamos planos para o futuro e o quanto nosso amor aparentava ser indestrutível.Para mim continua sendo,nada mudou dentro do meu coração, eu o amo e não importa que não confie na minha palavra e esteja decidido a foder comigo,meus sentimentos persistem intactos.Saí da banheira e vesti um moletom surrado. Me escondi em baixo dos edredons sentindo uma dor de cabeça lancinante e um vazio crônico,e dessa vez Michael não estava ao meu lado para me confortar com seu sorriso doce, fazer um carinho no meu rosto com suas mãos macias e me envolver em seus braços em um daqueles abraços reconfortantes.Abandonada no meu martírio é assim que me sinto, solitária e sem vontade de seguir adiante.Tudo que queria era dormir pela eternidade esquecer de toda a merda da minha vida.

Para meu azar a campainha tocou,fiz menção de não atender mas realmente sabia que não poderia fugir e me esconder por muito tempo.
Esfreguei os olhos e mesmo sentindo tudo ao meu redor girar e meu estômago revirando fui ver quem era.

- Bran...Brandon,se veio me insultar e dizer que sou uma vadia interesseira não perca seu tempo Michael já o fez_falei com a voz baixinha lançando um olhar mortífero a ele.

- Elizabeth quero que saiba que não compactuarei as maldades de Michael.Eu acredito na sua inocência e desconfio do dedo de Jensen nisso tudo_esclareceu desconfiado que havia algo muito grave por trás dos desfalques exorbitantes da Fabulous.

- Desculpe Brandon,só fiquei com medo afinal é o braço direito de Michael.Por favor entre _desculpei-me e dei passagem para que ele entrasse.

- Sou amigo de Michael mas conheço Jensen Elizabeth.O único que não percebe a sordidez naquele homem é o Sr. Jackson.Tenho certeza que está roubando a empresa e rindo da cara do seu patrão nesse exato momento.Jensen deve ter planejado isso por muito tempo mas precisava de alguém para incriminar.

- E viu em mim a chance de por seu plano sujo em prática_suspirei pesadamente olhando distraída para o teto.

- Exatamente,só Michael não vê, mas irá se dar conta da injustiça que está cometendo.Ele está cego de ódio mas lembre-se a verdade sempre vem a tona e não será diferente é só ter paciência que a máscara de Jensen caíra_segurou minhas mãos e sorriu tentando me consolar.

- Obrigada Brandon,mas vou me mudar de Los Angeles, reconstruir minha vida longe de Michael.Não aguentaria vê-lo me olhando com repulsa novamente_confessei transtornada, me colocando de pé.Mas ao dar um passo tudo ao meu redor girou e perdi o equilíbrio tive certeza que iria ao chão mas duas mãos firmes me seguraram.

- Elizabeth você se alimentou direito hoje?_perguntou Brandon,me sentando cuidadosamente no sofá.

- Não se preocupe deve ter sido apenas uma queda de pressão_murmurei sentindo um enjoo fortíssimo e correndo para o banheiro para colocar tudo que tinha no estômago pra fora.

- Elizabeth precisa de um médico_disse Brandon,me ajudando a lavar o rosto e me entregando uma toalha.

- Eu vou ficar bem... são apenas as emoções fortes_sorri sem graça e a mínima vontade de procurar um médico.

- Não é a campainha?_franziu a testa e eu apenas segui em direção a sala.

Girei a maçaneta,e meu corpo automaticamente gelou.Um nó se formou em minha garganta. Michael cumpriu sua promessa e faria de minha vida um verdadeiro "inferno".

- A Senhorita deve ser Elizabeth Montgomery?_deduziu o grandalhão rabugento que estava a minha frente,encostado na soleira da porta.

- Sim, sou eu mesmo_confirmei, já sabendo do que se tratava.

- Terá que nos acompanhar até a delegacia para prestar esclarecimentos_Antes que abrisse a boca vi Brandon se aproximar enfurecido.

- Como assim? Isso só pode ser brincadeira?_arrancou o papel das mãos do policial e eu nada fiz, mas sabia que era inútil.

- Como já leu temos um mandato de prisão contra a senhorita Montgomery e ela terá que nos acompanhar _enfatizou impassível.

- Eu vou com eles ,tudo bem Brandon .Vocês poderiam esperar eu vestir algo mais apropriado_Brandon me fitou com olhar de reprovação e eu segui até meu closet e vesti um vestido básico preto,um casaco branco,um scarpin clássico e retornei a sala.

- Você não precisa fazer isso_Brandon sussurrou no meu ouvido inconformado.

- Não há saída.Eles tem um ordem de prisão Brandon,Michael quer me destruir a todo custo e você sabe que ele consegue tudo que quer_abracei-o e ele me deu um beijo suave na testa.

- Eu vou provar sua inocência Elizabeth,nem que seja a última coisa que faça na vida vou mostrar a Michael que está errado.

Meu coração se encheu de esperança, mas no fundo eu sabia que meu inferno estava apenas começando.


Elizabeth

Nem em meus mais tenebrosos pesadelos pude imaginar ser acusada de um crime que não cometi e ter que responder por ele.Mas ainda pior que estar nessa cela imunda e escura é saber que o homem que amo me pôs aqui e me vê como um lixo.Não digo que estar trancafiada feito uma criminosa não me machuca;porém o fato de Michael não ter confiado em mim é o pior de todos os castigos. De repente todo o amor que sinto se transformou em ódio, mágoa.

- Patricinha! _chamou a voz severa da oficial de justiça. Pagaram sua fiança_arregalei os olhos, sorrindo de orelha a orelha após por dias só saber chorar.Talvez Michael tenha se arrependido pensei feliz com o coração quase saltando do peito e segui a mulher pelo corredor frio da prisão.

***

- Amiga... _Mary se aproximou me dando um abraço de urso daqueles que adora dar.

- Foi você que ..._meu sorriso se desfez e a tristeza voltou a estampar meu rosto.

- Vamos pra casa... precisa descansar,comer e tomar um banho de verdade_ apenas assenti e seguimos até o carro esportivo dela

- Mary, não deveria ter feito isso...É  muito dinheiro_repreendi, me sentindo em dívida com ela.

- Você é como uma irmã para mim,acha que permitiria que pagasse por um crime que não cometeu? Elizabeth eu amo você e sempre estarei ao seu lado amiga_consolou-me, sorrindo ternamente e me fez me sentir melhor,menos sozinha no mundo. Mary sempre levanta meu astral.

- Tenho dinheiro e vou te pagar os 100.000 mil dólares sacarei no banco a quantia ainda hoje_ressaltei e ela me olhou preocupada.

- Quando der, você paga.Escute, não quero que se culpe e surte com a noticia que tenho para lhe dar.Seus bens,imóveis,carros e todo o dinheiro que tem no banco foi confiscado_concluiu com pesar, me fazendo perceber que definitivamente,meu sofrimento não teria fim.Primeiro, Dean mata minha filha,depois o desgraçado do Jensen arma pra cima mim e Michael me vira as costas, e para completar sua vingança insana me enfia em uma cadeia, sem o mínimo peso na consciência.Agora, ele me deixa sem um mísero centavo. A morte seria uma opção palpável para uma vida miserável como a minha.

- Quer dizer que estou na completa miséria, Mary? Ótimo,parabéns para o Sr. Jackson,conseguiu foder em todos sentidos com minha vida_cerrei os dentes e retorci os dedos pela raiva.

Se o visse em minha frente nem sei do que seria capaz.

- Acalme-se,esse cretino não merece uma lágrima sua amiga.Você pode morar comigo até arranjar um emprego e colocar sua vida em ordem_ofereceu, estacionando o carro frente a sua mansão no centro de Los Angeles.

- E me diga Mary, o que  vou fazer? Não percebe,Michael Jackson está obstinado a ferrar comigo, ele me mandou pra cadeia,garantiu que eu não tivesse acesso a meu próprio dinheiro, e certamente irá se certificar que eu jamais arranje outro trabalho.Basta que dê alguns telefonemas Mary,Michael não está pra brincadeira_frisei exasperada ,prevendo o quão perdida estava.

- Vamos dar um jeito agora venha precisa se cuidar. E depois eu mesma te ajudo a lavar a cara do filho da puta do Jackson. Brandon o amigo dele,me ligou propondo que eu o ajude a limpar seu nome.Já contratei detetives e advogados e vamos desmascarar Jensen_prometeu e eu forcei um sorriso de lado em forma de agradecimento pela ajuda e solidariedade dela.Entramos na propriedade de luxo que pelo menos temporariamente seria minha residência.


(...)

- Pode me emprestar alguma roupa, Mary?_perguntei revirando o closet e vendo se encontrava algo apropriado para vestir.

- Claro,não está achando nada no closet? _respondeu e caminhou até para ver se me ajudava a escolher uma roupa.

- Onde pretende ir,posso saber, Elizabeth?_levantou a sobrancelha visivelmente exaltada.

- Irei me arrumar, ficar linda,falar umas verdades para o todo poderoso Jackson e sem chances de persuadir a mudar de ideia Mary_afirmei e ela suspirou fundo desapontada,já prevendo que isso seria um desastre.

- Esse cara não merece nem mesmo seu ódio,não perca seu tempo com um ser desprezível feito ele _revirou os olhos, exteriorizando sua revolta.

- Pronto,vou com esse vestido floral básico e sexy _mostrei a Mary a peça por qual havia decidido e comecei a me maquiar,a me preparar para ficar  cara a cara com meu mais novo inimigo,Michael Jackson.

- E então aprova?_pedi a opinião de Mary ,mesmo carrancuda sei que ela é sincera.

- Admito,está linda,aliás você é uma mulher atraente Elizabeth.
Por isso, não estou apoiando ir se rebaixar para aquele traste_levantou-se da cama que estava sentada e segurou minhas mãos emocionada.

- Não estou indo me arrastar aos pés dele,ao contrário quero entrar de cabeça erguida naquela empresa e mostrar ao Sr. todo "poderoso" que falhou em sua tarefa, afinal ainda estou pé_olhei tristemente nos olhos de Mary e peguei minha bolsa .É hora de ficar frente a frente com o homem que um dia julguei ser meu príncipe encantado.Não que Michael fosse perfeito,mas para mim ele era perfeito mesmo com todas suas imperfeições.


***

Avistei os portões da Fabulous com o coração saindo pela boca.Já me precavi psicologicamente para todos os olhares maldosos que serão direcionados a mim.O importante  é  minha consciência estar limpa,sou vítima nisso tudo e cedo ou tarde o verdadeiro culpado pelos desfalques irá cair. Caminhei a passos firmes e elegantes pelo longo corredor e não me intimidei diante dos olhares curiosos e cochichos, dane-se o que esse bando de empresários gananciosos e infelizes pensam a meu respeito.
 Decidi não tomar o elevador,a última coisa que quero é dar de cara com o desgraçado do Jensen. Não havia muita movimentação no andar da sala presidência e agradeci não ter esbarrado com o verdadeiro vilão da história.

Ajeitei o vestido de corte fino com a ponta dos dedos e pus um sorriso imponente nos lábios, entrando no luxuoso escritório e notando que Michael estava de costas recostado na janela disperso,pensativo.

- Boa tarde Sr. Jackson_cumprimentei gentilmente o vendo se posicionar ao meu lado rapidamente com o semblante sério e o olhar duro.

- Que porra pensa que está fazendo aqui? Sua...sua vadia!_segurou meu braço com brutalidade.

- Vim olhar na sua cara para dizer que em breve descobrirá a verdade,e se arrependerá pelo resto dos seus dias por ter me expulsado de sua vida e confiado nas pessoas erradas_bradei, desvencilhando-me dele.

- É uma pena não ter o prazer de vê-la mofando numa cadeia imunda.Porque pode ter certeza Elizabeth,o que estiver ao meu alcance para destrui-la eu farei _retrucou e puxou meu queixo, deixando explícito seu ódio animalesco.

- Não tenho medo de suas ameaças,confio na justiça divina e a verdade sempre aparece.Só espero que até lá não seja tarde demais.Talvez não esteja mais aqui no dia que provarem minha inocência,mas ainda assim saberei que o bem sobrepõe o mal.Esses são os documentos do iate,não quero nada que venha de você_joguei os papéis na mesa de mármore me sentindo livre para seguir com minha vida.- Adeus Michael,não desejo nada além do melhor para você_virei as costas e sem olhar nos olhos negros que sempre me hipnotizaram saí porta afora.

Se Michael tivesse me pedido perdão e me tomado em seus braços eu teria o aceitado de volta sem hesitar. Bastava que ele me pedisse para ficar e dito as três palavras mágicas.Mas ele não o fez e o conhecendo desde criança sei que seu orgulho continuará perdurando.

Permiti que lágrimas grossas molhassem meu rosto pela ultima vez sentindo meu coração ser espatifado,de certa maneira metade dele havia ficado com Michael.Peguei o celular que vibrava na bolsa com as mãos trêmulas e liguei o visor.

A cada palavra que lia escrita na mensagem de texto tive a confirmação das minhas suspeitas.Dean voltou e está me perseguindo,não sei a troco de quê? Mas ele quer algo de mim e isso não é um bom sinal.
Droga! Bati meus punhos no volante do carro. Será que mereço toda essa desgraça que se tornou minha existência ou não tenho o direito de ter paz e amar? _ pensei sem grandes perspectivas de ser feliz algum dia,colocando o veiculo em movimento.



Capítulo 27

Elizabeth


- Sra. Montgomery a enfermeira já virá colher seu sangue _sorriu a simpática secretária que aparentava ter por volta de 40 anos.

Todos aqueles enjoos,as vertigens não eram normais eu precisava acabar de vez com a dúvida que pairava em minha cabeça e se por ventura vier a ter a confirmação de uma gravidez vou garantir que Michael nunca tenha conhecimento desse fato.Ele pode me matar se quiser,mas meu filho não vai tirar de mim.Nem que tenha que trabalhar duro em uma lanchonete,passear com cachorros,fazer faxina darei um jeito de criar essa criança com dignidade.

- Senhorita Montgomery,vai arder só um pouco _avisou a enfermeira, encontrando minha veia e enfiando a agulha no meu braço.

Não senti a tal ardência que ela falou, acho que devo estar anestesiada e tão acostumada com a dor moral que é bem pior que a dor física,que mal tive tempo de me concentrar naquilo.

- Pronto,o resultado saí em 24 horas quer vir pegar ou quer que mandem entregar em sua casa?_perguntou gentilmente fazendo um pequeno curativo em meu braço.

- Por favor prefiro receber em casa,já tem meu endereço,portanto está resolvido_ despedi-me cordialmente da enfermeira e me dirigi até o carro que Mary havia cedido a mim até eu conseguir recuperar meus bens ou arrumar um emprego decente.

***

O celular continuou vibrando na bolsa em todo meu trajeto até a casa de Mary. O desespero me consumiu de tal forma que estava muito perto de cometer a loucura de ligar para a pessoa que menos poderia me ajudar.Meu coração mandou e eu como a idiota que sou obedeci discando o número de Michael.

- Mi...Michael_gaguejei e obtive um "alô' fraco e sonolento do outro lado da linha. Desculpe,não deveria ter ligado.Eu...amo...você sempre amarei nunca se esqueça disso _murmurei,finalizando a ligação e retornando a atenção ao volante.

***

Em poucos minutos já estava de frente a mansão de Mary.

Saí da caríssima Ferrari vermelha e me encostei no capô do carro para observar as estrelas. Um certo arrepio perpassou minha espinha e senti como se alguém me observasse. Resolvi entrar a temperatura caiu e não estou devidamente agasalhada,comecei a tremer de frio.Nem dei dois passos e fui impedida de continuar por duas mãos fortes segurando minha cintura.

A primeira coisa que veio a mente foi gritar,mas antes que o fizesse o homem de traços finos e olhos claros me jogou no porta malas de uma van e deu partida. Continuei inutilmente a pedir por socorro,meus gritos dolorosos não podiam ser escutados e as lágrimas molhavam meu vestido.

Desespero,angústia,medo um misto de sensações me possuíam. E mais uma vez desejei estar morta,depois de ter sido abandonada pelo homem que amo perdi totalmente as esperanças de buscar a felicidade.Sem que pudesse evitar a imagem de Michael,de seu sorriso  doce e travesso se apoderou dos meus pensamentos,sei que minha alma precisa daquele sorriso.Como chamar isso de amor quando você chora mais do que ri ?

***

- Anda garota!_o brutamontes me puxou pelos cabelos me arrastando em direção a  uma pequena cabana.Um lugar isolado,perfeito para um assalto ou algo do gênero.

- Socorro_gritei com toda a força que restou em meus pulmões e o homem puxou ainda mais meus cabelos.

- Sugiro que cale a porra da sua boca! Se fizer tudo certinho e seu namorado bilionário cooperar sairá ilesa disso. tudo_sorriu com ar de deboche me segurando pelo braço.

Pouco depois já estávamos na porta da casinha velha de madeira e ele me arrastou porta a dentro me jogando contra o chão.

- Finalmente,achei que ela tinha escapado Jordan_Dean reclamou com os olhos vidrados em em mim.

Claro tudo se encaixa agora,as mensagens,ameaças constantes,o desgraçado me seguiu durante todos esses anos enquanto arquitetava seu plano doentio.

- Elizabeth...quanto tempo,continua linda pena que sua marra não diminuiu_ergueu meu corpo e levou a mão atrás da minha nuca.Meus músculos retesaram e mecanicamente virei o rosto sentindo nojo e ódio por ele.

- Venha vou levá-la ao seu quarto provisório.E explicar as regras,sem gracinhas boneca,senão não é só você que irá dançar_pressionou minha cintura e puxou-me para um porão escuro e sujo.Havia um colchão no chão,um sofá rasgado,uma mesa velha,revistas e algumas quinquilharias.

- Agora vamos ter uma conversa amigável,querida_avisou com aqueles olhos nebulosos e a voz asquerosa que me causou arrepios.

- O que quer de mim Dean?_indaguei com voz de choro.

- De você nada Elizabeth,mas digamos que posso lucrar graças ao seu envolvimento com um ricaço chamado,Michael Jackson _riu perversamente e meu coração parou de bater por um segundo.

- Faça o que quiser comigo,mas pelo amor de Deus,não meta Michael nisso,ele não tem culpa Dean_implorei me agarrando aos braços dele,temendo pela vida de Michael.Eu faria qualquer sacrifício para que Dean não fizesse mal a ele.

- Não se preocupe,seu amado não irá sair ferrado .Ah não ser você que não se comporte e ele não pague seu resgate.O que acha de 500.000 milhões de dólares?_falou com um sorriso de canto.

- Então é por dinheiro que está fazendo isso? E desde quando precisa de grana, seu pai é podre de rico_questionei perplexa.Um sequestro?

Como a mente perturbada desse maldito é capaz de pensar em atrocidades desse nível?

- Sabe Elizabeth,se eu posso expandir minha fortuna e ter mais por que não fazê-lo? Fique calma,isso não é nada para Michael,a não ser que ele queira enterrar a namorada?_balançou a cabeça fingindo uma certa compaixão.

- Vá se foder Dean! Perdeu o juízo? Isso é um absurdo.500.000 milhões? Essa quantia é exorbitante,deixe Michael fora dessa,ele não tem obrigação de lhe dar esse dinheiro_bati no seu peito o esmurrando enfurecida por depender de Michael para sair viva desse inferno.

- Elizabeth,eu se fosse você calava a porra dessa boca e pensava antes de falar.Seja uma boa menina,porque  sabe,basta um telefonema e mando estourar os miolos do seu namoradinho_ameaçou com os olhos fulminando e só de ouvi-lo falar assim meu coração apertou.Eu continuo amando Michael mesmo após ele me falar coisas horríveis e jogar na sarjeta, o amo e se para salvá-lo significa abdicar da minha dignidade,não há problemas,já tomei  a decisão.

- Pro....prometo fazer tudo o que quiser mas não o machuque_fiquei de joelhos e o olhei com um olhar suplicante,não tinha saída precisei me rebaixar e me humilhar,o faria novamente por Michael.

- Tudo bem,vou mandar comprar comida,se alimente bem e não tente bancar a espertinha_alertou,saindo do porão e me trancando na escuridão.

Esperei algum tempo para garantir que ele não voltaria e me pus a chorar copiosamente pensando que meu destino é o sofrimento e ninguém pode me ajudar...


(...)

Uma semana se passou desde que estou presa nesse muquifo. Dean só desce até o porão quando traz comida.Não me põe a par de nada e nem faz questão de me dirigir a palavra. O que sei é que pretende ligar para Michael em breve.Os enjoos estão cada vez mais frequentes e nada para no meu estômago confirmando ainda mais minhas suspeitas sobre a gravidez. A única coisa que sei fazer dia e noite é chorar. Mal consigo comer e dormir,rezo todas as noites pra que os anjos protejam Michael e o filho que tenho praticamente certeza que carrego no ventre.Como dizia Mahatma Gandhi " A força não provém de uma capacidade física e sim de uma vontade indomável"



Capítulo 28

Michael

Ainda não consegui me recuperar ou arrancar do meu coração esse sentimento miserável de decepção. Eu amei aquela mulher mais do que a mim mesmo.Dei tudo a ela,meu tempo,minha alma e Elizabeth me prometeu a eternidade,jurou que nos amaríamos para sempre.

Choro sozinho na solidão do meu quarto todas as noites de saudades dela,e me pergunto por que tinha que ser assim? Onde errei? O que deixei de dar a ela?

Não fui eu,foi Beth que estragou tudo,se queria dinheiro porque não me disse ,eu daria a ela quanto me pedisse.Mas não,preferiu me trair, roubar e destruir nossos sonhos de casar e ter filhos.

Porra como iria imaginar o gosto amargo que essa historia teria?

Confiei nela,olhei naqueles olhos azuis tão doces e tive a certeza.É ela,essa é a garota que esperei por toda minha vida e em pouco tempo ela se tornou o centro do meu universo.Demorei para enxergar a cruel verdade mas Beth é como todas as outras mulheres que conheço,uma vadia interesseira que quer me usar e usufruir dos luxos que meu dinheiro pode comprar.

Elizabeth foi persuasiva pude sentir pela aura de sua presença que não estaria seguro perto a ela.Eu fiquei cego de ódio,Deus sabe o quanto foi difícil me mostrar frívolo e impassível.Mas eu precisei puni-la fazê-la provar do seu próprio veneno e sofrer ao menos uma pequena parcela do que sofro até hoje.Ver a tristeza nos olhos dela doeu tanto em mim quanto nela,simplesmente não consigo evitar de amá-la a raiva e o rancor não ofuscaram meu amor.Eu prossigo a amando na mesma intensidade e com o mesmo fervor,mas obviamente não vou perdoá-la jamais.


- Michael,pensando na besteira que fez?_a voz grave de Brandon me fez sobressaltar.

- Não comece Brandon,hoje estou pra matar um!_protestei,me acomodando na confortável poltrona de couro.

- Mary,amiga de Elizabeth está aí aguardando para falar com você e eu realmente espero que não aja como um ogro,seja simpático não dói nada ser educado _advertiu cinicamente com o semblante inalterável.

- Por acaso acha que vou receber a cúmplice da vigarista interesseira?_soltei uma risada curta,batendo as mãos na mesa furioso.

- Sim,porque creio que sua irracionalidade não supera sua inteligência e ela tem algo a tratar com você que muda o rumo da história.Aliás nós temos porque a ajudei a vasculhar as finanças da Fabulous.Seu maldito orgulho não o deixou enxergar que Elizabeth nunca seria capaz de armar uma esquema como aquele,entretanto eu e Mary fazemos questão de abrir seus olhos_afirmou áspero se levantando e deixando ferozmente a sala da presidência.

Puta que pariu! Ótimo,até meu amigo de uma vida inteira resolveu se voltar contra mim.É simplesmente inaceitável a atitude inflexível de Brandon,defender uma vagabunda golpista ultrapassa todas as escalas do bom senso.

- Veja só,então finalmente vou conhecer Michael Jackson,o egocentrismo em carne e osso _a bela mulher de cabelos negros e olhos castanhos bradou, setando-se de frente para mim.

- Vá direto ao ponto Mary,não quero perder meu tempo com um assunto tão desagradável e uma mulher petulante feito você_sorri o mais natural que pude e afastei meus olhos do notebook pra encará-la.

- Você é um filho da mãe insolente e prepotente! E por sua culpa tenho a infelicidade de dizer que Elizabeth está desaparecida!_gritou,apontando o dedo no meu rosto.

- E o que eu tenho haver se Elizabeth foi sequestrada,morta ou qualquer coisa do gênero?_exaltei-me,apertando os olhos incrédulo com a tamanha falta de vergonha na cara da tal Mary.

- Minha vontade é de dar na sua cara,seu covarde desgraçado ! Mas vim em paz,para ter o prazer de ver toda sua arrogância declinar e se transformar em arrependimento _Abriu a bolsa e jogou diversos envelopes na mesa.

- Vamos,leia e veja com seus próprios olhos que a garota que julga ser uma mentirosa interesseira jamais desviou um centavo dessa empresa.Aí estão os documentos que provam para onde os milhões que lhe são de prestígio foram parar.E não se esqueça de assistir o dvd ,foi difícil mas conseguimos recuperar a gravação _esfregou na minha cara,lançando um olhar de pena,ódio a mim e saiu batendo a porta com força.

- Vou deixá-lo sozinho aconselho que assista o vídeo primeiro.Há muito tempo tinha desconfiança de desvios na Fabulous  e instalei câmeras e escutas na filial da empresa na Alemanha.Torço do fundo do meu coração que consiga se perdoar e nos ajude a encontrá-la_Brandon abriu um sorriso sem graça e eu abaixei a cabeça.Não sabia o que responder e só queria desvendar o mistério por trás dos desfalques da Fabulous. Minha certeza de Beth ser a culpada se dissipou e eu já não sei mais no que acreditar.


Alemanha,filial da Fabulous 3 meses antes...

- Jensen,sabe o quanto é arriscado? Estamos falando de milhões Michael pode ser um ingênuo e imbecil mas não é burro.

- Edgar,Michael me considera um irmão.Garanto que é seguro,sou a última pessoas na face da terra que ele não irá desconfiar.Além do mais sei manipulá-lo,só falta encontramos um idiota pra levar a culpa enquanto aproveitamos o dinheiro do otário sem preocupações.

- E tem alguém na vida de Michael que me parece ter serventia para ser ferrado.Meu grande amigo Jackson me comunicou por telefone que está namorando uma linda loira.Acredita nisso um dos homens mais ricos do mundo está de quatro por uma mulher?

- Isso é sem dúvidas maravilhoso,veio a calhar Jensen,encontramos uma adorável moça para assumir a culpa.É meu caro acho que a vadia irá servir para transferirmos o dinheiro em seu nome.Somos os filhos da mãe mais sortudos do mundo.E como se chama e pobre donzela?

- Elizabeth Montgomery,sabe ela é uma gostosa pena que não faz meu gênero.

- Ainda bem,porque um homem apaixonado só faz merda,não vê o palhaço do Michael.Consiga com que ela assine todas as transferências e falsifique a assinatura do besta do Jackson na procuração.

- Sim eu conseguirei,sabe Edgar,os maus se aproveitam dos bons e eu sei como atingir Michael Jackson o pegarei em seu ponto fraco,Elizabeth.


Michael



Não pode ser!_ berrei,exteriorizando minha revolta, atirando tudo o que vi pela frente na parede.Não sei que porra pensar,se choro ou rio da minha inocência e talento em bancar o babaca.Não confiei em Beth,a expulsei não só da minha empresa mas da minha vida, .Maldito orgulho ! Me fez perder uma mulher forte, bondosa.Feri ela de uma maneira cruel,fui um filho da puta sem escrúpulos.Perdi a conta de quantas vezes a ofendi e a rotulei de vadia interesseira,deveria ter acreditado naqueles olhos doces,me implorando por ajuda,é impossível uma garota tão meiga,ingênua como Elizabeth planejar um golpe desse cacife,o tempo inteiro ela estava apavorada,decepcionada e triste.
Fui o único que não percebeu que todas as vezes que minha garota dizia me amar era a mais pura verdade...E agora estou aqui definhando de remorso tentando encontrar um jeito de me redimir de toda a dor que minhas palavras brutais a causaram.Agi por impulso a agredindo e a diminuindo o máximo que podia.Queria vê-la no chão,castigá-la por a amar e cada batida do meu coração.Se já não bastasse ter humilhado covardemente e enfiado a mulher que amo na cadeia,ainda descubro que o homem que considero um irmão é um malfeitor mentiroso que só quer foder comigo e enriquecer as minhas custas.Jensen me desapontou como ninguém fez,talvez tivesse razão em rir da minha ingenuidade,sou mesmo um imbecil e mereço toda a porra do vazio interior que estou sentindo nesse momento.

Puta que pariu!!! Nunca vou esquecer da voz fraca,sussurrada,suave que soou como uma súplica no telefone.Elizabeth me ligou há alguns dias atrás e eu tive que segurar para não falar com ela e perguntar por que estava chorando.Mas não quis demonstrar que me importava,estava muito ocupado a crucificando por um crime que julguei que ela havia cometido,quando na realidade Beth foi usada como disfarce para enganar o trouxa .

Dar fim a essa vida desgraçada nem era uma hipótese,tenho a obrigação de encontrá-la nem que para isso tenha que mover céus e terra,atravessar os sete mares a trarei de volta.


Capítulo 29

Michael

- Michael,precisa se acalmar_pediu Brandon se solidarizando com minha situação.

- Porra! E  como vou ficar tranquilo? Eu a julguei,mandei-a pra cadeia,falei coisas horríveis e o tempo todo ela foi a maior vítima disso tudo. Eu tratei Elizabeth como uma vadia, a humilhei,sou um canalha egoísta,mereço esse sofrimento e o remorso me corroendo_desabafei colocando para fora toda a angústia da minha alma.

- Levante a cabeça e vá atrás do filho da puta que o apunhalou pelas costas_encorajou e eu busquei forças dentro de mim.É hora de acertar as contas com o traidor dessa história.

- É isso que farei Brandon ,ou fazê-lo engolir palavra por palavra e aprender a agir como um homem_enxuguei as lágrimas e com o sangue fervendo nas veias rumei até o departamento de Jensen.

***


Adentrei a sala e me sentei de frente para ele,faço questão de olhar dentro dos os olhos desse Judas! Cerrei os punhos deixando transparecer todo o ódio que senti ao assistir aquela gravação.

- Desligue essa droga!_ordenei,tirando bruscamente o telefone das mãos dele e arremessando o aparelho contra a parede.

- Mas o significa isso?_perguntou assustado. - Sua ex namorada o faz de palhaço,rouba sua empresa e desconta em mim_explodiu,aguçando ainda mais minha ira.Pulei no pescoço dele o segurando pelo colarinho com força e me contive para não estrangulá-lo até que perdesse o ar.

- Está maluco Michael? Quase me matou_respirou aliviado,ajeitando a gravata e soltou uma risada irônica.

- Eu teria o prazer de vê-lo agonizando de dor,seu desgraçado! Se tiver amor a merda da sua vida nunca mais abra a boca para falar de Elizabeth_ameacei e ele começou a rir sordidamente como se tivesse contado uma piada ou simplesmente não se importasse com minha fúria.

- Suponho que já saiba que sua queridinha foi apenas uma garota azarada que apareceu no momento certo para que eu colocasse em prática meu plano brilhante_disse tranquilamente com a mesma frieza e expressão de deboche.

- É e por meios os quais não te dizem respeito,pessoas de caráter me provaram o quanto estava cometendo um equívoco e enganado em relação a sua fidelidade.Parece que a decepção vem de onde menos esperamos.Quero que suma da minha empresa e se prepare para nos enfrentarmos num tribunal.Porque pode ter certeza que irei mover o inferno para enfiá-lo em uma cadeia.Juro que vou me empenhar inteiramente a foder com sua carreira e recuperar meu dinheiro.E você sabe eu sou um dos empresários mais poderosos do mundo e consigo tudo que quero e sempre cumpro com minhas promessas _urrei e sem dar chance dele retrucar ou se referir a mim com aquele cinismo nojento saí dali bufando antes que cometesse uma besteira e sujasse minhas mãos com um verme .


****

- Michael,temos um problema maior _enfatizou Brandon,entrando aturdido na sala da presidência.

- O que houve agora? _suspirei profundamente,direcionando um olhar triste a ele.

- Como Mary disse Elizabeth está desaparecida.Ela parece ter evaporado da face da terra,já acionamos a polícia e não conseguiram descobrir nada até o momento. Mary acaba de me ligar para dizer que achou o celular de Elizabeth dentro do carro que ela estava dirigindo quando tudo aconteceu.Tudo indica que as mensagens são do principal suspeito de ter envolvimento no desaparecimento de sua garota Michael _comunicou e eu senti meu coração doer devido ao impacto da informação

- Brandon vamos imediatamente atrás de Mary.A devo desculpas e quero estar a par das notícias,caso ocasionalmente aconteça o pior_levantei-me da confortável poltrona de couro.Olhei com pesar a ampla sala onde passei grande parte da minha vida e serviu de palco para diversos beijos apaixonados entre eu e minha loira encantadora.

- Eu vou encontrar você meu amor_jurei em voz baixinha sem nem saber por onde começar a procurá-la,mas tendo a esperança que o universo conspira a favor dos justos.

***

Em menos de uma hora já estava estacionando minha BMW na luxuosíssima mansão de Mary.Devastado e sem chão repeti mentalmente o mantra de que a encontraria Elizabeth e saí do carro.

- Brandon,estou extremamente envergonhado pelas ofensas que proferi a amiga de Beth.Fui tão grosso,para ser sincero não tenho a menor ideia de como me redimir de toda merda fiz_confessei e Brandon apenas prosseguiu,andando e me guiou até a suíte de Mary.

- É está venha_apenas assenti e após ele entrar o segui fechando a porta atrás de mim.

- Mas a que devo a honra da visita do homem convicto de que minha amiga não passa de uma filha da mãe ambiciosa?_ironizou,parando próxima a mim e cruzando os braços.

- Eu sabia que não era uma boa ideia_ressaltei balançando a cabeça em negativo e fazendo menção de dar meia volta e ir embora.

- Não você fica,não é hora de brigar precisamos nos unir.Mary nos mostre as mensagens,quem sabe não possamos entender melhor o porque desse sumiço de Elizabeth?_orientou e ela apenas pegou o celular na mesinha de cabeceira e entregou-o a mim.

Li atentamente com os olhos banhados por lágrimas as palavras cruéis e ameaçadoras evidenciadas no visor do iPhone.A cada sms vinha a confirmação dos meus medos,um choque de realidade terrível deixou as coisas claras em minha mente e tudo passou a fazer sentido. Como não pensei nisso antes ? Puta que pariu ! Dean...sim,é ele que está com ela !_vociferei.

- Dean,Mary, pode apostar que esse play boy desgraçado a sequestrou e a levou sabe-se lá para onde_conclui aturdido e completamente atônito,engasgado com essa possibilidade.

- Claro Michael,também penso assim,só não entendo o que aquele doente pode estar tramando.Há algo estranho por trás desse sequestro_cogitou,fazendo minha aflição crescer dentro do peito.

- Se é dinheiro que ele quer eu dou o quanto quiser.Vamos achá-la Mary,eu vou consertar a besteira que fiz_promet, mesmo sabendo que não seria nada fácil pois nem pistas concretas temos.

- Elizabeth o ama Michael,tudo poderia ter sido diferente se não tivesse duvidado dela.Minha amiga queria mais que qualquer coisa no mundo provar que não era a verdadeira responsável pelos desfalques da Fabulous.Deveria ter a protegido,cuidado dela,agora graças ao seu orgulho Elizabeth está em perigo_condenou,apontando o dedo no meu rosto.

- Não é hora para tentar achar o culpado,precisamos nos unir. Enquanto discutem Elizabeth pode estar comendo o pão que o diabo amassou nas mãos de um bandido violento.O delegado Forbes que inclusive é meu amigo,está investigando a fundo e seguindo as poucas pistas que conseguiu.Talvez o celular ajude a localizá-la_supôs Brandon,fingindo uma certa calma o que não cooperou muito já que continuei me sentindo péssimo.Como poderia ser diferente? Sou o maior culpado,estraguei tudo,se algo acontecer a ela nunca vou me perdoar.

- Está coberto de razão Brandon,ao menos alguém aqui consegue manter os pés no chão. Mary,eu sei que agi como um covarde e fui asqueroso,cruel,mesquinho com Elizabeth mas eu imploro,sei que não mereço,mas por favor deixe-me ir até o quarto dela,eu a amo com todas minhas forças_toquei as mãos dela emocionado,manifestando sem receio ou qualquer sentimento de vergonha minha dor.

- Você realmente não merece Michael,mas apesar de tudo se Elizabeth o ama é porque deve ser um homem íntegro.O quarto dela é o segundo a direita no final do corredor_informou e percebi Mary ficou tocada com minha confissão sincera.

 Engoli o choro e corri para o quarto de Beth.Destravei a fechadura e entrei vagarosamente no local.O perfume de rosas dela invadiu minha narinas e por um momento todo meu martírio cessou.Deitei-me na cama dela e abracei um travesseiro com o cheiro floral que tanto amo.Fechei meus olhos e as lembranças de nossas noites de amor me fizeram sorrir.Deus! Como sinto falta de tê-la em meus braços,do calor de seu corpo.O medo de não poder me desculpar e a ver sorrindo para mim novamente me faz provar o gosto salgado das lágrimas.

Quando penso que o maldito filho da puta que a atropelou propositalmente mesmo estando grávida está com ela o ódio e sede por justiça me dominam.

Caminhei até o enorme closet da suíte e observei que havia uma caixinha de veludo por entre alguns vestidos dentro de uma bolsa entre aberta .Com as mãos trêmulas e coração despedaçado tomei coragem e abri a embalagem.Ao ver o colar de rubi que dei a ela no dia que a pedi em namoro não detive mais a vontade de cair aos prantos e me joguei no chão me encolhendo ali mesmo.

Meu amor estou indo,por favor aguente só mais um pouco_gritei num fio de voz,afundando meu rosto nos joelhos e me permitindo chorar compulsivamente.



Capítulo 30

Elizabeth


- Vamos... levante,vadia!_arrastou-me pelo cabelo sem a mínima delicadeza.

- Qual sua ideia brilhante? Me torturar até ligar pedindo o resgate a Michael e ele se negar?_depositei toda a raiva e força pude e desferi um tapa no rosto de Dean que o fez virar o rosto,e certamente deixaria um belo hematoma.Dane-se que se ele quer me matar que faça,contanto que deixe Michael fora disso.

- Então a boneca resolveu ficar insolente? Pois saiba que se isso se repetir,vou matá-la de uma forma lenta e muito dolorosa.Não sabe com quem está se metendo Elizabeth? _fechou os punhos e me deu um soco que fez meu rosto sangrar,sem suportar me manter de pé fui direto de encontro ao chão.Queria pular em cima dele e o esbofetear até meus punhos doerem,mas por meu filho teria que aguentar firme.Se não estivesse grávida eu mesma o mandaria me matar pra livrar Mike desse doente cometeria qualquer insanidade.

- Espero que tenha aprendido a lição e comporto-se até seu príncipe pagar o resgate,já sabe garota fique de bico calado.Da próxima vez deformo seu rostinho de anjo _ameaçou com um ódio descomunal.Sei que tem capacidade de cumprir essa promessa.

- Fique tranquilo,não vou mais me impor ou te enfrentar_abaixei a cabeça e levei a mão a minha boca,limpando o sangue que escorria do corte profundo que o soco provoco.

- Assim que se fala,é uma menina esperta sempre soube que se daria bem garota e não é que fez o milionário se render aos seus encantos_puxou meu queixo me encarando com sarcasmo.

- Eu o amo,Dean de verdade,tanto que chega doer_confessei com os olhos marejando.

- Ah... que comovente,com certeza está louca pela conta bancária do empresário_soltou uma gargalhada perversa. - Ficará sem comida por hoje,é um pequeno castigo pelo atrevimento e a propósito antes do que imagina vou ligar para seu namorado bilionário_avisou saindo e me trancando como uma prisioneira naquele porão sujo.

 Assim que ouvi seus passos se afastarem,corri até um pequeno banheiro que havia a minha disposição e enfie minha cabeça na privada vomitando incessantemente,quanto mais colocava tudo pra fora mais meu estômago embrulhava.Continuei vomitando sem parar,até perder a noção do tempo.Quando senti que conseguiria me equilibrar com minhas próprias pernas levantei-me com dificuldade e lavei meu rosto.Retornei a escuridão do porão sentindo minha cabeça girar junto com tudo ao meu redor.

Esse tempo que estou trancafiada aqui as vezes sem comida,apanhando constantemente está me deixando fraca,se Michael não me encontrar rápido posso não resistir.Não preciso de exame nenhum para confirmar,sinto que o nosso amor gerou frutos,e um pedacinho do homem que amo crescendo dentro de mim.Agora os sintomas de gravidez são frequentes e intensos.É por isso que estou aguentando todo esse inferno por você meu filho,pelo homem que amo_acariciei meu ventre orando baixinho para que Michael me resgatasse e que os anjos protegessem nosso filho.Talvez meu destino seja sofrer mesmo...




Michael 
 
Mergulhei em uma tristeza irremediável.É eu sei é um caminho sem volta mas não posso evitar,essa porra de consciência pesada está me matando aos poucos.Minha vida se resume a trabalhar o dia todo feito condenado,voltar pra casa,chorar e beber,até desmaiar.Contratei um detetive e me mantenho a par das investigações com o delegado que cuida do caso de Elizabeth No início cogitamos a hipótese de ser um sequestro e eu ficava plantado no celular esperando por um telefonema dia e noite. .Combinei com o FBI que concordo em pagar qualquer quantia que o filho da puta pedir.Por minha loira encantadora pago o preço que for,pra tira-la das mãos desse bandido de merda me desfaço de bilhões se necessário.As vezes penso no quão ela pode estar sofrendo, com fome,frio,ferida. Porra se aquele imbecil encostar um dedo nela juro que arrebento a cara dele até implorar para que eu pare.Já não basta ter matado o filho dela agora o infeliz volta direto do inferno e some com ela. Puta que pariu quero ter o prazer de enfiar esse verme na cadeia e o ver apodrecendo preso e eu o farei,nem que seja a última coisa útil que faça na minha vida.

- Michael,ainda jogado nessa cama? Precisa reagir a caminhada é árdua mas encontraremos sua garota_garantiu Brandon com um olhar de reprovação sentando ao meu lado na cama.

- Não sei de mais nada,cheguei no fundo do poço,estourei meu limite de paciência.Dean parece ter evaporado da face da terra e levado Beth junto_exteriorizei minha aflição e me causou ânsia de vômitos pensar que Dean pode ter abusado de Elizabeth. - Eu o mato!_gritei e Brandon me olhou preocupado é estou enlouquecendo ele tem razão de se alarmar.

- Michae, não vale a pena...O FBI me informou que acreditam cegamente que se trata de um sequestro.Vamos aguardar,ele irá ligar_deu um tapa no meu ombro a fim de me confortar e trazer-me de volta ao foco.

 - Michael seu celular.Olhe,número desconhecid, sabe que pode ser ...._não deixei Brandon concluir e arranquei o iPhone da mão dele.

Respirei fundo mantendo o equilíbrio e levando o celular ao ouvido.


Ligação on #
 

- Alô com quem falo?_perguntei naturalmente,sem dar na cara ou demonstrar nervosismo.

- Escute bem, nada de bancar o engraçadinho Jackson ou corto a garganta da sua namoradinha.Não estou de brincadeira retalho Elizabeth e mando os pedaços pra você enterrar _soltou uma gargalhada nojenta que soou como uma prova da sordidez do homem do outro lado da linha. Ouvi-lo falar com essa frieza me fez sentir como se uma espada atravessasse meu coração.

- Calma aí... quem falou em envolver a polícia? Não a machuque,eu imploro,dou quanto quiser só a liberte_fiz um sinal com a mão pra Brandon avisar o delegado sobre as novidades exatamente como tratamos.

- Quero 500.000 milhões de dólares e nem pense em ser espertinho.É no dinheiro vivo,você entrega a grana e eu devolvo sua princesinha sã e salva,sem nem um arranhão _afirmou com a mesma voz irônica e repugnante.

- Feito eu aceito te dou os 500.000 milhões mas não encoste em Elizabeth é minha condição_propus com a voz branda sem me exaltar ou dar indícios de preocupação.

- Fique tranquilo,estou cuidando muito bem de sua namorada ela vale ouro Jackson_disse e pude sentir que se divertiu com meu apelo.

- Assim que quiser vou ao lugar que marcar e te entrego o dinheiro.Fica a seu critério como será feito_esclareci,dando abertura para que ele confiasse em mim.

- Não gosto de perder tempo,então preste atenção...Amanhã de madrugada receberá um e-mail com o endereço e as instruções de como efetuaremos a troca.Só um detalhe venha sozinho é inútil achar que pode me passar a perna se meter a policia nisso pode dar adeus a sua princesinha fui claro?_ressaltou áspero antes que tivesse a chance de responder finalizou a ligação.


Michael
 

- Finalmente Michael,agora é só agir com cautela.E informar o delegado Forbes_comemorou Brandon sem saber minhas reais intenções.

- Peraí,não está pensando em...Merda Michael! Isso é pedir pra morrer_censurou,irado com o risco a qual pretendo me expor.

- Claro que irei me prevenir e a policia estará escondida próxima ao local do cativeiro,mas se ele entregar Elizabeth sem dar pra trás dou dinheiro e pacificamente damos o fora deixando a justiça entrar em ação_expliquei tenso sem conseguir tirar meus pensamentos de Elizabeth.

- Tem meu apoio,esse valor não lhe fará falta.Elizabeth é prioridade e pode ir pondo um sorriso no rosto que em breve ela estará de volta para foder com seu auto controle.Terá que se desdobrar pra ser merecedor do perdão de sua garota_frisou com ar de desânimo e sim Brandon sabe o quanto terei que penar para reconquistar minha loira encantadora.

- Nem me lembre,ainda tenho que encarar o furacão chamado Elizabeth Montgomery. Ah...como sinto saudades,confesso que estou mais aliviado de saber que amanhã ela estará quem sabe em meus braços_sorri feito bobo  o apaixonado assumido que de fato me transformei.

- Vou indo,e trate de descansar precisaremos de energia amanhã _aconselhou, se despedindo de mim e assumindo a responsabilidade de ir até a casa do delegado Forbes.

Deitei minha cabeça no travesseiro mantendo acesa dentro de mim a chama da esperança.Há uma luz no fim do túnel eu te trarei de volta meu amor,jurei mim mesmo sorrindo e adormecendo após dias de insônia com uma sensação de paz indescritível.


Elizabeth
 

- Levante daí Elizabeth,vamos... vista isso e coma a comida que eu trouxe para você_ordenou com a expressão serena e pude imaginar motivo de tanta gentileza.

- O babaca do Jackson se comprometeu a pagar seu resgate,então precisa estar disposta_caminhei até uma cadeira velha de madeira que havia junto com una mesa antiga e peguei o vestido preto curtíssimo com um decote exagerado.Jamais usei algo tão sensual,não é meu estilo mostrar tanto meu corpo,odeio vulgaridade.

- Vai cumprir com o trato e me deixar ir embora daqui Dean? Ou está pensando em dar cabo de mim?_perguntei com a voz embargada.Só consigo pensar no meu filho, uma criança inocente que não merece pagar pelos erros dos outros.

- Bom,você entenderá quando for a hora querida,mas se tranquilize porque preciso de você mais viva do que nunca _suas mãos ásperas percorreram a lateral do meu corpo,me arrepiei da cabeça aos pés,sentindo repulsa do sorriso malicioso escancarado nos lábios de Dean.

- Poderia me dar licença,preciso me trocar e ficar apresentável já que hoje é o grande dia_pedi tristemente,bem,no fundo algo me diz que meu sofrimento não termina aqui.Dean,não me deixará ir embora com Michael ele tem outros planos para mim.

- Claro,mesmo assim desleixada, magra e pálida continua gostosa Elizabeth,devo admitir o otário do Jackson tem um ótimo gosto pra mulheres_apertou minha cintura e em seguida jogou meu cabelo no ombro,beijando minha nuca me fazendo estremecer de nojo,ódio,raiva,medo meus sentimentos se modificam tão rapidamente quando percebo que estou nas mãos de um maníaco doente.

- Agora vou deixá-la se arrumar.Esteja linda! Hoje a noite é nossa..._segurou meu queixo com força e por um instante temi por meu futuro.Dean está obcecado e nada pode ser mais perigoso do que uma obsessão nessa proporção.Estou totalmente fodida esse maluco nunca me deixará livre só me resta aceitar p que vira com resignação,pelo meu filho me submeto as humilhações e maus tratos de Dean e se preciso abdico da minha felicidade.


Michael

- Michael,vamos estar de tocaia o tempo todo.Já programamos tudo,vai sozinho entregar o dinheiro enquanto estaremos observando atentamente toda a movimentação do lugar,se Dean tentar algo contra você é só um toque no visor do celular e entramos em ação.Lembre-se de não dar nenhuma mancada qualquer distração e ele nos descobre_advertiu Forbes com uma expressão seria extremamente focado em realizar seu dever.

- Obrigado,delegado.Farei tudo conforme combinamos...é a vida da mulher que amo em jogo_abri um sorriso de lado e nos dirigimos para o aeroporto particular onde pegaríamos o jatinho e seguiríamos viagem rumo local onde Dean marcou para a entrega do dinheiro.

O endereço que ele informou condiz com um típico esconderijo de bandidos.Até onde entendi o lugar afastado próximo ao Texas é propicio para e ideal para prática de atos ilícitos.Maldito orgulho ! Se tivesse acreditado na palavra de Beth,talvez agora estaríamos casados felizes com destino a nossa lua de mel mas fui ingênuo,egoísta e no final das contas quebrei a cara não com minha namorada mas sim com o amigo quer julgava ser parte da família e um exemplo de honestidade.Quem vê cara não vê coração por trás daqueles sorrisos havia um homem calculista, invejoso obstinado a me destruir e possuir tudo que me é de apreço.

Sobrevoamos parte dos Estados Unidos e em algumas horas estávamos pousando no Texas,o FBI repassou o esquema comigo Antes de seguirmos ao covil de cobras e fiquei impressionado com o empenho deles em garantir minha proteção. Uma SUV preta já me aguardava no aeroporto.Juntamente com a ajuda do motorista e agentes do FBI guardamos no porta malas as maletas com a quantia exata exigida por Dean e saímos para a missão especial,recuperar Elizabeth e prender o filho da puta que a perseguiu e a fez mal durante todos esses anos.


(...)


- É aqui! _desci do carro silenciosamente e chequei o horário no meu rolex dourado de pulso. Confirmei que estava adiantado e sem fazer alarde retirei as maletas com o dinheiro do porta malas.Caminhei pelo matagal escuro e isolado sem olhar pra trás,haviam viaturas escoltando todos os arredores a vigilância teria que garantir que Dean não escape Avistei uma pequena casinha com janelas quebradas e deduzi de imediato que era ali que o filho da puta manteve Beth encarcerada.Nunca fui o tipo de pessoa religiosa mas foi inevitável não olhar para o céu e pedir a Deus forças.Não sei o que está por vir e não tenho a menor ideia se sairei daqui vivo.Contemplei as estrelas e me lembrei que na noite que me declarei a minha loira encantadora o céu estava assim estrelado,de repente todos os momentos que vivemos passaram em minha cabeça como um filme. Sorri ao pensar no sorriso doce dela agraciando minhas manhãs após fazermos amor,a saudade tem me matado e tudo que desejo é poder tocar o rosto dela.

Fui despertado de meus devaneios pela figura do homem alto,grisalho e aparentemente calmo.

- Trouxe o que meu chefe pediu?_perguntou com a voz alterada,me encarando desconfiado.

- Opa vamos lá cara onde está Elizabeth? Trouxe os 500.000,00 milhões agora me diga Dean está com ela?_exigi,perdendo o controle a ponto de quebrar a cara do infeliz e obrigá-lo a me levar até Beth.

- Primeiro a grana,levo as maletas e Dean virá entregar a garota, ele só quer conferir se o valor bate com o que trataram_explicou nervoso e comecei a formular na minha cabeça a hipótese que havia algo mal contado nisso tudo.

- Preciso vê-la_protestei e o grandalhão riu do meu pedido.

- Pode comandar sua empresa mas aqui quem dita as regras sou eu.Entregue a porra do dinheiro ou volto agora mesmo de mãos vazias e pode ter certeza,que Dean matará sua bonequinha de porcelana sem titubear_bradou com as veias quase saltando do pescoço pela raiva.

Merda...não há mais saída a não ser confiar e contar com a sorte.

- Tudo bem,está aqui! Quero Elizabeth aqui o mais rápido possível_entreguei-lhe as maletas com o dinheiro,tendo consciência de que não seria tão fácil.O desgraçado armou uma cilada e vai sumir daqui com ela é isso O homem correu mais do que depressa assustado até a casa abandonada e sentei em uma pedra me preparando para invadir o barraco.Sim,não há outro jeito de solucionar esse problema,obviamente a mente doentia de Dean planejou tudo com exatidão ele pode me matar mas não sairá daqui com minha loira.Nem fodendo.


Elizabeth
 

- Então o valor confere com o que ele prometeu,Dean?_encostei-me na soleira porta entreaberta, observando por um buraco onde a madeira quebrou a conversa não gostando nem um pouco do olhar sombrio de Dean.

- Sim,ele não mentiu pelo visto o Jackson está mesmo caído de amores por Elizabeth_berrou irado e não compreendi seu ódio posso estar enganada ou isso é ciúmes.

- Vai levar a garota ou quer eu leve e o encontre no carro? _Dean disparou a rir e meu coração apertou ao ver o quão desequilibrado e doente está.

- Elizabeth irá conosco Jordan acha que a entregarei de mão beijada para o otário do Jackson.Ela é minha,está ouvindo? Foi mais fácil que pensei tapear o milionário,agora o próximo passo é dar o fora daqui levando minha rainha comigo_sua risada maléfica ecoava pelos meus ouvidos e eu entrei em choque,sou capaz de tudo pelo meu filho,mas daí a ser a puta de Dean prefiro a morte a isso.

- Elizabeth,não sabe que é feio ouvir conversa atrás da porta? _a voz autoritária e estridente,me repreendeu e senti meu corpo sendo jogado brutalmente contra parede.

- Não gosto de ser contrariado,portanto vou deixar que escolha,querida. Tem duas opções.a primeira e mais inteligente,sensata é aceitar viajar e se casar comigo.A segunda.é se negar a ser minha mulher mas nesse caso é bom que saiba eu matarei seu príncipe e darei uma lição na sua amiga como é mesmo o nome dela ? Ah,sim é Mary_puxou meus cabelos com violência,mas já estou tão anestesiada a dor física que nem me importei.Meu cérebro só consegui processar que fui abandonada e humilhada pelo homem que amo,presa,sequestrada,torturada,espancada e agora terei que me sacrificar pelas pessoas que mais amo no mundo.

- Faço o que quiser...só não faça mal a Michael e a Mary,por favor_implorei, chorando com todas minhas forças com vontade de gritar por ajuda,será que ninguém pode me tirar desse abismo?

- Ótimo... boa menina.Venha,não temos tempo a perder o helicóptero nos espera querida_sussurrou no meu ouvido e meu nojo por ele triplicou.Por favor Meu Deus me ajude,me tire daqui suplicava em uma prece silenciosa.

- Dean,temos que sumir esqueceu que o empresário está lá fora ele não é burro _alterou a voz o homem apavorado e ouvir que Michael estava ali tão perto me fez sorrir e alimentar dentro de mim a fé de que ele não desistirá de mim e me encontrará.

- Jordan vá na frente,antes de sair prenda Elizabeth no porão,ainda tenho alguns assuntos mal resolvidos_ordenou com um ar de ironia. - Quero me divertir com minha noiva um pouco antes de embarcarmos,sabe delícia,mal posso esperar para fodê-la gostoso,e levá-la a um prazer que nem sequer pode imaginar _murmurou.me fazendo questionar o por que de ter que passar por tudo isso,que sentindo pode ter minha vida? Estou prestes a ser estuprada pelo homem por qual  sinto pavor,aversão e um ódio absurdo.Seria bem melhor morrer,um alívio,se ao menos pudesse escolher.Nem tentei me defender e deixei que o capanga dele apenas me jogasse no ombro,acatando as ordens do patrão.É fim de linha para mim,quando Dean descobrir da gravidez irá me matar sem dó nem piedade,estou perdida...


                                               Capítulo 31

Michael

Puta que pariu!!! Quero o que mundo exploda,simplesmente estou pouco me ferrando irei entrar naquela casa e se for preciso socar o desgraçado do Dean ou matá-lo eu farei.

- Ora... ora.... se não é um dos homens mais poderosos,e ricos do país ,devastado e quase infartando por sua donzela perdida ?_provocou o homem de pele clara e olhos verdes nebulosos.Finalmente o confronto entre mim e Dean sem ninguém para atrapalhar,esse filho de uma puta vai aprender a não mexer com a mulher dos outros nem que seja na pancada.

- Seu desgraçado! Onde está Beth? Me diga o que fez com ela?_parti pra cima dele com toda a fúria que contive desde que soube do sequestro.O enforquei com brutalidade,e prossegui com as mãos firmes em seu pescoço.Eu o mataria mas antes que o fizesse fomos rodeados por diversas viaturas e Forbes me impediu de dar fim no bandido de merda.

                                          
- Pare Michael! Fim de linha pra ele,vamos pegar sua garota.Não suje suas mãos _gritou,me sacudindo e me trazendo de volta a realidade,me afastei de Dean e o delegado avisou que precisávamos conversar em particular,seguimos a um  canto escuro e eu não estava gostando nada disso.

- Michael,vamos invadir a casa quer vir conosco?_propôs Forbes quando percebeu que eu já estava mais calmo,apenas assenti com a cabeça e o acompanhei a passos rápidos até o cativeiro onde minha loira encantadora deve estar presa.

(...)

- Beth,meu amor está aí? Sou eu o Michael,se estiver aqui dê algum sinal meu amor_murmurei com a voz arrastada e ouvi ruídos porém não consegui identificar o local de onde vinham os barulhos.

- Ouça Michael,vem do porão... _disse Forbes tirando um tapete velho e abrindo a entrada que dava pra o andar subterrâneo da cabana.

Forbes desceu e eu o segui analisando sutilmente o porão escuro,com alguns móveis velhos.Meus olhos passearam curiosos pelos objetos antigos até o instante que avistei Beth jogada num colchão velho amarrada e abatida.Meu coração batia desenfreadamente e um sorriso de alívio e alegria nasceu em meu rosto. Me aproximei dela e me fiquei de joelhos perto a ela,dei um suave beijo em sua testa e Beth sorriu sem graça. Foi castigante vê-la tão pálida,com marcas avermelhadas nos braços e hematomas ao redor dos olhos e boca.Desamarrei as cordas que envolviam seus pulsos e pés,tirei meu paletó e cobri o corpo dela,me preocupei com o estado fragilizado da minha loira encantadora,estava trêmula incapaz de manter os olhos abertos e isso doeu em mim.Droga a culpa é minha se não fosse meu orgulho Elizabeth não teria passado por todo esse tormento.

- Acabou princesa eu estou aqui e prometo consertar toda a merda que fiz.Serei merecedor do seu perdão,dedicarei minha vida a ser fiel,não deixarei a confiança quebrar nunca mais_peguei-a em meus braços e o delegado,acolhendo minha loira encantadora em meu colo,enquanto o Forbes terminou de averiguar o local.

***

A ambulância não tardou a chegar e rapidamente seguimos caminho ao hospital.Enfim o primeiro desafio foi vencido Dean foi preso e irá passar o resto dos seus dias no lugar que merece uma cadeia de força máxima.A minha prioridade tornou-se Elizabeth sei que errei e cometi um equívoco irreparável mas eu a amo e creio que um amor assim não deva ser desperdiçado.Sofri feito um condenado durante todo esse período conturbado.Talvez não mereça uma garota pura,boa como Beth ou devesse esquecê-la e a deixar seguir seu caminho longe de mim,porém não consigo parar de amá-la,quero uma segunda chance no amor,a oportunidade de fazer uma mudança dentro de mim.
- Ai...ai.. Deus não aguento mais dói tanto_choramingou Elizabeth com os olhos cheios de lágrimas.Ah...se eu pudesse trocaria de lugar com ela e passaria por tudo isso em seu lugar.

- Shhh...relaxe estou aqui segurando sua mão amor.Já vai acabar_confortei-a deslizando minhas mãos por seus longos cabelos loiros.

- Mi...Michael você descobriu que não sou a vadia interesseira que o pensou_murmurou com a voz baixinha e me fez sentir o mais insensível e estúpido dos seres humanos.

- Espero que algum dia possa me perdoar eu te amo,minha vida não vale a pena viver se não estiver ao seu lado_revelei já não contendo a emoção.

- Eu te amo mais tentei te odiar mas falhei nessa tarefa pois sou definitivamente apaixonada por você_confessou com dificuldade pelas dores intensas.

- Shh,não faça esforços_toquei a mão dela e me senti amparado ao perceber que os médicos já estavam fazendo a preparação para removê-la com segurança da ambulância.

Elizabeth deu entrada no hospital gravemente desidratada.Não entendi de fato o real motivo das pontadas na barriga que ela reclamou e os enjoos constantes.

***

Andei de um lado para o outro na sala de espera até minhas pernas não aguentarem,fiz telefonemas importantes,chorei,e ainda sim nada de notícias da minha loira encantadora. É enlouquecedor não saber se a pessoa que você ama ainda está respirando.De toda essa tragédia o único lado positivo é que eu descobri que o amor não é posse,ao contrário ele deve ser cultivado dia após dia em seu coração.Posso dizer com convicção um "eu te amo", mas se não demonstrar a veracidade desse sentimento de nada me serve.Talvez,seja por isso que me dei conta da importância de valorizar as pessoas enquanto estão perto de nós,pois nunca sabemos quanto temos com alguém.Tive que trilhar o caminho árduo do arrependimento pra aprender o quão confiei em palavras gentis,em sorrisos falsos e principalmente subestimei a ganância humana.

- Sr. Jackson é o acompanhante responsável pela paciente Elizabeth Montgomery?_o médico simpático e extremamente bem educado perguntou.

- Sim,sou...um amigo_confirmei sem jeito.afinal tenho vergonha de ter agido feito um canalha.

- Ela está estável, e a criança também está bem,amanhã mesmo darei alta em Elizabeth não há com o que se preocupar _anunciou e um sorriso imediatamente despontou nos meus lábios levando embora toda a tristeza de semanas atrás. - Deus... vou ser pai!_saí pulando,comemorado e o médico começou a rir da minha reação súbita e exagerada.Quem diria pra quem a vida se resumiu a orgias até que tomei o rumo certo.

- Isso é sério Dr. ela está grávida ou são apenas suspeitas?_perguntei exasperado com a novidade mordendo o lábio nervoso.

- Sr. Jackson... já realizamos os exames e eles mostram claramente a gravidez de 2 meses de sua amiga_reafirmou,segurando o riso.Sim,até o médico me acha um ridículo,e quer saber é exatamente esse cara que me tornei o bobo
apaixonada,que chora e morre de saudades de sua garota.O galã de filmes de romance que beija o chão que sua princesa pisa,e tem necessidade de proteger a amada,estar sempre perto.Esse é o Michael após conhecer Elizabeth Montgomery um maricas assumido.

- Muito obrigado,acho que não fui convincente.Está na cara mas mesmo assim prefiro esclarecer sou o pai dessa criança, e o ex namorado e futuro marido de Elizabeth_disse criando expectativas,mesmo sabendo que não será fácil domar a fera.

- Parabéns...papai,estou feliz por vocês.O bebê está saudável,com certeza será uma gravidez tranquila_Parabenizou,apertando minha mão e eu permaneci estático em êxtase,completamente exultante com a ideia de ser pai vendo o médico sair dali em câmera lenta.

                                             
                                               Capítulo 32

 Michael


- Michael como ela está?_Mary me abraçou,chorando sem parar.Estou tão nas nuvens ao saber que serei papai que nem a vi a chegar.

- Elizabeth ficará bem,amanhã mesmo irá pra casa_expliquei e Mary sorriu se recompondo.

- Graças a Deus,só de pensar no inferno que deve ter sido para ela estar perto do desgraçado do Dean meu coração sangra_lamentou com olhar triste.

- Mary,por acaso Elizabeth comentou com você a respeito de estar grávida?_franzi o cenho a olhando com atenção. Certamente,Beth não tem segredos com a amiga o que me leva a crer que não escondeu a gravidez de Mary.

- Gra..gravidez oh...Meu Deus Michael!_tapou a boca com as mãos tão surpresa quanto feliz com a novidade.É parece que me enganei e por alguma razão minha loira encantadora manteve a gravidez guardada a sete chaves como se não quisesse que isso chegasse aos meus ouvidos.

- Mary,essa é sem dúvidas o maior presente que ela poderia me dar,me sinto completo,uma sensação maravilhosa,é como flutuar_sorri de canto a canto expressando o quão aprecio crianças e que Beth está realizando um dos meus maiores sonhos.

- Antes de tudo acontecer,e Elizabeth ser acusada injustamente passamos uma noite em claro conversando e ela me falou sobre o orfanato que você fundou, estava orgulhosa e ansiosa por vê-lo assumindo o papel de homem de família ,acredita que nasceu para paternidade e dará um pai espetacular_revelou estreitando o cenho me fazendo ir ao sétimo céu,sim fiquei radiante ao ter a certeza de que Beth também pensou em construir uma família ao meu lado.

- Será que algum dia Elizabeth será capaz de perdoar por toda a merda e sofrimento que a fiz passar?_suspirei pesadamente,temendo perdê-la e sabendo que se minhas previsões se concretizassem Beth nunca mais iria querer olhar na minha cara e ele teria toda a razão em me desprezar.

- Vai sim Michael,terá que ter paciência porque a feriu muito com suas palavras cruéis.Não sei se de imediato Elizabeth irá te receber de braços abertos, ela precisa de tempo para absorver e superar tudo que vivenciou nesse ultimo mês,enfim as feridas irão cicatrizar,talvez esse processo demore demasiadamente ou quem sabe seja rápido_deu sua opinião sincera e fiz um sinal com a cabeça concordando com ela,para cada escolha que fazemos em nossas vidas há consequências e quando agimos por impulso a chance de se ferrar se duplica.Estou colhendo o que plantei.

- Quero que saiba que que estou arrependido e envergonhado. Se soubesse voltava no tempo e faria tudo diferente_ressaltei,sentindo vontade de bater minha cabeça na parede por ter sido um egoísta insensível e sem escrúpulos .

- Não é hora de procurar o culpado o importante é que Elizabeth e o bebê estão bem o resto você corre atrás Michael_encorajou,me ajudando a erguer a cabeça e tentar recuperar o tempo perdido.

- Obrigado Mary não adianta ficar nesse flagelo o foco deve ser tentar reconquistar minha loira encantadora_conclui minha linha raciocínio e obviamente Mary não resistiu e acabou gargalhando do apelido carinhoso que dei a Elizabeth.

- Loira encantadora...Michael?_pigarreou contendo o riso. - Só você mesmo... sempre bem humorado.Okay,admito que adorei seu jeito doce de nomear Elizabeth_pós a mão na barriga chorando de tanto rir.Se o amor não fosse ridículo não seria amor,e sim faço parte dos clube dos bundões apaixonados.

- Ah... mas combina com ela e é melhor a palavra mais romântica que encontrei para defini-la não vai querer saber as outras coisas que penso dela _dei de ombros,sentindo meu pênis criar vida apenas em pensar nos gemidos deliciosos na minha loira gostosa enquanto fazíamos amor.

- Seu tarado! Impressionante como sempre tem que usar essas expressões com duplo sentido_revirou os olhos e antes que pudesse me defender da acusação infame o médico grisalho, e educado liberou que visitássemos a Beth alegando que seria bom pra ela.

***

A cor branca predominante,o ambiente limpo ao extremo e torturantemente silencioso.

Respirei fundo e adentrei o luxuoso quarto de Elizabeth.A princípio ela estava dispersa e nem notou minha presença_dei uma leve tossidela e imediatamente a vi voltar-se a mim.Meu coração acelerou no peito e as palavras me escaparam.Havia tanta coisa a ser dita,tantos desentendimentos, desencontros e uma angústia inquietante me dominou.Tudo que queira dizer ficou entalado em minha garganta e simplesmente coloquei a mão no bolso da calça e me aproximei da cama dela.

- Michael,estou tão descabelada e horrorosa que o assustei assim.Pode me tocar não mordo não ainda_assegurou divertida e busquei em seus deslumbrantes olhos azuis um resquício se ódio,decepção,mágoa e tudo que encontrei foi amor,sim os olhos de Beth me olhavam com uma ternura sublime e eu não detive minha vontade de abraça-la,mais rápido que pude me inclinei e a apertei em meus braços.

- Michael desse jeito vai me quebrar estou aqui não vou a lugar algum_bagunçou meu cabelo e eu fiquei ainda mais confuso e feliz,depois de tudo que aprontei não era esse tipo de tratamento que esperava receber.

- Tudo bem como está, se sentindo?_acariciei o rosto dela me sentindo em paz ao vê-la sorrindo,acho que se a perdesse não suportaria.

- Tirando as dores nas costas e as escoriações quase imperceptíveis estou ótima.Aliás nos estamos_levou minha mão a sua barriga e tivemos ali nosso momento mágico.

- Por que não me contou que estava grávida? Isso mudaria tudo..._murmurei já sabendo a resposta da minha pergunta,cego de ódio seria capaz de rejeitar meu próprio filho.

- Pra que Michael? Você diria que sou uma vadia interesseira,a qual só quis se aproveitar da sua fortuna,mandaria eu realizar um teste de DNA e tiraria meu filho de mim quando nascesse. Não queria me sentir ainda mais humilhada_desviou o olhar,a ponta de chorar, fazendo-me eu me sentir um grande imbecil egocêntrico e desprovido de sentimentos.

- Beth,sei que nada do que eu disser pode mudar o quão fui duro e perverso com você.No fundo tudo que falei foi da boca para fora,queria que sofresse na mesma proporção que sofri,te punir por amá-la desesperadamente e não ser capaz de assumir o comando do meu coração_  fitei-a constrangido por me abrir e expor meus sentimentos como nunca fiz antes.

- Michael,nunca alguém em toda minha vida me magoou como você, quando Jensen armou aquela cilada para mim e me enfiou numa cadeia.Desejei estar morta,tudo que sabia fazer era chorar e me questionar o por que de ter quebrado nosso pacto de confiança? Me tornei uma garota arrasada,frágil,amargurada,só sabia chorar pelos cantos e me lamentar,estava tão devastada que cheguei a sentir ódio,sim te odiei por ter me virado as costas,me insultado e principalmente por ter preferido acreditar em Jensen.Desnecessário dizer que nada disso precisaria ter acontecido se tivesse olhado em meus olhos e se dado conta que a vadia "interesseira" o ama_contestou com os olhos fixos a todos meus gestos e reações.

- Se houvesse alguma coisa que eu pudesse fazer ter evitado toda essa maldita tragédia eu o faria.Sabe Beth apesar de ter agido feito um canalha e tentado arrancá-la do meu coração eu fracassei pois mesmo quando estivemos separados meu coração estava com você.O tempo todo sofri,minha vida se tornou tão vazia,perdeu o sentido,era como estivesse morto.Me perdoe nunca vou cansar de lutar por você, não pense que desisto fácil_afirmei a fitando com ternura.Puta que pariu... só de estar perto dela,inalar seu perfume tudo em mim parece queimar de desejo.

- Eu já perdoei Michael esse tempo que passei presa naquele porão refleti bastante.Percebi que não quero me tornar uma pessoa amarga,cheia de rancor no coração.Sabe não adianta tentar mentir para si próprio,minha felicidade depende de você,qual seria a lógica de afastá-lo da minha vida e ser infeliz apenas para suprir meu orgulho.Não quero isso para mim,chega de sofrer,a vida é fugaz demais para desperdiçar a chance de viver um sentimento tão puro como o amor.A felicidade está batendo a minha porta e não sou idiota de deixá-la escapar Michael,claro se ainda quiser tentar arrumaremos um jeito de fazer dar certo_sorriu mas desta vez notei que seus olhos tem tinham um brilho especial.Tive tanto medo de ter estragado tudo e agora Beth me pega desprevenido e age como uma generosidade admirável,me fazendo entender que há pessoas que entram em nossas vidas para deixar marcas e nos ensinar como se deve amar.

- Nem sei o que dizer sempre soube a alma maravilhosa que tem,isso só prova o quão nobre e forte você é.Eu não teria sido corajoso assim,o que quero dizer é amo sua determinação,tem um grande coração garota e isso é raro.Obrigado por se mostrar superior a mim,me perdoar,me dar o melhor presente do mundo um filho,e principalmente obrigado por ter me resgatado do meu mundinho vazio e me provado o verdadeiro sentido de viver.Já repeti milhões de vezes mas não me canso de gritar eu te amo,te amo,te amo Elizabeth Montgomery_declarei com um sorriso de satisfação,alivio,alegria dançando nos lábios.

- Seu maluco.... ainda estamos num hospital,fale baixo_repreendeu se divertindo com meu exagero.Romeu é um dos personagens mais brilhantes de Shakespeare justamente por mostrar o quanto um homem apaixonado e condicionado a se tornar um maricas bobão.Apesar que nem Romeu e páreo para Michael Jackson.Ninguém pode se comparar a quando o assunto é sedução.

- A culpa é sua que me provoca e consegue ficar ainda mais gostosa nessa camisola ridícula de hospital_respondi a pergunta dela e acabamos caindo na gargalhada,mal sabia Beth que realmente a camisola enorme de hospital a deixou extremamente sexy tanto que meu pau ficou duro de imediato.

- Você não muda... Nunca continua o mesmo boca suja Jackson.Espero que suas habilidades na cama também tenham sido aperfeiçoadas_insinuou deixando no ar a dúvida de suas reais intenções.Mentira nos nascemos para nos encaixarmos e leio no olhar da minha loira encantadora que está louca pra eu fode-la todinha.

- Baby,espere até estarmos entre quatro paredes iremos recuperar o tempo perdido_pisquei para ela e senti que também estava em chamas. Aquele mar azul me olhando com lasciva,o sorriso sapeca,a pele macia a qual minhas mãos adoram passear.Merda! Minha ereção visível está a ponto de estourar minha calça social.

- Quem sabe amanhã não posso resolver esse probleminha,Michael?_massageou meu pênis por cima do tecido e eu gemi baixinho.

- Não seja tão má,senão vou ter que puni-la,Beth..._murmurei com a voz rouca, me controlando para não rasgar a roupa dela e possui-la ali mesmo naquele leito de hospital.

- Hum sendo assim acho que não vou arriscar até porque amanhã já recebo alta e..Ah, vou cobrar meus orgasmos Sr. Jackson_soprou o pé do meu ouvido me fazendo arfar.

- Antes que perca o controle vou até lanchonete tomar um café e a deixarei descansando princesa_despedi-me da minha loira encantadora a enchendo de beijinhos e por fim selando a sessão amassos com um beijo leve na testa dela.A única certeza que tinha era de as coisas estavam mudadas entre nós e dali para frente seria tudo diferente.Sim agora posso dizer com plena convicção sou um homem completo,realizado e de muita sorte em ter uma mulher extraordinária, linda,doce,generosa e fogosa na cama.Nada mal Sr Jackson você é um grande sortudo_pensei,sorrindo de orelha a orelha,com o ego lá em cima,me sentindo abençoado, pelo mais importante serei pai e isso não tem preço...




Capítulo 33

Michael

Minha vida não poderia estar mais perfeita, até mais do que mereço e superando minhas expectativas.A Fabulous nunca rendeu tanto,a cada dia nos tornamos uma potência maior em publicidade.O desgraçado do Jensen sumiu do mapa creio que se mandou do país mas o mais importante é que onde está não pode nos fazer mal.Elizabeth é a grávida mais sexy da face da terra,a gravidez aguçou o libido da minha loira encantadora e apesar de parecer impossível me mantenho firme.Sim nesse tempo em que voltamos a namorar decidi ser um cavalheiro,aproveitar a situação para conhecê-la mais a fundo, e temos feito coisas rotineiras que outros casais normais fazem.Jantares,passeios no parque,cinema,viagens mas não passamos dos beijos,nem fizemos nada relacionado a sexo.Essa tem sido uma prova de resistência complicada diga-se de passagem.Quero consertar a merda que fiz e sei que meu esforço tem valido a pena,estamos experimentando o amor em sua forma pura de ser e isso é maravilhoso e totalmente gratificante para mim. Planejei com muito entusiasmo nossa primeira noite de amor.Aqui estou no meu apartamento garantindo que meus empregados coloquem as rosas nos lugares que considero estratégicos.O carpete do meu quarto, a cama e cada canto da casa está coberto por rosas vermelhas e brancas,enchi vários pirex de cristais com os bombons de nozes suiços favoritos de Beth e coloquei velas para fechar com chave de ouro o romantismo do ambiente.Nem preciso dizer que estou mais nervoso e tenso do que um adolescente virgem,só nas últimas 2 horas devo ter olhado no relógio trilhões de vezes.Sentei no sofá de couro em formato de U da minha ampla sala e beberiquei meu whisky para me fazer relaxar,e aliviar o tensão excessiva.Digamos que meu organismo não funciona corretamente sob pressão e depois de uma período considerável sem sexo estou num grau absurdo de abstinência e de péssimo humor.

- Sr Jackson,está tudo pronto... A champagne já esta no balde de gelo na mesa de cabeceira da sua suíte e as essências de jasmim foram borrifadas no quarto_informou Theresa,minha governanta de confiança desde a morte dos meus pais.

- Ótimo trabalho, como sempre eficiente pode tirar o fim de semana de folga e dispensar os outros empregados_ordenei,dando mais um gole no meu whisky.

- Sim cuidarei disso,obrigada Sr. Jackson,tenha um ótima noite!_desejou ,saindo da minha presença com elegância.

Finalmente terei meu final feliz,e recomeçarei do zero ao lado da mulher que amo.É nunca fui muito de acreditar nesses baboseiras mas descobri da pior forma que quando perdemos é que passamos a valorizar,após drasticamente quase ter perdido Beth me dei conta de que não posso esperar para selar esse amor,e torná-la a Sra .Jackson.Ah! Isso soa tão sexy.Porra a falta de sexo acaba comigo conclui mentalmente,mas quem disse que o amor não é ridículo ? Está na hora de sair da seca não pude evitar sorrir com a ideia de ter Elizabeth na minha cama gemendo enquanto danço em cima dela,a dança mais bonita de todas a dança da paixão.


(...)

Elizabeth

Muita coisa mudou na minha depois que saí daquele hospital.Claro que superar todo a trauma que foi ficar presa em um porão,sendo severamente torturada não tem sido um processo fácil. Mas a cada dia dou mais um passo.Quando paro para fazer um balanço dos último acontecimentos sempre chego a mesma conclusão tenho mais a agradecer do que reclamar.Deus me deu uma nova chance de viver, estou realizando o sonho ser mãe, Michael bom ele simplesmente beija o chão que piso.Olho naqueles olhos negros profundos e enxergo a reciprocidade do amor dele,depois de tantas idas e vindas,dor,tristeza,nossa história parece ter tomado o caminho da felicidade.Ele é o namorado mais doce,atencioso,gentil,paciente e romântico que se pode imaginar.As vezes seus cuidados excessivos chegam a sufocar.Sem contar o fato de que ele se tornou um perfeito cavalheiro,temos nos conhecido de verdade,quero dizer saímos para jantar,viajamos,compartilhamos carinhos,passeios incríveis, e só.Sim desde que voltei para casa Michael e eu não tivemos nenhum contato sexual.A principio pensei que ele estava tentando ser delicado,indo com calma e que esse medo cessaria.É pelo visto estava enganada, meu namorado irresistivelmente gostoso não me procura ou sequer faz uma carícia mais ousada.Não que não goste desse jeito fofo,acontece que tenho minhas necessidades e a tensão sexual entre nós é inevitável,e naturalmente ocorre todas as vezes que estamos a metros de distância.Puta merda! Fico excitada apenas ao sentir aquele perfume inconfundível e delicioso de baunilha,e como de costume uma vontade de pular em cima dele me domina.Esse homem ainda me mata,impossível entender o cérebro masculino, ainda mais se tratando da incógnita Michael Jackson.Ele poderia ser menos perfeito,ajudaria a conter meus instintos femininos.Oh...céus o cabelo cacheado negro macio,as mãos longas que passeavam por zonas erógenas do meu corpo,o sorriso maroto.

Esse homem é a personificação de um Deus grego!

Droga! Lembrei que tenho que me arrumar para um jantar no apartamento do Sr. gostosura e estou atrasadíssima, ótimo ele odeia esperar,e eu sou a rainha dos atrasos.

Corri para meu quarto e me dirigi ao closet procurando algo sexy e elegante que fizesse Michael perder a cabeça. Vermelho exato como não pensei nisso antes ? Michael tem um fascínio por essa cor e eu particularmente fico incrível de vermelho.Peguei um vestido tomara que caia de seda com uma fenda lateral,e me apressei a fazer uma maquiagem trabalhosa porém linda.Finalizei a produção com um batom vinho,escolhi um perfume marcante,pus um belo par de brincos de esmeralda e assumindo a pode de mulher fatal desci as escadas do meu apartamento sentindo o poder correr em minhas veias.Dessa vez não me escapa Michael Jackson mordi o lábio prometendo a mim mesma que enlouqueceria meu homem.

(...)

Uau! Vislumbrei  fascinada o opulento prédio que estava diante de meus olhos,é Michael não faz questão de economizar.Entrei a passos firmes transparecer nervosismo e insegurança e apanhei o elevador.Ao chegar no andar do apartamento de Michael, minhas pernas não obedeciam aos meus comandos e estavam bambas.Claro Michael me desestabiliza até por telepatia. Retomei o equilíbrio e segui pelo longo corredor o mais calma que consegui. Anunciei minha presença a dois seguranças que estavam a espreita na porta.Mike e sua mania de deixar esses armários vigiando a entrada de seu apartamento.

- Oi boa noite,Senhorita Montgomery! O Sr. Jackson está a esperando venha vou levá-la até ele_ofereceu o simpático homem de 1,90 de altura_Assenti e o segui até o escritório,observando Michael distraído,concentrado em seu notebook.

- Sr. Jackson,sua namorada está aqui..._avisou o segurança e em uma questão de segundos seus olhos já estavam fixos ao meus.Mal pisquei ou tive tempo de proferir um simplório não noite e Michael e ele já se pôs ao meu lado me trazendo para seus braços em um daqueles abraços gostosos que tanto amo.

- Nossa ....amor,você está esplêndida,tão linda que nem parece real_elogiou visivelmente encantado e me fez rodopiar para observar mais atentamente o caimento do vestido em meu corpo.

- Obrigada,você também está lindo Michael,por acaso o atrapalhei?_levantei a sobrancelha,fazendo beicinho e um drama desnecessário,afinal chamar a atenção dele me ajudará a partir para o ataque.

- Sabe que nunca atrapalha,nada é mais importante do que dar atenção a minha bela namorada_beijou minha nuca e suas mãos pousaram em minha cintura,seus lábios cheios vermelhos se uniram aos meus lentamente iniciando um beijo doce, calmo,porém cheio de segundas intenções,suas mãos inquietas deixavam claro que ele não queria ficar apenas no beijo.A língua aveludada dele pediu passagem e eu a recebi de bom grado me deliciando no hálito quente dele,o beijo de Michael é inexplicável e muito muito bom de certa maneira é como se nossas almas se tornassem uma só quando nos beijamos, o mundo ao redor desaparece.

- Tenho uma surpresa pra você_lambeu os lábios,parando o beijo e recuperando o fôlego.

- O que está aprontando Sr. Jackson?_pus a mão na cintura e franzi o cenho desconfiada que havia algo de estranho naquele sorriso travesso.

- Garanto que irá adorar e se entregar a mim de corpo e alma _afirmou com um sorriso safado que fez minha intimidade se contrair e minha calcinha ficar úmida.

- Venha...não quero mais perder tempo!_enlaçou minha cintura e me guiou até seu quarto .

***

Quando meus olhos analisaram o lugar quase caí para trás.Meu coração bateu mais forte e minha voz embargou.Flores preenchiam todo o chão,a enorme cama,as velas postas ao redor de todo quarto tornaram a decoração apaixonante.Michael não se esqueceu de nenhum detalhe o aroma de jasmim que tanto aprecio estava nitidamente espalhado por todo o cômodo.Não sei como ou porque mais pela primeira vez na vida chorei de alegria.Tentei me controlar mas acabei pulando no colo de Michael feito uma garotinha deslumbrada afundando minhas mãos em seus cachos negros e o vendo sorrir lindamente para mim demonstrando o quanto gostou da minha atitude atrevida.

- Vejo que gostou admita eu sou fantástico e um exemplo de namorado_deitou-me cuidadosamente na cama ,e pondo em cima de mim e circulando minhas coxas com seus dedos longos.

- Eu amo você Beth, isso é uma pequena prova do jeito que me faz sentir.Merece muito mais, e pode ter certeza que dedicarei minha vida a fazer de você a mulher mais feliz desse planeta_sussurrou,descendo o zíper do meu vestido e o descendo até meus pés.Ele me olhou como se fosse uma obra de arte rara.se deleitando em meu corpo.Seus olhos brilhavam intensamente pelo desejo,parecia querer me devorar,nunca em toda minha vida um homem me olhou com tanta luxúria. - Eu também amo você,Michael.Quero fazer amor com você, me leve as estrelas, sou toda sua _arranhei o peito dele por cima da camisa e arranquei o blazer preto o jogando no chão.

- Tudo que quiser,princesa...Vou amá-la como nunca antes ,é isso que quero fazer e é o que farei_murmurou,fazendo um carinho em meus cabelos.Michael começou beijando minha canela, minhas pernas até chegar a meus seios e abocanhar meus mamilos intumescidos,brincou e apertou esquerdo,o chupando e mordiscando fazendo o mesmo com o direito.Gemi e me contorci com as sugadas dele nos meus seios e me dei conta que gozaria até mesmo sem ser penetrada só ele é capaz de provocar esse mar de sensações e me arrastar para um o universo novo do prazer.

- Oh...é tão bom!_gemi alto e ele parou de dar atenção a meus seios e pós seu dedo indicador nos meus lábios.Segurou meus cabelos e fez tocou meu queixo e tirou minha calcinha a última peça intima que nós impedia de nos fundirmos.Sorriu com aquele sorriso largo,cativante dele e empurrou para dentro de mim com delicadeza.Senti cada centímetro de seu pênis me preenchendo e minha intimidade se alargando para o acolher.Michael me penetrou até o fundo e me deu um beijo terno na testa.Nos olhamos por alguns minutos apenas como um gesto de amor,seus olhos tinham uma doçura inestimável e me fez sentir a mais amada das mulheres.

- Se mexa amor_pedi sôfrega,impulsionando meus quadris contra os dele.Michael apenas soltou uma risada curta e saiu de dentro de mim voltando a me atingir no meu ponto G em uma velocidade absurda.Os movimentos lentos foram se intensificando aos poucos,mas ele me surpreendeu com os beijos doces,palavras românticas.Não estávamos transando loucamente em busca de nossa libertação, pela primeira vez um elo nos uniu,amor sim Michael eu eu estamos fazendo amor sem pressa ou desespero somente seguindo a sintonia do amor.Gemidos tímidos ecoavam pelo quarto e meu homem continuou me estocando lentamente mas ainda assim não deixava de ir fundo,rápido me levando a loucura.Nossas mãos se entrelaçaram,o suor pingava em gotas pelo rosto de Michael,e ele me prendeu em seu olhar de tal maneira que não consegui parar de o fitar nem por um segundo.Quando ele está dentro de mim se torna impossível raciocinar,é como se tudo se resumisse em prazer,e pontinhos brilhantes chegassem a minha visão.



Perco a noção de tempo,espaço Deus é sempre assim.Sinto que nascemos para nos conectarmos, temos o encaixe perfeito.Michael sugou o ar entre dentes e meteu com um pouco mais de precisão para dentro de mim pressionando meus seios.

- Humm apertadinha, senti tanta falta me enterrar em você gostosa_grunhiu aumentando o ritmo e envolvendo minhas pernas em seus quadris.

- Isso...oh...assim...mais forte Michael,não pare amor estou quase lá_gritei já não me controlando e me entregando ao torpor do prazer.Michael atendeu meu pedido e arremeteu com força contra mim me fazendo explodir num orgasmo glorioso,meu sexo se contraiu,e fechei os olhos sentindo uma corrente elétrica transpassar cada célula do meu corpo e todos meus músculos relaxarem,uma paz celestial me tomar por completo Michael continuou estocando e rugindo no meu ouvido obscenidades.

- Quentinha, apertada e molhada Beth, como amo sua bocetinha gulosa,como amo te foder!_grunhiu com a respiração descompassada voltando a me estocar descontroladamente,fundo,rápido, forte.

Em poucos minutos atingiu seu clímax também e derramou jatos de seu líquido dentro de mim gritando meu nome alucinadamente e desabando na cama saciado,cansado,com um sorriso de cafajeste brincando nos lábios.


- Amor... isso foi incrível! Estou te achando tão calado,posso saber no que está pensando?_passei a ponta dos meus dedos pelo peito liso,magro e bem definido do meu homem.

- Eu não sou muito bom com essas coisas,é eu sei que esse talvez não seja um momento ideal para fazer um pedido de casamento.A questão é eu a amo Elizabeth Montgomery, admito que às vezes sou um imbecil egoísta, mas não importa o que eu tenha que fazer para tê-la em minha vida.Me tornei um homem melhor graças ao seu amor tão puro, compreensivo,isso me encantou sabia?Amor tem que ser doação,e de certa maneira amar impera milagres até mesmo no coração do mais frio dos homens.Amor é feito de sacrifícios, e nem sempre há garantia de que ninguém irá se ferir.O segredo é se perguntar se a pessoa que você ama vai estar ao seu lado no seu desespero mais profundo? E bem já encontrei a resposta dessa pergunta, portanto creio que não haja porque esperar.Quer ser minha mulher Elizabeth Montgomery? Aceita se casar comigo? _estendeu a mão para pegar uma caixinha aveludada,que estava na escrivaninha ao lado cama e se as palavras dele já haviam me surpreendido o bastante tudo isso só se fez aumentar quando meus olhos deslumbraram sobre o caríssimo anel de diamante azul.Certo que sou acostumada com joias de bom gosto mas nunca em toda mina vida vi algo tão esplêndido, fascinante.


Puta merda! É um anel digno de princesa,não mereço ganhar uma joia desse garbo.Michael é exagerado o bastante para me presentear com um anel  de um diamante azul que certamente custou-lhe milhões de dólares.


- Responda Beth,está me assustando,diga alguma coisa.Aceita se tornar minha esposa sim,ou não?_arqueou as sobrancelhas,reclinado o rosto,para olhar em meus olhos,exigindo uma resposta.O nervosismo me deixou sem palavras, aliás até o ar me faltou.

- Eu não sei o que dizer ....Cla...claro que eu aceito,é tudo que mais quero nesse mundo.Eu amo você Michael Jackson_respondi com a voz embaraçada pulando no colo de Michael e salpicando beijos por todo o rosto dele.

- Prometo tentar ser o um bom marido e acima de tudo um pai presente na vida de nossa filha,quero educar essa criança com muito amor, carinho, vou ensiná-la a ser honesta,justa,e se  importar com os oprimidos que sofrem.Sou pai de primeira viagem, mas nada que alguns meses de pratica não resolva_beijou a ponta do meu nariz de um jeito divertido. - Eu quero que nossa filha tenha seus olhos,imagina uma garotinha com os olhos enormes e escuros correndo pela casa_divaguei animada,quase estourando felicidade.Finalmente a o penúria dos meus dias solitários e tristes terminou,agora depois de ter enfrentado tantos obstáculos e não ter me curvado diante de nenhum deles consigo compreender Shakespeare ao citar "No mesmo instante que recebemos pedras no meio do caminho plantas estão sendo plantadas mais longe,quem desiste não as vê "

Se tivesse me deixado abater perante as pedras em meu caminho não estaria aqui hoje nos braços do homem que amo planejando nosso futuro e sonhando com a chegada do nosso anjinho.O amor verdadeiro é assim machuca,tudo crê,tudo suporta,sofre tempestades sem nunca se abalar e eu espero do fundo do meu coração que entre eu e Michael seja sempre puro,intenso,que nosso amor seja acima de tudo sólido e não se enfraqueça diante dos desafios que se lhe impuserem.Porque descobri que preciso de Michael,sim preciso dele desesperadamente do calor de seu corpo,do sorriso largo iluminando meus dias nublados é eu tenho medos mas abrigo dentro de mim também uma coragem absurda.Não sou perfeita, amo as coisas mais simples da vida,como sentir a brisa suave da manhã,me irrito fácil, gosto de ser surpreendida, me apego fácil mas quer saber essa,sou imperfeita,humana e uma mulher completamente apaixonada por um homem sexy e gostoso.Ah Michael Jackson você virou minha vida do avesso,me tirou do sério e exatamente por isso que o amo tanto pensei fechando meus olhos com o pensamento de que Deus escreve mesmo certo por linhas tortas e se nossos linhas não fossem tão tortas talvez não teríamos nos encontrado suspirei profundamente adormecendo com as carícias suaves de Michael...

Em apenas um ano minha vida virou de cabeça para baixo,tudo aconteceu tão rápido que custo acreditar.Sempre dá aquele medo quando a felicidade é muita a gente desconfia.Digamos que minha vida não poderia ser mais perfeita, voltei a fotografar e posso dizer que tem sido uma experiência maravilhosa trabalhar em campanhas e lidar com os flashes.Meu sonho de ser uma modelo de renome está saindo apenas das minhas fantasias de infância, e se tornando realidade. Claro Michael fica super orgulhoso,quando tem tempo faz questão de acompanhar minhas sessões de fotos pessoalmente não vou mentir teve algumas vezes que ele chegou a se exaltar e se não fosse eu para impedi-lo já teria dado na cara de todos os fotógrafos e acionistas da Fabulous.É meu noivo é um ciumento assumido,até passa dos limites mas eu amo as crises de ciúmes se Michael é excitante se sentir protegida ,desejada pelo homem que ama diariamente.Nossa relação não esfriou ou se tornou monótona, de forma alguma,nossas noites de amor persistem sendo quentes.Ah.. Eu entro em
êxtase apenas com um beijo de Mike,ele me leva as nuvens quando fazemos amor.

As coisas definitivamente mudaram,nossa filha Lilly nasceu a dois meses, observo nela a beleza do pai todas as noites que vou ao quarto dela a amamentar e pôr no bercinho para dormir fico feito boba contemplando aqueles enormes olhos azuis e os lábios bem desenhados são praticamente iguais aos do meu homem .Ela se parece comigo também, Michael diz que tem meu olhos, mas na opinião a boca carnuda, os traços da minha pequena são idênticos aos do Sr. Jackson.Imaginava desde que engravidei que Michael seria um pai fantástico,estava enganada esse adjetivo é muito pouco para definir o pai atencioso,carinhoso e extraordinário que tem sido.A empolgação dele é tamanha que pega Lilly no colo e saí cantarolando para ela,segundo a ele isso a acalma e faz dormir e é não que dá certo.

Propus a Michael que marcássemos a data do casamento um tempo depois do nascimento da nossa princesa e ele não negou meu desejo.Exigi fazer tudo conforme manda a tradição,vestido branco,véu, grinalda,uma festa estrondosa para compartilhar o momento com amigos e familiares.E é por isso que estou em frente ao espelho pela enésima me certificando se estou mesmo bonita,fazendo um esforço sobre humano para não cair aos prantos e borrar a maquiagem.





- Elizabeth, está pronta amiga?_perguntou Mary,adentrando minha suíte e me olhando com um sorriso grande no rosto.

- Sim,chegou a hora de me tornar a Sra.Jackson_brinquei,levantando levemente a barra do meu enorme vestido de noiva e soltando os cabelos,quis dar um ar mais sensual ao look,e sei que meu futuro marido adora quando  deixo as madeixas soltas.

- Estou tão feliz por você,Michael está um charme naquele terno, mas tenho que dizer... parece uma deusa da beleza,está lindíssima amiga,desse jeito seu marido mal vai conseguir esperar a cerimônia acabar para arrastá-la para cama_disse, deixando explícito o duplo sentido da frase e acabei concordando, afinal Michael é feroz no assunto.


- Mary,nunca em toda minha vida me imaginei tão feliz,acho que nem mereço tanto..._murmurei,me sentindo abençoada a mais afortunada e realizada das mulheres.

- Merece toda a felicidade do mundo e tenho certeza que o gostoso cheiroso que está te esperando no jardim a fará uma mulher completa assim como você o completa.E nem pense em chorar.Hoje é o grande dia,vamos... chega de torturar seu noivo gato_ressaltou, me ajudando a descer as escadas e chegar até o jardim da mansão espaçosa que resolvemos comprar quando Lilly nasceu,aqui tem espaço de sobra para nossa pequena,correr brincar foi um excelente negócio que fechamos,na verdade nos encantamos com a casa,foi amor a primeira vista.

E que seja eterno enquanto dure_ repeti a mim mesma, caminhando a passos lentos com um sorriso repleto de sentimentos, amor,alegria,esperança é agora eu seria dele para toda eternidade,nós nos pertenceríamos não ao somente nessa vida mas em todas as outra vidas,se existirem outras vidas nosso amor irá perdurar.




Capítulo 34 _Penúltimo capítulo

Michael


É eu admito me tornei um maricas apaixonando, e esse efeito colateral do amor piora cada dia mais.Não me arrependendo de estar aqui num altar improvisado no belo jardim de nosso mais novo lar,vestido em um belo terno de corte fino prestes a me casar com Beth.



Agradeço todos dias por tê-la conhecido, e pelo principal a coisa mais importante da minha vida nossa filha essa foi a melhor coisa que poderia ter me acontecido. Não é novidade que minha loira encantadora é "fodidamente" gostosa, mas avistando-a caminhar em direção a mim com os olhos brilhantes é tão sublime que palavras não são capazes de definir minha emoção .Os cabelos loiros douradas da minha garota soltos e naturalmente cacheados contrastando com a a pele branquinha,e um vestido delicado,moldando suas belas curvas sutilmente é a combinação perfeita para deixar qual homem a beira de um ter um colapso, no meu caso não chega a tanto mas uma ereção sempre acontece, porque Beth tem o domínio de deixar-me enlouquecido,beirando a insanidade.

O tempo parece ter parado e a cada passo que Beth dava em minha direção meu coração palpitava.Foi como se houvessem borboletas no meu estômago.Tentei conter as lágrimas o que obviamente não fui capaz de cumprir com êxito, quando Elizabeth subiu os três últimos degraus e sorriu para mim daquele jeito meigo o choro veio com força total, molhando meu rosto.Estava embasbacado diante da beleza dela,mesmo com a trêmulo estendi minha mão a ela guiei-a até o juiz.A troca de olhares permaneceu tão intensa que cheguei a me sentir constrangido. A cerimônia transcorreu tranquilamente e antes de assinarmos os papéis sussurrei um cálido "eu te amo" no ouvido de minha garota,ela retribui meu gesto com um sorriso de canto minutos após terminarmos os tramites legais e enfim pude tomá-la em um beijo vagarosa, porém carregado de volúpia.De mãos dadas seguimos pelo tapete vermelho sem pronunciar uma única palavra,apenas apreciando o momento,ouvindo os convidados nos felicitaram,nos darem um clássico banho de arroz e pétalas de rosas.


Elizabeth


- Então como se sente agora que carrega meu sobrenome e é oficialmente a esposa de Michael Jackson?_trouxe meu corpo para mais perto de si,enquanto dançávamos uma música lenta e extremamente romântica.

- Simplesmente, me sinto uma verdadeira sortuda,espere até eu te dar um trato mais tarde Michael_mordi o lóbulo da orelha dele o senti unir ainda mais nossos corpos e tomar meus lábios em um beijo urgente.

- "Está quente aqui Sra. Jackson" e olhe os convidados já estão bêbados,e....

- Shh... vamos Sr. Jackson, mostre-me do que é capaz,me leve para o quarto_levantei as sobrancelhas e o fitei com malícia.Michael apenas mordeu o lábio inferior e me puxou casa a dentro.O volume na sua calça estava nítido graças a ereção que provoquei nele falando algumas míseras sacanagens.

Entramos na suíte aos beijos.As mãos do meu marido já passeava livremente por todo meu corpo e mudaram rapidamente para meus seios que ele apertou com gana,para logo em seguida habilidosamente alcançar os botões do meu vestido de noiva.

- Como se tira isso?_Michael questionou confuso,tentando abrir o vestido e achando aquilo sem dúvidas um quebra cabeça de lógica,senti o sorriso dele se desfazer ao tentar frustrado encontrar um meio de arrancar todo aquele tecido que estava no seu caminho, atrapalhando-o.

- Vamos descobrir isso juntos _ri  e ele levou a mão a minhas costas encontrando o primeiro botão de pérola do vestido passando a trilhar o caminho da minha cintura até chegar no último botão e jogar o vestido em um canto qualquer.

- Sou mestre da arte de arrancar roupas, mas dessa vez achei que estivesse ferrado e fôssemos conseguir transar só amanhã_confessou,levantando meu rosto me obrigando a encará-lo diretamente.Permaneceu pensativo movendo seus olhos por cada detalhe da minha lingerie branca.Já ia me manifestar e mandá-lo agir mas antes que pudesse raciocinar a respeito senti a maciez do colchão e o peso de Michael sobre mim.

- Tão linda baby,está molhadinha, adoro saber que lhe deixo louca de tesão_beijou minha testa e  começou a se livrar do seu terno de grife,primeiro a camisa,em seguida a calça social e por último a cueca me dando uma visão privilegiada do seu membro teso,ereto,com a glande rosada.Puta merda esse homem é bem dotado,grande,duro,grosso e isso me faz perder o juízo.

- Apreciando a vista Sra. Jackson?_apontou para seu pênis e não pude evitar arfar com a visão dos deuses,ansiosa para tê-lo inteiramente dentro de mim .

- Você o quer,não é? E vai ter,mas antes preciso prová-la gostosa!_rasgou minha calcinha com os dentes,fazendo o mesmo com o sutiã.Se pôs entre minhas pernas passando a sugar meu clitóris com sua língua ávida e atrevida.Afundei minhas mãos nos cachos dele e os gemidos escapavam da minha garganta ininterruptamente.Meu marido não se deteve e continuou beijando,sugando e chupando minha intimidade num ritmo mais rápido,a cada vez que ele enfiava sua língua em mim uma corrente elétrica percorria meu corpo, e eu podia jurar que logo estaria terminado porém Michael prosseguiu me sugando e levando a pontos tão altos de prazer que me contorci e tremi,implorando por mais.

- Isso mais rápido.... estou muito perto_choraminguei,abrindo ainda mais minhas pernas ficando a mercê dele.

- Goza gostosa quero que goze na minha boca_ordenou com um sorriso sapeca dançando nos seus lábios e voltando a me atingir fundo apenas com o toque de sua língua no meu ponto G e eu ative os segundos deliciosos da minha,entregando-me ao um orgasmo violento,tudo ao meu redor desapareceu,e meu sexo se contraiu,juntamente com a sensação de paz,seguida sonolência.

- Deliciosa baby....Não vejo a hora de estar dentro dessa bocetinha apertada,vou fode-la até o amanhecer.Não quero parar de amar minha esposa até o sol raiar_murmurou lascivamente,já se posicionando para me penetrar, nos olhamos com ternura e ele foi entrando vagarosamente em mim,me preenchendo aos poucos,senti sua espessura me alargar até o fundo. Empurrei os quadris querendo aumentar a penetração e ele iniciou o vai e vem torturante,metendo forte,rápido,sem dar pausa falando coisas obscenas continuamente e me levando ao delírio,ao me atingir em pontos específicos onde ninguém jamais conseguiu.

- Mais...rápido....amor...Oh! Michael...é tão bom..._supliquei sôfrega,mal conseguindo abrir a boca.Queria absorver o prazer e prolongar o momento,me entregar de corpo alma,e de fato estava absorta no abismo de prazer.

- Porra! Sua bocetinha é tão apertada que minha vontade é de nunca mais sair de dentro de você_rugiu com a voz arrastada se apoiando nos cotovelos e me estocando freneticamente.Minhas unhas longas cortavam as costas dele.Michael segurou minha coxa e meteu com uma mais força,me fazendo suspirar e gritar tanto pelo prazer como pela dor.A dorzinha chata se dissipou e o voltei a ver as estrelas,o sol,a lua,a galáxia inteira com as estocadas alucinantes do meu marido.O suor brilhava no rosto de Michael mas ele se mostrou um verdadeiro insaciável e persistiu arremetendo sem incansavelmente contra mim.

- Oh...meu Deus,vai...mais... rápido... é tão perfeito. Oh Michael,eu vou... gozar!_gemi,anunciando que estava muito perto de atingir meu clímax e o gostoso Jackson sorriu serenamente, depositando um beijo terno em meus lábios e voltando a me estocar fortemente.Não foram necessárias mais que duas estocadas e eu me desmanchei satisfeita nos braços dele no meu segundo orgasmo da noite,mais devastador e forte que o outro.Todos meus músculos se retesaram para depois relaxarem e por fim a plenitude me dominar em cheio.Com a respiração desregulada,e o coração acelerado amoleci e me deitei no peito de Michael tendo uma ideia que ele certamente gostaria e muito.

- Quero fazer uma coisa Michael,vai ter que me guiar,portanto se eu o machucar me fale_olhei decidida em seus olhos fantasticamente escuros e ele sorriu envergonhado,surpreso e ao mesmo tempo extasiado como se soubesse o que aconteceria a seguir.

- Sou todo seu princesa. O que está pensando em fazer "hein"?_franziu o cenho sorrindo largamente,ele parece sempre adivinhar o que se passa em minha mente.

- Chupar você amor,estou louca para provar seu gosto_respondi num tom sedutor e percebi que saiam fagulhas dos olhos dele refletindo todo o desejo indomado que sente por mim.

- Então enfia logo meu pau nessa boquinha linda _falou num tom afirmativo, pendendo a cabeça para trás e se encostando na cabeceira da cama.

Comecei dando leves beijos na glande rosada e aos poucos fui colocando seu membro grosso e molhado todo na minha boca, até senti-lo deslizar por minha garganta. Fui chupando com todo cuidado para não usar os dentes.Ver Michael com as mãos enterradas em meus cabelos gemendo alucinadamente me deu estímulo para continuar trabalhando com minha língua .O pênis do marido já pulsava em minha boca e ele estava impulsionado seu quadril,muito perto de gozar na tinha boca - Puta que parou Beth que boca gostosa você tem,se não parar com isso vai engolir toda minha porra garota_gritou com a voz ofegante juntando meus cabelos entre suas mãos.Inocente mal sabe ele que estou louca para engolir todo seu líquido e deleitar com seu sabor agridoce,acho que descobri um talento novo e estou apreciando bastante meu marido realmente é um fodedor nato,e fode minha boca de um jeito viciante.Não precisei nem me esforçar,para enlouquecê-lo,continuei o chupando com destreza, e ele se rendeu ao frenesi do prazer e chegou ao seu ápice derramando jatos e jatos de seu gozo em minha garganta.Engoli satisfeita cada gota,saboreando o gosto delicioso de Michael.

- Se tivesse tomado partido antes de seu talento em usar a língua teria lhe pedido pra fazer isso bem antes_suspirou com a expressão mais fofa e pervertida do mundo,o resultado foi que quase montei novamente no colo dele

- Não se preocupe temos muito tempo para apimentar nossa relação, que aliás já está pegando fogo_brinquei, jogando minhas pernas em cima dele, unindo nossos corpos no fundo a união vai de além do disso,do contato físico nossas almas estão entrelaçadas...




Notas da autora



Estamos chegando ao fim de mais uma fic.Gostaria de agradecer por estarem aqui,acompanhando a história e deixando seus lindos comentários! Aprecio muito a opinião de meus leitores,e é bem difícil continuar uma história sem saber se as pessoas estão gostando,para uma escritora isso é uma verdadeira catástrofe,e se torna extremamente frustrante,porque pelo menos eu quando inicio uma fic me entrego de corpo e alma,portanto saibam que amo os comentários de cada um de vocês.Tenho um verdadeiro xodó por essa fic,queria fazer algo romântico,com um pouco de humor e drama,creio que acertei porque é uma história que eu pessoalmente acho que teve um bom resultado.Segunda posto o final e adianto a vocês que ainda virão surpresas nessa historia.Essa fanfic terá um final nada convencional e haverão leitores que ficarão decepcionados,faz parte haha,porém assim como na vida nem sempre as coisas são como gostaríamos que fosse,não na definição que temos de finais felizes!
Agradeço novamente pelo carinho até mesmo daqueles que não comentaram,pois o importante é ler! 



Capítulo 35_Último capítulo

2 anos depois...


 Elizabeth


Se fosse relembrar todos os momentos felizes e tristes que compartilhei ao lado de Michael nesses 2 anos de casamento,diria sem medo de errar que as boas lembranças superam as escassas lembranças ruins.Nossa relação é perfeita na sua imperfeição,nos defino como seres imperfeitos que buscam serem perfeitos mesmo com suas limitações.Nada mudou quando o assunto é entre quatro paredes,nossas noites de amor permanecem fervorosas e intensas.Todas as vezes que meu marido me possui aquele fogo perpassa por cada poro do meu corpo,basta um beijo dele para sentir tudo em mim arder de desejo.

Nossa maior tesouro Lilly tem sido uma verdadeira bênção divina,a pequena está crescendo saudável, linda,inteligente e astuta como o pai.





Aos finais de semana meu marido gostoso,ocupado "o poderoso empresário Jackson"nos leva a parques,cinema,shopping e nesse tempo que passo com minha família me dou conta de que se para estar hoje ao lado deles tivesse que sofrer tudo novamente eu faria tudo do mesmo jeito.Quando vejo o sorriso no rostinho de Lilly tenho a certeza, que ela é a luz dos meus dias,a razão do meu viver e nada é mais gratificante que chegar em casa após um dia cansativo de trabalho e minha princesa vir correndo com aquele sorriso travesso me dar um abraço.Tenho aprendido a valorizar as coisas mais simples da vida,aprendi que se você não está feliz não pode fazer os outros felizes .Michael poderia ser mais lindo,sexy,safado,bom de cama,doce ,romântico, carinhoso ?Duvido !
 É tanta perfeição que chega a dar medo,são muitos atributos reunidos em um só homem, parece que toda a sensualidade do universo se concentrou nele.Cada dia que passa e o conheço mais a fundo minha admiração só se faz aumentar.Estou orgulhosa que ele trabalhe com tanto amor,dedicação em seus projetos sociais,várias vezes ao mês visitamos orfanatos e levamos brinquedos a crianças órfãs, doentes terminais, eu amo acompanhar Michael nesses lugares,me sinto útil, agradecida por minha filha poder brincar,ter a oportunidade de frequentar uma boa escola,ter acesso a viagens, e todos os luxos que a fortuna do pai a permite usufruir.Mas acima de tudo me sinto abençoada por termos amor,e uma família unida.Minha família é minha conquista mais preciosa.

 (...)

Michael e eu estamos saindo do shopping aos risos e selinhos ,sim parecendo um casal de adolescentes apaixonados.Há poucos passos de atravessar a rua e chegar até a BMW do meu marido.Quando desviei meu olhar para o outro lado do passeio instantaneamente gelei.Automaticamente meu sorriso foi fechando e meu corpo estremeceu.Jensen nos observava com um ódio fora do comum segurando com firmeza uma arma.Enxerguei em seus olhos sombrios a inveja que sente,seu olhar atravessado e duro me fez perceber que seria capaz de qualquer loucura.Ele estava fora de controle,sofrendo por nos ver felizes e eu estava certa de que apertaria o gatilho tranquilamente.Jensen sempre quis ser como Michael,superá-lo nos negócios e não passa de um infeliz fracassado.Os olhos do homem a metros de distância de nós tornaram-se nebulosos,sim Jensen seria capaz de cometer uma atrocidade,mas não permitiria que machucasse meu marido.Não havia nem mesmo no que pensar,eu daria minha vida por Michael, morreria no lugar dele,se para salvá-lo tivesse que "morrer"eu o faria.Não raciocinei ou tive medo,fiz o que meu coração gritou para que fizesse. Atirei-me na frente de Michael e pude ver mesmo perturbado,em estado de choque observei Jensen pressionar com ira o gatilho. A bala acertou o vão entre meus seios e no mesmo instante senti tudo dentro de mim queimar,dor,sangue grito o ar rarefeito em meus pulmões.Era como se tudo dentro de mim tivesse explodido e meu coração tivesse sido esmagado.Apesar de lutar para manter meus olhos abertos e minha visão estar turva notei que Michael estava segurando minha nuca ajoelhado no chão.Respirar doía,as batidas lentas do meu coração pareciam diminuir em um ritmo violento,mas precisei arrumar coragem e suportar a dor,tinha que olhar naqueles olhos negros e o lembrar o quanto o amo.

- Mi...Michael...eu....amo você, obrigada por me fazer a mulher mais feliz do mundo,cuide da nossa princesa e diga à ela que sua mãe a ama e tem muito orgulho dela_sussurrei baixinho,tentando encontrar ar nos pulmões e me manter acordada.

- Não se despeça ainda por favor Beth,fica comigo amor..._toquei com dificuldade a mão dele, sentindo pouco a pouco cada um dos meus orgãos paralisando...

Michael me colocou entre suas pernas e fez um carinho leve em meu rosto.Podia sentir que aquele era o último toque que teria dele,suas mãos macias alisavam meu rosto de uma forma terna,para mim aquele já era o céu, os braços do meu marido,eram meu paraíso.

- Não faz isso comigo amor,precisa aguentar por nossa filha...vamos reaja Beth_murmurou entre soluços e lágrimas que molhavam meu vestido.

Deus! Nesse segundo desejei com todos as forças poder ter feito tudo diferente, se dependesse de mim jamais deixaria as pessoas que amo,se estivesse em minhas mãos Jensen não teria sequer chegado perto de nós e envelheceríamos juntos.

Meus olhos pesavam e já sentia cada uma das funções vitais do meu organismo falharem.Haviam médicos se espalhando ao redor de nós, e um deles correu em nossa direção com uma maca .Um homem impecavelmente vestido em seu jaleco branco segurou meu pulso,tentando sentir minha pulsação,constatei que era da área da medicina pelo estetoscópio adornando seu pescoço.

A dor lancinante foi crescendo violentamente e junto a ela minha vontade de lutar pela vida,foi se esvaindo.... Tudo foi tornando se transformando em câmera lenta,não ouvia mais os gritos de Michael,parecia ter sido transportada para longe de todos,as batidas do meu coração tão fracas....Entreguei-me a uma escuridão,e de repente senti tudo em meu corpo relaxar,o coração parando de bombear sangue para o restante do meu organismo.Tentei abrir os olhos e de novo a mesma escuridão me tomou,foi assim até meus olhos se fecharem definitivamente,e os paramédicos nem tentarem me reanimar,foi assim até enxergar uma luz  fraca,brilhante e eu entrar em colapso...


  Hospital Seatle 

3 horas depois...


 Michael

- Dr. não pode ser, Beth é tão jovem,diga que ela resistiu,pelo amor de Deus_implorei,chorando sem dar pausa,já nem sentindo o chão debaixo de meus pés.

- Sr. Jackson,fizemos tudo que estava ao nosso alcance mas não conseguimos salvá-la,a bala atingiu a artéria aorta eu sinto muito por sua esposa,sinto mesmo! - E.._as palavras estavam entaladas em minha garganta só podia ser um pesadelo.Meu Deus se for verdade me leve junto.

- Precisa ser forte.Lamento,mas Elizabeth acaba de falecer_anunciou com pesar.

 Percebi que sentiu pena de mim e lamentou com sinceridade minha perda.

Não consegui chorar ou sequer gritar,não queria acreditar que fosse verdade...Estávamos atravessando a rua,Beth  sorria e fazíamos planos para o aniversário de 6 anos de Lilly,de repente Jensen surge,ela se joga na minha frente para impedir que o tiro atingisse à mim.... E agora  está morta, nunca mais poderei olhar em seus olhos ternos,beijar seus lábios tão doces e convidativos,sentir o perfume de seu cabelo, a acolher em meus braços. Nunca mais....é o fim,não há como se conformar...Isso é tão injusto e cruel.Lutamos tanto para ficarmos juntos para no final ela morrer.Qual o sentido disso ? Não desejei "um felizes para sempre" só queria poder ter mais longos anos ao lado da mulher que amo,e agora Beth,morreu.....Morta !!! Elizabeth,se foi levando junto consigo meu coração,minha alegria,deveria ter morrido com ela,seria mais justo.Eu deveria levar aquele tiro ! Era destinado a mim,Beth não tinha que ter mudado o curso natural dos fatos,sei que deveria estar grato por ter ela como um anjo da guarda ter salvado minha vida mas...preferia ter ido no lugar dela,qualquer coisa é menos massacrante do que ver a mãe de sua filha ser assassinada brutalmente,diante de seus olhos e morrer por você. Que tipo de amor é tão forte e puro,ao ponto de abrir mão da própria vida pelo outro ? Não consigo ter nem mesmo a noção do quanto ela me amou,a extensão de seu sentimento foi capaz de fazê-la cometer um ato de coragem,ou chame de insanidade.Tudo que sobrou dos nossos sonhos são lembranças,as quais irão me fazer sorrir e chorar por amargos anos.Elizabeth abdicou de sua vida em nome do amor que sentia por mim e embora não saiba como colar os cacos que restaram do meu coração,irei honrá-la,criar nossa filha com todo afeto.Ensinarei Lilly a ser honesta, forte  e a lutar pelo que acredita,farei o que a mãe dela faria se estivesse aqui.



 Michael

Encontrei forças em minha filha para prosseguir.É por ela que vivo,não tenho pensado em reconstruir minha vida ao lado de outra mulher,na verdade se aparecer alguém especial quem sabe? Essa não é minha prioridade,amar verdadeiramente é só uma vez na vida, essa é a magia desse sentimento tão abstrato,e devastador...Tenho repetido a mim mesmo que o quero agora é me dedicar inteiramente a minha pequena Lilly.Elizabeth partiu cedo demais, levando consigo metade do meu coração,mas é claro que nem tudo nessa história se resume a tristezas.Ela me deixou meu tesouro mais precioso,minha filha,a coisa mais importante do meu mundo.Um pedacinho do nosso amor e isso não há fortuna que compre, a satisfação de ser responsável por educar e formar o caráter de outro ser humano é sem dúvidas a mais satisfatória e fascinante das experiências.

Jensen,foi preso e deve passar o resto de seus dias mofando em uma prisão de segurança máxima.O veredicto final foi decretado e ele pegou prisão perpetua.A justiça foi feita e me sinto vingado ao saber que aquele monstro nunca mais irá atormentar minha família.Nada poderá trazer minha loira encantadora de volta,mas ao menos Jensen pagará pelo que crime bárbaro que cometeu,e por ter me destruído..Por mais que soubesse que ele era um maldito traidor,perigoso e disposto a me destruir a todo custo.Não imaginava que pudesse chegar ao extremo e se tornar uma ameaça.Somente quero esquecer,apagar toda essa tragédia que arrancou-me o grande amor de minha vida,tento não nutrir magoa,minha filha precisa de um pai carinhoso e não deixarei as lamúrias do passado a afetarem.

Costumo usar a metáfora das estrelas pra falar de Elizabeth para minha filha,sim,ela tem duas estrelas lugar dos olhos,sempre que a saudade de sua mãe bate olho nos olhos azuis e meigos da minha pequena e enxergo nela sua mãe.Lilly fez 9 anos esse ano e vive correndo animada pela casa,me contando sobre como foi o dia no colégio.Ela é a luz dessa casa,e nossa relação não poderia ser melhor.




Tento compensar a ausência da mãe como posso,sei que nada pode substituir minha loira encantadora,mas tenho feito o impossível para ser um pai presente.

Os últimos 6 anos foram extremamente dolorosos,e também serviram de aprendizado aprendizado. Aprendi que certas pessoas vão embora de nossas vidas de qualquer maneira mesmo desejemos do retê-las para sempre.Elizabeth iluminou minha vida com seu amor,delicadeza,doçura,a verdade é que ao menos para mim a terra jamais foi acariciada por um toque divino como o da minha loira encantadora.O amor verdadeiro não tem um curso fácil e embora suave e revigorante como a brisa da manhã,também fere,sufoca.O amor por si só é para os sábios,aqueles que não tem medo de arriscar.Elizabeth,pode ter partido cedo de mais,sim ela se foi e parte do meu coração foi junto com ela.Costumo dizer que as pessoas que amamos nunca morrem,o material,o corpo pode desintegrar-se,mas em espírito elas permanecem em nossos corações.Beth estará sempre em meu coração,não importa que o tempo passe,nada pode destruir,ou sequer abalar o amor que sinto por ela e apagar da minha memória as doces lembranças dos nossas noites de amor.

- Papai,posso te perguntar uma coisa?_Lilly me olhou com um certo receio,se sentando ao meu lado na grama.Estávamos próximos ao jardim da mansão.



- Claro querida,pode falar..._assenti,fazendo um carinho nos longos cabelos da minha princesinha,tentando fazê-la confiar em mim.

- Se a mamãe estivesse aqui,será que se orgulharia de mim?_senti a tristeza na voz de minha filha,no fundo ela sente falta de uma figura feminina na qual se inspirar. Está na hora de ter esse tipo de conversa com Lilly,não dá para adiar.Por sorte é uma menina inteligente e madura,terá mais facilidade em compreender.

- Sua mãe antes de morrer pediu para que lhe falasse algo.Resolvi,esperar que tivesse idade suficiente para compreender,criasse maturidade para valorizar as palavras dela.Elizabeth, disse que a ama e que sente orgulho de você. Sua mãe se orgulhou de você desde o dia que nasceu.Pode ter certeza que ninguém a amou mais que sua mãe, o amor dela por você era puro,altruísta...Se hoje estivesse aqui ao nosso lado estaria orgulhosa de vê-la crescendo e se tornando uma mulher forte,generosa,linda_revelei com os olhos cheios de lágrimas, a saudade as vezes machuca, corrói e isso é inevitável.

- Mamãe,teve muita sorte de ter vivido uma amor assim,poucos tem essa chance_deu-me um abraço reconfortante e me senti em paz.Lilly tem muitos traços de Beth,mas o que eu mais admiro nela é sua doçura sensibilidade.

- Tem razão minha filha,tem me ensinado muitas coisas,sabia menina?_sorri sem graça,bagunçando o cabelo dela e ambos caímos na gargalhada.

- Vi uma foto dela outro dia,e nossa...minha mãe era tão linda papai!_pulou no meu colo e eu automaticamente,sorri ao lembrar da bela loira de traços perfeitamente delicados,curvas bem moldadas,que me encantou desde o primeiro dia que pisou na Fabulous. Elizabeth tinha uma beleza rara que transparecia de dentro para fora.A beleza exterior é  importante de certo modo, afinal é o que atraí,mas é a essência  que permanece e minha loira encantadora tinha os dois.

- Sim,ela era lindíssima, você herdou os olhos dela _forcei um sorriso e contive o choro.

- Somos parecidas,é eu sei,por isso sou tão bonita!_enalteceu e deu uma risadinha curta,logo em seguida suspirou lentamente e se levantou do meu colo.

- Papai ,estou com sono vou dormir,boa noite,amo você!_despediu se de mim com um abraço apertado e correu em direção a mansão, deixando-me inerte e perdido no brilho das estrelas em meio a recordações maravilhosas...Talvez as coisas pudessem ser diferentes,claro,daria tudo para a mulher que amo estar ao meu lado nesse momento.

Aprendi que não cabe a nós decidir,e a vida não é como gostaríamos que fosse.Me pergunto todos os dias.Valeu a pena? E agora após as feridas terem cicatrizado,posso afirmar que mesmo que não tenhamos ficado longos anos juntos o tempo que tivemos,foi o suficiente para ganharmos "eternidade"

Gosto de pensar que um dia iremos nos encontrar novamente e contemplar as estrelas de mãos dadas.O amor verdadeiro nunca morre e Elizabeth será sempre meu eterno fascínio...






WILLIAM SHAKESPEARE


Fim


77 comentários:

  1. Uau .. Ansiosa aquii ..
    Dia 5 chegue logo chegue *-*

    ResponderExcluir
  2. Opa... Já estou aqui viu. Adoro fanfics com o Michael astuto, sedutor. em fim... Estou ansiosa Larissa.

    ResponderExcluir
  3. Omg muito ansiosa *---*

    ResponderExcluir
  4. Tomare que amanhã chegue logo estou ansiosissima

    ResponderExcluir
  5. Olá meus leitores maravilhosos *-*
    Chegando com o primeiro capítulo,espero que se apaixonem por esse Michael cafajeste rsrs...
    Beijinhos<33

    ResponderExcluir
  6. Oh céus que homem cafajeste e terrivelmente... Sexy. - Arfei. kkkk's
    Já gostei do início Larissa. Continue please...

    ResponderExcluir
  7. Ta muito perfeeeita *---* continua to morrendo Larissa *--*

    ResponderExcluir
  8. Nossa adorei Larissa me desculpe parece que somos chará não me entenda mal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina flor kkkk
      Obrigada por acompanhar espero que continue aqui...
      bjs <3

      Excluir
  9. Chegando com mais muito obrigada pelos comentários de vocês eles são muito importantes para mim então please não deixem de opinar :)
    Parece que nem a durona Elizabeth resistiu a tanto charme haha...
    Abraços *---*

    ResponderExcluir
  10. Deixa de charme Elizabeth, entregue-se a ele de uma vez. kkkkkkk Quem sabe com isso o Michael deixe de ser um astuto comedor e passe a ser um romântico. kkkk's
    Estou adorando a história Larissa, muito boa. <3 Continue please. :*

    ResponderExcluir
  11. Continua omg *o* tá perfeita

    ResponderExcluir
  12. Capítulos 5 e 6 postados muito obrigada pelos comentários meninas :)
    Michael e Elizabeth já estão apaixonados.Vamos ver se irão ceder rsrs ?
    Gostaria de saber o que estão achando da fic então por favor comentem
    Beijinhos <3<3

    ResponderExcluir
  13. Está ótima flor. Adorando! Só quero ver até onde esse joguinho de amor e sedução vai dar, até pq a Elizabeth também está fazendo um tipo de jogo, foi o que me pareceu. U.u
    Continue, por favor!
    Bjs :*

    ResponderExcluir
  14. Amei :3 continua por favor leitora nova *---*

    ResponderExcluir
  15. Atualizada (:
    Espero que gostem no próximo trarei um hot *-*
    Boa leitura !!!
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Ah... Eu quero... rsrsrsr
    Continua flor, ansiosa pelo o próximo capítulo. U.u

    ResponderExcluir
  17. Gente... Confesso que me surpreendi com Michael nessa fanfic, principalmente no começo. Tentava repetir para mim mesma: Calma Thaís, Michael não é assim, isso é apenas uma fanfic!
    Rsrsrs, mas uma coisa eu preciso admitir. Cara, não existem palavras para descrever suas fanfics, elas são perfeitas. Não, perfeitas chega a ser pouco para defini-las. Eu nem sei o que comentar aqui! Já falei que você é perfeita?! Porque pra escrever assim a pessoa tem que ser perfeita!
    Ai gente, CONTINUA!!! Necessito das sua fanfics para sobreviver agora!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AWW muito obrigada pelo comentário flor fico lisonjeada com o elogio e muito feliz em saber que gosta das minhas fics (:
      Estou me esforçando ao máximo nessa fanfic e tenho amado escrevê-la !
      Abraços linda :3

      Excluir
  18. Chegando com mais *-*
    Gostaria de me desculpar por não ter postado ontem houve um imprevisto e só deu para atualizar hoje
    Preparados para a primeira noite desse casal caliente rsrs ? Obrigada pelos comentários eles são muito importantes para eu saber se estão gostando...
    Boa leitura !!!
    bjs <33

    ResponderExcluir
  19. Eu pude ver a cara do Michael perguntando se ele tinha machucado ela, chamando ela de baby, princesa. Tão fofo. Só espero que ele não a machuque assim como o outro carinha lá fez. Não sei do que se trata ainda, mas imagino.
    Continua logo flor.
    Bjs :*

    ResponderExcluir
  20. Atualizada girls obrigada pelos comentários <3
    Agora o Michael vai narrar um pouco e vamos desvendar um pouco do passado sombrio dele ...
    Abraços *-*

    ResponderExcluir
  21. Sempre amando o jeito forte da Beth e cada vez mais confusa com as mudanças de humor do Mike kkkk, sempre amando. <3 ~ViihSiqueira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah... Estou tão feliz de te ver por aqui Vivi sua linda <33
      Que bom que está gostando (:
      Abraços

      Excluir
  22. Capítulos 13 e 14 já postados *-*
    Obrigada pelos comentários no próximo capítulo irão se surpreender com o Michael *o*
    Beijinhos doces

    ResponderExcluir
  23. Eu não sei se eu morro de rir ou dou uma surra nesses dois. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Beth é uma doida mds, adoro esse gênio dela e o jeito canalha fodido do Michael. É, as coisas mudam e ele vai comer na mão dela. Adorei, continua logo. <3 ~ViihSiqueira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom esses dois safadinhos kkkkkkkkk
      Beth é uma maluca em certos pontos e Michael não muda nunca
      Obrigada pelo comentário sua diva :3

      Excluir
  24. Respostas
    1. Muito obrigada perfeita é você flor *--*
      kiss

      Excluir
  25. Hello meninas chegando com mais *-*
    Vamos descobrir quem é o verdadeiro Michael e acompanhar mais um flash back do passado doloroso de Elizabeth
    Obrigada pelos comentários (:
    Beijos <333

    ResponderExcluir
  26. Geeentee! Agora eu to curiosa!
    Continua Larissa,tá perfeito

    ResponderExcluir
  27. Essa fic sempre prometendo. Adoro isso!
    Continua flor. :D

    ResponderExcluir
  28. Omg eu amo essa fic continua mulher *---*

    ResponderExcluir
  29. Atualizei um pouco (:
    Vamos torcer para Elizabeth vai sair dessa e pra que eles se entendam :/
    Obrigada pelos lindos comentários espero que estejam gostando amores *-* Até o próximo...
    Bjs <3

    ResponderExcluir
  30. Eita! A Beth se lascou agora. :o
    Vai com calma ai Michael, deixa a garota se explicar.
    Continua...

    ResponderExcluir
  31. Capítulos 19 e 20 postados (:
    Obrigada por acompanhar vocês são incríveis
    E por favor deixem seus comentários
    This is it

    ResponderExcluir
  32. KKKKKKKKKKKKKKKKKK ESSE MAICO É MUITO ESTOURADO CARA MDS, crise de ciúminho hauehauehuae <3 , break his face, Mike. KKKKKKK ~ViihSiqueira

    ResponderExcluir
  33. Continua tá muito perfeita :*

    ResponderExcluir
  34. O Michael é muito ciumento, mas a Beth deveria parar um pouco para entender o lado dele.
    Continua Larissa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade ela é bem intolerante haha
      Obrigada por acompanhar sua linda <3

      Excluir
  35. Chegando com mais meninas *-*
    Michael está decidido a dar o próximo passo e acreditem Jensen não é o que parece ser breve entenderão
    Obrigada por seus comentários são muito importantes para mim :3
    Abraços

    ResponderExcluir
  36. Opa, agora vejo que treta está por vir. kkkkk's
    Será que esse Jensem só quer ferrar com a vida do Michael
    ou ele só age assim para proteger o Michael? Sei não hein...
    Ah sim, e de nada flor, comento pq vc merece. É muito legal essa fic. :D
    E continua please.
    Bjs :*

    ResponderExcluir
  37. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  38. Hello *-* Capítulos 23 e 24 postados espero que gostem
    A partir de agora vai ficar tenso.Michael está confiando nas pessoas erradas e ainda irá se arrepender...
    Obrigada por acompanharem <3
    bjs :3

    ResponderExcluir
  39. Michael não pode acreditar nesse fdp do Jensen :( Continua amore tá muito boa

    ResponderExcluir
  40. Vamos lá meninas,é partir de agora irão conhecer o lado vingativo de Michael ele sabe ser extremamente cruel...
    Deixem os comentários *--*
    This it it <3
    bjs

    ResponderExcluir
  41. Vou pegar esse bixa do Jensen e meter o murro na boca dele... filho da puta! E O MICHAEL ACREDITA NELE, IDIOTA AO EXTREMO. Não sei mas algo me diz que o Dean vai ajudar a Beth kkkk slá.... amei mas to odiando o Michael. E o Brandon <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jensen merece isso e muito mais,tanto fez que conseguiu alcançar seus objetivos...
      Sim Michael está cego de ódio e não consegue enxergar o óbvio,está sendo um completo idiota !
      Bom te ver por aqui Vivi divando nos comentários como sempre <3
      Beijinhos amore

      Excluir
    2. Como sabe que sou eu? u.u kkkk <3
      ~VivihS

      Excluir
    3. Vivi kkkkkk o nome e o jeito de comentar *-*
      bjs

      Excluir
  42. Capítulos 27 e 28 postados,é o sofrimento de Elizabeth apenas começou :/
    Finalmente a verdade veio a tona vamos ver se Michael consegue ajudá-la
    A fic em breve entrará na reta final e quero saber o que estão achando então meninas não me abandonem e deixem seus comentários *-*
    Abraços :3

    ResponderExcluir
  43. Ei linda, bem, agora estou comentando com minha conta.
    Meu Deus, que atualização foi essa?! Estava muito bom pra ser verdade. Dean e Jensen, dupla perfeita, dois imbecis. Como Michael foi tão idiota?!
    Eu não consigo acreditar nisso. Duvido Beth perdoar Michael, duvido mesmo. Se eu estivesse no lugar dela, não importaria o tamanho do meu amor, eu não perdoaria de jeito nenhum! O que Michael fez com ela foi horrível. Ele também foi vítima dessa história toda, mas...
    Meu Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Michael você foi um idiota e agora olha no que deu.Continua flor sua fic é perfeita *---*

      Excluir
    2. Aww sua perfeita nem preciso dizer qua aprecio seus comentário *-*
      Michael foi um idiota deveria ter confiado em Elizabeth...Dean é extremamente cruel e parece estar disposto ao pior
      Com relação a Beth perdoá-lo também creio que não será fácil rsrs
      Beijinhos diva <3

      Excluir
  44. OMG! Eu sumo por uns dias e quando volto as coisas já estão fodas! :o
    Michael tá fodido agora. Só espero que a Beth não o perdoe tão facilmente assim,
    pois ele tem que sofre por tê-la maltratado.
    E ai, ele vai ficar tão besta quando saber que ela está grávida. :D

    Continua Larissa, está muito boa!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Anne você sabe que amo suas fics mas não canso de repetir que honra uma de minhas autoras favoritas acompanhando minha fic (;
      Se prepare vem fortes emoções por aí....
      Bjs <3

      Excluir
  45. Atualizada pessoas lindas do meu <3
    Bem já deu para perceber que Elizabeth está sofrendo muito e que Dean .perdeu completamente o controle....Veremos se Michael a salvará nos próximos capítulos,espero que gostem *--*
    Abraços

    ResponderExcluir
  46. Não acredito que o cara não vai devolvê-la para o Michael! :o
    Que covarde vlh, que fdp.

    Continua logo ai baby, estou muito ansiosa para que o Michael a resgate.

    Bjs :*

    ResponderExcluir
  47. Continua pqp Michael tem que salvar Beth *o*

    ResponderExcluir
  48. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  49. Capítulos 31 e 32 postados (:
    Elizabeth agiu com o coração e perdoou Michael,eles se amam e ela está certa de não perder tempo guardando magoa,rancor,ele também foi vítima na história e merece uma segunda chance....
    Estamos chegando a reta final da fic meninas obrigada por estarem aqui e pelos comentários, vocês são incríveis <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  50. Ahhhh... Demorei (de novo), mas achei. U.u
    Então, a Beth deveria ter dado uma lição no Michael, mas quem resistiria a um homem desse? Ninguém lol o/

    Continua baby :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade quem resiste ? É muito sedução para um homem só kkkkkkkkkk
      Aww Anne obrigada por estar aqui amore <333
      Bjs

      Excluir
  51. Atualizada boa leitura !!! Segundo chego com o final e prometo que vem mais fics por aí rsrs *--*
    Bjs <3

    ResponderExcluir
  52. Chegamos um final de mais um fic ! Claro não poderia deixar de agradecer a cada um que acompanhou a história e deixou seu gentil comentário.Essa fanfic tem um lugarzinho especial no meu coração e posso dizer que gostei do resultado final.É sem dúvida um final que poucos esperavam e talvez alguns leitores não gostem ou simplesmente não se conformem rsrs.Na verdade nem sempre a vida nos dá o que pedimos,Beth e Michael não tiveram o tão sonhado "felizes para sempre",mas se olharmos pelo lado positivo o amor deles gerou frutos.Michael foi presenteado com alegria de ser pai,ela lhe deixou a coisa mais importante de sua vida uma
    " filha"
    Espero vê-los em outras fics minhas,que aliás estão por vir,prometo trazer muitas outras histórias para vocês...Obrigada por estarem aqui !
    Beijinhos no <3
    Larissa Rabelo#

    ResponderExcluir
  53. Nossa cara, realmente foi muito triste. :/
    Mas fazer o que néh, nem todos os finais são felizes. Eu tiro por mim mesma,
    pois já escrevi finais tristes tbm, e a gente escreve o que a nossa imaginação ordena. :D
    Mas em fim flor, te digo que gostei muito dessa fic, o jeito do Mike cafajeste no começo me encantou rsrsrs Parabéns viu, eu gostei muito.

    Bjs e até as outras. :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Awwwwwwwwwwwww
      É tão bom ser elogiada por uma das melhores autoras que conheço *-*
      Amo cada uma das suas fics,obrigada por ter acompanhado linda :3
      Abraços

      Excluir
  54. Eu nem preciso falar nada sobre essa fanfic né, Larissa? Cara eu lembro o quanto eu te enchia a paciência pra postar logo, o quanto te enchia de perguntas e tudo mais... Eu só tenho a dizer que essa entrou na minha lista de MELHORES FANFICS que já li na vida. Eu sou apaixonada pelo Mike e pela Beth , cara. Vou sentir muita falta do "loira encantadora" e muitas outras coisas, exemplo o "fodidamente gostosa(o)" KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.... Bem, vou sentir muita a falta dessa fanfic porque ela está no meu coração <3 EU AMO "AMOR EM JOGO" <3
    O final pode ter sido triste mas existe uma mensagem por trás de tudo e é completamente linda, como eu já comentei contigo pelo Whats. Enfim, parabéns pelo seu trabalho tão lindo e feito com tanto amor e dedicação, você é ótima Larrisa <3
    Um bjo de ima pessoa que te enche o saco ao extremo kkkkkk.
    -Vivih S

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa sem palavras rsrs...
      O que dizer de uma das leitoras mais maravilhosas que tenho ?Sem dúvidas cada um de seus lindos comentários me motivaram a continuar com esse projeto.Claro que fico extremamente feliz em saber que finalmente escrevi algo que preste haha
      Eu nunca vou esquecer do quanto você me enlouquecia por capítulos dessa fic kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Muito obrigada pelo carinho adoro você flor <3
      Beijokas

      Excluir