quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

FanFic: "Dangerous Game" (+18)

Autora: Maricia Jackson






Sinopse: 

 "O que acontece em Vegas,fica em Vegas". Parece que essa frase não serviu para o empresário Michael Jackson e a cantora e dançarina Alexia Heizel. 

 O que era para ser uma noite animada,regada a muito bebida e atos insanos,se tornou uma confusão para esses dois.

O que você faria se acordasse ao lado do seu inimigo e com um detalhe,CASADA com ele? O que acontecerá a partir daí?


Personagens:


Michael Jackson 




Michael Jackson é dono de uma das boates mais badaladas de Las Vegas,a "Danger Zone" . O jovem empresário arranca suspiros por onde passa.Conhecido como um sedutor de primeira linha e pouco confiável,Michael é alvo de paixões e principalmente,inveja.

Alexia Heizel




Alexia é uma jovem de 24 anos, canta e dança na boate ''Blackout'', principal rival da "Danger Zone". Acostumada com o assédio masculino e até mesmo feminino, Alexia sabe muito bem lidar com esse tipo de situação.Sente verdadeiro asco do ''Cafetão Michael Jackson'',como ela costuma dizer.

  O que ambos não esperavam, é que o destino vai uni-los da pior maneira possível.Como conseguirão conviver um com outro nesse perigoso jogo de sedução?


Capítulo 1 

Alexia

     Expio pelas cortinas da coxia a movimentação no local.Hoje a noite tende a ser agitada,é a reinauguração da " Blackout'',boate que eu trabalho.Não,eu não sou uma stripper.Apenas canto e danço,claro que se tratando de Las Vegas,meu trabalho de longe não é visto como "uma profissão cristã''.
  Estou acostumada com o assédio dos frequentadores.Trabalho aqui desde os meus 18 anos.Sei exatamente como funciona os esquemas,sei também que algumas das minhas colegas de trabalho se prostituem.Eu nunca fiz e nem pretendo fazer,mas também não abomino quem faz,pois aqui,isso não é novidade.
  Pra falar a verdade eu amo o que eu faço.Nunca me entedio,cada dia é de um jeito. Vim pra cá aos 15 anos de idade com a ilusão de me tornar uma cantora ou modelo famosa.Mas tudo isso foi balela.Eu e minha amiga Sarah acabamos trabalhando como garçonetes em um cassino. Dali mesmo,observamos todos os tipos de homem e,consequentemente,aprendemos a lidar com cada um deles.
 Depois de três anos,conhecemos o Bred,dono da "Blackout". Numa certa noite,quando conversávamos, eu disse à ele que eu cantava.Ele adorou minha voz e nos convidou para trabalhar na sua boate.Bred já tentou me levar tantas vezes pra cama,que acabou desistindo e hoje é um grande amigo meu. 
  Enquanto termino de passar meu batom vermelho,Bred vem avisar que minha apresentação começará em 5 minutos.
-Alexia,você entra em alguns minutos. 
-Okay. - ajeito meu vestido cor de vinho justo e decotado e estou pronta.
-Uau! Está cada dia mais deslumbrante!
-Obrigada,honey..
-Desse jeito vamos roubar os fregueses do Jackson! 
-Você acha? Tenho certeza! Agora vamos,tá na hora do show!
   Quando Bred diz "Jackson" , está se referindo ao dono da boate "Danger Zone", - nossa principal rival - Michael Jackson! O homem mais repugnante que já vi na vida!Mas se depender de mim,sua boate vai a falência logo,logo..


Capítulo 2 

Alexia 


   Terminei minha apresentação e fui para o bar aproveitar a noite.Hoje tinha muito mais clientes do que normalmente.Queria ser uma mosquinha para ver a cara do Michael Jackson! 
-Alexia,isso aqui ta fervendo! - disse Sara,eufórica
-A boate ficou linda,honey! Bred arrasou dessa vez! Sabe onde eu queria estar agora? -dizia,enquanto bebericava minha taça de champanhe
-Onde? 
-Na Danger Zone! 
-Tá brincando ne? Bred te mataria! 
-Qual o problema? Só queria ver como está sua espelunca! 
-Eu queria mesmo é transar com esse gostoso! 
-Nossa,que mal gosto você tem ein?
-Alexia,tudo bem que você nutre um ódio por ele ser nosso rival,mas seja sincera,ele é um gato! 
-Só porque ele deixa grande parte das mulheres com a calcinha molhada,não quer dizer que provoque o mesmo comigo! 
-Ae? Então vamos,baby! 
-Pra onde?
-Pra Danger Zone ué? Somos livres para frequentar qualquer boate! 
-Eu não disse que queria frequentar o antro de perdição que é a boate dele.Só queria ver sua cara de decepção,além do mais,eu nunca daria o meu dinheirinho pra enriquecer o cofre desse cafetão! 
-Nossa!! Se você não quer,eu vou! 
-Sozinha? 
-Quem disse que eu vou sozinha? Ta vendo aquele coroa sentado ali? - apontou para um pobre coitado entornando o caneco no fundo do salão
-Ah não Sara, não acredito que vai fazer aquele homem de vítima! Poxa ele vem sempre aqui! -comecei a rir dela 
-Melhor ainda! Ele é bem divertido,fora que é podre de rico! Ele que me convidou para dar uma esticadinha..
-Já vi que vai arrancar o último vintém desse homem né?
-Vou apenas me divertir! Bye,honey! 
-Até mais! 
  Continuei na boate até cansar e me levantar para ir embora.Acontece que meu apartamento fica próximo à Danger Zone.
Eu juro que não foi minha intenção,provavelmente o álcool afetou meu bom senso. Atravessei a calçada e cheguei perto da grande porta da boate.O cheiro de cigarro e bebida já era evidente na entrada.
  Me aproximei um pouco mais para expiar,mas senti uma mão gelada segurar meu braço. 
-Perdeu alguma coisa aqui fora,senhorita? - era ele. Michael Jackson.
   Vestia um terno de linho preto e um chapéu fedora,da mesma cor.Seus cabelos encaracolados estavam amarrados,com algumas mechas no rosto.Confesso que quando ele deu um sorriso safado,senti minha intimidade pulsar. 
-Eu..eu to esperando minha amiga que está lá dentro. 
-Ah sim.. - Michael me olhou de cima a baixo -Então porque não entra? Ah..Como não reconheci! Você é a Alexia.. 
-Heizel. 
-Exatamente! Trabalha na Blackout,certo? Podia jurar que veio aqui xeretar o movimento da minha boate. 
-Olha pra minha cara, Jackson! Acha mesmo que depois do sucesso que foi nossa reinauguração,eu ia perder meu tempo vigiando sua espelunca? - Michael riu
-Espelunca? Porque não entra pra conferir de perto? - disse se aproximando de mim
-Não estou com a mínima vontade.Se bem que, eu adoraria ver sua "casa de tolerância" aberta pela última vez!
-Última vez? - disse de cenho franzido
 -Sim,porque se sua boate continuar as moscas,logo logo vai fechar!
-Hmm - riu - Se eu fosse você não diria isso! -Michael me segurou pela cintura.Se não for impressão minha,esse homem está tendo uma ereção!
-Ae? Vai fazer o que? - disse o provocando 
-Calar sua boquinha será a primeira coisa que eu farei! - quando ele me pressionou mais,tive uma vontade incontrolável de chutá-lo lá naquele lugar,e foi o que eu fiz! - Sua vadia! -disse se contorcendo de dor
-É pra ficar mais esperto,Jackson! Au revoir..!
   Fui embora,enquanto Michael espumava de raiva,mas pude ouvir sua risada sexy abafada. Esse homem tem algo de diferente,mas nada que possa surpreender Alexia Heizel!


Capítulo 3



Michael
 
   Essa infeliz da Alexia consegue me infernizar! Ela e aquela corja que trabalha na "Blackout".Mas pra ela eu dou um desconto,porque essa morena é muito gostosa,mesmo deixando as minhas bolas roxas!
  Não vou mentir,a reinauguração da Bkackout me deixou preocupado.Estamos em Vegas,os negócios são como os jogos nos cassinos.Uma hora você está lá em cima e em outra,você tá no buraco.
  Eu confio no meu taco,já desbanquei muitas boates e cassinos,não me perguntei como.Só que essa boate em especial,me tira dos nervos! É a minha principal concorrente,vira e mexe vem um filho da puta me perguntar porque não temos uma cantora ou stripper tão gostosa como Alexia.
  Que eu saiba ela não faz strip tease,ainda bem,se não eu teria um rombo no final do mês.Mas eu confio nas minhas garotas,elas são ótimas no que fazem!
-E então Frank,como fechamos a noite? - disse ao meu amigo,que é gerente da minha boate
-Movimento nota 10, porém a reabertura da Blackout dispersou o pessoal..
-Mas que droga! Esse Bred sempre competindo comigo!
-Mas ele tem o pote de ouro dele. -Ta falando da Alexia Heizel? Aquela vaca que quase arrancou meu pau? 
-A própria.Mas que história é essa? 
-Peguei ela cercando a boate,e a desgraçada chutou minhas bolas! 
-Ah Michael? Deixou uma mulher te desarmar? Você tá mal mesmo ein! 
-Mas eles que me aguardem.Amanha mesmo vão ter uma surpresinha! 
-O que vai fazer?
-Você vai ver..! 
(...) 

Alexia   
   Depois do sucesso de ontem,a boate ta entornando de gente.Bred tá num humor dos deuses! É bom que eu não tenho que aturar suas patadas. 
Está quase na hora da minha apresentação.Hoje eu vou cantar e depois fazer um número de dança sensual.O máximo que faço é ficar semi-nua,pois se eu dançar sem roupa alguma,provavelmente terei dor de cabeça com esses bêbados tarados.
Meu show como sempre foi excelente.Já estou no camarim colocando a roupa da próxima apresentação. 
-Gata!! Você foi demais! - disse Eric,meu melhor amigo,ou posso dizer "amiga". Ele que maquia as garotas.
-Obrigada,darling! Agora me ajuda,vou entrar de novo daqui a pouco. 
Vesti um espartilho vermelho,uma cinta-liga preta rendada e botas de cano alto. Já estávamos pisando no palco quando vi uma certa movimentação lá em baixo.
-Sara,o que ta acontecendo?
-É a polícia!
-Mas por que? Não to vendo nada de errado aqui!
-Meninas,Bred tá mandando todo mundo descer! - disse Eric
-Droga! Deu B.O - diz Sara
  Fiquei possessa! Fui atrás de Bred para ver qual era o problema.
-Bred,o que tá acontecendo?
-Fizeram uma denúncia anônima dizendo que vendemos droga aqui.
-Mas isso é mentira!
-Eu sei,vão revistar a boate toda.
-Vamos ter que fechar hoje?
-Não será preciso.Esperem só um pouco e já podem se apresentar.Mas que droga! Quem faria isso?
-Alguém querendo nos derrubar! - é isso! Foi o Michael que quis se vingar de nós.Mas eu vou dar um jeito nisso
-Quer saber? Podem revirar tudo isso aqui.Duvido que vão achar algo!
-Fica tranquilo Bred,vai beber um pouco,relaxa.. Eu vou cuidar disso.
-O que vai fazer?
-Não se preocupe!
  É Michael Jackson,você mexeu com quem não devia.Agora vou te mostrar o que acontece com quem pisa no meu calo!

Capítulo 4 

Alexia
 

   Nada me tira da cabeça que foi Michael quem nos denunciou.Se ele soubesse o ódio que eu to sentindo dele neste exato momento,ele passaria um mês sem por o pé pra fora de casa.Mas tudo bem,o que é dele tá guardado! 
  Acordei bem cedo pra por meu plano em ação.À essa hora ninguém estaria na Danger Zone.Coloquei meu vestido preto e um sobretudo por cima,da mesma cor também. Ah,e o principal não poderia faltar,o galão de gasolina! É isso mesmo que vocês leram, eu vou fazer um pequeno estrago naquela birosca! Quero ver se depois disso ele vai continuar com aquele sorriso safado no rosto.
  Peguei a chave do meu carro recém comprado e fui até o ninho de cobras,vulgo, Danger Zone.Eu não podia ir lá a pé,mesmo morando perto.
   Ótimo! Não tem ninguém por perto.Também, as seis da manhã de sábado é difícil mesmo.
Entrei cuidadosamente pela porta de trás.Claro,tenho meus truques para arrombar uma porta. E finalmente,consegui! Devo confessar que por dentro é bem luxuosa.Tem as mesas de aposta,roletas,cassa-níquéis e claro, um palco feito especialmente para mulheres nuas foderem o imaginário masculino.
Pois bem,eu não vim para ficar admirando a decoração e sim pra dar uma "leve" modificada no castelinho do Jackson.
  Abri o galão de gasolina e despejei pelas mesas,balcões, objetos,máquinas..tudo que vi pela frente.
-Mas o que é isso? - me virei despreocupadamente para encarar Michael
-Só to retribuindo seu presente!
-Sua louca,me dá isso aqui! - Michael tirou o galão das minhas mãos rapidamente.
-Pode pegar,já terminei de usar!
-Você pirou,sua retardada! 
-Você que pirou! Acha que eu não sei que foi você que chamou a polícia para espantar os fregueses da boate? Que golpe baixo,Jackson!
-E ai você vem e decide tacar fogo na minha boate?
-Eu devia tacar em você,isso sim!
-Garota,você não sabe com quem tá mexendo...
-Você é que não sabe com quem tá mexendo! - peguei o esqueiro que estava no meu sutiã e mostrei para Michael
-Nem pense nisso Alexia..
-Está com medo é?
-Garota eu não vou falar de novo..
-Foda-se,to nem ai pra você!
-Eu posso chamar a polícia!
-Chama,pode chamar! Que também te denuncio por passar trote e se a polícia puxar sua ficha,capaz de ficar enjaulado mais tempo que eu!
-Agora já chega sua ordinária! Me dá esse esqueiro!
-Vem pegar,baby! - Michael se jogou em cima de mim.
    Eu tomei um susto,nunca tive um contato,digamos,mais selvagem com ele.
-Sai de cima de mim seu tarado!
-Foi você que pediu e nem pense em me chutar de novo! - Michael prendeu minhas pernas
-Já falei pra sair de cima de mim! - Michael arrancou o esqueiro da minha mão e jogou longe,mas continuou em cima de mim.
-Você é muito gostosa sabia?
-Vindo de você,não é elogio!
-Hm,só precisa de alguém para domá-la! - Michael atacou meus lábios com um beijo faminto.Céus,beijar essa boca devia ser pecado!
  Eu bem que tentei resistir,mas senti um calor me envolver e chupar esses lábios carnudos era a  sensação de estar no paraíso.Não preciso nem dizer o estado que ficou minha calcinha,mas eu consegui voltar a sanidade.
-Ai,desgraçada! - mordi seu lábio inferior
-Se continuar encostando essas asas imundas - ( e malditamente gostosas) - em mim,vai acabar ficando aleijado!
   Me levantei rapidamente sentindo a ira me consumir.Por mais que tenha sido o beijo mais excitante da minha vida,foi da porra do gostoso do Michael Jackson !




Capítulo 5 

Michael

   Eu juro que não foi minha intenção beijar essa mulher,mas ela tava pedindo.Só que essa louca quase ranca meus lábios também.Mas não tem problema,o beijo valeu a pena.Olha,eu tenho uma lista imensa de mulheres que já me relacionei,e nunca senti nada parecido do que quando beijei ela. Quer dizer,não foi isso tudo também não! Foi só um beijo bom...Ainda não esqueci que ela vaca tentou incendiar minha boate.
Depois de uma três horas sentado na minha cadeira,eu "acordei" pra vida. 
-Por que ligou tão cedo,Mike? - disse Frank
-Veja por si mesmo.
-Por que isso aqui ta cheirando a gasolina?
-Porque a vadia da Alexia tentou por fogo aqui! 
-Ta falando sério? 
-To! A viada sabe que fui eu quem ligou pra polícia!
-Que loucura!
-Agora dê um jeito nisso aqui,por favor. 
-Vai aonde? 
-Fazer uma visitinha à nossa amiga Alexia.. 
-Mas o que?
-Eu sei onde ela mora,é aqui perto. 
-Mas você vai fazer o que? 
-Só uma trégua.Se não daqui a pouco estamos nos matando e levando as boates junto. 
-Trégua,Michael? - perguntou duvidando 
-É só pra manter essa louca em paz..
-Boa sorte! 
No dia que a bonitinha me acertou em cheio naquele lugar,eu fui atras dela.Eu precisava saber onde ela mora e por sorte,é aqui perto.
O prédio graças a Deus não tem porteiro.Aproveitei o portão aberto e entrei.Agora tenho que saber qual andar essa mulher mora. 
-Senhora,poderia me dizer em qual andar mora a senhorita Alexia Heizel? 
-E pra que o senhor quer saber?
-Eu sou um amigo dela. 
-Amigo..sei,essa perdida mora no 502,quinto andar.
-Muito obrigado!
Deixei a velhinha falando sozinha e segui ao quinto andar.Toquei a campainha uma,duas vezes. E nada! Já tava desistindo quando escutei o barulho de trinco da porta. 
Alexia tava com a cara amassada,mas porra,a roupa dela! Ela tava vestindo um blusão cinza, (sem sutiã), e com uma calcinha minúscula.A mulher quase caiu pra trás quando me viu.
-Michael?
-É assim que atende a porta da sua casa? 
-Foda-se, o que tá fazendo aqui? - disse tentando se cubrir.Caralho,ela tava sexy demais! Tive que me controlar..
-Vim apenas conversar. 
-Como sabe onde eu moro? 
-Não interessa!
-Meu Deus,o que eu fiz pra merecer isso! 
-Posso entrar? 
-Entra.Espere eu trocar de roupa.
-Se quiser,pode ficar assim. 
-O que disse? 
-Nada.. 
Alexia foi pro quarto e demorou uns dez minutos.Fiquei observando sua decoração,ela até que tem bom gosto.Adorei quando vi postêrs de bandas como Bon Jovi,Aerosmith e Skid Row pregados na sua parede. 
-Não sabia que gostava de rock. 
-Claro que não! - deu um sorriso falso - Pois então,diz logo o que quer.
-Bom,eu fui errado em boicotar sua boate e a senhorita mais ainda em querer incendiar a minha.Proponho uma trégua,antes que terminemos presos!
-Hmm foi a coisa mais inteligente que você disse até agora.
-E o que me diz? Amigos? 
-Não quero ser sua amiga! - peguei no braço dela,delicadamente -Alexia,eu sei que não me suporta ok? E eu também não morro de amores por você.Mas acho que podemos pelo menos nos comportar civilizadamente um com outro.Se quiser pode até trabalhar comigo..
-O que? - Alexia deu uma sonora gargalhada -Esse teatrinho todo é pra me comprar? 
-Só acho que poderíamos dar uma bela dupla juntos,mas com esse gênio que você tem é praticamente impossível!
-Vai começar a me insultar é isso?
-Não,não,não! Olha vamos fazer o seguinte.Essa noite,eu e você vamos a um cassino,o que acha?
-Pra que?
-Beber! Tem coisa melhor que isso? Vamos beber,conversar melhor e depois tiraremos nossa conclusão um do outro.O que acha?
-Hmm nada mal.. Me convidar pra beber é sempre certo que eu aceite.
-Então isso é um sim? 
-Quem sabe.. 
-Te pego às dez. 
-Onze. Não costumo sair cedo da boate.
-Tudo bem.Te espero hoje,às onze. 
-Combinado.. - me aproximei de Alexia e deu um beijo demorado na sua bochecha -Até mais,honey..

Narradora:


  Parece que Alexia e Michael estão começando a se entender,ou não.Pode ser um plano dos dois para puxar o tapete de outro. O que eles não estão esperando,é que essa noite vai mudar suas vidas,completamente!



Capítulo 6 

Alexia 
   Eu ainda não estou acreditando que aceitei sair com Michael Jackson,meu inimigo número um! Agora estou aqui,louca pra terminar logo minha apresentação,para poder vê-lo ,quer dizer, para que essa noite acabe logo.
-Ué onde você vai? - disse Sara
-Eu? Vou embora ué! 
-Já? Em todos esses anos nunca vi você indo embora antes da meia noite! 
-Tenho um compromisso.
-Opa! Com quem? 
-Depois te conto,tchau!
-Tchauzinho.
Saí da boate e lá estava Michael dentro da sua McLaren. Ele saiu do carro e abriu a porta pra mim.Quem olha assim acha que ele é um cavalheiro.. 
-Está muito bonita Alexia.Sempre se veste assim nas suas apresentações? 
-Mas é claro.Acha que estamos fazendo esse sucesso todo porque?
-Hmm não é nada modesta..gosto disso!
-Pra onde estamos indo -Vou te levar no melhor cassino dessa cidade, The Bellagio!
-The Bellagio? Esse é o cassino mais caro de toda Nevada!
-Exatamente baby! Preparada?
-Claro que estou!
-Então aperte o cinto,honey! 
  Michael derrapava pelas ruas de Las Vegas. A adrenalina estava deixando tudo mais excitante.Michael estacionou seu carro e deu a chave para o guarda. -Vamos?
-Vamos!
Realmente esse cassino é mil vezes mais incrível do que eu imaginava.Sentamos no bar e Michael trouxe duas taças de bebida para nós.
-Gim? - disse analisando a taça 
-Gosta?
-Sim,é uma das minhas bebibas favoritas! 
-Olha,vejo que já sei alguma coisa sobre você! 
-Seja sincero,qual sua intenção ao me trazer aqui? 
-Eu já dise Alex! 
-Alex?
-Posso te chamar assim,ne honey?
-Não sei o que me enoja mais, me chamar de baby,honey ou Alex! - Michael riu 
-Oh querida,sabe que adoro te chamar assim e não tenho intenção nenhuma em parar!
-Irritante! Abra o jogo logo. Eu não sou o tipo de mulher que você pode enrolar.Você quer transar comigo.É isso? - Michael riu novamente,dessa vez mais alto 
-Alex,você é muito divertida! Mas quanto a sua pergunta.. - Michael se aproximou - Bem.. só lhe digo que não farei nada que você não queira. 
-Tá dizendo que eu quero transar com você?
-Tá na estampado na sua cara,honey! Mas vamos discutir isso depois.Vamos de tequila agora?
-Por que não?
Não sei quanto tempo se passou,só sei que estamos bebendo muito além da conta,mas isso tá uma delicia! Esse jogo de sedução na qual estamos envolvidos está extremamente sexy. 
-Alexia,acho que exageramos.. - Michael estava com a voz embolada 
-Você acha? Sabe cafetão,até que você é bem agradável quando está bêbado! 
-Eu devia gravar isso que você disse! 
-Pra aturar você só com muita tequila! -Michael soltou uma divertida gargalhada
-Ai ai Alexia.. você é tão mal criada! Se fosse minha esposa eu te colocaria na linha rapidinho! 
-Coitado! Se você fosse meu marido,ia sofrer! 
-Quero só ver! Está com seus documentos ai? -Michael se levantou com dificuldade 
-Sim,mas.. onde vai?
-Vem comigo.. 
-Pra onde? 
-Vamos nos casar,honey!
-O que? Tá brincando ne? 
-Não,bebê - Michael se esgueirou em mim -Quer casar comigo Alexia Heizel? Vamos ver se é mulher suficiente pra isso..
-Aé? Eu aceito,Michael Jackson!
  Saímos cambaleando cassino à fora.Essa cidade definitivamente não dorme! Encontramos uma loja aberta.Procuramos um vestido branco,como não tinha,acabei ficando com um vermelho.Esse sim é a minha cara!
  O vestido decotado tem até uma grinalda vermelha.Michael e eu saimos da loja naqueles trajes.As pessoas nos olhavam sem susto,pois isso é a coisa mais normal aqui em Las Vegas. Chegamos no cartório para realizarmos aqueles casamentos de 15 minutos.Como sempre tinha uma fila de casais.
Um cara na barraquinha vendia alianças e buquês de flores.Michael comprou os dois na hora. Um homem vestido de James Brown realizou nosso "casamento".
  Lembro- me de termos assinado nossos nomes,trocar as alianças e de dar uns amassos por lá mesmo. Depois disso não me lembro de mais nada! Só de estar deitada numa cama redonda,nua e com uma baita dor de cabeça.
(...) 
Abri meus olhos com dificuldade.Minha cabeça parecia ter um trator dentro dela,estiquei meus braços que se chocaram com corpo do meu lado.Puta que pariu,é Michael,nu assim como eu!
-Ai! - gemi,percebi Michael se espreguiçando
-A..Alexia..nós ..
-Transamos!
-Lembra de alguma coisa?
-Eu não sei.. - passei minha mão no cabelo e notei um grosso anel dourado no meu dedo -Oh meu Deus! - as lembranças começavam a aparecer 
-Alexia,o que fizemos? - Michael disse chocado ao ver a aliança no seu dedo também
-Eu me lembro disso,nós .. 
-Nos casamos.. - balbuciou Michael - Do que você se lembra?
-De você me pedir em casamento e depois estávamos no cartório e agora aqui!
-Então não foi um sonho!
-Mas que porra ta acontecendo aqui! - me levantei e percebi que estava nua,rapidamente peguei o lençol
-Não precisa se tampar,provavelmente eu vi e provei muito desse corpo essa noite!
-Meu Deus,cadê minhas roupas? - sai a procura delas e me deparei com um vestido vermelho todo rasgado.As roupas de Michael também estavam espalhadas no chão.
-Achou? - disse Michael enrolado no lençol
-Está aqui o que restou da nossa roupa! 
Depois de devidamente vestidos, Michael me emprestou o paletó dele,para cobrir meu vestido rasgado.Michael buscou o carro dele e paramos numa farmácia. 
-Toma. - Michael me deu uma garrafa de água e duas aspirinas 
-Obrigada. - estamos parados dentro do carro encarando o chão. Nem ele e muito menos eu sabemos o que dizer,o que fazer e até mesmo o que pensar.Só sei que me meti na maior encrenca da minha vida!

Capítulo 7

Michael
   Catatônico.Essa é a palavra que me descreve neste exato momento.De todas as cacas que eu já fiz na minha vida nesses 33 anos essa foi, definitivamente, a pior.
-O que vamos fazer? - Alexia disse me trazendo à realidade
-Você pergunta pra mim?
-Claro! Essa brilhante ideia foi sua!
-Você aceitou porque quis!
-Eu tava bêbada!
-E eu também! - gritei - Vamos procurar um advogado.
-Pra que?
-Pra nos auxiliar,inteligente! - revirei meus olhos.
-Será que podemos fazer isso hoje?
-Quer se ver livre de mim tão rápido,honey?
-O que você acha?
-Hm, assim que eu falar com meu amigo advogado eu te pego.
-Okay,até mais!
-Até mais,Senhora Jackson! - Alexia revidou um dedo do meio pra mim e entrou no seu apartamento.
  Cheguei em casa e liguei correndo para Sebastian,advogado que cuida dos meus negócios.Eu queria reverter essa situação o mais rápido possível!
Agora estamos aqui, eu e Alexia sentados de frente para Sebastian,rezando para que pudéssemos desfazer essa loucura.
-Então,quem vai começar a explicar?
-Ele.
-Ela. - dissemos ao mesmo tempo
-Gente,por favor.
-Alexia,você lembra de mais coisas do que eu.
-Ein? Foi você que me pediu em casamento!
-Ta vendo como ela sabe de tudo?
-Certo.O que eu me lembro é de estarmos no Cassino e bebermos,depois o idiota do Michael me propôs essa porcaria de casamento.
-E depois?
-Me lembro de estarmos no cartório, assinarmos os papéis e mais nada!
-E você Michael?
-Só sei que achei esse papel no meu paletó. - entreguei o papel para Sebastian
-O-ou ..
-Que cara é essa?
-Michael,isso aqui é a certidão de casamento de você.Vocês casaram no civil! Que loucura!
-Mas a gente pode reverter né? - disse Alexia
-Depende,se vocês não consumaram o casamento. - eu e Alexia nos entreolhamos 
-Hm entendo isso como um sim.
-Mas isso atrapalha alguma coisa?
-Gente,o negócio é o seguinte.Vocês levaram isso como uma brincadeira,zoação,mas isso aqui é coisa séria. Esse documento deixa claro que ambos estão casados. E pior,em comunhão total de bens.
-Quer dizer que foi um casamento de verdade?
-Sim.E autenticado. Acham mesmo que a fila na porta do cartório é só pra um casamento de mentirinha?
-Meu Deus.. - disse
-Mas podemos pedir o divórcio,certo? - disse Alexia
-Sim,porém.. Tudo que é do Michael será seu e tudo que é seu será dividido com Michael. Fora que um divórcio demora meses para sair.
-O que? - me levantei - Quer dizer que eu vou ter que dividir meu dinheiro com essa aí e pior, dividir a minha boate com ela?
-Exatamente! E a senhorita também!
-É ruim que vou dividir meu apartamento,meu carro e meu dinheiro com ele!
-Sim. Vocês podem entrar em um acordo. Michael,será que eu posso falar a sós com você?
-Sim. 
-Eu espero lá fora,espero que encontrem uma solução! - Alexia se retirou pisando duro
-O que houve?
-Michael,eu administro suas finanças e ..
-E o que?
-Michael, a boate tá mal das pernas.
-Impossível! Ela é uma das mais badaladas de Nevada!
-Sim,mas o você gasta mais do que ganha! Tem quase um ano que eu venho te avisando isso! Em pouco tempo sua boate vai pedir falência!
-E o que você me sugere?
-Não se divorcie.Vai ser pior pra você.Se vocês se separarem,ela vai pegar a metade da boate e sabe lá o que vai fazer com ela! Fora que juntos,será mais fácil regularizar suas finanças.
-Mas que droga! Eu vou ser obrigado a ficar casado com essa mulher?
-Sim,ao não ser que ela mesma peça o divórcio.Assim ela vai ser obrigada a abrir mão da boate e dar uma parte dos bens dela.
-Se eu conseguir fazer com que ela peça o divórcio eu não vou sair no prejuízo..
-Exatamente! 
-Então eu vou ter que aturar essa tirana? 
-Infelizmente.
-Mas tudo bem,eu vou infernizar tanto essa mulher que ela vai implorar pelo divórcio! - Sebastian riu - Pode chamá-la.
-Ok! - Sebastian ligou para a recepção e Alexia entrou na sala
-E então,encontraram uma solução?
-Sim querida.Vamos continuar casados!
-O que?
-Deixe eu te explicar - disse Sebastian - Se você se separar por decisão do Michael ou de ambos, você receberá parte da Danger Zone.O problema é que a boate tá com dificuldades,ou seja, vai falir de vez. Se você quiser se divorciar,terá que dividir seus bens com ele,já que sua situação financeira está melhor que a dele.
-Pera ai, deixe eu ver se eu entendi. Vamos ser obrigados a continuar casados ?
-Sim. - eu disse - Lembrando,honey,que se você quiser se separar,fique a vontade! - ela riu
-Pra você levar minha grana? Nem morta! Até porque,se essa boate for minha, eu já até sei o que fazer..
-Pera ai.. Você quer minha boate?
-Mas é claro! Primeiro eu tiro esse nome cafona e faço uma aliança com a Blackout!
- Só por cima do meu cadáver!
-Eu digo o mesmo!
Agora sim esse jogo começou,a guerra está declarada!

Capítulo 8 

Alexia
  Isso só pode ser pesadelo! Primeiro: casei com esse traste, segundo: transei com ele e eu não lembro de absolutamente nada! E por último e não menos importante, não posso me divorciar do Michael.
Puta que pariu,isso é castigo! Tantos anos conhecendo as melhores bebidas,tomando os melhores drinks para ser traída pela porra da tequila e fuder com a minha vida! Mas não tem problema.Vou atazanar tanto a vida do Michael,que ele vai pedir o desquite rapidinho.Já to até fazendo planos para quando ser dona da Danger Zone! Finalmente vou poder dar um fim nessa pedra que está no caminho da Blackout há tantos anos. 
Deixei Michael entrar na minha casa, afinal ele é meu marido.Céus,só de pensar nisso dá vontade de vomitar! 
-Certo. - disse Michael se sentando ao meu lado no sofá - Você vai pedir demissão. - ri da cara dele
-Você tá bêbado ainda? 
-To com cara de quem está blefando? - disse sério 
-Okay. Vamos por só alguns detalhes na mesa. Estar "amarrado" à mim não significa que possa sair mandando e outra, eu trabalho na Blackout há anos,não existe possibilidade nenhuma de eu sair de lá!
-Acontece queridinha,que agora você é minha esposa querendo ou não. Já imaginou o que vão pensar quando souberem que a mulher do dono da "Danger Zone" é uma stripper da boate rival?
-Stripper o caralho! Sou uma cantora profissional e se não está satisfeito,peça o divórcio,darling!
-É o que você mais quer não é? Mas eu não vou te dar esse gostinho!
-Então terá que aceitar! - ele riu
-Acha mesmo que eu desisto fácil do que eu quero? - Michael me agarrou junto dele - Se você não pedir demissão,eu mesmo vou lá contar pra ele que nos casamos e eu dúvido que ele vá te aceitar depois disso!
-Você.. é um cretino.. - tava difícil raciocinar com sua boca tão perto da minha
-Nós somos,honey! - finalmente me soltou -Agora lhe deixarei descansar,baby!
-Sai daqui,desgraçado! - tampei um vaso nele,mas não acertou.
Mas que ódio! Vai ter troco Michael,vai ter troco!
(...)
Já era de noite,estava me arrumando para trabalhar.Talvez se eu conversasse com o Bred,ele me entenderia e me deixaria continuar trabalhando. 
-Nossa Alexia,você sumiu! Tô te ligando desde cedo!
-Sara,se soubesse o pesadelo que eu to passando! 
-O que houve?
-Tantas coisas que se resume à uma só: estou casada com Michael Jackson! 
-Tá usando drogas ne? 
-Quem me dera! Eu vou te contar tudo.. - contei para Sara toda a história. A pobre tava mais branca do que tudo! -Meu Deus! E agora?
-Eu que me pergunto..Vou conversar com o Bred. 
Terminei a minha apresentação e saí a procura do bendito,mas como sempre tem alguém pra torrar minha paciência!
-Alexia Fuck Heizel! Está cada dia mais gostosa! -disse Nick, um pé no saco que vive enchendo minha cabeça
-Nick! - revirei os olhos - Obrigada. Pena que não posso dizer o mesmo de você! 
-Adoro sua rebeldia,gata! Me deixa durinho! - ri dele,levei minha mão até sua calça 
-Isso aqui que você chama de durinho? -apalpei - Por favor Nick, essa sua miniatura não faz nem cócegas! - virei as costas e saí,deixando ele completamente desconcertado. 
-Ah,finalmente te achei,Bred! 
-Qual o problema,baby?
-Precisamos conversar..

(...)
-O que? Casada com o filho da puta do Michael Jackson?
-Exatamente.Foi tudo isso que aconteceu.
-Como pôde ser tão irresponsável,sua beberrona!
-Eu sei que mandei mal.. 
-Mandou péssimo!
-E eu te expliquei que não posso me separar tão cedo.. 
-Como é que é? Vai ficar casada com esse gigolô? 
-Sim,pelo menos por um tempo..
-Sabe qual o nome disso? Traição!
-Ah qual é Bred? Abaixa sua bola! Eu não me casei por querer!
-Foda-se, se continuar com ele,tá fora da Blackout!
-Então adeus,só lhe digo uma coisa, quem vai perder é você! Passar bem,Bred...! - sai batendo a porta.Mesmo puta da vida de ter que sair da boate que eu tanto amo.



Capítulo 9




Alexia

  

  Cheguei em casa cedo, afinal eu perdi meu emprego. Oito anos trabalhando lá pra ser demitida assim,do nada! Mas eu entendo Bred, é difícil até pra eu mesma compreender essa situação.Tomei um banho e deitei na cama, o foda é que não to acostumada a dormir essa hora,só depois das cinco da manhã e olhe lá. Tomei uns comprimidos e finalmente consegui dormir,mas meia hora depois quando eu estava quase dormindo, a porra do meu celular toca.

-Alô..?
-Honey? - era Michael..
-Michael?
-Olha,já gravou até minha voz!
-Não! É porque só você que me enche a porra do saco quando fala ''honey''!
-Nossa, por que tá tão brava?
-Não te interessa!
-Eu vou ai.
-Pra que?
-Ué, pra conversar.Temos muitas coisas para acertar.Que horas sai da boate?
-Não estou na boate.
-Ué?
-Se não estiver aqui em meia hora,não precisa nem aparecer!
-Eita, já to indo.
  Desliguei o celular e bem.. fui dar uma arrumada no visual.Passei uma leve maquiagem e coloquei uma camisola quase transparente.Afinal, eu estou na minha casa... Vinte minutos depois,Michael chegou. Foi muito engraçada a cara que ele fez quando me viu daquele jeito.
-E então..?
-É.. eu.. por que tá vestida assim?
-Hmm será que é porque eu tô na minha casa, porque é de noite e porque eu já estava na cama?
-Não importa, enfim. Por que não tá na boate?
-Fui demitida. - falei tão baixo que nem eu mesma escutei
-O que? - disse me provocando
-Fui demitida..
-Mais alto honey, eu não escutei.
-Fui demitida!!! - gritei. Michael olhou pra minha cara e iniciou uma crise de riso irritante
-Ai Alexia, me dá uma água,por favor! - Michael sentou no meu sofá, e pôs a mão na barriga de tanto rir
-Água o escambau,quer parar de rir?
-Sabe o que é mais engraçado? A sua cara mais cedo, " O Bred nunca me demitiria e blá blá blá..''
-Cala sua boca,mas que porra! - comecei a socar Michael, que segurou meus punhos e me jogou no sofá, ficando por cima de mim
-Já disse como fica sexy quando tá brava? - Michael roçou os lábios no meu pescoço, e quando achei que o cretino ia me beijar, ele afastou de propósito
-Seu canalha..
-Calma honey, vamos ter muitas oportunidades para nos beijarmos!
-Filho da puta, sai de cima de mim! 
-Tudo bem,baby.Agora temos que arrumar suas coisas.
-Como é?
-Sim, você perdeu seu emprego.Automaticamente você perdeu o seu salário. - ri dele
-Eu tenho dinheiro pra me bancar!
-Eu acredito. Porém baby, eu não sou homem de deixar minha esposa morando sozinha. - eu ouvi isso mesmo?
-Como se você se importasse muito comigo..
-Eu quero você longe da minha vida honey, não correndo perigo.
-Eu não sou uma mulher frágil,fique sabendo,
-Eu sei disso. Mas agora chega dessa ladainha, amanha mesmo você vai se mudar pro meu apartamento,
-Você não manda em mim!
-Eu sou seu marido, goste ou não! Arrume tudo que queira levar e amanha eu venho te buscar.Boa noite,honey! - Michael deu um tapa na minha bunda e foi embora
-Seu filho da puta, eu vou te infernizar até você parar num hospício!

(...)
  A manhã chegou rapidamente.Droga! Mesmo espumando de raiva, eu arrumei minhas coisas.Quando eu digo coisas, eu me refiro a tudo mesmo, até meu cachorrinho Pascoal. Coloquei nas malas TODAS as minhas roupas, sapatos, acessórios,discos, móveis que eu não abro mão nem que a vaca tussa.Enfim, por essa o Michael não esperava.
-Oh meu bebê! - disse pegando meu yorkshire no colo - Você vai me prometer que vai atazanar o Belzebu do Michael, né Papi?
  Coloquei ele do meu lado e estava só esperando ele chegar.Assim que ele entrou na sala,quase caiu pra trás.
-Não tá pensando que vai levar tudo isso pra minha casa não né?
-Não tô pensando,querido. Eu vou levar!
-Você tá louca?
-Foi você que quis que eu fosse pra sua casa,agora aguenta. Ah, tem o Papi também.
-Que porra é Papi?
-Meu cachorrinho ué! Michael, conheça Pascoal,Papi para os íntimos.
-Nem morto que essa bola de pelo vai ficar na minha casa!
-Ah mas vai! Se ele não for, eu também não vou!
- Mas que porra,Alexia! Tudo bem, mas se esse monstrinho ficar no meu caminho, eu vou dar uma bicuda tão forte nele, que vai varar na África!
-Nem ouse encostar nele! Agora vamos!
-Pera ai, você não vai levar nada?
-Não! Você é o motorista, você que leve! Te esperamos no carro, certo Papi?
-Ele vai na gaiola!
-Não vai não! Agora ande com isso logo, estou cansada!

   Michael ficou bufando lá dentro enquanto eu descia no elevador.Pensado bem, morar com ele vai ser ótimo pra por meu plano em prática.Aposto que em um mês ele pede o divórcio!


Capítulo 10 

Michael

    Essa mulher tem o dom de me infernizar! Além de eu ter que aturará-la, ainda tem uma bola de belo no pacote.Desse jeito eu enlouqueço! Pra piorar ela trouxe praticamente a casa dela toda! 
-E então,onde vão ficar minhas coisas?
-Por mim ficariam no inferno!
-Olha só,eu pensei que já estavam!
-Engraçadinha!
-Para de reclamar,seu apê é grande!
-Grande pra mim! Pelo visto você é bem espaçosa!
-Sou mesmo,e você vai ter que me aturar.Onde eu vou dormir?
-Se vira!
-Como '' se vira"?
-Honey,deixa eu te falar uma coisa. Minha casa,minhas regras.Aqui tem apenas o meu quarto,o outro é para as  minhas coisas,então nem pense em posar lá.
-E onde eu vou dormir? No banheiro?
-Por mim..
-To falando sério!
-Você pode dormir comigo.. - disse provocando-a
-Nem morta!
-Então durma na sala! Faz sua cama ai e se vira!
-Isso só pode ser castigo! Eu não vou dormir aqui,ta ouvindo?
-E vai fazer o que?
-Michael,é serio. Eu passo a noite acordada!
-Eu também honey,se bem que agora está desempregada ne?
-Cala a boca! Olha,eu tenho muitas dores na coluna,eu preciso dormir em uma cama!
-Acha que vou cair no seu truque?
-Não é truque!
-Eu sinto muito honey,mas vai dormir ai sim,além do mais meu sofá é muito confortável,para de reclamar!
-Insensível!
-Fresca! - Alexia foi até a minha suíte.
-Uau!Que banheiro maravilhoso! Até que você tem bom gosto..
-Muito obrigado,mas seu banheiro é o social.Ah,só pra te avisar, o aquecedor dele está quebrado.
-E você quer que eu tome banho gelado? - ela riu - Não se iluda querido.Eu vou tomar banho aqui sim! E nessa banheira enorme..!
-O banheiro é meu! Eu não vou ficar competindo com você quem entra primeiro!
-Problema seu! Vou agora mesmo por meus cremes aqui!
-Quer saber,eu não vou ficar me estressando com você! Bye!
-Vaza!
(...)

Alexia
  
   Passei o dia todo arrumando minhas coisas.Arrumei um espacinho,quer dizer,um espaço enorme  no closet de  Michael.Se ele não gostar,que engula!
  Depois de toda essa trabalheira,fui tomar um banho.Claro que eu aproveitei a enorme banheira.A água tava quentinha do jeito que eu gosto.Relaxei tanto que acabei cochilando.
Olhei pro relógio e já eram meia noite.Me levantei e percebi que não tinha ninguém,Michael deveria estar na boate.
    Infelizmente,a anta aqui esqueceu a toalha.Corri até o quarto para poder pegar.Quando estava voltando para o banheiro,Michael apareceu.Eu gelei e ele também.Porra,eu tava nua!
-Para de olhar! - gritei.Enrolei a toalha no meu corpo rapidamente
-Você.. é louca de.. de.. andar assim pela casa? - Michael estava visivelmente perturbado.E eu adorei
-Que eu saiba eu moro aqui e não tinha ninguém em casa.Não devia estar na boate?
-Quis voltar mais cedo,algum problema? - Michael começou a se despir perto de mim na maior tranquilidade.
-Hey,o que você tá fazendo?
-Tirando minha roupa ué! 
-Você...! - voltei para a banheira na tentativa de me controlar e não atacar Michael ali mesmo de cueca.Jesus!
-Hm,vejo que gostou da banheira!- quando abri os olhos,Michael já estava sentado ao meu lado
-O que ta fazendo aqui?
-Tomando meu banho ue!
-Não podia esperar eu sair daqui?
-Não! Se estiver incomodada,pode sair! - sorriu
-Isso é invasão de privacidade!
-Jura? Invadir meu closet também é! Agora quietinha que eu quero tomar meu banho em paz! - Michael fechou os olhos
-Você tá pelado? 
-Sim. - disse com os fechados.Porra,e agora? 
-Ta brincando né?
-Não.Quer conferir? - Michael quase se levantou
-Não! Não precisa! - peguei minha toalha e me cobri ainda dentro da banheira,me levantei rapidamente.
-Ué,Alexia.Ta com medo do que tem aqui?
-Ha ha! Muito engraçado! - Michael puxou minha perna e eu cai em cima "dele",se é que me entendem..
-Escorregou,querida?
-Foi culpa sua.. - disse sem conseguir tirar os olhos da boca dele e ele a mesma coisa.
-Alexia..
-Sim.. - em um piscar de olhos,Michael atacou minha boca com intensidade.Meu Deus! Esse beijo é mil vezes mais gostoso do que o último que ele me deu.
  Michael agarrou meus cabelos e me beijava sedento de desejo.Sua língua quente duelava com a minha.Michael gemia e me apertava mais ainda,eu já podia sentir sua ereção.Até que a porra do seu celular nos chamou a atenção depois de minutos tocando!
  Me afastei dele rapidamente para recuperar o fôlego.
-É .. melhor você atender!
-Saí da banheira e fui direto pro quarto que ele usava para as suas coisas.
  Céus! O que foi isso? Se não fosse esse maldito telefone,sabe lá Deus o que teria acontecido!


Capítulo 11 

Alexia
 
   Dez minutos depois,escutei o barulho da porta abrindo e o silencio reinou,será que tem a ver com essa ligação? Pode ser algum problema na boate.Essa ligação foi uma benção! Eu não me perdoaria se tivesse sido fraca e transado com ele.
  Saí do quarto,coloquei meu pijama e fui dormir..no sofá! Ah mais amanha mesmo eu vou dar um jeito nisso!
Me deitei e fiquei horas pensando no beijo dentro da banheira.Meu Deus,se continuarmos assim eu não vou ter paz! É muita tentação..
Duas horas depois,Michael voltou.Fechei meus olhos na hora.Mas que diabos Michael foi fazer que demorou tanto pra voltar?  
  A porta se abriu e logo o cheiro dele adentrou minhas narinas,cheiro muito bom por sinal.Michael percebeu que eu estava dormindo.Acho que ficou um tempo parado até que ouvi seus passos de distanciarem
(...)

Michael
  
    Foi impossível não ficar atordoado com esse beijo.Eu juro que não foi minha intenção beijá-la,mas não me controlei.Graças ao meu celular que tocou,só ficamos nisso mesmo.
  Era Lívia,uma velha e grande amiga minha que estava na cidade e não me encontrou na boate.Ela queria me rever,estava com saudades e bem.. depois da saia justa que ficou entre mim e Alexia,achei melhor sair e me distrair.
Quando voltei,ela já estava dormindo.Confesso que me senti penalizado com ela toda embolada no cobertor naquele sofá.Fui pro meu quarto tentar dormir,mas essa  diaba não saía da minha cabeça.
Acordei de manhã com um barulho infernal.Aposto dez mil dólares se não é  coisa de Alexia.
-Mas que porra você tá fazendo?
-Bom dia pra você também.
-Alexia,cade meu sofá?
- Eu tirei.
-E por que? Posso saber?
-Porque vou por uma cama aqui.
-Ta brincando ne?
- Não! Eu lhe disse que tenho dores na coluna,eu to um caco!
-Ah sim,ai você vai transformar minha casa em um bordel? Onde já se viu uma cama na sala?
- Então se vira! O sofá tá lá fora no corredor,é bom mesmo que encontre uma solução pra isso.. Ai!
-Que foi? 
-Nada,só minhas costas..
-Vem cá.
-Pra que?
-Vem logo! - levei Alexia até meu quarto - Deite de bruços.
-Michael..
-E quieta! - Alexia me obedeceu e eu subi em cima dela.Levantei um pouco sua blusa e coloquei minhas mãos na sua pele quente.
  Comecei a massageá-la apertando levemente onde doía.
-Isso.. - disse ela
-Está bom?
-Muito..  - sorri,realmente aquilo tava muito bom.Intensifiquei os movimentos das minhas mãos e Alexia gemeu.
-Doeu?
-Não.. tá ótimo! - passei a não  dar ouvidos pro meu subconsciente e levei minhas mãos até seus ombros,pressionando-os levemente.
  Aproximei meu rosto nos seus cabelos macios,afastei-os e depositei um beijo cálido na sua nuca.Alexia estremeceu  e vi que se arrepiou.Virei- a de frente para mim,mandei a razão para o espaço e lhe beijei com toda gana e desejo e ela correspondeu. Mas como sempre tem alguma coisa para nos atrapalhar.
-A campainha Michael.. - disse com a boca colada na minha
-Deixa tocar.. - apertei sua coxa,aprofundando ainda mais o beijo.
-Tenho que atender.. - Alexia me afastou,se levantou e ajustou sua roupa. 
  Ela correu para sala e eu fui atras dela.
-Ah pode mandar subir! - disse ela ao homem que estava parado na porta
-Subir o que? - pergunte
-Minha cama. 
-Não vai subir não.
-Mas senhor..
-É surdo? Pode devolver essa tralha pra loja!
-Michael?
-Você já tem cama,não precisa de outra! - Alexia me olhou radiante.
-Sendo assim.. Pode levar de volta.
-Olha só moça,não devolvemos o dinheiro ouviu?
-Enfia o dinheiro no .. - tampei a boca dela
-Não se preocupe.Tenha uma boa tarde,ate mais! - fechei a porta rapidamente.
-Que história é essa de que agora tenho cama?
-Pode dormir no meu quarto. - revirei os olhos
-Tá falando sério? 
-Estou.Não quero minha sala bagunçada e nem  você reclamando de dor.Mas tem um porém..
-O que é?
-Vai ter que dormir comigo.
-O que?
-Ou aceita,ou continua dormindo no sofá.O que me diz?
-Tá! Você venceu! 
-Ganho nem um muito obrigado? 
-Vá se ferrar!
-Onde você vai? 
-Sair.Posso?
-Fique à vontade!
-Bye! Não tenho hora pra voltar!
-Como assim? - antes que pudesse me responder,ela já tinha saído. 
  Diaba!

Capítulo 12

Alexia

  Tirei o dia para resolver meus problemas.Passei na Blackout para pegar meu dinheiro.Fiquei muito triste quando Sara me contou que Bred já tinha colocado outra no meu lugar.Mesmo dizendo que a moça não agradou aos clientes,eu fiquei magoada.
   Foram anos de dedicação e trabalho.Quando a Blackout enfrentou dificuldades,todos nós nos unimos e conseguimos reinaugurá-la. Não é justo,mas tudo bem,Bred é o dono,faz o que quiser.Tudo isso por causa de uma bebedeira.Minha vontade era de socar minha cabeça na parede pra aprender a parar de ser idiota!
Abri a porta da casa e escutei risadas dentro do apartamento.Assim que abri vi Michael e uma loira peituda rindo descaradamente.Eu não sei porque,mas senti uma raiva tão grande,mais tão grande! Ah,mas eu não vou deixar ele na boa assim não..
-Boa noite! - disse tranquilamente.Michael sorriu pra mim.
-Boa noite Alexia! Conhece minha amiga Loraine?
-Não,não conheço.Michael devia me apresentar mais aos seus amigos!
-E você quem é querida? - disse a mulher me olhando de cima
 a baixo
-Sou prima do Michael!  - Michael arregalou os olhos
-Não sabia que morava com sua prima,Michael.
-Oh não! Eu não moro aqui. Michael é muito caridoso,me deixou ficar aqui por uns dias!
-Ah sim! - a mulher se animou
-Priminho pega uma bebida pra nós! - Michael foi pra cozinha - Sabe.. - me sentei - É muito bonito sua atitude..
-Minha? - disse ela 
-Sim.Estar com Michael independente das limitações dele.
-Limitações? 
-Sim.Oh você não sabe?
-Do que? 
-Do "probleminha do Michael".
-Do que você está falando? - disse Michael
-Poxa Mike,devia ter contado pra Loraine sobre o porque de você ter ejaculação precoce!
-Que? - Michael ficou pálido
-Isso é verdade Michael? - disse a mulher
-Claro que não!  
-Pra que mentir,priminho.. A verdade é que Michael foi diagnosticado com fimose,teve que operar e tudo!
-Cala a boca,Alexia!
-To sendo sincera ue? Tiveram até que encurtar o..
-Já chega! É melhor sair daqui!
-Tudo bem,eu vou! Mas Loraine,se tiver muita  paciência,vai conseguir sentir ele te penetrando. Ah não esquece de usar camisinha, ele tem gonorreia! 
-Oh meu Deus! Mike,depois a gente se fala! - ela saiu praticamente correndo e ele foi atras
-Loraine,me espera! Loraine! - eu morro de rir.Até que Michael voltou com os olhos pegando fogo
-Ops..só quis de ajudar..
-Desgraçada! - Michael voou pra cima de mim com as mãos no meu pescoço.
  Me empurrou em cima da mesa,me esganando de verdade.
-Michael me solta!
-Eu te odeio garota,odeio!! - eu já estava roxa até que ele parou - Por que fez isso?
-Acha que eu me senti como chegando em casa e vendo você quase trepando com uma vadia? - por um momento,seu olhar raivoso deu lugar a ternura
-Sentiu ciúmes,não é? - disse calmo
-Claro que não!
-Então por que inventou aquilo?
-Quem disse que inventei? - disse para provocá-lo,ele riu
-Ah Alexia,não devia ter dito isso! - Michael me deitou novamente na mesa e se aproximou de mim - Vou te mostrar quem é quem tem ejaculação precoce aqui.
  Michael segurou meu rosto e me beijou selvagemente.Derrubou tudo que estava na mesa e me encaixou no seu quadril.Eu não aguentei e acabei de entregando.
  Michael rasgou meu vestido com fúria me deixando somente de lingerie e eu aproveitei para tirar sua camisa.
-Não sabe como me controlei para não fazer isso antes,mas você me instiga,garota!
-Então me mostre o homem perigoso que você é! - Michael riu e voltou a me deitar na mesa e tirou minha calcinha com os dentes.
-Você é a ainda mais linda do que imaginei - Michael abaixou a cabeça e começou a me tocar com a língua.Minha intimidade já implorava por esse contato.
  Michael pressionou sua língua no meu clítoris arrancando gemidos de mim.Céus,aquilo era o paraíso.Michael explorava minha intimidade com sua língua quente.Quando me sugou,não aguentei e acabei gozando.
-Muito gostosa Alexia..Agora vem.
-Pra onde vai me levar?
-Pra nossa cama. Quero ver você gemendo gostoso lá!
Michael me pegou no colo enquanto beijava minha boca.Mas eu tomei o controle.Empurrei Michael na cama e subi em cima dele.
-Gosta de mandar não é? - disse ele
-Mas é claro.Ainda mais quando isso aqui - apertei seu membro ereto ainda dentro da calça - está louco para me foder!
-Adoro quando fala assim! - Michael me puxou para me beijando sem parar enquanto eu me livrava de sua calça e cueca
  Finalmente tive a visão do paraíso.Seu membro estava duro e molhado.Era dez vezes maior do que eu imaginava.
-Pensando no que fazer com ele,baby?
-Não preciso nem pensar! - abocanhei seu membro e Michael tombou a cabeça para trás. Chupei sua glande até toda sua extensão.Era impossível por tudo na boca,mas Michael forçava seu membro para dentro da minha boca,enquanto eu o masturbava.
-Oh meu Deus,Alex.. você tem uma boca perfeita! - continuei lhe chupando ate que Michael gozou.
-Você também é uma delícia,darling!
-Agora já chega! - Michael me agarrou. - Vou entrar em você agora mesmo!
  Em um único movimento,Michael me penetrou.Caralho,essa sensação é incrível.
-Não pare,não pare Michael! - Michael me estocava forte que dava pra ouvir o ranger da cama.Ele pegou minha mão,chupei dois dedos meus e levou até meu clítoris.
-Toque essa delícia aqui,honey! - Michael continuou metendo forte e eu me tocando.Aquilo foi o ápice.Devo ter tido orgasmos múltiplos.Arranhei suas costas enquanto sentia todo o torpor no meu meu corpo.
  Senti que Michael também estava chegando ao clímax.Subi em cima dele e comecei a cavalgar enquanto ele urrava e gemia palavras indecifráveis.
-Mais forte,amor! - Michael me apertou mais ainda e explodiu em um orgasmo alucinante.
  Cai na cama completamente cansada e Michael me puxou junto à ele. Nem eu e nem ele conseguíamos dizer nada.Apenas um sorriso bobo brotou em nossos rostos.

Capítulo 13 

Michael
 
   Caramba,essa mulher é um furacão! O mais  estranho é que eu to me sentindo extremamente..feliz.
Depois do que aconteceu,nos deitamos.Eu não sabia o que dizer e muito menos ela.Uma hora eu tava esganando ela e meio minuto depois transamos.
Ficamos tão cansados que acabamos dormindo.
  Acordei bem cedo.Fiquei igual um otário olhando para ela dormir.Ela consegue ser incrivelmente mais bonita.Mas que porra é essa que eu to falando?
  Decidi me levantar e tomar um banho.Se não tivesse tão frio,eu tomaria um banho gelado mesmo.
  Quando eu voltei ela ainda dormia como uma garotinha.Cobri Alexia e dei um beijo na sua testa.Eu não queria que ela me visse,eu estava envergonhado.
  Troquei de roupa e fui até a boate acertas algumas coisas.

Alexia
  
   Abri meus olhos e instantaneamente me recordei da noite anterior.Céus,eu estava bamba até agora! 
Me levantei e vi que Michael não estava.Ainda bem,eu não tinha cara pra olhar pra ele!
Eu estava morrendo de fome.Fui pra cozinha e preparei ovos com bacon.Quando estava indo me sentar,a campainha tocou.Fui atender e dei de cara com uma mulher muito bem vestida.
-Pois não?
-Olá.O Michael está?
-Não,ele saiu. Quem é você?
-Lívia Moraes.Uma grande amiga do..
-Meu marido.
-Marido? Desde quando?
-Hmm há exatamente uma semana.
-Uma semana? Que estranho! Ontem mesmo ele não me contou nada disso!
-Isso é problema dele então.
-Eu posso entrar querida?
-Fique a vontade. - deixei a quenga entrar e fui pro meu quarto,quer dizer,o do Michael.
  Desgraçado! Toda hora é uma mulher diferente! Mas tudo bem,eu não vou ficar aqui aguentando essas provocações.Troquei de roupa e saí.
-Fique à vontade! - nem esperei ela responder. Quando estava abrindo a porta do elevador,Michael saiu lá de dentro com algumas sacolas.
-Hey,onde vai?
-Sair não tá vendo?
-Que bicho te mordeu?
-Nenhum! Ah propósito sua amiguinha Lívia ta te esperando lá dentro!
-Alexia,me deixe explicar..
-Não precisa explicar nada,afinal somos casados por acidente.Só antes me avise quando for receber suas amantes!
-Volta aqui! - Michael segurou meu braço - Está com ciumes não é?
-Será que dá pra parar de ser tão convencido? Eu estou nem ai pra você,agora vai até lá,ou vai deixá-la esperando? - entrei no elevador e fechei a porta rapidamente.Eu já tinha uma ideia e ia por ela em prática agora mesmo!
  Fui até a Danger Zone para conversar com Frank.
-Olá,você é o Frank?
-Sim,sou eu. Você é a Alexia né? Esposa do Michael.
-Sim,sou eu.
-Ele não está aqui não.
-Eu sei.Meu assunto é com você.
-Comigo?
-Sim.Vim te avisar que a partir de hoje eu estou trabalhando aqui.
-Vai dividir o posto com o Michael?
-Não,darling.Vou fazer parte do grupo das dançarinas,ou melhor, das strippers.
-O que? O Michael sabe disso?
-Não.
-E acha que ele vai deixar?
-Michael não tem que deixar nada! E pode avisar a todos que a apresentação de hoje será minha!
-Mas..
-Mas nada! É bom que avise a todos! Vou agora mesmo escolher a roupa!Ah,se ligar para o Michael,pode dar adeus aos seus ovinhos! Bye!  - sai deixando Frank de queixo caído. Michael vai se arrepender de ter feito isso comigo!

Michael
  
   Tomei um susto quando vi Lívia na minha casa.Agora Alexia ta achando que eu fui procurar outra mulher depois de ter feito amor,que dizer, depois de ter transado com ela.
-Lívia! Que surpresa!
-Eu que me surpreendi quando vi aquela mulher aqui.Que história é essa de você estar casado?
-Pois é.. - me sentei
-Então é verdade.Está mesmo casado?
-Sim.
-Por que não me disse?
-Por que é uma situação muito complicada..
-Você ama ela?
-O que? 
-Você a ama?
-Eu .. eu .. mas que pergunta é essa?
-Não precisa me responder Michael.Enfim,ela ficou brava ?
-Não sei..
-Eu vou indo.Te vejo na boate hoje?
-Claro!
  Assim que Lívia foi embora eu corri para telefonar para Alexia.Liguei uma,duas,três vezes e nada.Droga! Essa mulher tá me testando!
  Já era noite e nada! Eu já tava ficando preocupado.Alexia tá sumida desde cedo.Eu juro que pensei que ela ia voltar pra casa,quebrar tudo e chutar minhas bolas,mas não.Eu realmente não sei o que ela ta fazendo.Meu telefone tocou,só pode ser ela.
-Alô?
-Mike,é o Frank.Você vai vir pra boate?
-Só depois da desmiolada da Alexia aparecer.
-Olha Michael,é a minha virilidade que está em risco mas,foda-se.
-Será que dá pra explicar?
-Michael,se eu fosse você vinha pra cá agora.A Alexia vai fazer uma loucura!
-O que? Não me diga que ela quer por fogo na boate de novo?
-É pior cara,muito pior! 
-Eu to indo pra ai agora! - peguei a chave do carro e parti rumo a boate.
  Até agora eu não vi nada demais.Só o movimento que tá visivelmente maior do que o normal.E o pior,nem sinal da Alexia.
-Frank,cadê ela? 
-Aguarde alguns segundos e você verá! - Guto,responsável por anunciar as atrações da noite,pegou o microfone e começou a falar.
-Boa noite a todos! A Danger Zone tem o prazer de anunciar aos nossos espectadores a brilhante e sensual Alexia Heizel! - senti um aperto no peito - Fazendo um inédito show de Strip tease! 
-O que? - o público foi ao delírio quando ela entrou no palco.Estava mais sexy do que você possa imaginar!
  Filha da mãe,então foi por isso que ela sumiu,que não aprontou nada.O que ela tá fazendo é mil vezes pior de que me socar as bolas.Ah mais eu não deixar ela fazer isso de jeito nenhum!
  Alexia começou a dançar sensualmente.Se eu pudesse socava todos esses nojentos que estão olhando pra ela.Só acordei pra vida,quando vi o espartilho sendo jogado pro público.Nesse instante seus olhos encontraram os meus.Estava nítido que ela tomara essa atitude por pura mágoa.Me aproximei do palco
-Alexia,saia daí agora! - gritei
-Você não manda em mim! - disse e continuou dançando.Quando ia desabotoar o sutiã,eu invadi o palco feito um louco.
-Você vem comigo!
-Me solta! - peguei Alexia no colo de cabeça pra baixo.Ela me socava enquanto as pessoas gritavam e reclamavam.
  Levei ela pra fora da boate.Joguei ela pra dentro do carro e comecei a dirigir descontrolado.
-Será que dá pra dirigir devagar?
-Você fica calada! - freiei o carro bruscamente
-O que pretendia com isso? Me matar do coração?
-O que eu faço da minha vida não é da sua conta! 
-Isso tudo é raiva pela Lívia?
-Já disse que to nem ai pro que você faz!
-Pois não parece! - ficamos em silencio por um tempo
-Estava muito sexy.
-Então por que me tirou de lá?
-Por que você tem que se vestir assim somente para o seu marido,no caso eu! - Alexia arregalou os olhos,assim como eu.Eu não sei o que me deu para ter dito isso.
-Acha que eu gosto de ver uma mulher diferente todo dia batendo na sua porta?
-E acha que eu me senti como ao ver aqueles tarados loucos para foder você? - ela me olhou com os olhos marejados - Porra,Alexia! - puxei seu rosto de encontro ao meu e lhe beijei.
  Dessa vez foi um beijo calmo e carinhoso.Permaneci com os lábios grudados aos seus.
-Ainda vou me ferrar muito por sua causa.. - disse ela
-Eu já estou ferrado baby,já estou!
  Procurei seus lábios novamente e a trouxe para o meu colo.Alexia é o tipo de droga que te entorpece,te vira de cabeça pra baixo e por fim vicia!


Capítulo 14 

Alexia
  
   De todas as reações que Michael poderia ter,invadir o palco e me tirar de lá daquele jeito foi demais.E o jeito que ele olhava pra mim dentro do carro me deixou completamente confusa.  
Michael me deixou em casa e voltou para boate resolver a encrenca que eu arrumei.Agora que tomei meu banho e me deitei na cama,não acredito que tive coragem de fazer tudo isso e por mais que eu tente negar,foi por ciúme sim!
  Depois de meia hora,Michael chegou mais calmo.Acendi a luz e ele entrou no quarto.
-Vou tomar um banho e teremos uma conversinha.
-Sim senhor! - depois de um tempo,Michael retornou ao quarto. Estava com os cachos molhados,sem camisa e com uma calça de moletom.Seu perfume tomou conta do quarto. 
-Você está bem? - me perguntou,se deitando do meu lado
-Eu estou sim.Causei algum problema lá?
-Deu pra reverter.Você é louca Alexia,louca! -disse com a voz calma
-Só fiz o que me deu vontade. 
-Você sempre age assim,sem pensar nas consequências? 
-Nem sempre,mas qual seria a minha consequência? Me esganaria de novo? - ele riu 
-Só se fosse para ter uma foda incrível como a de ontem!
- Michael..
-Diga. 
-Eu quero trabalhar na Danger Zone. 
-De jeito nenhum!
-Não como stripper,claro que não! Poxa,eu to com saudades de cantar,fora que a boate iria lucrar com isso.
-Não acho uma boa ideia.. 
-Porque não? Está com ciúmes? 
-Eu,ciúmes? Não viaja! 
-O que foi isso hoje então? 
-Só não queria que vissem minha esposa nua! 
-Ah sim.. tudo bem então.Boa noite! 
-Boa noite,honey! - começou a trovejar.Mas que porra! A única coisa que tenho medo nessa vida é da porcaria do trovão!
Depois de mais um estrondo eu me encolhi na hora.Michael virou para o meu lado,droga!
-Está com medo honey?
-Eu? Claro que não!
-Hm - mais um estrondo se fez,causando um apagão.
-Aii!! - gritei. Senti tanto medo que me agarrei à Michael.
-Calma baby,eu estou aqui. - disse acarinhando meus cabelos.Eu não conseguia soltá-lo de jeito nenhum.Claro,eu estava aproveitando também..
-Odeio tempestades.Sempre odiei!
-Não se preocupe,estou aqui com você! - Michael me puxou para mais perto dele,encaixou minha perna em seu quadril,alisando minha pele.
-Obrigada.. - me atrevi a encostar minha cabeça em seu peito,que estava bem quentinho.
Michael puxou a coberta para nós.Finalmente a luz do abajur voltou,mas nem eu e nem ele tínhamos a intenção de sair daquela posição.
-É melhor apagarmos a luz.
-Ainda não! - subi um pouco mais perto dele,que me olhava curioso.
 - Posso saber por que não? - aproximei meu rosto do seu e Michael envolveu minha cintura.Beijei seus lábios macios,provando calmamente o sabor doce da sua boca.
Michael colocou uma mecha do meu cabelo para trás da minha orelha.Enquanto me correspondia,percebi que Michael sorria.Deus,o que mais eu podia querer? Paramos para poder respirar.
-Agora sim,boa noite! - Apaguei o abajur,dei uma mordida no seu queixo e virei para dormir.
Não deu nem meia hora e Michael estava agarrado a mim.Duvido que ele esteja dormindo! Mas como eu tava adorando,deixei ele me abraçar.
(...)
  Acordei bem cedo e Michael já tinha se levantado.Tomei meu banho,brinquei com Papi e praticamente comemorei quando ele destruiu o chinelo do Michael.
Por mais que a noite passada tenha sido,digamos..tranquila,não posso me esquecer que isso aqui é um jogo e que a qualquer momento,Michael pode me dar uma rasteira. 
E Deus queira que tudo isso que confunde minha cabeça,não se transforme que em um sentimento,pois eu não suportaria me apaixonar por Michael no meio dessa nossa guerra,se é que eu já não esteja me apaixonando..



Capítulo 15

Michael 
  Cheguei em casa e tudo estava no maior silêncio.Estranho,pois se tratando de Alexia,eu podia esperar de tudo.
Escutei sua voz vindo da cozinha,estava no telefone.Eu não sou xereta,mas fiquei curioso.
-Tá bem mamãe,eu vou.Não se preocupe.
(xx)
-Minha vida ta uma loucura,mas vou fazer o possível pra poder ir no casamento da Brenda,ok?
(xx)
-Também te amo mamãe,se cuida,beijos. -Alexia desligou
-Opa! Temos um casamento para ir?
-Corrigindo,EU tenho um casamento para ir. Minha irmã vai se casar. - Alexia foi pra sala e eu segui ela
-Mas você não tá pensando em ir sozinha,não é mesmo?
-Mas é claro que estou.
-Oh sim.. Mas não esqueça,honey,que eu sou seu maridinho!
-Apenas no papel.
-Só no papel,tem certeza? - me aproximei de Alexia e ela afastou
-Absoluta.O que aconteceu entre nós foi..
-Incrível. - falei sério,ela me olhou na hora
-Mas que não vai se repetir!
-Sei..
-Enfim,não tem cabimento você ir comigo.Eu vou dizer o que? "Esse aqui é o homem que eu casei bêbada e que estou com ele por livre e espontânea pressão!" - confesso que quando ela disse isso,eu me entristeci
-Não,honey. Vai dizer à eles que me ama tanto,mas tanto,que se casou às pressas só para não se ver longe de mim!
-Você é patético!
-E você é gostosa.É isso que você é! Mas tudo bem,honey. Você sabe o que faz.. - lhe dei um beijo na ponta do nariz e saí.Eu sabia que ela mudaria de ideia.

Alexia 
   Só me faltava essa,Michael querendo ir para Ohio comigo! É claro que eu adoraria exibi-lo para todos da minha família e dizer como somos felizes e amáveis. Mas isso não existe.
  Estamos casados por pura irresponsabilidade de ambos e só permanecemos assim por causa da porra de um contrato.Independente dos nossos roupantes de carinho,tudo isso aqui não passa de um jogo,de um querendo se ver livre do outro! Minha mãe me ligou novamente.
-Oi mamãe!
-Alexia,posso saber porque não me disse que estava casada?
-O que?
-Sua amiga Sara me contou.Pensava que você já tinha me falado.
-Ai meu Deus..
-Minha filha,por que nos escondeu? Ele é bandido,é isso? Um trambiqueiro,rato de cassino? -Não mamãe,claro que não! Só não falei porque..foi tudo muito rápido.
-Você vai trazê-lo com você né?
-É preciso?
-Mas é óbvio! Só me apareça aqui com seu marido! Até mais!
-Até mamãe! - desliguei o telefone.
Mas que droga! Agora vou ter que me humilhar para Michael! Acontece que o casamento é sábado de manhã,e hoje é quinta feira,ou seja,tenho pouco tempo.
  Já era noite quando Michael voltou.Percebi que desde que nos "casamos", Michael nunca mais passava a noite trabalhando,estava sempre aqui em casa comigo.
-Boa noite,honey.
-Boa noite Michael! Preciso falar com você.
-Sou todo ouvidos! - Michael se despojou no sofá.
-Se quiser pode vir comigo.
-Para..
-Ohio ué,pro casamento da minha irmã.
-Ah.. então agora você quer que vá..Mas não sei se to a fim não!
-O que? Você tava louco pra ir!
-Mas você magoou meu coraçãozinho.. - fez uma cara dramática
-Mike,qual é?
-O que aconteceu para mudar de ideia tão rápido?
-Minha mãe já sabe que nos casamos e faz questão de irmos juntos! - revirei os olhos,Michael começou a rir
-E o que quer que eu faça?
-Que vá comigo ne?
-Hmm.. não sei não.O que vou ganhar com isso?
-Conhecer minha família?
-Hm é tentador,mas acho que não é o suficiente. Vamos fazer assim,tente me convencer.
-Como?
-Como uma verdadeira esposa. Quero que cozinhe pra mim,que me faça uma massagem bem gostosa quando eu chegar em casa cansado do trabalho,que prepare o meu banho.. - comecei a rir
-Ta blefando né?
-Não,honey. Ou me mostre que é uma esposa dedicada,ou.. vai ter que ir pra Ohio sozinha! -Michael fiz biquinho
-Eu te odeio tanto!
-Oh honey,vai ser divertido viajar comigo!
-Michael,até um tour ao redor do mundo em busca de tartarugas encalhadas é mais interessante do você! - Michael gargalhou
-Controla essa boquinha sexy amor,eu posso me ofender e bye bye viagem!
-Ta certo,você venceu! Eu faço o que você quer.
-Assim que se fala,gatinha! Agora tire os meus sapatos.
-O que?
-Tire os meus sapatos,paixão! - ai que ódio!
-Sim senhor! - lhe devolvi um sorriso falso.Me ajoelhei no chão e notei que Michael não tirava os olhos do meu decote.
-Agora faça uma massagem,não! Não agora!
-Será que dá pra se decidir?
-Calma bebê.. Você vai preparar a banheira pra mim,do jeito que só você sabe fazer.Ai sim você vai fazer uma massagem em mim.No meu corpo todo.
-Não acha que tá velho demais pra que eu te dê banho,não?
-Para um banho inocente sim.
-O que quer dizer com isso?
-Não subestime sua inteligência,honey! Agora vai lá,gata! - Michael meteu um tapa na minha bunda.
Fiz exatamente o que o "príncipe" pediu. Coloquei uns sais de banho e a água bem morninha. Queria agradá-lo logo pra ele parar com essas frescuras.
-Está pronta. - Michael começou a tirar a roupa perto de mim.Eu fiquei quieta.
  Esse desgraçado ta demorando a se despir,eu tentava não olhar.Quando Michael me olhava,eu desviava,quando ele virava e exibia aquele bumbum durinho pra mim,Jesus!
-Algum problema,Alex?
-Nã..Não!
-Oh sim. Honey,essa água ta gelada.
-Que gelada o que! Enfia logo esse traseiro ai! - antes que eu infarte!
-Hm agora tá melhor.. Psiu! - me chamou - Vem cá cuidar do seu maridinho! - eu podia muito bem ter enchido a banheira com água sanitária ou gelo,mas cara..eu tava gostando tanto daquilo..
-O que quer que eu faça?
-Primeiro,me faça uma massagem nas costas bem gostosa assim como você..
  Molhei seus ombros definidos e Michael deu uma leve encolhida,realmente a água tava um pouco fria.Beijei seus ombros para aquecê-lo  e Michael se arrepiou.
  Apertei de leve nos ombros e comecei a fazer movimentos ali.Passei o sabonete líquido nas suas costas e peitoral.
-Ta bom assim?
-Tá ótimo.. mas eu quero mais uma coisa.
-O que?
-Você aqui dentro.
-Não precisa me olhar assustada.Não quero sexo como troca,não sou esse tipo de homem.Quero apenas que tome banho comigo.
-Tudo bem. - tirei meu baby doll e por mais que Michael tentasse não olhar,ele não conseguiu.
  Entrei na banheira e fiquei de frente para ele.Voltei a massagear seu peitoral e Michael me olhava fixamente.Michael encostou seus longos dedos no meu rosto e de uma vez só estalou os dedos me molhando.
-Desgraçado! - revidei,espalmando água na cara dele
-Você pegou pesado agora! - Michael revidou até que não aguentei e começamos a rir.Michael me segurou mais perto e foi inevitável não beijá-lo.
Foi um beijo quente,intenso e provocante.Michael chupava minha língua e se sentia espasmos de prazer pelo meu corpo.Não resisti e acabei sentando no seu colo.O membro ereto de Michael pressionada meu sexo louco para poder entrar.
  Michael sabia que eu queria e me provocou o quanto pôde.Lambeu cada um dos meus seios dando leves mordiscadas.Puxei seu rosto de encontro ao meu e o beijei novamente.
  Michael tocou na minha intimidade e eu gemi.
-Por favor,Mike.. - choraminguei
-Por favor o que?
-Não me torture mais..
-Então diga o que você quer..
-Quero me foda,agora! - Michael abriu um largo sorriso.Me levantou um pouquinho e me sentou novamente,agora em cima do seu membro,que escorregava dentro de mim com facilidade.
  Michael segura minha cintura me fazendo quicar em cima do seu sexo.
-Oh.. - comecei a gemer
-Gosta quando eu te como assim,honey? - Michael me excitava ainda mais quando falava assim
-Não imagina como,agora vá mais forte!
-Pra que pressa amor?
-Vai logo,porra! Me come bem forte! - Michael riu e passou a estocar aceleradamente.Eu sentia minhas paredes internas se contraírem anunciando meu orgasmo.
  Passei a arranhar suas costas enquanto Michael chupava meus lábios,eu cavalgava em cima dele até que nós dois gozamos juntos.
  Ficamos um bom tempo ali naquela posição.Michael alisava meus cabelos molhados e meu rosto enterrado em seu pescoço.
-Não se preocupe. - disse - Eu vou com você.
-Então por que fez todas essas exigências?
-Porque queria sentir seu carinho mesmo que por obrigação. - fiquei sem palavras,olhei dentro dos seus olhos negros e lhe beijei para demonstrar todo meu sentimento.
  Sim,eu estou completamente apaixonada por Michael Jackson.



Capítulo 16

Michael
  
  Alexia me disse que teríamos que viajar no dia seguinte de manhã.Passe na boate para deixar tudo combinado com Frank e poder viajar.
  Eu não consegui pregar o olho de noite.A viada da Alexia ta dormindo só com uma blusinha e uma calcinha minúscula.Puta que pariu! Cobri ela para eu e meu "amigo" poderem dormir em paz.
  Acordei e eram 5:00 horas,tomei meu banho e me arrumei.Iríamos sair as 7:00,mas como eu A.M.O irritar minha esposa,acordei ela cedo mesmo.
-Alexia.. - cutuquei ela
-Hmm que foi..?
-Tá na hora de levantar,bebê!
-Porra Michael, não são nem seis horas! - Alexia puxou a coberta,virando as costas
-Honey se não levantar agora eu desisto da viagem!
-Fala baixo.. - ela nem ligou.Bom,terei que tomar minhas providências.
  Pulei em cima dela e a ataquei com cócegas.Alexia começou a me socar,mas por fim ela começou a rir.
-Para,para .. - dizia com dificuldade
-Então levanta!
-Tá bom! - notei que Alexia estava pendurada no meu pescoço.Ela percebeu e ficou sem graça
-Quer ajuda pra tomar banho?
-Não! - Alexia marchou para dentro do banheiro.Depois de quarenta minutos ela apareceu na sala pronta.
-Podemos ir madame?
-Sim.
-É melhor tomar café,honey.
-Michael,por que fica me chamando assim? - eu adorava ver ela brava assim!
-Porque é um jeito especial,vai falar que não gosta? - ela riu de lado e foi pra cozinha
-Sabe o que vai falar pra minha família ne?
-Não se preocupe,honey.
-Está levando seu terno?
-Mas é claro!
-O avião vai sair às oito,serão poucas horas,papai deixou uma caminhonete no estacionamento do aeroporto para podermos ir.
-Okay! 


(...)
Já estávamos embarcando para Ohio,Alexia parecia inquieta.
-Tem medo de avião,honey?
-Não é isso.É que são tantos anos que eu não vou lá.
-Por que foi embora de lá?
-Foi preciso.. - senti um pesar em sua voz.
  O avião decolou e fomos para o estacionamento.O segurança deu a chave da picape para mim e Alexia tirou das minhas mãos
-Eu dirijo! - eu ri
-Nem pense nisso,honey!
  Sem mais discussões,eu dirigi! Já estávamos na estrada,indo para a fazenda.Alexia estava dormindo,então tive a ideia de aprontar com ela.Peguei uma mecha do seu cabelo pronto para embolá-lo
-Se fizer o que eu to pensando,será um homem morto. - disse ainda com os olhos fechados
-Você é medonha garota!
-Michael,temos que combinar algumas coisas.
-Pode falar.
-Bem,todos acham que somos um casal de verdade,que se ama e que se suportam.
-Quer que eu lhe trate bem perto de todos,é isso?
-Sim.Vamos fingir que somos um casal que se ama.
-Deixa comigo,honey!
-Michael,está no caminho errado!
-Claro que não,o GPS ta certo.
-Michael para o carro.
-Pra que?
-Para agora! Saí do carro,vou te mostrar como que se dirige!
-Quero ver então! - troquei de lugar com Alexia.Enquanto ela dirigia,eu passava minha mão ba sua perna.
-Quer me desconcentrar?
-Imagina..
-Bem vindo à Fazenda Victory! - realmente a fazenda era lindíssima.Comecei a imaginar a jovem Alexia correndo por todo aquele lugar.
-Por que está rindo? - disse ela
-Por nada!
  Descemos da caminhonete e a família dela já estava à nossa espera.Alexia saiu correndo para abraçar os pais,foi uma cena adorável.
-Filha,que saudade! - disse a mãe emocionada 
-Só o casamento da sua irmã pra  você aparecer né,magrelinha? - disse o pai
-Eu tava trabalhando muito papai! Mas agora estou aqui.
-Esse é o seu marido? - disse ele olhando pra mim
-É sim.Vem cá Michael! - me aproximei
-Então você é o homem que roubou o coração da minha Alexia? Achei que nunca encontraria alguém para domar minha garota! - disse rindo
-Que isso,senhor..
-Tony!
-Sr. Tony,prazer em conhecê-lo! - apertamos as mãos
-Vou querer saber dessa história direitinho,como que se casaram sem falar pra ninguém?
-Foi uma surpresa que eu fiz pra Alexia.Felizmente ela aceitou!
-Você teve sorte,rapaz!
-Bem,Michael essa é minha mãe Eleonor.
-Prazer,Michael.
-Seja bem vindo,querido! - disse a mãe dela
-Minha irmã Brenda e seu noivo Olavo.
-Prazer em conhecê-los!
-Bem vindo a família,cunhado!
-É melhor vocês entrarem,já está escurecendo! 
-Vem,amor! - disse Alexia.Adorei ouvir isso,mesmo que seja de mentirinha
-O quarto é esse aqui.O jantar vai ser servido daqui a pouco,se quiserem.Parecem bem cansados.
-Sim mamãe,vamos tomar um banho e jantaremos.
-Espero vocês! - Dona Eleonor saiu,deixando-nos a sós.
-E então,gostou da minha família?
-São adoráveis! A filha mais ainda!
-Minha irmã é comprometida,ta?
-Eu não to falando dela sua boba! É de você mesmo.. - Alexia corou.Pela primeira vez eu a vi envergonhada.
-Obrigada por ter vindo. 
-Não precisa agradecer. - lhe toquei no rosto,Alexia fechou os olhos.
  Me aproximei dela e lhe dei um beijo em seu pescoço.
-É melhor tomarmos um banho.Pode tomar aqui mesmo,eu uso o da mamãe.
-Okay.
-Te vejo lá em baixo.
   Alexia saiu e eu percebi que estava estranha.Sem piadas,sem provocações..Parecia estar angustiada.
Eu só sei que queria aquela Alexia extrovertida me irritasse como sempre faz.A minha Alexia.




Capítulo 17

Michael
  
   Jantar com a família de Alexia foi muito agradável.Eles são engraçados e muito educados.Teve um momento em que começaram a nos encher de pergunta.
Eu tomei as rédias da situação e comecei a aperfeiçoar a nossa história.Alexia me ouvia calada apenas concordando.Parece que convencemos com a essa história.
-Vamos dormir docinho? - Alexia me olhou com uma cara de " eu vou enfiar o docinho naquele lugar!"
-Ah vamos! - demos boa noite a todos e subimos para o nosso quarto
-Está cansada docinho?
-Ah não! Docinho não! - ela riu
-Não se preocupe.To só fazendo uma encenação..
-Sei.. vem,vamos dormir.Eu to morta e amanhã é o grande dia! - nos deitamos
-Você não tem esse sonho? Se casar assim como sua irmã?
-Já estou casada! - disse irônica
-To falando sério.Se casar de véu e grinalda,se casar por amor..
-Nunca pensei nisso.Sempre fui muito objetiva em tudo que eu quero.
-Mas e se você se apaixonasse?
-Eu não sei.. E você?
-Eu o que?
-Sonha em se casar?
-Olha pra minha cara,honey!
-Você é como todos os homens! - acho que ela não gostou do que eu disse!
-Hey.. - virei Alexia pra mim - Você é tão indecifrável,Alex..
-Sou exatamente como você!
-Não to a fim de brigar ok? Vamos dormir!
-Boa noite!
  (...)

Alexia

  Acordei bem cedo,antes mesmo do sol nascer totalmente.Eu precisa de um tempo sozinha,só eu e toda essa natureza.
Parece que ali eu era uma Alexia completamente diferente.Eu não precisava usar minha armadura,eu era apenas uma menina.
Coloquei minhas botas e fui fazer uma coisa que eu estava morrendo de vontade de fazer: andar à cavalo. Fui correndo até o aras atrás do meu cavalo,o Zeus.
-Zeus! Que saudade de você,meu campeão! - Zeus é um lindo cavalo preto e muito bem cuidado.
  Eu ganhei quando tinha sete anos.Ele ainda era pequenininho,eu amei ele desde a primeira vez que o vi.Sofri muito quando fui embora,ele sempre foi meu companheiro.
Tinhas dias que eu passava horas e horas pela fazenda com ele ao meu lado. Recordei os velhos tempos e montei nele.
-Vamos dar uma volta,só eu e você campeão! - sai cavalgando por toda a extensão da fazenda.Eu me sentia livre!
  Depois que demos uma volta,avistei Michael nos olhando,parecia estar admirado.
-Hey,vem conhecer meu campeão!
-Campeão? - Michael estava incrivelmente lindo dentro de uma calça jeans,blusa de botão vermelha e uma jaqueta de couro.
-Sim! - Michael me ajudou a descer do cavalo - Esse é Zeus.Tenho ele desde os meus sete anos.
-Pensei que soubesse cavalgar tão bem assim só em cima de mim! - ri
-Tem muitas coisas sobre mim que não sabe..
-E eu vou adorar descobrir!
-Tive uma ideia.Monta nele.
-Ta brincando né? Honey,eu não sei andar a cavalo!
-Mas vai aprender agora! Eu te ensino,além do mais,Zeus é manso.
-Não sei não..
-Confia em mim.Eu vou subir com você. - Michael montou direitinho e eu fui logo em seguida.Eu fiquei atrás dele,o guiando.
-Alex,isso vai dar certo?
-Você tá nervoso,amor! - o que foi que eu disse,senhor? Michael percebeu que eu fiquei envergonhada e ficou quieto.
  Comecei a guiar Zeus com as mãos grudadas nas de Michael.Ele estava adorável nervoso daquele jeito!
  Conseguimos dar uma volta.Enquanto Zeus cavalgava tranquilamente,Michael foi se aliviando.Meu rosto estava colado no seu pescoço.Tive que me concentrar muito para manter o controle.
-Viu,não doeu nada! - disse descendo do cavalo
-Fácil pra você que está acostumada!
-Agora é você!
-Eu o que?
-Que vai cavalgar.Sozinho!
-Não Alexia! - me olhou assustado
-Vai dar tudo certo.O máximo que pode acontecer é tomar um tombo!
-Você venceu! - Michael montou novamente em Zeus e passou a comandar meu cavalo.A cena era adoravél.
De repente,ele perdeu o controle e eu fiquei preocupada.
-Michael,não solta as cordas! - já era tarde,Michael tomou o maior tombo.Eu queria rir,mas ele ficaria bravo.
-Ai! - gemeu
-Oh meu Deus,você está bem? - me ajoelhei para analisá-lo
-To inteiro! Fez de propósito não é? - riu
-Mas é claro que não.Não sou tão insensível assim! Consegue levantar?
-Sim.. - apoiei Michael em meus ombros
-Ta sangrando seu braço,tem certeza que está bem?
-Tenho..
-Eu to acostumada com isso.Vem,vou cuidar disso! - levei Michael até o paiol,pois estávamos longe de casa.
-Vai me deitar na palha?
-Se quiser te deito no esterco!
-Não.. aqui ta bom!
-Tira a blusa.
-Porra Alexia,quer transar comigo  todo quebrado?
-Não seja patético! Só quero ver se está com algum rocheão.
-Ok! - Michael tirou a blusa e vi que sua costela estava vermelha.Peguei um anti- inflamatório que papai deixa guardado numa caixinha de primeiros socorros ali mesmo e apliquei em Michael.
  Ele fez uma careta de dor quando friccionei minha mão no ferimento.Limpei o sangue no seu braço,passei o remédio e fiz um curativo.
-Tome esse analgésico,vai aliviar.
-Obrigado.
-Juro que não fiz por querer!
-Eu sei.Deu pra ver nos seus olhos que se preocupou.
-É.. - desviei meu olhar dele - Você precisa estar inteiro pro casamento. - Michael parou atrás de mim
-Não esquenta,honey.Eu não vou estragar tudo! - Michael saiu com pressa,estava irritado
-Mike,pera ai! - corri até ele - Que bicho te mordeu? Eu fiz alguma coisa?
-Não Alexia! - fechou os olhos - Sou eu que fiz.Eu estou perdido,é isso!
-Por que?
-Me deixe só Alexia. - se me chamou pelo meu nome,ai tem!
-Não vou não! O que você tem?
-Viadagem.É isso que eu tenho.Agora vamos,ainda ta muito cedo.
  Voltamos para casa e fomos para o quarto.Michael não deu uma palavra.Ajudei ele a se deitar e fiquei ali, cuidando dele.O remédio logo fez efeito e ele dormiu.
  Eu tentava evitar a todo custo esse sentimento,que só sabia crescer dentro do meu peito,pois eu sei que quando esse jogo acabar,eu vou sair muito ferrada,tenho certeza




Capítulo 18

Alexia
  

  Depois que Michael dormiu,fiquei deitada ao seu lado pensando em como chegamos até aqui.Eu estou um pouco melancólica,hoje é o dia mais feliz da vida da minha irmã e agora eu me pergunto.O que será de mim no futuro? Aonde será que vai parar esse "casamento"? Será que quando Michael reerguer a Danger Zone e não precisar de mim,ele vai meter o pé?
  Eu não tinhas as respostas para nenhuma delas.Apenas confusão e mais confusão dentro de mim.
  O casamento será ao meio dia.Já são dez e meia da manhã e eu precisa acordar Michael,que ainda dormia profundamente.
-Michael,acorda. - nada- Michael,você tem que se arrumar!
-Hmm já ta na hora?
-Já. Se sente melhor?
-Sim,eu to ótimo.
-Ai que bom! Então vá tomar seu banho e encontre papai e Olavo na sala. Daqui a pouco os convidados chegam.
-Pode deixar.Você vai se arrumar aqui?
-Não.Estaremos no outro quarto,não esqueça que somos os padrinhos.
-Sim senhora!
-Até mais! Fui para o quarto de Brenda para nos arrumar.Eu estava tão feliz pela minha irmãzinha.
-Você está linda!
-Obrigada Alex.Como foi seu casamento com o Michael?
-Normal.Foi no civil mesmo.
-E vocês não pensam em se casar na igreja não?
-Acho que não seríamos bem recebidos por lá! -ri sem humor
-Você gosta dele não é? Dá pra notar.
-Brenda,hoje o dia é só seu,okay? Pense só na sua felicidade!
-Te amo tanto mana..
-Oh gatinha! Também te amo! - nos abraçamos - Agora chega disso e vamos descer!
-Tem razão! Vai descer primeiro?
-Sim.Papai vem lhe buscar!
Assim que desci,fui para o altar encontrar Michael.Por um momento eu quis viver aquilo.A ansiedade de ver seu amor te esperar de braços abertos no altar,de ir de encontro à sua felicidade..Tratei logo de esquecer tudo isso.
-Está muito linda,honey! - me alegrei ao ouvir essa palavra novamente
-E você está muito sexy! - sussurrei
  E finalmente Brenda apareceu com papai.Ela estava uma princesa! Senti muito orgulho da minha maninha.
  O padre iniciou a cerimônia,mamãe chorava emocionada.Me senti culpada por estar enganando minha família,minha vontade era de sumir dali.
  Brenda e Olavo trocaram as alianças e se beijaram.Todos nós aplaudimos até que Brenda foi jogar o buquê.É claro que eu não ia pra fila,até porque eu já estou casada! E eu sei que jamais terei um casamento como o de minha irmã.
Tomei um susto quando o buquê caiu justamente nas minhas mãos.Mamãe se espantou ao ver que eu havia pego.
-Meu Deus! Você tem muita sorte mesmo Alex! - disse rindo
-Era só o que me faltava! - eu ri
-Só espero que eu seja o mesmo futuro marido novamente,não é docinho? - disse Michael
-Cla..Claro meu amor!
-Gente,tive uma ideia! - disse Brenda - Já que não vimos o casamento de vocês,quero que façam os seus votos!
-O que? - disse assustada
-A Brenda tem razão filha,adoraríamos ver essa cena.
-É Alex,faz! - implorou Brenda
-Por mim tudo bem. - disse Michael
-Então pronto! Pessoal, - avisou Brenda para todos os convidados - como sabem,a nossa Alexia se casou. Então hoje,vamos presenciar sua felicidade!Sobem aqui!
-Ok. - disse tremendo.Michael também não parecia nada confortável.
-Agora,todos nós queremos ouvir seus votos! - todos aplaudiram
-Bem.. - comecei - Antes de mais nada,eu quero te parabenizar Brenda.Eu tenho certeza que você e Olavo serão muito felizes!
-Obrigada! Quem começa?
-Eu. - disse Michael ficando de frente pra mim. - Alexia,dizer esse tipo de coisa para uma mulher tão segura como você é a coisa mais difícil desse mundo! - todos riram - Mas eu vou tentar. Me casar com você foi realmente muito rápido,nós não perdemos tempo.Passamos nossas dificuldades,brigas ,mas saber que tenho você me esperando em casa todos os dias vale a pena.Só quero que saiba que não tem um dia em que eu não agradeça por você ter entrado na minha vida.Eu..te amo. - meus olhos se encheram d'água.Por que ele mentiu desse jeito? Saí correndo do palco,deixando todos assustados.
-Alexia? - gritou Michael,ouvi mamãe chamá-lo
-Deixa Michael,ela só ficou emocionada.
  Parei perto de um lago,me sentei e comecei a chorar.Olha,eu sei que o que ele fez foi apenas uma encenação,não culpo ele.Mas me doeu escutar tudo isso.
-Alex?
-Victor? - era meu ex namorado,da época que eu morava aqui
-Meu Deus,quanto tempo! Você tá tão linda..
-Obrigada! Você tá o mesmo! - se sentou perto de mim
-Por que saiu daquele jeito? Se emocionou?
-Pois é..
-Nunca imaginei que se casaria do nada assim.
-Pois é,eu sempre fui impulsiva!
-Eu sei.Tanto é que terminou comigo de uma hora pra outra e foi pra Las Vegas.
-Pra que voltar ao passado? Foi há tantos anos atrás! - ri
-Sim,mas pra mim foi muito forte.
-Bem, passado é passado né?
-Infelizmente!

Michael
  

  Saí a procura de Alexia depois de um tempo.Realmente não entendi sua reação,foi isso isso que ela pediu,que mostrasse que nos amamos.
Pra falar a verdade,a última coisa que fiz foi encenar.Eu realmente abri meu coração.Me aproximei do lago e vi ela rindo com um cara.Mas eu sou um grande babaca! Agora tenho a total certeza que isso aqui é só um joguinho mesmo.
  Saí dali completamente triste.Eu não sabia o que estava sentindo por Alexia.É uma coisa tão confusa,complexa..
-Michael? - disse Dona Eleonor
-Oi,eu..
-Eu vi o mesmo que você viu.Vem,vamos conversar. - Eleonor me levou até um outro lado da fazenda.
-Quem é aquele cara? - perguntei temeroso
-Victor.Namoraram uns dois anos.
-Ah..
-Quando ela decidiu ir embora,nunca mais tiveram contato.
-Mas parece que agora..
-Filho,você ama a Alexia? Seja sincero.
-Dona Eleonor,sua filha me enlouquece! - ela riu - Ela é tão misteriosa,sinto que é o tipo de mulher que a qualquer momento pode sumir sabe?
-Não respondeu minha pergunta.
-Sim.Eu sou apaixonado por ela,eu .. eu amo a Alexia e isso me assusta.
-Mas por que?
-Porque eu não sei o que se passa com ela entende?
-Michael,eu não sou boba.Conheço muito bem a vida e sei que a história de vocês é muito mal contada.Mas isso cabe só a vocês dois.
-Acho que tudo isso foi um erro..
-Michael,eu vejo nos olhos da minha menina que ela também te ama. - mas o que?
-Eu não entendo..
-Eu nunca vi minha filha tão bem em todos esses anos.O olhar dela pra você,o jeito como fala,eu a conheço.Ela sente o mesmo por você.
-Eu não sei..
-Eu vou te contar uma coisa.Mas vai me prometer que nunca falará disso pra ela.
-Claro.
-Alexia não é nossa filha.É adotada.
-O que?
-Ela veio pra cá aos sete anos. Quando morava com a mãe biológica,ela sofreu muito. Certa vez,o padrasto tentou molestá-la.A mãe viu e pior,acusou a menina de seduzir o homem.
-Mas isso é um absurdo!
-Sim,ela é uma desmiolada.Os dois passavam a vida bebendo e se drogando.
-E o que aconteceu?
-Ela espancou a filha.Os vizinhos denunciaram.Tudo que sei dessa história,a polícia nos contou.A pobrezinha foi para um orfanato,enquanto a mãe foi presa,depois de ter matado o marido por um outro motivo.
-Meu Deus..
-Ela veio a falecer anos mais tarde.
-Como adotou a Alexia?
-Eles eram da Califórnia.Na época,eu e Tony estávamos morando por lá por um tempo,pois já tínhamos a fazenda.No natal sempre fazemos doações à orfanatos.E nesse dia,nós a conhecemos.Era tão quietinha,ainda estava machucada sabe..
-Imagino..
-Eu senti uma coisa tão forte por ela,uma necessidade de protegê-la.Eu e Tony fizemos de tudo para adotá-la e conseguimos.Quando ela chegou aqui,era tão frágil,não falava com ninguém,quando ela ganhou o Zeus de presente,ela começou a se abrir mais.
-E como ela superou tudo isso?
-Ah,Alexia é muito forte.Com o passar dos anos foi se adaptando,quando me chamou de mamãe pela primeira vez eu quase morri de emoção.Você vendo a Alexia hoje nem imagina que passou por isso,mas ela quis dar a volta por cima.
-Só ela mesmo ne? - ela riu
-Quando ela disse que queria ir embora,eu fiz de tudo para evitar.Mas ela nos disse que precisava se descobrir,se libertar,eu acho que fez bem à ela.
-É por isso que ela é desse jeito?
-Alexia usa essa armadura,essa máscara de mulher impetuosa e ela é! Mas no fundo ela é apenas aquela garotinha amedrontada e solitária que só precisa de alguém que lhe dê amor e segurança.
-Eu a amo muito,agora que a admiro ainda mais fica tudo muito claro pra mim.
-Tenha paciência com ela,Michael.Ela se fechou muito e sofre por isso.É difícil ela dizer o que sente mas eu conheço o coração dela.Sei que sente o mesmo por você.Então te peço,não desista da minha menina!
-Nunca! - enxuguei minhas lágrimas - Mesmo que eu tenha que passar a vida toda convencendo essa teimosa de que a amo de verdade!
-Eu sei que vai conseguir! - Eleonor me abraçou.
  Eu não tenho mais dúvidas.Alexia é uma mulher linda,sexy,dominadora,impetuosa mas acima de tudo, uma mulher de bom coração,forte e determinada.
  E eu a amo.Sim,eu não vou mais negar.Amo essa mulher com todos os seus defeitos e qualidades e vou fazer o possível e o impossível para mostrar pra ela que é ao meu lado que ela tem que ficar,vou mostrar que a amo e que não tenho intenção nenhuma de perder essa teimosa.

Capítulo 19


Alexia
  Depois de conversar um pouco com Victor,decidi procurar Michael.Ele deve tá bravo comigo. Saí a procura dele,mas não achava esse homem em lugar nenhum!
-Papai,viu Michael por ai?
-Acho que ele foi lá pra dentro,princesa!
-Obrigada! - Subi as escadas e fui para o quarto.Michael já estava arrumando as malas.
-O que ta fazendo?
-Arrumando as malas ué? Vamos embora a noite.
-Sim,mas agora?
-Bem,a minha digníssima esposa sumiu da festa.Ah,lembrei ,você estava conversando com seu ex!
-Exatamente,conversando.Algum problema? - cruzei os braços
-Nenhum! Só podia ter me avisado ne?
-Que foi,ta com ciúmes?
-Claro que não! Até porque tinha uma caipira linda de olho em mim!
- E quem é a engraçadinha,posso saber?
-Ta com ciúmes,honey?
-Não! Só quero avisá-la do erro que ela vai cometer!
-O mesmo erro que você está cometendo? - disse me agarrando junto dele
-Eu.. a culpa é sua!
-Por te deixar assim,sem ação?
-Você é muito convencido!
-Eu sei honey,e você gosta... - Michael me jogou na cama
-Michael não faz isso..
-Isso o que honey? - roçou os lábios no meu pescoço
-Adoro quando me chama assim..
-Eu sempre soube honey,honey...honey - sussurrou no meu ouvido
-Fala mais.. - ele riu
-Eu falo sim,honey,quantas vezes quiser.. - ataquei sua boca com rapidez.Eu tava louca pra beijá-lo e por mais que fosse orgulhosa,eu não resisti.
  Michael levantou meu vestido e começou a massagear minha coxa com suas mãos enormes,mas bateram na porra da porta!
-Alexia,vem cá pra fora,os noivos vão se despedir!
-Oh meu Deus,ja? - disse para Michael
-É melhor descermos,honey! - disse saindo de cima de mim,ajeitando meu vestido.
  Abraçamos Brenda e Olavo,que estavam prontos para sair de lua-de-mel.
-Muita felicidade minha irmã!
-Desejo o mesmo pra vocês dois!
-Boa viagem!
Os dois entraram no carro e partiram rumo à Itália.Acontece que Olavo é italiano,então foram passar a lua-de-mel na Toscana.
-Mamãe,daqui a pouco eu e Michael estamos indo.
-Mas já?
-Sim,Senhor Tony,eu não posso ficar afastado do trabalho.
-Ta certo,mas vocês vão voltar mais vezes não é?
-Claro,pai! - subimos para tomar um banho.Já estávamos nos despedindo dos meus pais
-Foi um prazer conhecê-los. - disse Michael
-Eu que diga! - disse papai - Cuida da minha menina,por favor!
-Não precisa nem pedir Senhor Tony!
-Eu amo vocês! - disse com a voz chorosa
-Meu anjinho.. - disse mamãe - Amamos você!


Michael
  
   Entramos no carro e acenamos pela última vez.Notei que Alexia escondia o rosto.Decidi parar o carro.
-O que foi? - disse ela
-Olha pra mim.Está chorando?
-Não..
-Não minta pra mim,honey.. - alisei seu rosto
-Eu sinto falta deles,ta legal? Não vejo eles com muita frequência..
-Entendo..
-Eu me sinto sozinha sem eles.
-Quer falar sobre isso? - dei a brecha
-Não,ta tudo bem! - forçou um sorriso - Podemos ir!
-Okay. - lhe dei um beijo no rosto e enxuguei suas lágrimas.
  Em alguns minutos,Alexia já estava dormindo.Acordei ela,pois já estávamos no aeroporto.
  Chegamos em Las Vegas de manhã.Chamei um táxi e fomos pra casa,finalmente.A primeira coisa que fizemos foi cair na cama!
Acordei já era quase cinco da tarde e não vi Alexia na cama.Senhor,o que ela ta aprontando agora?
  Escutei um barulho na cozinha e lá estava ela,toda enrolada tentando cozinhar e o melhor,cantando. Realmente essa mulher tem um voz belíssima.Agora sei porque a Blackout fazia tanto sucesso.Mas infelizmente na cozinha,minha morena é um desastre!
-Podia pedir ajuda,viu?
-Não preciso de ajuda! Por que acha que estou sempre aprontando?
-Porque você está sempre aprontando.Deixe te ajudar.
-Michael,já decidiu?
-Sobre..?
-Eu trabalhar na boate.
-Ah sim.
-E então?
-Não.
-Mas por que?
-Depois do que você aprontou lá?
-Ninguém lembra!
-Ah não? Sabia que todo dia vem um filho da puta falar de você?
-E dai? Acha que em todos esses anos eu nunca ouvi nenhuma gracinha?
-Não adianta discutir!
-Se não deixar eu trabalhar lá eu volto pra Blackout!
-Ha ha Bred te demitiu,esqueceu?
-Hmm ele me ligou me chamando de volta.
-Quando foi isso?
-Tem uns dois dias.
-E por que não me contou?
-Por que não te interessa!
-Como não? Estamos há quase um mês casados..
-E dai? Han? Somos casados apenas por aparência!
-Eu odeio quando você começa com isso!
-E eu odeio quando é machista desse jeito!
-Não me provoque!
-Vai fazer o que?
-Abaixar sua bolinha agora mesmo!
-Eu to cansada disso,que porra!
-Eu que to cansado do seu gênio de cão,acha que não me irrita,berrando o dia todo? Ninguém te aguenta! - Alexia me olhou surpresa.É claro que isso tudo é mentira,mas eu fiquei nervoso
-É isso ai Michael Jackson.Mostre  quem é você! - Alexia foi pro quarto
-Alexia,volta aqui! - ela bateu a porta na minha cara - Alexia!!!
-Dá o fora! Vá se foder!
-Eu vou ai calar essa sua boquinha e você sabe muito bem como! - ela não falou mais nada
  Fui pra sala,me sentei no sofá e fechei os olhos.Mas que porra eu fui falar pra ela? Agora toma essa,otário! Depois de uns dez minutos ela apareceu vestindo um sobretudo e botas e carregando uma .. mala. Ai merda!
-Alexia,o que é isso?
-Uma mala não tá vendo?
-Nem pense em sair de casa com essa porcaria.
-Eu vou embora sim e você vai fazer o que?
-Você vai ver agora! - agarrei Alexia e lhe beijei com toda a sagacidade.
  Deus,como essa mulher consegue mexer comigo com apenas um beijo? Abri seu sobretudo e não acreditei no que vi.Alexia estava nua!
-Garota,eu te adoro sabia? - ela sorriu maliciosamente,Alexia me abraçou e voltou a me beijar.
  Peguei ela no colo e a levei para o quarto.Tirei minha roupa e terminei de tirar seu sobretudo.Beijei todo seu corpo,Alexia puxou meu rosto e voltou a me beijar.Pressionei minhas mãos em seus seios e levei minha boca até eles,chupando cada um deles.
Alexia gemia quando passei a tocá-la e ela fez o mesmo comigo.É incrível essa sintonia que eu e Alexia temos.Nós sabemos exatamente o que dá prazer um ao outro.
Alexia montou em cima de mim,eu a penetrei e ela mordia meu peito.Ela passou a cavalgar em cima de mim com as mãos apoiadas em meus ombros.
-Você vai me enlouquecer,honey..
-Eu adoro isso.. - ambos estávamos prestes a atingir nosso ápice quando a deitei na cama.
  Saí de dentro dela e a penetrei fundo,Alexia gritou e acabou gozando.
-Isso Mike,não para.. - gemia
-Tão apertada,honey..
-Mais forte amor.. - comecei a estocar mais rápido sentindo meu orgasmo se aproximar.
  Depois de mais algumas estocadas,eu gozei.Trazendo Alexia para os meus braços.
-Você me surpreende..
-Achou mesmo que eu ia embora?
-Sua danada.. - beijei sua testa - Eu vou te amarrar nessa cama.
-Por que?
-Pra nunca mais sair da minha vida!


Capítulo 20

Alexia
   Eu sinceramente não sei o que me deu pra fazer aquilo.No fundo eu sabia que Michael não iria deixar eu ir embora. Ele por sinal saiu bem cedo.Disse que estava fechando uma bom negócio pra Danger Zone,mas prometeu que iria pensar sobre eu trabalhar com ele.
  Levantei,fui tomar um banho e levar Papi pra passear como sempre faço,mas notei que ele estava muito quieto,nem tinha tocado na ração.
-O que foi garotão? Hm? - disse o pegando no colo,ele apenas gemia - Não me assuste assim,amor..
  Tentei por ele em pé,mas ele caía,Papi deitou de barriguinha pra cima,respirando descompensadamente.Eu comecei a ficar nervosa,peguei o telefone e liguei para Michael.
-Alexia? - disse no outro lado da linha
-Michael eu preciso de ajuda..
-Que voz é essa? Qual a merda que você se meteu agora?
-Eu preciso que venha aqui agora,por favor!
-Ta,já to indo ok?
-Ta.
  Em alguns minutos Michael chegou,Papi continuava do mesmo jeito,com o agravante de que agora sua barriga estava bem inchada.
-Alex?
-Aqui no quarto!
-O que houve?
-Papi... - disse chorando - Eu não sei o que ele tem!
-Hey,calma! O que você tem em garotão? - disse alisando seus pelos
-Ele não reage,só geme..
-Vamos levar ele pro veterinário.
   Seguimos juntos para à clínica.Meu coração estava a mil,eu nunca vi meu cachorrinho desse jeito.Me sentei na cadeira rezando para não ser nada grave.
-Beba essa água,Alex. - Michael se sentou ao meu lado
-Será que já tá na hora dele?
-Não fala isso não.Essa bolinha de pelo é forte! - comecei a chorar e Michael me abraçou
-Senhora Alexia? - disse a veterinária
-Sim? Como tá o Papi?
-Sinto muito,mas ele não está nada bem.Você disse que ele tem quantos anos mesmo?
-Oito anos.
-Já é uma idade avançada para a raça dele.Em média eles vivem de 10 a 15 anos.
-Mas o que aconteceu com ele? - Michael perguntou aflito
-Ao que parece,o estômago dele não está digerindo bem os alimentos. Foi necessária uma cirurgia.
-E ele vai ficar bem? - perguntei
-É difícil saber agora..
-Ele já pode ir pra casa? - disse Michael
-Ainda não.Vamos ver como ele responderá à cirurgia,mas se tudo der certo,em breve ele volta!
-Muito obrigado! Vamos,honey?
-Não podemos ficar aqui?
-Não, senhora.Mas fique tranquila,ele está bem cuidado.
-Viu? Vamos pra casa.
No caminho até a casa,Michael foi muito atencioso comigo e parecia estar bem preocupado com Papi também.
-Ele vai ficar bem. - Michael disse quando sentávamos no sofá
-Vai sim.Ele é forte! Confio no meu garoto! - Michael me deitou em seu perna,alisando meus cabelos
-Ele puxou você honey! - eu ri - Alexia?
-Sim.
-Quer vir pra boate comigo hoje?
-Pra que?
-Quero que veja uma coisa.
-Vai deixar eu trabalhar com você?
-Hm... Sim!
-Serio? 
-Sério.Mas antes vai ter que vir comigo 
-Pra que? 
-É surpresa.E então,vem ou não?
-Ok.Eu vou.
-Vai ser uma noite especial..
-Não me deixe curiosa.. 
-Calma honey .. antes de irmos pra lá,nós vamos até a clínica ver como está o Papi,ok?
-Ok!
-Agora eu tenho que sair,qualquer coisa me chama,certo?
-Certo.

Michael
  
   Deixei Alexia em casa e saí para acertar o plano que estava na minha cabeça.Decidi que não posso mais guardar esse sentimento.Vou me declarar para Alexia hoje mesmo,da melhor maneira possível.


Capítulo 21 


Michael
  Levei Alexia até a clínica para vermos Papi .A doutora disse que ele estava progredindo,mas continuaria internado para observação.Alexia ficou mais aliviada,senti que era o momento certo pra me declarar.
-Podemos ir Michael.
-Está com a carinha melhor,honey.
-É.. - ela riu - Foi graças a você.Obrigada por ter me ajudado com o Papi.
-Não precisa agradecer.Sabe eu já me acostumei com essa criaturinha!
-Eu sabia que ia se render .Papi é adorável!
-Até que sim.. Então,vamos?
-Vamos.
Chegamos na boate que já estava cheia.Alexia me torrou a paciência perguntando o que tinha de tão importante pra ela ver lá.Só não fiquei bravo porque eu estava achando o máximo a cara de curiosa dela.
-Chegamos,baby!
-Finalmente! Agora dá pra contar o que você tá tramando?
-Confia em mim,honey! -entramos na boate e sentamos perto do palco.
-Você tá com cara de quem vai aprontar!
-Quem apronta aqui é você,baby!Aceita alguma bebida?
-Tequila.
-Já,honey?
-Anda logo! - voltei com a nossa bebida
-Só isso?
-Quero você sóbria hoje,docinho! Eu já volto.
-Onde você vai?
-Vai ver agora! - subi no palco e pedi que parassem a música - Boa noite a todos! Como sabem,eu já cantei algumas vezes aqui e essa noite eu vou cantar.Só que dessa vez,será por um motivo especial. - Alexia me olhava assustada - Essa é pra você,honey!- decidi cantar Crazy do Aerosmith

  Come 'ere baby

   You know you drive me up the         
  wall the way you make good on all the nasty tricks you pull
  Seems like we're makin' up more than we're makin' love
  And it always seems you got somthin' on your mind other than me
 Girl, you got to change your crazy way,You hear me
  Say you're leavin on
 a seven thirty train and that you're
 headin' out to Hollywood
 Girl you been givin me the line so many times it kind gets like feelin
 bad looks good
 That kind lovin' Turns a man to a slave
That kind lovin' Sends a man right to his grave
 I go crazy, crazy, baby, I go crazy
You turn it on
Then you're gone
Yeah you drive me
Crazy, crazy, crazy for you baby
What can I do, honey
I feel like the color blue. . .
You're packin up your
stuff and talkin like it's tough and tryin to tell me
that it's time to go
But I know you ain't wearin' nothin'
underneath that overcoat
And it's all a show
That kind lovin'
Makes me wanna pull
Down the shade,yeah
That kinda lovin'
Yeah, now I'm never, never, never, never gonna be the same
 I'm goin' crazy crazy, crazy, crazy for you baby
You turn it on, then you're gone Yeah you drive me.
.

( Venha aqui baby,
Você sabe que me deixa subindo pelas paredes com o seu jeito de
fazer perversidades
Parece que estamos mais fingindo do que fazendo amor
E sempre pareceu que você tinha
alguém além de mim nos seus
pensamentos
Garota, você tem que mudar o seu jeito louco
Me escute
Você está indo embora no trem das 7:30 e está indo para Hollywood
Garota você me deu a mesma desculpa tantas vezes que
parece que o que era mau
ficou bom
Aquele tipo de amor
Escraviza um homem
Aquele tipo de amor
Manda um homem
para a sepultura
Eu vou enlouquecer, enlouquecer, baby, eu vou enlouquecer
Você apronta
Depois vai embora
Você me deixa
Louco, louco, louco, por você baby
O que eu posso fazer,querida
Eu me sinto triste
Você está pegando as suas coisas e dizendo como é difícil me
dizer que é hora de partir
Mas eu sei que você não está vestindo nada debaixo desse
casaco,
E que isso é só um showzinho
Aquele tipo de amor
Me fez querer abaixar as cortinas
Aquele tipo de amor
Agora eu nunca, nunca, nunca, nunca mais serei o mesmo
Eu vou enlouquecer, enlouquecer, baby,eu vou enlouquecer
Você apronta
Depois vai embora
Você me deixa louco, louco, louco,
por você baby
O que eu posso fazer, querida
Eu me sinto triste
Eu estou perdendo a cabeça
Garota, porque estou enlouquecendo
Eu preciso do seu amor, querida
Eu preciso do seu amor
Enlouquecer, enlouquecer, baby,
eu vou enlouquecer
Você apronta
Depois vai embora
Você me deixa
Louco, louco, louco, por você baby
Eu estou perdendo a cabeça
Garota, porque estou enlouquecendo..)

  
   Quando terminei de cantar,todos aplaudiam,mas meus olhos focavam apenas nela,o tempo todo em que eu cantava.Percebi que Alexia chorava.
Assim que consegui sair daquela confusão,fui atras dela,que estava indo pra fora da boate.
-Alexia? - parei na sua frente
-Michael..o que foi isso? - ela tremia
-Não gostou?
-Eu ..meu Deus,você canta tão bem e.. dança também.. 
-Obrigado.Fiz especialmente pra você. - digo envergonhado
-Michael,o que você quis dizer com essa música,é o que eu to pensando?
-E o que você está pensando,honey? - cheguei perto dela
-Que você .. me ama..
-Isso não é óbvio? Achei que fosse uma boa maneira de me declarar à altura de Alexia Heizel!
-Oh meu Deus! - tive que segurar ela
-Calma,honey.Não desmaia não! - ela riu
-Eu não imagina..Isso foi incrível,eu adorei,foi..
-Foi pra mostrar uma coisa que eu já não aguento mais esconder,peço que me escute.
-Okay.
-Alexia,não é novidade que nós nunca gostamos um do outro.Quando nos casamos,eu achei que era um pesadelo.Eu não te suportava e você também não me aguentava.Nós estivemos a ponto de nos matar! - ela riu- Você bagunçou minha casa,meu trabalho,minha vida e meu coração.Eu achei que ia enlouquecer com sua voz estridente no meu ouvido 24 horas por dia.Mas acontece que eu simplesmente não consigo mais viver sem toda essa loucura na minha vida.Meu coração acelera quando eu abro a chave de casa e te vejo lá,linda e sexy aprontando as suas maluquices pra me irritar..
-Você até que merece! - disse deixando umas lágrimas escaparem
-Eu ainda não acabei,honey! Enfim,só quero que saiba que você se tornou a minha vida.O combustível que me faz querer acordar todos os dias e enfrentar o mundo.É o motivo que me faz chegar cedo em casa todos os dias,pois é só ao seu lado que eu me sinto seguro,forte e em paz. Você me faz experimentar as sensações mais estranhas desse mundo.Você é meu paraíso,meu pecado,é um anjo é o diabo,você me instiga,me faz querer o proibido,o mistério,a sedução.Mas também me faz querer a calma,a paz e a tranquilidade.Você é a única que me desperta raiva,ódio,medo,inquietação e ao mesmo tempo,paz,tranquilidade,energia,segurança e principalmente atração,paixão e sem sombra de dúvidas,amor.Sim,tudo que eu te disse no casamento da sua irmã é a mais pura verdade.Eu te amo Alexia,te amo exatamente do jeito que você é,impulsiva,maluca,brava,inconsequente,linda,sexy e amável.Eu te amo Alexia Heizel,e me casar com você foi a coisa mais certa que já fiz em toda minha vida! - terminei de dizer tudo isso com a voz embargada,enquanto Alexia me olhava sem acreditar com os olhos marejados.Ela respirou fundo e me olhou novamente
-Terminou?
-Sim,mas .. - Alexia nem esperou eu terminar de falar e me abraçou forte.Tocou meu rosto encostando os lábios na minha testa
-Michael,eu não tenho palavras pra te dizer agora.Tudo que eu falar ou fizer,será pouco!
-Só me diga o que a porra do meu coração tanto quer ouvir! - ela riu
-Acha mesmo que preciso falar alguma coisa,seu branquelo irritante? - ela riu - Ai Michael.. Olha o que fez comigo? Você se impregnou na minha cabeça que nada faz com que saia um minuto se quer. Eu te amo tanto,cara! - ri do jeito como ela falou - Eu nunca vou conseguir falar do jeito que você disse,mas acredite,eu realmente estou de quatro por você,meu Michael,meu marido,meu homem,meu amor.Te amo,te amo,te amo! 
   Peguei Alexia no colo me sentindo pleno,beijei sua boca do jeito mais carinhoso que possa imaginar.Nossas línguas duelavam uma com a outra,Alexia chupava meus lábios sensualmente do jeito que só ela faz.
-Mike.. - disse recuperando o fôlego,ainda no meu colo
-Sim honey ..
-Eu adoraria fazer amor com você aqui fora,mas esse frio está congelante e eu não quero que "ele" - apertou meu membro - se sinta desconfortável! - comecei a rir
-Sua safada.. Vem,vamos pra nossa casa,Sra.Jackson!
  E assim voltamos pra casa aos beijos,era como se não existisse mais ninguém à nossa volta.Só eu e a minha mulher!



Capítulo 22

Alexia
  
  Depois de mais uma tórrida noite de sexo ou melhor,de amor,Michael dormiu nos meus braços,eu permaneci acordada lembrando de cada palavra que Michael me disse,desde a música que ele dedicou à mim até a declaração. 
  Eu estava vestindo uma blusa sua,Michael me disse que consegui ficar ainda mais sexy desse jeito.Falando nele,Michael já está se remexendo no meu colo.
-Bom dia! - disse à ele
-Bom dia,pera ai quem é você?
-Sou a Alexia ué? - ele riu
-É que eu você não costuma ser muito receptível de manhã cedo..
-Hmm engraçadinho! - apertei seu nariz - A culpa é sua de ser tão fofo dormindo..
-Epa,que as coisas estão mudando aqui!
-Michael,o que você disso ontem,foi sério mesmo?
-Mas o foi que eu disse ontem?
-Michael? - ele começou a rir
-Calma,calma! - ele ficou de frente pra mim - Olha pra mim.É claro que foi sério! Você quer que eu repita? Eu te amo,honey.. - Michael beijou meu queixo
- Então foi real mesmo.
-Claro que foi,princesa.Quer que eu repita mais alguma coisa?
-Hm aquilo que você fez assim que chegamos em casa.
-Te comer bem gostoso?
-Isso! - gritei praticamente
-Vai ter que pedir. - deu de ombros
-Mas o que?
-Vai-ter-que-pedir!
-Seu filho da puta! - tampei o travesseiro nele,que ria
-Pede,honey.. - Michael colocou sua mão dentro da minha calcinha
-Por favor amor..
-Diga exatamente o que você quer,com todas as letras..
-Foder com você! - ele riu.Seu celular tocou e ele atendeu
-Sim,é o Michael.To indo pra ai agora! - desligou
-Que história é essa de que vai sair?
-Baby,vamos ter que continuar depois. - disse se levantando e vestindo a roupa
-Onde pensa que vai me deixando assim?
-É só se aliviar,amor...
-Desgraçado! 
-Olha pra mim. - Michael me agarrou - Eu tenho certeza que vai adorar o motivo de eu ter que sair.
-E qual seria?
-Surpresa! - Michael me beijou e saiu. Cretino!

Michael
É claro que eu não ia deixar minha garota louca pra fazer amor comigo por um motivo besta.Acontece que Papi teve alta e a médica me ligou,eu tenho certeza que Alexia vai me perdoar!
(...)
Cheguei em casa com a bolinha de pelo nos braços.Chamei a "encrenca" na hora.
-Honey? Benzinho,amoreco,docinho,bebêzinho.. - eu sabia que ela ia vir igual uma fera por conta desses apelidos que ela ODEIA!
-Porra é essa Michael? Papi!!! - gritou igual uma louca
-Entendeu agora porque saí daquele jeito?
-Oh.. me desculpe amor! Obrigada por trazê-lo. Ele ta bem mesmo?
-A doutora pediu para deixá-lo em repouso e dar os remédios.
-Oh meu amor,você preocupou a mamãe! - disse enquanto ele lambia ela
-Deu um susto na gente.
-Viu até seu pai se assustou.
-Pai? - perguntei animado
-Sim,eu sou a mãe e você agora é oficialmente o pai!
-Isso quer dizer que nós..
-Que nós..
-Nos acertamos?
-Ainda tem dúvidas? - ela riu com malícia
-Que tal se fôssemos lá pro quarto terminar o que paramos?
-Não to mais com vontade..
-Ah,não está mais? Tudo bem,honey.Acho que vou dar uma voltinha lá na boate.. - Alexia puxou a gola da minha camisa
-Nem pense nisso! Agora que é meu marido com todas as letras,saiba que tem uma esposa insaciável e ciumenta!
-E isso me excita ainda mais,já pro quarto,gostosa! - espalmei sua bunda e ela foi saltitando pra dentro carro.Obrigado senhor,eu tirei a sorte grande!!



Capítulo 23

Alexia
  
   Dois meses se passaram e posso dizer que tem sido os melhores da minha vida.Michael permitiu que eu trabalhasse na boate,mas durou pouco,pois um homem me agarrou no camarim e Michael quebrou o nariz dele.
  Com isso,Michael me proibiu de trabalhar lá,o que gerou uma briga feia resultando em cinco dias sem olhar na cara um do outro,mas Michael pediu arrego.Tentou me persuadir de todas as formas,e olha foi difícil me controlar.Por fim ele me propôs que eu trabalhasse na área administrativa e que me apresentasse somente uma vez por semana.Não é grande coisa, mas tudo bem.
  Bred também me procurou.Eu expliquei à ele todo o ocorrido,mesmo não concordando muito ele me entendeu e garantiu que as portas da Blackout estarão sempre abertas pra mim.Eu fiquei muito feliz,pois Bred é meu amigo de longa data.
  Mas voltar pra lá não está nos meus planos.A Danger Zone está conseguindo se reerguer,Michael tem controlado seus gastos.Mas uma coisa que me deixou muito encucada.
   Desde que passei a cuidar das finanças,percebi que as contas não tem batido.O lucro que obtemos diariamente não bate com o que fechamos no final do mês.Cheguei a perguntar para Michael se ele havia retirado mais do que deveria e ele me garantiu que não.
    Resolvi deixar quieto,esperaria o próximo mês.Se esse episódio se repetisse,eu tomaria uma providencia.
Enfim,tirando os probleminhas do dia a dia,minha vida tem sido uma maravilha.Eu tenho me tornado uma esposa exemplar,quer dizer,tento ser. Tentei cozinhar para Michael,mas ficou uma bosta,então essa parte eu deixo com ele.
   A faxina eu dou conta mais ou menos,pois quando eu vou arrumar as coisas do Michael,ele dá um escândalo,pois segundo ele, eu troco tudo de lugar e ele fica confuso.Resultado: mandei ele tomar no cú e que ele mesmo limpasse.
  Mas mesmo com essas briguinhas que me dão nos nervos,a melhor parte,sem dúvida nenhuma é a reconciliação! Michael me disse que desde aquele dia em que eu ameacei ir embora,ele morre de medo de eu tomar essa atitude novamente,mas ai eu lembrei à ele que foi apenas um truque para apimentar a relação,como se precisasse..
-Michael,hoje eu vou mais tarde pra boate. 
-Ok,mas por que? - Michael estava de frente ao espelho fazendo a barba
-Porque hoje é aniversário do Bred,vai ter uma festinha pra ele e eu vou colar lá na Blackout. - ele riu
-E você acha mesmo que vai?
-Não acho amor,tenho certeza! - Michael lavou o rosto,se enxugou e olhou pra mim
-Não vou permitir que vá naquela porcaria de boate! - agora foi minha vez de rir
-E quem vai me impedir? Você?
-Não,gata.A seu próprio senso!
-Pois lhe digo que meu senso está de comum acordo comigo.
-Mas que porra Alexia,por que quer sempre me confrontar? - gritou
-Por que sempre acha eu faço de tudo pra te enfrentar? Bred sempre foi meu amigo,e eu to pouco me fodendo pra sua rixa machista de concorrência,vê se cresce!
-Não é questão disso,mas que droga! Todos sabem que ele é meu inimigo!
-Inimigo por que? Por ser dono de uma boate também? Pois se é assim eu também era sua inimiga!
-Era ou ainda é? - olhei pra ele incrédula
-O que quer dizer com isso?
-Você entendeu.Está do meu lado ou daquele bordel?
-Para de ser ridículo Michael! Escuta aqui,eu não sou seu fantoche ouviu bem? Você pediu para eu sair de lá e eu saí.Pediu para eu não cantar na sua boate e eu aceitei,então não venha me impôr mais nada! 
-Não é questão de impôr nada e sim de lealdade!
-Lealdade? Eu só disse que ia ao aniversário do meu amigo,não voltando pra lá,seu idiota! Quer saber eu não vou em porra nenhuma mais! Você venceu Michael Jackson! - bati palmas 
-Onde vai?
-Não te interessa! Se quiser pode mandar alguém lá na Blackout pra ver se eu estou lá! 
-Alexia,pera ai..
-Não vou levar meu celular,portanto não se dê ao trabalho de me azucrinar!
-Vamos conversar Alexia! 
-Conversa com o caralho a quatro! - sai batendo a porta 
Eu simplesmente odeio quando Michael faz esse tipo de coisa,parece um homem das cavernas,mas se ele pensa que vai me domesticar,ele tá muito enganado!



Capítulo 24 


Michael
 

   Eu e essa minha boca grande resultou em mais uma briga feia entre nós dois.Acontece que eu sempre estive acostumado a mandar,mas ai eu dou de cara com uma mulher do temperamento da Alexia,ai fode tudo!
Pensei em ir atrás dela,mas meu orgulho falou mais alto.Se eu ficar sempre correndo atrás todas vez,vou acabar virando um Papi. E não existe nada de mais humilhante do que isso.Eu só tenho que me controlar,porque se eu ver aquela carinha emburrada dela eu não vou resistir.
Mas a porra do meu coração faz tudo errado! Então eu decidi ficar em casa esperando a encrenca chegar.

Alexia
    
  Na verdade eu saí de casa sem nem saber pra onde ir.A vontade de ver meus amigos acabou depois da birra que o Michael fez.Porra por que eu fui me apaixonar por um homem tão turrão,idiota e terrivelmente gostoso?
  Decidi dar umas voltas de carro pela cidade e qual música que toca no meu som neste exato momento? Crazy! A música que Michael cantou pra mim.Que porra! Isso só pode ser bruxaria dele.Só decidi voltar pra casa porque minha gasolina já estava na reserva.
  Já era uma hora da manhã quando cheguei em casa,achei que Michael estaria na boate,mas me surpreendi ao vê-lo deitado no sofá,aparentemente dormindo.
-Tá mais calma,senhorita nervos de aço? - disse com os olhos fechados
-Nunca estive tão calma,já você.. - fui ao banheiro tomar banho e ele foi atras fingindo ir apenas para escovar os dentes.
  O silencio se instalou entre nós,mas percebi que Michael me olhava quando eu fiquei apenas de calcinha e sutiã. Eu parei de me despir,me encostei no vidro frio do box e olhei para Michael que estava de cabeça baixa.
-Você é um idiota. - digo com a voz baixa
-E você é uma teimosa.
-Grosso!
-Educada! - disse irônico,por fim eu ri
-Gostoso.. - Michael olhou pra mim com aquela carinha de cachorro que caiu da mudança que me desmonta
-Ai Alexia.. - ele veio até a mim - Mas que droga! - disse com a voz embargada.Pera ai,eu to vendo Michael Jackson chorar?
-O que eu faço com você? - digo abraçando ele - Será que eu tenho que quebrar essa sua cabeça dura pra entender de uma vez por todas que eu sou só sua? Que eu te amo e só você que me interessa?
-Me desculpa,eu sou um babaca!
-Um babaca muito gostoso! - ele riu
-Será que eu posso te acompanhar nesse banho?
-Deve! - tirei a calça que Michael vestia.Filho da puta! Ele tava sem cueca,que cara de pau! - Ta aprendendo comigo,benzinho?
-É só pra facilitar.. - ele riu
-Sei.. - Michael terminou de tirar minha lingerie e entramos no chuveiro.
  A água quente caiu sobre seus cabelos dando um ar angelical à Michael,mas nós sabemos o "anjo" que ele é!
  Peguei o sabonete líquido e comecei a massagear seu peitoral,Michael me pressionou junto dele,fazendo com que meus seios grudassem no seu peitoral.
-Assim que se ensaboa,honey! - A essa altura eu já sentia sua ereção pressionando minha barriga.
  O membro de Michael latejava,louco para um contato comigo,e é claro que eu não ia deixá-lo naquele estado por muito tempo ne? Levei minhas mãos até seu membro e passei a masturbá-lo,Michael arfava de prazer.
-Qual o próximo passo? - perguntei pra mim mesma,o provocando
-Posso te ajudar,honey? - Michael me agachou até eu ficar na altura do seu membro
  Abocanhei aquela delícia durinha e molhada pela excitação,Michael desligou o chuveiro e se esgueirou no azulejo,enquanto eu chupava seu membro completamente faminta.Michael estava prestes a gozar,seu órgão pulsava dentro da minha boca,então intensifiquei mais as chupadas e ele gozou.
-Sempre uma delícia,amor! - digo,me levantando
-Como você foi muito boazinha comigo,vou dar o que você quer,mas desse jeito. - Michael me virou de costas.Ele vai fazer o que eu to pensando!
-Você tá muito mal hoje,garotão!
-Você não viu nada! Agora empina esse traseiro gostoso pra mim! - fiz o que ele pediu e Michael começou a me penetrar lentamente.
No começo foi desconfortável,mas Michael sabia exatamente como me relaxar,pois eu já estava adorando aquela sensação.
-Mais amor,mais.. - Michael passou a estocar mais forte enquanto beijava minhas costas lentamente.
Eu poderia gozar agora mesmo,mas o filho da mãe tava a fim de me ver louca por ele.Michael me virou pra ele novamente,me pegou no colo e me penetrou.Eu gemia tanto que chegava a doer minha garganta.Parecíamos dois animais no cio de tanto que gemíamos.
Michael fazia questão de me penetrar até o fundo,chupando meus seios.O que eu conseguia fazer era gemer,agarrar seus cabelos e acompanhar seu ritmo frenético.
-Mike,eu vou..
-Eu sei honey,deixa vir.. - Michael pressionou o dedo médio no meu clítoris,fazendo então com que eu gozasse alucinadamente.
A expressão de prazer no seu rosto me excitava mais ainda.Passei a rebolar com seu membro ainda dentro de mim,quando percebi que o orgasmo de Michael estava se aproximando.Beijei sua boca com mais fome do que o normal,sentindo Michael se desmanchar dentro de mim.
  Quando nos recuperamos,Michael me pôs no chão e continuou abraçado à mim.
-É por isso que eu adoro fazer as pazes com você,mas fiquei bem chateada.
-Me perdoa,honey .Sabe como sou,prometo melhorar.
-Por mim tudo bem,desde que continue sendo esse furacão no sexo! - ele riu
-Já disse como você é safada?
-Já,e eu sou mesmo.Me processe! - ele riu mais uma vez e tomou meus lábios com um beijo calmo e apaixonante
-Eu te amo,sua boba!
-Eu também te amo..
-Agora vem comigo,já que disse que eu sou um furacão,vou te provar!
-Esse é o meu marido! - Michael me pegou no colo e me levou pra nossa cama,para o segundo tempo!

Capítulo 25 

Alexia
  
  Essa problema das finanças da boate já estão me tirando o sono.Eu tento falar com Michael,mas ele simplesmente não me dá ouvidos,então decidi investigar essa história por conta própria.Acontece que eu to desconfiada de umas coisas ai,mas só vou falar com Michael quando eu tiver certeza.
-Alexia!! - gritou Michael
-To aqui!! Parece que vai tirar o pai da forca!
-Amor,você demora muito pra se arrumar!
-Lógico! Eu tive que esperar você se arrumar pra eu poder tomar meu banho e você fala que sou eu quem demora?
-Alexia,até no dia que comemoramos quatro meses de casados,a gente tem que brigar?
-Foi você que começou! - ele riu e me abraçou
-Sua briguenta! Vamos,a noite é toda nossa..
-Vai me levar pra onde ein Sr. Jackson?
-Acho que você vai gostar..
-Da última vez que me fez surpresa eu quase morri do coração!
-Se você morrer,o que vai ser dessa casa sem seus gritos estridentes?
-O que será de você,Michael Jackson!
-Hm,é só eu ir pro Ballagio,beber todas e me casar de novo com outra mulher!
-Ah sim e pode ter certeza que meu espírito vai ficar infernizando você e a vadia de um jeito que padre nenhum conseguirá exorcizar!
-Calma,amorzinho! Era só uma brincadeirinha! - disse rindo
-Vai brincando,Jackson vai brincando..
-É melhor eu te levar logo,antes que você me mate aqui mesmo!
  Saímos juntos para aproveitar a nossa noite,e agora olhando pro meu homem dirigindo o carro,eu me sinto mais convicta ainda de que eu o amo e me casar com ele foi a melhor coisa que fiz nessa vida.
-Tá me olhando assim por que? - disse com um sorriso torto
-Porque você é lindo,sexy,gostoso e porque eu sou louca por você..
-Se continuar falando assim vai ser difícil dirigir! - disse com as bochechas coradas
-Tá envergonhado amor?
-Estou! Você é a única que me deixa assim.Safado,sem vergonha e agora tímido!
-Eu te amo de qualquer jeito..
-Ah,honey.. - Michael me beijou
-Hey,olha pra frente,quer nos matar,garotão?
-Vou matar você,mas é de prazer na nossa cama!
  Chegamos em um belo restaurante,que mais parecia uma discoteca.Era aconchegante e bem diferente de boates e cassinos.
-Hoje você acertou em cheio! Adorei esse lugar!
-Imaginei que gostaria. Combina com você!
-Comigo?
-Sim.Com a verdadeira Alexia.
-Verdadeira Alexia?
-Sim.E sabe como ela é?
-Como?
-Uma menina inocente,amável,sonhadora,romântica e muito encantadora.
-Nossa! - confesso que senti um baque no meu coração,ao ouvir isso.
-O que foi amor?
-Nunca ninguém falou isso pra mim.Sempre estive acostumada com elogios baratos e você vem e fala essas coisas.. - digo com a voz chorosa
-Eu só disse a verdade.Quando te conheci eu te admirava apenas pela beleza,sensualidade e sua rebeldia.Hoje vejo que você é muito mais que isso,enxergo uma Alexia doce e de coração puro.Você é uma preciosidade,garota!
-E você é o homem da minha vida!O homem com quem eu quero passar o resto da minha! Se você me quiser,claro!
-Eu nunca vou te abandonar,ouviu? Nunca! Só se eu tiver com pirado!
-Assim espero,porque garoto,você me deixou tão apaixonada que eu se eu ficar longe de você eu perco a sanidade! - Michael segurou meu rosto com as duas mãos e me beijou sensualmente,me aproximei mais para sentir sua língua ainda mais fundo dentro da minha boca.
-Gostosa.. - o garçom chegou com nossos pedidos.Passamos a noite conversando,rindo,bebendo e namorando muito,até que a música ao vivo começou
-Uoou! - gritei
-O que foi sua louca?
-Música ao vivo!
-Quer cantar?
-O que? - o som estava muito alto,Michael falou no meu ouvido
-Quer cantar comigo?
-Ta falando sério?
-É claro que estou!
-Então vamos!
  Subimos no palco,ouvindo os gritos dos que estavam sentados,como, " manda ver"," arrasa!"
Michael foi até o pianista combinar a música,assim que ouvi os primeiros acordes,eu me emocionei.Era a música I Look To You,de Whitney Houston,pois confidenciei à Michael,que essa era minha música preferida.
Michael pegou o microfone e começou a cantar.



As I lay me down
Heaven hear me now
I'm lost without a cause
After giving it my all
Winter storms have come
And darkened my sun
After all that I've
been through
Who on earth can I turn to?
I look to you
I look to you
After all my strength is gone
In you I can be strong
I look to you
I look to you
And when melodies are gone
In you I hear a song I look to you

After I lose my breath
There's no more fighting left
Thinking to rise no more
Searching for that open door
And every road that
I've taken
Led to my regret
And I don't know if
I'm gonna make it
Nothing to do but lift my head
I look to you
I look to you
After all my strength is gone
In you I can be strong
I look to you
I look to you
And when melodies are gone
In you I hear a song I look to you..

( Ao me deitar
O céu me ouve agora
Estou perdida sem uma causa
Depois de me dar por inteira
As tempestades de inverno vieram
E escureceram meu sol
Depois de tudo que passei
A quem posso me voltar?
Eu olho para você
Eu olho para você
Depois que toda a minha força se foi
Em você posso ser forte
Eu olho para você
Eu olho para você

E quando as melodias se foram
Em você ouço uma
canção, eu olho você
Depois que perco a minha respiração
Não há mais porque lutar
Não há mais
pensamentos de se reerguer
Procurando por
aquela porta aberta
E cada caminho que tomei
Levou-me ao desgosto
E não sei se irei fazer
Nada a fazer senão
levantar a minha cabeça
Eu olho para você
Eu olho para você
Depois que toda a minha força se foi
Em você posso ser forte
Eu olho para você
Eu olho para você
E quando as melodias se foram
Em você ouço uma canção
Eu olho para você..)


Não sei como consegui terminar de cantar,pois eu chorava emocionada.Quando terminamos de cantar e fomos aplaudidos,Michael me puxou junto à ele e me deu um beijo carregado de paixão e emoção.
  Saímos do palco e Michael me puxou para o espaço ao ar livre.
-Michael,você acabou comigo! - digo enxugando as lágrimas
-Isso foi só o início amor.
-Do que você tá falando? - Michael retirou uma caixinha do bolso
-Eu já devia ter feito isso há muito tempo,mas lá vai. Alexia,aceita se casar comigo?
-Mas.. Michael,já somos casados!
-Sim,mas nem eu e nem você lembramos de nada!- nos rimos - Quero que case comigo,com a coisa toda,que seja um casamento de verdade com você de noiva,na igreja,com nossos amigos,nossa família e principalmente com nosso amor. - voltei a chorar
-Michael..
-E então?
-É claro que eu aceito,meu amor! - Michael fez um gesto de "yes" e colocou o lindo anel de noivado no meu dedo
-Só você pra me fazer casar de novo e com você mesma!
-É lindo..Eu te amo tanto!
-Te amo mais,honey! - Michael me pegou no colo e me deu mais um daqueles beijos de me tirar o fôlego,agora sim eu me sinto mil vezes mais feliz..


Capítulo 26

Michael

  Pra falar a verdade,tudo foi premeditado.Levar Alexia para aquele restaurante,cantar com ela e por fim,pedir em casamento.
  Eu sei que já somos casados,mas acontece que estávamos bêbados,não lembramos de absolutamente nada,então decidi pedir Alexia em casamento.
-E então,agora vai cumprir com o que disse? - estávamos dentro do carro para ir pra casa
-Matar você de prazer?
-Isso!
-Mas é claro,já estamos indo.
-Para o carro.
-O que?
-Para o carro!
-Mas honey,você não quer ir pra casa?
-Eu quero aqui no carro.
-Quer o que?
-Larga de ser sonso Michael! Eu quero transar,entendeu TRANSAR aqui no carro! - comecei a rir
-Sério?
-Sério! Sempre tive vontade de transar com você em um carro,fora que eu estou extremamente excitada!
-Deixe eu ver então.. - levei minhas mãos até as coxas de Alexia,subindo pelo vestido - Alexia,cadê sua calcinha?
-Tirei ué! Naquela hora que eu fui no banheiro,aproveitei para tirar..
-Então esse tempo todo você já tava pensando nisso..
-Exatamente,darling! - Alexia mordeu o lábio inferior me incentivando a tocá-la novamente
-Você não presta.. - levei meus dedos até sua intimidade,que já estava molhada,o que me deixou mais excitado ainda
-Ah.. - ela gemeu,quando eu tocava seu clítoris.
Alexia abriu o zíper da minha calça e apertou meu membro que latejava dentro da cueca.
-Tão quente,honey.. - Alexia rasgou seu vestido e eu fiquei de boca aberta.Que mulher é essa?
-Só pra facilitar o seu lado,agora tira essa calça ai,vai.. - abaixei a calça e a cueca,enquanto ela me olhava que nem uma tarada
-Essa delicia nasceu pra ser chupada por mim! - Alexia se abaixou e praticamente engoliu meu membro,chupando-o com urgência.
-Isso amor,chupa bem gostoso..
   Forcei sua cabeça de encontro ao meu sexo.Minhas pernas estavam bambas e a filha da mãe sabia disso.Alexia passou a sugar e mordiscar meu membro e os gemidos escapavam pela minha garganta,até que gozei.
-Vem cá amor! - coloquei Alexia no meu colo e passei a brincar com seus seios completamente enrijecidos.
Suguei um de cada vez,lambendo,mordiscando e soprando,deixando-a arrepiada.Alexia prendeu os dedos no meu cabelo e me beijava com fervor.
-Da um jeito logo nisso,amor.. - disse levando minha mão á sua intimidade que pulsava
-Você que manda,gostosa! - passei meu membro na sua entrada,vendo ela gemer
-Enfia logo essa coisa enorme dentro de mim! - gritou
-Tem certeza..?
-Michael!! - ela gritou e eu comecei a rir
-Então sente a potência,honey! - penetrei Alexia de uma vez só,que gritava,gemia e me arranhava,o que me deu mais tesão.
-Isso,isso..Mais forte,mais! - cada vez que ele pedia,mais eu estocava.Os vidros do carro já estavam embaçados,o suor dos nossos corpos já se misturavam.Parecia que esse prazer nunca teria fim!
-Vai,honey..Rebola mais.. - nossos orgasmos já estavam se aproximando - Apertada assim me deixa mais louco ainda!
-A culpa é sua por ser tão bem dotado! - dizia em meio aos gemidos.Mais algumas estocadas e gozamos juntos,completamente cansados e satisfeitos.
  Continuamos abraçados um ao outro recuperando o fôlego
-Isso não quer dizer que em casa não faremos mais! - disse Alexia
-Tem coisa melhor do que uma esposa completamente insaciável?
-Tem.Um marido gostoso e bom de cama!
-Então vamos logo,porque já to ficando animado aqui..
-Você que manda!
-E veste minha jaqueta ,não quero que te vejam assim!
-Assim como.. - disse provocando
-Alexia,Alexia...
  Chegamos em casa e a primeira coisa que fizemos foi ir pra cama.Fizemos sexo até o amanhecer.
(...)
  Já era duas da tarde quando acordei com meu telefone tocando.Atendi rapidamente e fui pra sala para não acordar Alexia.
-Alô?
-Michael,é Frank!
-E ai Frank,ta joia?
-Pelo contrário.Michael você precisa vir aqui agora!
-Mas pra que?
-Michael,você foi roubado!
-O que?
-Acabei de ver,o saldo da conta da boate sofreu um rombo!
-Não pode ser.. Como isso foi acontecer?
-Vem pra cá que eu te explico,até porque eu já sei quem fez isso!


Capítulo 27 

Michael
  Assim que Frank me deu essa notícia eu me desesperei.Pensei em acordar Alexia para contar,mas preferi saber o que realmente aconteceu antes.
-Frank,pelo amor de Deus,que história é essa?
-Michael,assim que eu cheguei hoje,fui checar o saldo bancário como eu sempre faço,foi então que vi que uma quantia considerável foi sacada ontem há dois dias atrás
-Dois dias atrás?
-Sim,você não veio na boate lembra?
-Claro que lembro.Foi o dia que eu e Alexia brigamos feio e ela saiu feito louca!
-Pois então.
-Quem foi o desgraçado que fez isso? Eu vou matar,matar entendeu?
-Mike eu já sei quem foi.
-Quem?
-A Alexia.
-Você pirou né?
-Pior que não.
-Não fala besteiras Frank! Alexia nunca faria isso,nunca!
-Então como você explica o Bred ter ganho uma bolada ontem?
-Do que você ta falando?
-Não soube? Tá todo mundo comentando,Bred ta rico! É já falou que vai investir pesado na Blackout!
-O..o que você quer dizer com isso? - eu já não conseguia raciocinar
-Não percebeu ainda? Os dois te deram um golpe,ela só esperou a boate começar a lucrar e começou a desviar grana!
-Impossível! Ela mesma estava me avisando..
-É para despistar Michael,acorda! Por acaso você sabe o que essa mulher fazia naquela boate?
-Eu não acredito nisso!
-Michael,desde quando a Alexia entrou pra área administrativa,ela nunca deixa eu mexer em nada,nem no faturamento e nem nas retiradas.Cara,eu sou seu amigo há anos,acredita no que eu to te falando! - deixei Frank falando sozinho e saí absorto.Eu não podia acreditar que tudo isso.foi um golpe dela,não pode ser verdade!

Alexia
  
 Acordei e percebi que Michael não estava.Tomei meu banho,comi alguma coisa e meu celular tocou,era Bred.
-Alexiaaa!!! - gritou ele do outro lado da linha
-Meu Deus! O que houve,homem?
-Tô desde ontem tentando falar com você!
-Desculpa,eu cheguei tarde,mas o.que aconteceu?
-Você não vai acreditar! Pela primeira vez na vida eu me dei bem eu um jogo de cassino!
-Como assim?
-Ontem eu fui com a Sara no Cassino La Venne,e ela insistiu muito,então eu decidi apostar em um jogo de pôquer e eu ganhei!!

Michael
  
  Cheguei em casa para tirar essa história a limpo,mas o que eu ouvi acabou com todas as minhas dúvidas.Alexia estava no telefone com seu cúmplice
-Bred,eu tenho certeza que essa grana vai te ajudar e muito!
- (xx)
-Não precisa agradecer,somos amigos ne? Vou estar sempre do seu lado,ainda mais agora que tu.tá montado na grana! - Alexia ria às minhas custas
- Ok,depois a gente se fala e parabéns! - ela desligou e deu de cara comigo - Oi amor! Você não sabe o que aconteceu! - ela veio me abraçar,e eu a afastei abruptamente
-Não encoste em mim! - meus olhos já estavam vermelhos de raiva,ela me olhou assustada
-O que foi que te deu?
-Como teve coragem de me fazer de trouxa ein Alexia? - gritei - Você e seu cúmplice! Estavam rindo de mim no telefone não é?
-Você ficou louco?
-Para de se fazer de sonsa! Eu já descobri o roubo da boate!
-Eu sabia! Eu te avisei tanto Michael,então minhas suspeitas estavam certas..
-Chega de mentir,de dissimular! Eu já sei que foi você e o desgraçado do Bred que me roubaram! Você me enganou direitinho né? Meu Deus eu coloquei um cobra na minha própria casa!
-Cala sua boca! Você tá usando drogas é isso? De onde saí tanta merda da sua boca assim?
-Eu devia me perguntar como fui tão idiota pra acreditar em você!
-Michael,você entendeu tudo errado!
-Ah é? Eu escutei muito bem você comemorando com ele!
-Ele ganhou no cassino,seu idiota! - comecei a gargalhar
-Para de ser descarada! Acha que eu vou cair nessa conversa fiada?
-Meu Deus,Michael não é possível que você pense que eu faria isso! - Alexia chorava descompensadamente
-Você é a maior decepção da minha vida! Escuta bem o que eu vou te dizer - me aproximei dela,que me olhava amedrontada - Saí da minha casa,da minha vida e se possível dessa cidade,porque assim que eu provar que você e esse filho da puta me roubaram,eu ponho os dois na cadeia!
-Michael..
-Anda! Arruma seus trapos e dê o fora daqui! - Alexia correu pro quarto.Em dez minutos,voltou com uma mala
-Eu vou Michael,mas que fique claro que você também é a maior decepção da minha vida.E quando eu provar que sou inocente nisso,eu vou te desprezar até o fim da minha vida! Eu te odeio,te odeio! - Alexia saiu batendo a porta.Taquei tudo que vi pela frente pro chão.Eu me odiava por ter sido tão fraco por amar uma golpista


Capítulo 28 

Alexia
  Quando Michael começou a falar aquelas coisas,sinceramente eu achei que fosse uma piada,mas quando eu vi ódio nos seus olhos eu tive certeza de que isso não era uma brincadeira.Eu já suspeitava que a boate estava sendo roubada,comecei a investigar e a suspeitar de Frank,mas como ele e Michael são amigos há tantos anos,não era certo eu plantar essa dúvida sem ter certeza.
  Mas quem acabou se ferrando fui eu.Realmente Michael me surpreendeu.Depois de tudo que construímos juntos,depois da noite que tivemos ontem,ele chegar e acreditar na primeira lorota que contam é demais!
Mas tudo bem,uma coisa que aprendi nessa vida é que não se deve implorar amor.Eu já fui rejeitada uma vez pela minha própria mãe e superei.
  Mas puta que pariu,eu nunca senti uma dor tão grande como essa.Eu saí de casa totalmente sem rumo,e acabei trombando com Sara.
-Alexia? Alexia,eu to falando com você! - ela me puxou - O que aconteceu?
-Acabou tudo!
-Oh meu Deus,vem comigo! - Sara me levou até sua casa - Agora me conta!
-Michael foi roubado e ele me acusou de ter feito isso,ainda mais que o Bred tá com dinheiro..
-Mas isso é um absurdo! Eu tava lá com o Bred quando ele ganhou o jogo,eu to de prova!
-Mas ele não acredita! Ele me humilhou,me expulsou de casa e pior.. ele disse que assim que provar o roubo,vai por eu e Bred na cadeia!
-Ah não! Ai ele foi longe demais! Mas você não vai pra cadeia coisa nenhuma,ele não vai provar coisa nenhuma!
-Será que não? Esse Frank é esperto,armou tudo direitinho.E se ele arrumou provas contra mim? - digo chorando
-Não pensa nisso.Nem eu e nem o Bred vamos deixar que isso aconteça! Você vai morar aqui comigo ne?
-Falando nisso eu te peço pra buscar o resto das minhas coisas no apartamento dele.
-Tudo bem.Você vai voltar pro seu apê?
-Não.Eu vou sumir de Las Vegas,vou ficar um tempo com meus pais,eu preciso deles agora mais do que nunca.
-Você tá certa.Não há nada melhor que a casa dos nossos pais.E você vai quando?
-Não sei,só vou esperar resolver as coisas aqui e vou pra Ohio.
-Pretende ficar quanto tempo lá?
-Eu não faço ideia.Só sei que Las Vegas já deu! Essa cidade só serviu pra ferrar com a minha vida!
-Vocês vão se divorciar?
-Mas é claro! Mas se ele quiser,ele que peça! Não quero contato com ele tão cedo!
-Mas vocês precisam conversar.
-Eu tentei! Tentei e ele não quis me ouvir! Ele que fique ao lado do amigo da onça,que se foda pra lá!
-Agora você tá nervosa,vai pensar melhor.
-Agora,amiga é melhor descansar ok? Desliga o celular e vá dormir um pouco.
-Não to com cabeça pra isso.
-Toma esse remédio,vai acordar melhor depois.
-Vai sair?
-Uhum,preciso sair,mas eu volto logo.
-Ta bem. - tomei o remédio e deitei na cama,chorei até me sentir fraca e finalmente dormir

Michael
- O que você pretende fazer agora? -  dizia Frank,enquanto minha cabeça viajava
-Eu não sei.Estamos falidos?
-Falidos não,mas vamos ter que apertar os cintos! E como foi com.a Alexia?
-Expulsei ela de casa e eu juro Frank que assim que eu provar que ela me roubou,ela vai pra cadeia!
-Assim que se fala,não pode deixar que uma vadia como a Alexia faça isso com você e saia impune!
-Não quero mais falar dela,por favor Frank!
(...)
 
Uma semana depois

Alexia

-E então é isso? Vai embora mesmo? - disse Bred
-Vou Bred.
-Me deixe falar com Michael,Alex!
-Bred não vai adiantar nada,quer dizer,vai piorar!
-Mas você não pode ser acusada injustamente!
-Bred,aqui nesse envelope contém tudo que eu investiguei na boate,eu só preciso de algumas provas pra incriminar o Frank.Eu vou deixar com vocês dois para você provar sua inocencia Bred.
-Não se preocupe comigo..
-Me preocupo sim! Eu não preciso mais disso,só quero que o Michael saiba a verdade,ai sim eu vou virar essa página!
-Amiga.. - Sara me abraçou
-Vou deixar a chave do meu carro e do meu apê com você ok?
-Vou contratar um bom advogado pro seu divórcio ok?
-Obrigada Bred,me ligue pra qualquer coisa.
-Vou sentir sua falta,minha estrela! - disse entristecido
-Eu também,muita!
-Las Vegas sem você não será a mesma..
-Nem eu serei a mesma! Por favor não contem pra ninguém onde eu estou ok?
-Pode deixar!
-Se cuida! - Sara e Bred disseram
  Entrei no avião rumo à Ohio,eu jà havia ligado para mamãe,contando da minha chegada.Ela adorou a notícia,mas estranhou muito.
Agora da janela do avião,vejo todo o deserto de Nevada,e as luzes de Las Vegas bem de longe
Fechei meu olhos,forcei meus olhos e prometi pra mim mesma que agora seria vida nova.




Capítulo 29

Alexia
 O avião finalmente aterrizou e meu pai estava lá me esperando.É incrível como estar perto de quem a gente ama,nos faz se sentir melhor.
-Papai! - corri para os seus braços
-Boneca! Não tem nem três meses que não te vejo e você tá mais bonita ainda!
-Ah pai..
-Ué,cadê seu marido? Michael não vem?
-Não..
-Hmm eu conheço essa carinha. O que aconteceu?
-Eu posso contar em casa?
-Claro amor.. - estávamos dentro da caminhonete de papai
-Aumenta essa música!
-Você sempre gostou de Alan Jackson ne? - Jackson..
-Mas é claro! Foi graças à ele que ganhei meu primeiro concurso de música no bar do Harry!
-Você quase me matou de orgulho! Alexia? Lembra quando você ficava tristinha e eu te levava no bar dele e você pedia um hambúrguer enorme?
-Claro que lembro! Eu sempre voltava animada!
-Então vamos?
-Agora?
-Mas é claro! Tenho certeza que o velho Harry vai adorar te ver!
Chegamos no bar e tudo estava exatamente igual de quando eu vim pela última vez.Me bateu uma saudade enorme,era como se eu tivesse voltado ao passado.
-E ai Tony! Pera ai..essa moça bonita do seu lado é a Alexia?
-A própria! - disse à ele
-Meu Deus,menina como você cresceu! - Harry me abraçou
-Senti muita falta de tudo aqui!
-Nosso bar nunca foi o mesmo sel sua música aqui.
-Eu sei,você sabe como eu amava cantar aqui!
-E veio pra ficar?
-Pelo menos por um bom tempo!
-É serio,filha? - disse meu pai
-É sim pai!
-Mas temos que comemorar! - disse Harry - Rodada de chop pra todo mundo!
-Vamos sentar,boneca! - me sentei na mesa com meu pai
-E então,me acompanha na cerveja?
-É claro filha.Quando foi que você cresceu e eu não vi ein?
-Ah pai.. você sabe que pode passar dez anos e eu vou ser sempre sua garotinha!
-Sempre vai ser! Não quer desabafar com o seu velho?
-Eu e Michael não estamos mais juntos.
-Imaginei,pela sua cara.Mas o que aconteceu?
-Não dá pai.Eu e ele somos diferentes..
-Diferentes? Você sabe como eu sou um observador não é? E quando vocês vieram aqui eu percebi que vocês dois têm personalidades fortes,mas tem tudo a ver um com outro.
-Ah pai.. - as lágrimas caíram
-O bar é o único lugar que a gente pode afogar as mágoas sem ter vergonha! - eu ri
-Só você mesmo!
-Eu prometo que vou cuidar desse seu coraçãozinho partido!
-Como fez quando eu cheguei aqui.
-Exatamente.E saiba que eu estou muito feliz por estar aqui,viu? Amamos muito você!
-Eu sei pai e eu os amo mais ainda! Devo tudo a vocês! - dei um abraço forte no meu pai e depois de um tempo fomos pra casa.
  
 Um mês depois


Alexia
Hoje faz um mês que estou em Ohio,minha família me recebeu muito bem,minha mãe conversou muito comigo sobre Michael.Eu desabafei tudo com ela,que me ouviu pacientemente e me deu muitos conselhos.
  Dizer que esqueci Michael é mentira,pra falar  verdade cada dia que passa a dor aumenta mais.Pelo que Bred me contou,Michael está conseguindo dar a volta por cima e que até agora nem sinal da grana.Decidi não perguntar mais nada sobre ele.
  Bem,minha vida aqui até que está boa.Eu ajudo na fazenda,e agora trabalho no Stones,o bar do Harry,ele não queria que eu trabalhasse como garçonete,mas eu tava tão entediada que implorei pelo emprego,fora que a noite eu canto no bar,claro que não são as músicas que eu apresentava em Las Vegas.São músicas countrys,que eu sou apaixonada!
-Alexia,mesa 6 tá pedindo cerveja!
-Pode deixar Harry! - meu bloquinho de notas caiu no chão,quando fui me levantar senti uma tontura.Graças à Harry eu não caí
-Você ta bem,menina?
-To sim,foi só uma tontura..
-Você comeu alguma coisa?
-Pra falar a verdade,não.
-Então vem cá,vou preparar um sanduíche caprichado pra você ta?
-Ok.
-Ta aqui.
-Obrigada!
-É melhor ir pra casa Alex.
-Que isso Harry,eu to ótima! É só o calor que tá forte hoje!
-Realmente!
-Viu,eu já tô bem!
-Sempre teimosa ne? - nós rimos
  Me levantei e continuei meu trabalho,nunca tinha passado por um mal estar assim,nem nas minhas piores ressacas!


Capítulo 30


Michael
   Um mês que todo esse pesadelo começou,não tenho nenhuma notícia de Alexia,provavelmente deve estar torrando o meu dinheiro.
  Por mais raiva que eu sinto,porra! Eu sinto falta dela,sinto falta das suas implicâncias,dos seus gritos,do seu corpo..Droga,eu vou enlouquecer!Estava deitado no sofá quando a campainha tocou.
-Sara?
-Sim.Como vai Michael?
-O que faz aqui?
-Vim pegar o resto das coisas da Alexia,eu queria ter vindo antes,mas foi impossível.
-Pode entrar. - Levei Sara até o quarto,não quis ver ela levando as coisas de Alexia embora.Em alguns minutos ela apareceu na sala
-Vim deixar isso aqui pra você também. - ela me entregou um envelope -Ai contém as provas do verdadeiro ladrão dessa história.Antes de tudo isso ter acontecido,Alexia estava investigando o porque das contas da boate estarem erradas.
-E..?
-Ela nos deixou encarregado em descobrir o nome do dono de uma certa conta bancária que você verá daqui a pouco.Ah,tem também o recibo do cheque que o Bred ganhou como prêmio na La Venne.Se quiser vai lá mesmo conferir,mas acho que depois de ler o que tem ai,não será preciso.Passar bem,Michael!
  Assim que Sara saiu,fiquei um bom tempo encarando o envelope,até que decidi abrir de uma vez.
Quando retirei o conteúdo,vi que eram vários papéis de recibo,contas,números.Estava tudo muito bem organizado,mas o que vi me chamou mais atenção ainda.Era uns documentos de transação bancária.Uma alta quantia de dinheiro foi retirada da conta bancária da boate e transferida para uma outra conta particular.
Eu custei a acreditar que essa conta era justamente de Frank,não satisfeito,peguei meu telefone e liguei para o banco.
-Boa tarde,poderia me ajudar?
-Pois não senhor! - disse a atendente
-É que eu quero transferir um dinheiro para uma conta e preciso saber o nome do dono.
-Qual o número senhor?
-0695286,dígito 56.
-Só um minuto. Ah sim,essa conta pertence à Frank Romeo Folks.
-Tem certeza?
-Absoluta senhor.
-Obrigado.
-Por nada! - desliguei o telefone completamente chocado.E agora analisando o tal recibo do prêmio de Bred,Alexia me disse a verdade.
-Droga,droga,droga! - gritei esmurrando a parede - Meu Deus,o que eu fiz? Você me aguarde Frank!
  Fui até a boate e o desgraçado estava lá como se nada tivesse acontecido,provavelmente esperando o momento certo pra fugir sem que eu suspeitasse.
-E ai Michael,ta joia?
-Eu to ótimo e você?
-To sim,e então tem notícias da vadia da Alexia? - eu não aguentei e parti pra cima dele
-Lava sua boca pra falar dela,desgraçado! - disse o socando no nariz
-Ta maluco Michael?
-Eu já sei de tudo seu filho da puta! Foi você que me roubou! - acertei outro soco na cara dele
-De onde você tirou isso?
-Para de fingir! Eu já sei que você é o dono da conta que foi transferido o meu dinheiro.A casa caiu,Frank!
-Quer saber? Você mereceu pra largar de ser sonso! Sempre se achou tão esperto né Michael?
-Desgraçado!
-Eu to há anos trabalhando nessa porcaria de boate pra ser apenas um mero gerente! Você nunca reconheceu o meu trabalho!
-Mau agradecido! Sempre te considerei um irmão pra mim,como pôde fazer isso?
-Fiz mesmo! E ainda usei a otária da sua esposa como vítima!
-Eu vou acabar com você! Mas não se preocupe,eu não vou te matar,vou te denunciar agora!
-Você não tem como provar! - debochou
-Acontece que a "otária" da minha esposa foi muita mais esperta que você! Eu já tenho tudo que preciso pra te por na cadeia,seu moleque! Agora sai daqui,e nem adianta fugir,porque a polícia ja foi chamada!
-O que?
-É isso mesmo! Não se dê ao trabalho de correr,não vai adiantar nada!
  Deixei o filho da puta tremendo igual vara verde.Agora seria o momento mais difícil.Achar a minha Alexia e conseguir seu perdão.


Capítulo 31

Alexia
  
  Nossa casa ta uma festa! Acontece que Brenda e Olavo adotaram um garotinho de cinco anos,o Rick,me apaixonei por ele assim que o vi,não só por ele ter passado pelo processo de adoção assim como ele,mas também por ser um garotinho adorável.
-Alô? - digo ao atender o telefone
-Alex? Sou eu,a Sara.
-Oi gatinha,como você está?
-Com saudades ne? Quando você volta?
-Nem sei..
-Ontem eu entreguei os documentos para Michael.
-É..?
-Aham,ela já sabe de tudo amiga!
-Eu sabia que isso ia acontecer,não fico surpresa.
-Alexia,ele vai querer te procurar.
-Você que ouse dizer onde eu estou!
-Mas vocês precisam conversar!
-Não tenho nada pra falar com esse homem.Ele saber a verdade,não muda o fato de ter me humilhado daquele jeito.
-Mas vocês se amam!
-Quem ama confia,Sara. Olha,eu vou desligar,eu to trabalhando,depois a gente se fala ok?
-Ta certo,se cuida amiga!
-Você também.
  Senti uma dor tão grande no peito.Poxa,por que tudo teve que dar errado? Estávamos tão bem e do nada acabou? Isso não é justo!
O advogado que Bred contratou me ligou.Segundo ele,não foi possível encontrar Michael,mas eu acho que na verdade,Michael tá é enrolando o oficial de justiça,é típico dele.
  Hoje vamos fazer uma festinha pro Rick,tem tanta comida aqui que eu já devo ter vomitado umas dez vezes.
-Filha,vem me ajudar aqui no bolo.
-Sério mãe? - só aquele cheiro me dava náuseas
-O que você tem garota? Ta verde!
-Eu to .. - sai correndo e fui para o banheiro vomitar.Quando voltei,minha mãe me olhava séria.
-Está melhor?
-Um pouco..
-Não é de hoje que tem esses enjoos,desmaios..
-Devo estar doente.
-Conheço o nome dessa doença..
-E qual é?
-Gravidez. - me engasguei com a água que eu tomava
-O que? Claro que não mãe!
-Minha querida,eu já estive grávida,sei bem como é.Sua menstruação está atrasada,não está?
-Sim,mas..
-Se quiser tirar a prova,vamos no médico.Mas tá na cara que você está grávida.
-Por que acha isso?
-Olha pra você.Está com os peitos enormes e ta pançudinha!
-Mãe!
-Mas é verdade meu bem,vamos na cidade e provaremos agora mesmo!
  Troquei de roupa e fui com minha mãe pra cidade.Eu tava achando um absurdo,eu não posso estar grávida,não me sinto grávida e não tenho condições para estar grávida!
-Chegamos Alexia. - entramos na sala e o doutor começou uma série de perguntas e finalmente foi tirar meu sangue
-Vai fincar isso em mim? - digo ao ver a agulha
-Claro que vai! - disse mamãe - Pra fazer tatuagem você não teve medo né?
-É diferente! - apertei os olhos e o doutor aplicou a agulha
-Prontinho senhorita! - o médico se retirou
-Mãe..?
-Oi?
-To enjoada! - fiz uma careta
-Hm é meu netinho fazendo graça!
-Para mãe! - ela riu.Depois de uns vinte minutos o doutor voltou
-Já sabe o que ela tem,doutor?
-Sim! E a senhora está certíssima.Vai ser vovó e você, - olhou pra mim - vai ser mamãe.Parabéns!
-Meu Deus! - eu disse chocada
-Eu não disse que você tava grávida? Eu sabia! - mamãe comemorava
  Estávamos indo pra fazenda.Eu ainda estava em choque com a notícia,Alexia Heizel grávida! Eu estava assustada,chocada,mas não pude deixar de me alegrar.Imagina que loucura,um bebezinho dentro da minha barriga!
-Antes de entrarmos,precisamos conversar.
-Pode falar mamãe.
-Michael tem que saber,Alexia.
-Depois do que ele fez comigo?
-Filha,vocês já passaram dessa fase.Agora tem um bebê no meio.
-Mãe,eu estou tão bem aqui com vocês,não me peça pra fazer isso..
-Tudo bem,pelo menos por enquanto até você se acostumar com a ideia de ser mãe.
-Podemos entrar?
-Claro.
  Assim que demos a notícia,foi uma euforia em casa.Papai concordou comigo em não ligar para Michael agora,recebi o apoio de todos e saber que estavam ao meu lado,me confortou ainda mais,eu já estava até gostando da ideia de ser mãe.

Michael
  Procurei por Alexia em todos os lugares que você possa imaginar,eu não queria dar o braço a torcer e ter que ligar pra Sara,mas não teve jeito.Ou eu calço a cara e vou atrás,ou eu perco a minha morena de vez!
Fui até o apartamento de Sara torcendo para descobrir o paradeiro de Alexia
-Michael!
-Oi..tudo bem?
-Tudo indo e você?
-Eu tô péssimo! Por favor me diga onde está a Alexia!
-Ela não quer falar com você,desista!
-Por favor Sara,eu preciso muito vê-la,pedir perdão!
-Sinto muito,mas ela não quer que eu diga onde está.
-Só me fala se ela está aqui na cidade!
-Não,não está. Alexia foi pra fora do país.
-O que?
-É só o que sei.
-Eu sei que está mentindo pra mim,mas pode avisar à Alexia que eu não vou desistir,vou atrás dela e vou trazê-la nem que seja arrastada.Eu amo entendeu? Amo! - saí do apartamento sentindo as lágrimas inundarem meu rosto
  Porra,por que eu estraguei tudo,por que? Sentia que o medo de perder Alexia pra sempre estava cada vez mais presente no meu coração..


Capítulo 32 


Alexia
         Dois meses depois


  
 Hoje completo quatro meses de gestação,to até com uma barriguinha bem pequena,mas já da pra perceber.Ainda não quis saber o sexo,sei lá..eu ainda tenho a ilusão de viver esse momento com o Michael.
Céus! Só de pensar nele eu derramo um balde de lágrimas,sério. Eu sinto tanta falta dele,dos seus toques,dos seus beijos,da sua voz..

Michael
  
  Dois meses e nada de notícias da Alexia,desde que ela foi embora eu não tenho nem aberto a boate,não consigo fazer absolutamente nada,além de pensar nessa mulher.Sim,eu me tornei um homem digno de pena e olha que eu sempre dizia que nunca me tornaria um bundão.
-Merda de campainha! - resmunguei quando ela tocou - Bred?
-Será que a gente pode conversar?
-Entre.
-A boate não abre tem meses,queria saber se tava bem.
-Você deve ter adorado ne?
-Michael não precisamos ser rivais fora dos negócios.Sei que ama a minha amiga,Alexia é uma das pessoas mais importantes pra mim e se ela te ama é porque você é um bom sujeito.
-Obrigado..Você tem notícias dela?
-Ela telefona de vez em quando.
-E ela ta bem?
-Parece que sim.Se quer saber ela pergunta por você.
-Sério? - disse animado
-Uhum,pergunta como você tá,se está bem de saúde..
-Hm como se eu tivesse bem.Onde ela está Bred?
-Eu juro que não sei Michael,ela nunca fala sobre isso.
-Eu não aguento mais ficar longe dela!
-Eu vou te ajudar Michael,eu sei que ela também está passando o mesmo que você.
-Não imaginei que ficaria do meu lado.
-Estou do lado da minha amiga.Você foi um canalha com ela,mas a solidão está sendo seu pior castigo,você aprendeu a lição ne?
-E do que isso adianta agora?
-Veja o lado bom,ainda estão casados.
-Porque eu não atendo a porta..
-Vamos achar ela!
-Obrigado!
  Assim que Bred foi embora,fiquei com a consciência pesada.Sempre pintei Bred como um filho da puta invejoso e agora ele está aqui,me ajudando a encontrar a Alexia. Tenho fé que dessa vez eu vou achar a minha mulher.

Alexia

" -Honey? Acorda amor.. Christine está com fome! - acordei com Michael do meu lado segurando nossa bebê
-Me dê ela aqui! - Michael passou Chris pro meu colo
-Ela é linda assim como você e teimosa também! - ele riu
-Mas tem seu sorriso..
-Te amo tanto,honey..
-Eu te amo mais! - Michael me deu um beijo apaixonado "
  
  Acordei no momento em que sonhava com Michael.Tem sido assim nesses últimos meses e a cada dia que passa eu me sinto pior ainda
-Filha,o dia tá tão bonito..Levanta!
-Não mamãe,deixe eu aqui mesmo..
-Filha,olha pra você.Está cada dia mais triste,liga pro Michael..
-Não entende que acabou tudo mãe? Acabou!
-Meu bem,tem certeza que quer continuar sofrendo assim? - disse enxugando minhas lágrimas
-Eu amo tanto ele,mas ainda estou tão magoada..
-Isso vai passar princesa! Amanha vai será o aniversário do Harry e você prometeu que ia cantar pra nós!
-Pode deixar mãe,isso vai me animar muito!
-Assim que se fala boneca!

Michael
   Mexendo no meu armário encontrei um vestido da Alexia e essa belezinha tem me feito companhia todas as noite. E cada vez que esse telefone toca eu acho que é ela.
-Alo?
-Michael,é você? Sou eu,Eleonor.
-Eleonor? Mãe da Alexia?
-Isso.
-Eu não acredito! Por favor,você sabe onde ela está?
-Sei sim. Ela está aqui com a gente.
-Oh meu Deus,sério?
-Sério Michael e pra ser sincera,eu queria ter que te ligar.Mas eu não aguento mais ver minha menina chorando pelos cantos,fora que vocês tem uma coisa muito séria pra conversar.
-Então,eu posso ir ai? Você permite?
-Sim Michael,quero apenas que resolvam esses assuntos,porque eu to vendo que o orgulho de vocês só vai atrapalhar.
-Muito,muito obrigado Dona Eleonor!
-Mas Michael,eu não lhe garanto que ela vá te perdoar.
-Eu sei Dona Eleonor,conheço bem sua filha,mas eu juro que não vou desistir dela!
-Boa sorte Michael.
  Acabei de desligar o telefone e corri pra internet para comprar uma passagem para Ohio ainda hoje.Arrumei uma pequena mala às pressas para não perder o voo.
Agora sim eu vou fazer tudo certo.Sei que não vai ser fácil,enfrentar esse furacão será uma missão impossível!


Capítulo 33


Alexia

  Acordei me sentindo um pouco animada,hoje é aniversário de 70 anos do Harry e isso é quase feriado aqui em Ohio.Harry é muito querido por todos nós então a cidade está em festa.
   Estamos a todo vapor,Harry me proibiu de ajudar na arrumação por causa da gravidez,pois as náuseas estão mais fortes ainda,então fiquei encarregada de encher os barris de cachaça.Confesso que foi muito difícil resistir à essa delícia,mas estou grávida e nada de álcool.
-Boneca,ta bebendo não ne? - disse papai
-Relaxa,Seu Tony! Ta tudo sob controle!
-Então vem cá ver o que eu tenho pra você!
-O que é?
-Lembra? - meu pai me mostrou meu primeiro violão
-Pai,eu não acredito nisso! É o " Sr. Presley"? - nome que dei ao meu violão
-Ele mesmo,reformei pra você tocar pra gente!
-Ai pai.. Vai me fazer chorar! Ele tá lindo!
-Sabia que você ia gostar!
-Obrigada pai! Vou deixar ele lá dentro,você já tá indo pra casa?
-Estou sim.Quer uma carona?
-Claro! Temos que nos arrumar pra vir.Hoje a noite vai ser longa!

Michael
  
  Finalmente o avião aterrizou,e ainda tenho que pegar estrada.O taxista disse que hoje era dia de festa em Ohio,aniversário de um tal de Harry.
Perguntei de bobeira se ele sabia quem iria e por obra do Deus,ele disse que a família Heizel estava organizando tudo e isso quer dizer que a minha marrenta vai estar lá.
  Eu cheguei e já estava anoitecendo.Fui para um hotel só para tomar um banho e me arrumar,eu não queria perder nenhum minuto!
  O taxista me deu o endereço de onde seria a festa.O lugar estava abarrotado de gente bebendo animadamente como típicos caipiras,mas meus olhos só procuravam a minha morena.
A música alta parou e um homem pegou o microfone.
-Boa noite pessoal! Já virou tradição na nossa cidade,a festa de aniversário do nosso velho amigo Harry Stone! E hoje pra comemorar essa data,nós temos o prazer de trazer aqui a nossa eterna Miss Ohio!Alexia,sobe aqui! - meu Deus,eu ouvi bem?
  Eu quase tive um treco quando vi ela subindo no pequeno palco com um violão nos braços.Estava a coisa mais fofa de chapéu,ela começou a cantar músicas countries. Realmente,minha morena canta muito!!
  Em seguida,Alexia tirou o chapéu e o violão e se preparou para uma música.
-Bem,essa próxima música eu escrevi há uns meses atrás.Ela é muito especial pra mim e resume o que meu coração sente.Ela se chama You're Still The One..





When I first saw you,
I saw love
And the first time
you touched me,
I felt love
And after all this
time, you're still the one
I love..

Looks like we made it
Look how far we've
come my baby
We might took the long way
We knew we'd get
there someday
They said "I bet
they'll never make it"
But just look at us holding on
We're still together,
still going strong

(You're still the one)
You're still the one I run to
The one that I belong to
You're still the one 
I want for life

(You're still the one)
You're still the one
that I love
The only one that I dream of
You're still the one I
kiss goodnight

Ain't nothing better
We beat the odds together
I'm glad we didn't listen
Look at what we
would be missing
They said "I bet
They'll never make it"
But just look at us holding on
We're still together,
still going strong

(You're still the one)
You're still the one I run to
The one that I belong to
You're still the one I
want for life
(You're still the one)
You're still the one that I love
The only one that I
dream of
You're still the one I
kiss goodnight
You're still the one..




Quando eu te vi pela
primeira vez, eu vi o amor.
E na primeira vez que você me tocou, eu senti o amor
E depois desse tempo todo,
você ainda é quem eu amo


Parece que nós conseguimos
Olhe o quanto nós
chegamos longe meu querido
Nós devemos ter
seguido o caminho longo
Nós sabíamos que
chegaríamos lá algum dia
Eles diziam,
"Eu aposto que eles nunca conseguirão"
Mas somente olhe para nós aqui
Ainda estamos
juntos, ainda estamos
fortes


(Você ainda é aquele)
Você ainda é aquele
para quem eu corro
Aquele a quem eu pertenço
Você é aquele que eu
quero na vida


(Você ainda é aquele)
Você ainda é aquele
que eu amo
Aquele com quem eu sonho
Você ainda é aquele
que eu dou um beijo
de boa noite


Não existe nada melhor
Nós derrotamos o improvável juntos
Eu estou feliz por não
termos escutado
Olhe para o que nós
poderíamos estar perdendo
Eles diziam,
"Eu aposto que eles nunca conseguirão"
Mas somente olhe
para nós aqui
Ainda estamos juntos, ainda estamos fortes


(Você ainda é aquele)
Você ainda é aquele
para quem eu corro
Aquele a quem eu pertenço
Você é aquele que eu
quero na vida


(Você ainda é aquele)
Você ainda é aquele
que eu amo
Aquele com quem eu sonho
Você ainda é aquele
que eu dou um beijo
de boa noite
Você ainda é o único..



  Alexia terminou a música e eu podia jurar que estava chorando,assim como eu.Lembrei que uma vez ela escrevia algumas coisas em um papel e não deixava eu ver de jeito nenhum.Deus! Essa ela escreveu essa música pra nôs e se ela cantou depois de tanto tempo é porque ainda me ama,eu ainda sou o único!
Alexia desceu do palco e eu não conseguia deixar de notar como conseguia estar mais linda do que é! Corri atras dela na mesma hora.
-Alexia? - gritei e ela se virou.Alexia ficou pálida.Me aproximei dela sentindo meu coração acelerar.



Capítulo 34


Alexia
  
  Quando eu ainda estava vivendo com Michael,pouco antes de nos separarmos,eu decidi escrever uma música que demonstrasse o que eu sinto.
  E depois de tudo o que aconteceu eu sei que tudo que está escrito nessa música ainda é real.Quando eu desci do palco,escutei uma voz familiar me chamando.
-Michael? - foi só o que eu consegui dizer.Deus,ele estava ainda mais lindo dentro de uma calça jeans,camisa de botão e um blazer preto
-Finalmente eu te achei! - me afastei quando ele me tocou
-O que veio fazer aqui? Verificar se eu estou gastando seu dinheiro?
-Alexia..
-Já sei que você descobriu tudo.
-Eu me sinto o pior dos homens e ver você me olhando desse jeito acaba comigo!
-E você quer que eu te receba como? De braços abertos?
-Não..
-Perdeu seu tempo vindo aqui. - virei as costas,mas Michael pegou no meu braço
-Alexia vamos conversar,por favor!
-Como soube que eu estava aqui?
-Eu contei. - disse minha mãe
-Não acredito mãe! Poxa..
-Alexia,você sabe muito bem que precisa conversar com o seu marido. Por favor querida!
-Tudo bem,mas vai ser a última vez que falo com ele entendeu?
-Que seja,agora vão lá pra dentro e resolvam suas diferenças de uma vez por todas! - entrei em casa e Michael me seguiu.Era muito estranho estar perto dele,minhas pernas tremiam,meu coração nem se fala..
-Pois então.O que quer tanto falar comigo?
-Antes de mais nada,parabéns.Você cantou muito bem.
-Obrigada..
-Essa música..
-Sim.Eu fiz pra nós quando eu ainda pensava que éramos um casal.
-Mas nós somos. - eu ri
-Só se for na sua cabeça.Ou esqueceu de tudo que disse pra mim? "Eu quero você fora da minha casa,da minha vida e se possível,fora dessa cidade" - repetir essas palavras cortava meu coração
-Eu fui um estúpido com você.O Frank disse..
-O Frank disse qualquer coisa e você acreditou! Sempre foi assim,desconfiando de tudo que eu faço,achando que é tudo pra te confrontar.Eu não sou seu saco de pancadas Michael Jackson!
-Alexia,você nunca errou na sua vida?
-Errei sim,quando me casei você! - senti que feri Michael falando assim
-Eu duvido,dá pra ver na sua cara que você não se arrependeu porra nenhuma!
-Por que você veio ein?
-Porque é minha esposa,a mulher que amo e porque não sei viver sem você!
-Michael,me esquece,vai..
-Será que você não entendeu? - ele riu - Você pode me bater,xingar e me humilhar,que eu não vou desistir.Eu mereço tudo isso,tudo mesmo,só não posso ficar sem você,porque..
-Eu to grávida.
-..você é a minha vi.. o que disse? 
-Eu estou grávida! - Michael paralisou - Michael..? Fala alguma coisa! - Michael caiu duro no chão - Michael!! Acorda,pelo amor Deus! Gente,eu matei esse homem! -  peguei um copo de água e taquei nele,que despertou
-Ai!! - gritou
-Porra,você me assustou! - apoiei a cabeça de Michael na minha perna
-O..o que você disse Alexia?
-Pela milésima vez,eu estou grávida!
-Caramba e eu sou o pai?
-Não! O pai é o Chuck Norris! É claro que é você ne? - Michael sorriu
-Oh meu Deus! Alexia eu vou ser pai,quer dizer,nós vamos ter um bebê
-Não senhor,EU vou ter um bebê!
-HAHA nós vamos,baby! Ou você acha que fez um filho sozinha?
-A culpa é sua que enfiou essa barra de ferro em mim!
-E você não gostou?
-Não quero falar disso!
-Ótimo,agora pega suas coisas e vamos embora.
-Nem fodendo 
-Se for fodendo,ai que você vai mesmo! - me olhou com malícia
-Eu não vou! - gritei descendo as escadas
-Vai sim senhora! - desceu atrás de mim
-Ainda estão brigando? - disse mamãe
-Ele que começou!
-Eu? Você que é histérica!
-E você é um bobado!
-Chega! - gritou mamãe - Meu Deus do céu,vocês têm quantos anos? Quatro?
-Michael tem..
-Calada Alexia! - disse mamãe
-Dá pra explicar o motivo agora?
-Michael quer me obrigar a ir com ele pra Las Vegas!
-Mas é claro! Você está esperando um filho meu,tem que ficar perto de mim!
-Ouviu isso mãe?
-Ouvi sim e ele está certo.
-O que?
-Filha,sua vida é em Las Vegas,você tem sua casa,seu trabalho e Michael não pode ficar longe do filho.
-Sua mãe tem razão!
-Cala a boca!
-Alexia,pensa bem amor..
-Eu volto.Mas pro meu apartamento,ouviu?
-Isso! É melhor assim,não é Michael?
-Fazer o que né?
-Ótimo! - disse mamãe
-Amanhã mesmo nós vamos pra casa.
-Pra minha casa!
-Que seja! - o que eu fiz pra merecer isso,senhor??


Capítulo 35 

Michael

  Dona Eleonor deveria ser canonizada!Graças à ela,Alexia cedeu um pouco e vai voltar comigo.
-Só te digo uma coisa,não vamos embora hoje.Tenho muita coisa pra fazer aqui. - disse Alexia
-Como quiser,honey! 
-Não começa com os apelidinhos. Não estou boa com você! - sei..
-Tudo bem! - fiz sinal de paz - Mas que coisas tem pra você fazer aqui?
-Meu pai quebrou a perna e não pode fazer esforço,então eu to cuidando da fazenda.
-Mas você não pode,está grávida esqueceu?
-Estou grávida,seu idiota,não doente!
-Dá no mesmo! Cuidar de uma fazenda é coisa de homem!
-Sempre machista ne?
-Precavido,meu bem.Se quiser ficar aqui vai ter que ser com a minha ajuda! - ela riu
-Sua ajuda? E desde quando sabe cuidar de uma fazenda? - Alexia cruzou os braços
-Isso não vem ao caso e você pode me ensinar.
-Han?
-Ou faz isso,ou vamos embora hoje mesmo!
-Tá! Você vai me dar uma mãozinha se eu precisar,agora eu vou dormir,licença!
-Hey,eu vou junto!
-Claro que não! Arruma outro quarto!
-Não precisa,eu vou pro hotel..
-Hotel? Mas pra que? 
-Ué,você não me quer aqui..
-Fica,quer dizer, eu acordo bem cedo pra trabalhar e como você quer me ajudar.. - Alexia não me convenceu com esse papo..
-Tudo bem eu fico. 
-Vou chamar minha mãe! - Alexia foi até a cozinha e depois voltou
-E então?
-Não tem quarto sobrando.Você vai ter que ficar no meu. - fiquei me perguntando se isso era verdade mesmo
-Se não for te incomodar.. - subimos para o quarto
-Hm onde estão suas roupas?
-Num hotel.
-Vai dormir de cueca? - disse espantada
-Vou ué! Ou quer que eu durma de calça jeans?
-Faça o que quiser,eu to nem ligando..
-Aham..
-Será que dá pra se virar? 
-E pra que?
-Não quero que me veja de camisola! - comecei a rir
-Ah qual é Alexia? Já vi tudo que tem ai em baixo..
-E se depender de mim,não vai ver nunca mais! Boa noite!
-Boa noite..
  Não imaginam como foi difícil dormir ao lado dela sem poder fazer absolutamente nada! E pra piorar essa mulher ainda deixa as pernas de fora só pra provocar,que diaba!
-Acorda! Acorda Michael! - gritou Alexia
-Mas nem amanheceu ainda..
-E daí?
-E daí que eu to com sono..
-Mas os animais estão com fome,se você não quer vir,não tem problema eu vou sozinha..
-Não! - levantei em um pulo - Me dê um minuto e eu já desço!
-Te espero lá em baixo! 
  Ver Alexia com aquelas roupas era uma coisa de outro mundo.Sempre estive acostumado a vê-la com vestidos justos e decotes ( eu adoro,claro), mas ela vestida com jeans apertado,blusa xadrez e esse chapéu,cara.. isso me mata!
-Deixa que eu carrego isso!
-Tá leve Michael,dá pra levar!
-Alexia não discuta!
-Você me tira dos nervos! - Alexia estava montando no cavalo
-Hey,ficou louca? Desça daí agora!
-Qual o problema agora?
-Você tá grávida,não pode montar em um cavalo,sua mãe nunca te ensinou isso não?
-Eu só vou descer por causa do bebê,não porque está mandando!
-Vem cá,eu te ajudo.
-Não precisa! - Alexia tropeçou e eu corri pra pegá-la no colo.Nossos rostos ficaram à centímetros de distância,eu só sabia focar nos seus lábios que rapidamente foram tomados por um beijo caloroso.
Alexia grudou as mãos nos meus cabelos e não fez menção nenhuma para eu afastar,pelo contrário,ela se agarrou mais ainda em mim,enquanto nosso beijo se tornava cada vez mais intenso e apaixonante.



Capítulo 36


Alexia

  Porra! Como eu pude ter sido tão fraca? Mas eu senti tanta falta dos seus beijos,dos seus braços,que simplesmente foi difícil resistir.
-Por que me beijou? - disse quando consegui me afastar dele
-Porque você queria tanto quanto eu!
-Não faça mais isso! - saí deixando ele pra trás
-Eu não vou fazer nada que você não queira,benzinho! - disse com um sorriso cínico
  Terminei minhas tarefas com Michael atrás de mim.Confesso que foi muito engraçado ele com medo dos porcos,dos cavalos,das ovelhas,enfim,da maioria dos animais.
  Passamos o resto dia lá.Papai chamou Michael para uma conversa séria e saíram de lá .. rindo! Como esse filho da mãe consegue persuadir até meu pai? 
Combinamos de ir embora amanhã de manhã,confesso que estava morrendo de medo de ficar sozinha com Michael.Eu ainda estava muito magoada com ele e não seria fácil perdoar tão cedo!
  Já era noite e eu estava sentada na escadinha da varanda.Toquei na minha barriguinha de quatro meses e pela primeira vez eu sorri.Sorri com a ideia de ter um ser dentro de sim,de ser mãe. Quando percebi,Michael estava me olhando
-Sem sono? - me perguntou
-Pois é..
-Amanha a viagem será longa,acha que aguenta?
-Aguentei coisa pior,isso eu vou tirar de letra!
-Alexia,sinto que tem um bloqueio tão grande entre nós.Onde foi parar a nossa cumplicidade?
-Volte sua memória no dia em que me expulsou de sua casa,quem sabe você acha a resposta?
-Eu não aguento mais.. - disse com a voz embargada - Vai ver você tá certa,não nascemos para ficar juntos . - Michael se levantou e saiu.
  Suas palavras foram como um golpe em mim,não aguentei e acabei chorando.Eu queria tanto que estivéssemos em paz,mas a porcaria da desconfiança é uma droga! 
Depois de alguns minutos eu entrei também e Michael já estava deitado.Revirei na cama a noite toda e não conseguia pregar o olho.Me lembrei das vezes que eu acordava Michael no meio da noite pra conversar e claro,pra fazer amor.Na verdade isso não era coisa nem pra se pedir. Será que tudo isso acabou?

(...)

  Já estávamos dentro do avião rumo à Las Vegas.Eu tinha que ir ao banheiro toda hora vomitar.A minha sorte é que levei um remédio pra dormir e só acordei faltando meia hora pra aterrizar.Isso me ajudou muito,pois eu e Michael não trocávamos uma palavra.
  Dentro do carro foi pior ainda.O silencio irritante parecia nunca ter fim.Finalmente chegamos na porta da minha casa.
-Vou perguntar de novo.Tem certeza que quer ficar aqui?
-Tenho Michael e vai ser melhor até pra nós dois.
-Você que sabe Alexia Heizel! - sentia tanta falta do "honey",que ouvir ele me chamando de Alexia,era tão estranho
-Não se preocupe,eu sei me cuidar!
-A propósito temos que marcar seu pré-natal e se não for pedir demais,gostaria de ir com você na consulta.
-Claro. Hoje mesmo eu vou ligar para um médico e marcar.
-Obrigado.
-Por nada,a filha é sua também.
-Filha?
-Tenho certeza que é menina! - ele riu
-Vai nessa.. é menino,tenho certeza!
-Virou vidente agora?
-É faro! - comecei a rir
-Você não existe!
-Devia sorrir mais desse jeito! - disse me encarando,ficamos nessa por uns minutos,até que eu tomei consciência e me despedi
-Então.. até mais!
-Até.Me chame pro que precisar,por favor!
-Fica bem Michael! - tentei abrir a porta,quando Michael tocou no meu rosto
-Eu ainda não desisti de você, garota.Nem pense nisso! - fiquei igual uma bobada olhando pra ele enquanto meu coração fazia a festa.
-Ah.. eu.. tchau! - saí do carro rapidamente antes que eu fizesse a besteira de beijá-lo ali mesmo.


Capítulo 37


Michael

  Cada dia que passa está ficando mais difícil minha situação com Alexia.Já faz uma semana que ela voltou e mal nos falamos,quer dizer,hoje ela ligou dizendo que marcou o ultrassom pra sabermos o sexo do bebê.Pelo menos ela não me privou disso.
Parei meu carro na porta do seu apartamento para esperar ela descer,e ela apareceu com um salto enorme.Ah mas ela vai ouvir!
-Bom dia Michael. - disse entrando no carro
-Bom dia Alexia.Pra que esse salto?
-Eu gosto de usar,dá licença?
-Mas você está grávida!
-E daí? Agora não posso fazer nada que você vem falar da gravidez!
-Não vou brigar com você ta bem?
-Ótimo! - liguei o carro e fomos para o consultório.
-Bom dia! - disse a doutora 
-Bom dia doutora Betty! - apertei sua mão demoradamente e Alexia me beliscou.Ciumenta!
-Podem entrar! - a doutora nos conduziu até a sala,enquanto Alexia trocava de roupa.
-Já tem como saber o sexo,doutora? - eu perguntei
-Veremos agora! - disse sorridente até demais.Alexia fuzilava ela com os olhos
-Posso me deitar? - disse seca
-Claro! - Alexia se deitou e exibiu a barriguinha um pouco avantajada.
  A doutora passou o gel no local e depois encostou o aparelho na barriga e um monte de borrão se materializou na tela de LED. Como que ela consegue enxergar um bebê no meio daquelas manchas?
-Os batimentos cardíacos estão ótimos! Conseguem ouvir?
-Aham.. - dissemos em uníssono
-E cadê o bebê? - perguntou Alexia
-Está aqui ó! - apontou para um borrão.Ajudou muito! 
-Querem saber o sexo? - ela perguntou
-Claro! Mas eu sei que é menino! - digo convicto
-Não viaja Michael! É menina!
-Querem saber ou não? - disse a doutora rindo
-Continue doutora..
-Bem,sinto muito Sr. Jackson,mas sua esposa está certa.É uma menina! - nessa hora eu nem liguei de ter errado o sexo.Eu tava emocionado,babando pela minha mulher e minha filha.Olhei pra Alexia e ela estava quase chorando
-E ela está bem? - perguntou Alexia
-Está ótima! Olha,ainda ta muito pequena,mas está saudável.Pode se arrumar!
-Eu te ajudo! - disse quando a médica saiu
-Eu vi tá? - disse Alexia,quando eu passava o papel-toalha na sua barriga
-Viu o que?
-O jeito que ela te olhou e você bem que gostou!
-Que isso Alexia! Tá com ciúme é?
-Eu? Claro que não né?
-To vendo.. - nos sentamos na cadeira enquanto a médica escrevia alguma coisa no papel.
-Então Alexia,sua filha está bem,mas você precisa ficar de olho na sua pressão,ok? Aqui está sua dieta que você precisa seguir.
-Pode deixar,ela vai fazer tudo direitinho!
-Assim espero! Vejo vocês na próxima consulta e se precisar de qualquer coisa pode me ligar!
-Obrigada doutora Betty! - quando fiz menção de cumprimentá-la,Alexia apertou minha mão.
-De nada! - disse Betty,sem graça - E se cuide Alexia!
-Deixa comigo! Vamos amor? - amor?
-Va..vamos! - entramos no carro enquanto ela me olhava de cara feia
-O ciúme é uma coisa de louco.. - pensei alto para provocá-la
-Isso é indireta pra mim?
-Ein? Não entendi..! - Alexia revirou os olhos.Chegamos na porta do seu apartamento e aquele silencio infernal estava presente
-Obrigada por ter ido comigo.
-Imagina,eu que agradeço!
-Bom,eu vou subir.To um pouco cansada..
-Você tá bem? - perguntei preocupado
-Tô Michael,é só mal estar de gravidez,relaxa!
-Tem certeza?
-Tenho.Vou subir ta?
-Espera! - peguei uma caixinha que estava no banco de trás - Bem,eu passei numa loja hoje e não resisti e acabei comprando.É.. eu não sabia se era menina ou menino então,escolhi dessa cor.
-Deixe eu ver. - Alexia abriu a caixa e vi nos seus olhos que ela se emocionou - Michael,é lindo! Os primeiros sapatinhos da nossa filha!
-Repete?
-O que?
-Você disse "nossa filha"..
-Eu disse? É.. você tem bom gosto!
-Que bom que gostou.. - abaixei a cabeça e Alexia tocou no meu rosto.Se aproximou de mim e me beijou com urgência,com saudade,com ternura..com amor.


Capítulo 38 

Michael

  Essa mulher só pode estar a fim de me enlouquecer ne? Me dá um beijo desses e saí do meu carro correndo,mas não tem problema,eu senti nesse beijo que Alexia não deixou de me amar,muito pelo contrário. E isso parece que fez recarregar de esperanças novamente.
  Agora que sei que vou ser pai,que sei que Alexia ainda me ama,eu tenho que dar um jeito na minha vida.Essa semana Sebastian me ligou dizendo que meu dinheiro roubado foi depositado na minha conta.
Decidi reabrir a boate novamente,mas agora que eu to sozinho,vai ser o dobro de trabalho,mas não tem problema,pela minha família eu faço tudo.
(...)

Alexia

  Já faz dois dias que não tenho falado com Michael e eu já estou morta de saudade,puta que pariu! Pra piorar acordei com um enjoo fortíssimo,devo ter ficado de cara no vaso sanitário por umas duas horas.Eu já estava verde!
Tomei um banho pra ver se melhorava,me sentei no sofá e fechei meus olhos.O enjoo voltou com força total,agora acompanhado de uma cólica forte.Deus,será que isso normal? 
-Ai!! - gritei quando senti uma fisgada mais forte - Ai,ai,ai!
  Eu não conseguia nem andar,tentei ir até a mesinha do telefone para pedir ajuda,acabei caindo no chão e percebi que estava sangrando.
-Não,não meu bebê! - gritei desesperada.Consegui pegar meu celular e disquei o número de Michael.
-Alo?  - disse ele
-Mike.. me ajuda,meu bebê.. - eu soluçava,mal conseguia falar por conta da dor
-Alexia,Alexia o que aconteceu? Eu to indo pra ai! - me lembro de sentir outra fisgada e apagar.
  
* * * * * *

 Abri os olhos com dificuldade,a luz cegava minha vista.Tive que piscar umas três vezes para perceber que estava no hospital.Notei que minha mão estava entrelaçada à de Michael,que chorava baixinho.
-Michael.. 
-Alexia! Você tá bem,meu amor? - disse tocando meu rosto
-Eu tô sim.. Por que eu to aqui?
-Te encontrei caída no chão sangrando.Eu me desesperei Alexia.. - Michael tremia de medo,me recordei do que aconteceu e o pavor também se instalou no meu peito
-Michael..Michael e a nossa filha?- disse chorando
-Calma,calma.. Nossa filha ta bem,não se preocupe.Por muito pouco você não sofreu um aborto espontâneo,mas você foi socorrida a tempo.. - Alexia fez um gesto para que eu me aproximasse e me abraçou forte
-Não sei nem o que te dizer,obrigada Michael,você salvou nossa menina!
-Não chora,por favor.Só te peço que venha morar comigo,pelo amor de Deus! Eu não vou ter paz se eu não tiver por perto!
-Você tem razão,depois do que eu passei hoje.. eu tive tanto medo.. - Alexia alisou a barriga dela e eu coloquei a minha mão por cima da sua.
-Eu vou cuidar de vocês duas,ouviu? - deitei minha cabeça cuidadosamente na sua barriga e Alexia acariciou meus cabelos.Ficamos ali por um bom tempo e pela primeira vez o silencio não foi um incômodo.

(...)
 
  Depois de uma semana,Alexia teve alta.A doutora disse que ela estava bem e  a bebê também,mas precisava de muito repouso e é claro que eu cuidaria muito bem das minhas garotas!
-Eu arrumei o quarto pra você. - disse deitando ela na cama
-Michael,eu já estou melhor,não precisa de tudo isso!
-Claro que precisa! Eu não vou poder ficar aqui o dia todo por causa da boate,então você precisa de ter tudo ao seu dispor.
-Tudo bem.Obrigada!
-Eu vou dormir no sofá,não se preocupe.Eu vou ter que sair agora,mas fica com o celular do lado.Não levante toda hora,não faça movimentos bruscos e por Deus,não saía de casa!
-Posso respirar? - perguntou rindo
-Hmm pode,mas sem fazer esforço! Até logo.. - dei um beijo na bochecha dela e saí.É incrível como essa casa se encheu de vida novamente.
  Mesmo que eu e Alexia não estejamos juntos AINDA, eu me sinto dez vezes melhor,pois sua presença aqui comigo já muda meu dia,mas isso não quer dizer que eu desisti,claro que não. Só estou dando um tempo,porque agora com Alexia de volta,será mais fácil convencer essa teimosa de que ela é minha e sempre será!


Capítulo 39


Alexia
  Já faz cinco dias que estou na casa do Michael e céus,eu não posso fazer nada! Ele não me deixa levantar sozinha,comer sozinha,até no banheiro esse homem queria me levar no colo.Mandei ele pra puta que pariu e ele sossegou.
 Mas na verdade to morrendo de dó! O pobrezinho trabalha o dia todo e ainda cuida de mim,fora que ainda passa a noite na boate.Eu bem que dei a ideia de ajudar ele lá,mas Michael deu um ataque!
Eu estava na cozinha preparando alguma coisa pra comer.Acordei com uma fome fora do comum,já vi que até o final da gravidez eu vou virar uma baleia!
  Estava tentando fazer panquecas,mas tava ficando uma bosta.Escutei a chave na porta e corri pra sala,devo admitir que meu coração fica saltitando quando ele chega em casa.
-Alexia que cheiro de queimado é esse? - perguntou de cenho franzido
-Ah bom dia pra você também!
-Não foge do assunto,garota..
-Urgh! Eu to fazendo panquecas!
-Jura? - disse analisando as panquecas queimadas - Pensei que fossem carvão!
-Saí daqui ta! Eu to morrendo de vontade,caramba!
-Está com desejo? - perguntou eufórico
-Sim.. - disse fazendo careta
-Deixa que eu faço,ho..eu faço.
-Continua!
-Continua o que?
-O que você tava me chamando..
-De honey? - disse animado
-É..
-Sabia que sentiria falta.. - ele riu - Agora vai lá pra dentro e espera eu fazer isso aqui.
-Não! Sério,você ta virando meu escravo e eu não aguento mais ficar o dia todo sem fazer nada!
-Você..
-Nem vem com esse papo de que "Você está grávida e a porra toda", eu vou ficar doente sim,mas de tédio!
-Como você é birrenta,Jesus!
-E então?
-Tá! Eu vou te ensinar como faz,tá bem?
-Tá! - sorri.
-Não é nada difícil.. - Michael foi me auxiliando e acabou que eu fiz tudo sozinha!
-E então? Gostou? - perguntei com medo
-Hmm..
-Fala logo! - perguntei agoniada
-Calma ué,estou degustando..
-Michael Jackson..
-Tá! Está uma delícia,satisfeita?
-Oh meu Deus,sério?
-Sério,o que estragou foi esse doce de leite,pra que?
-O desejo é meu,dá licença? E é assim que eu gosto!
-Sim senhora!
-Vou lavar isso aqui.
-Deixa que eu lavo!
-Michael,você acabou de chegar da boate.Vai tomar um banho e descansar!
-Mas..
-Vai agora! - gritei
-Caramba! Já vou.. - Michael foi correndo pro banheiro e eu comecei a rir.
  Terminei de lavar a louça e fui ver o que Michael estava fazendo.Me derreti toda ao ver ele dormindo na cama,com os cachos molhados,vestia uma calça de moletom e uma blusa de algodão branca.Tadinho,ele tava ferrado no sono.
 Fui pra sala assistir TV quando notei seu celular piscando sem parar,decidi olhar o que era,podia ser algo importante.Quando peguei o celular vi que era uma mensagem de Livia!

 " Oh Mike,imagino o sufoco que está passando neste momento com a sua mulherzinha.Mas você sabe que eu estou sempre aqui pra te fazer relaxar e esquecer os problemas não é? Pode me procurar ou ligar quando quiser.. Beijos,querido.."
-Desgraçada! - bradei quase jogando o celular longe.Filho da puta! Eu toda derretida aqui e ele se consolando com essa vadia!
  Mas ele que me aguarde quando acordar.Eu vou te bater tanto,Michael Jackson,que só com cirurgia plástica pra você voltar ao normal!


Capítulo 40


Alexia
 Esperei por vinte minutos para me acalmar,mas a raiva era tão grande que entrei no quarto e taquei o celular na cara dele.
-Au! Alexia que bicho te mordeu? - Michael perguntou assustado com a testa vermelha por causa do celular
-Eu que te pergunto! Seu safado,desgraçado,galinha,cretino - subi em cima dele o socando com toda a força
-Para Alexia! Qual o seu problema?
-O problema é que eu sou uma idiota! Eu vou quebrar sua cara,seu filho da puta! - Michael pegou no meu pulso e me deitou por baixo dele.Seu rosto ficou a centímetros do meu
-Dá pra explicar o que tá acontecendo?
-A sua amante te deixou uma mensagem na porra do seu celular!
-Que? - Michael pegou o celular e ficou de boca aberta.Cínico
-Viu?
-Alexia.. eu juro que não sabia disso..a Lívia..
-Tá te consolando ne? Eu já devia imaginar!
-Eu não tenho nada com ela,é sério..
-E você acha que eu vou acreditar?
-Pera ai,você tá irritada por que? Foi você mesma que disse que não temos mais nada juntos! E se eu tiver com ela,qual o problema?
-Nossa.. - fiquei atônita ao ouvir isso.Me levantei da cama e me apoiei na cômoda - Me desculpe,Michael Jackson,eu já devia saber que homem é assim mesmo.Não pode aguentar ficar sem sexo que já procura uma vadia não é? - por mais que eu tentasse evitar,as lágrimas caíram
-Alexia,me desculpa..Olha não leva a sério o que eu disse,eu fiquei nervoso.Eu juro que não tenho nada com Lívia ou outra mulher!
-Eu vou .. dar uma volta..
-Onde você vai? Alexia,vamos conversar! - nem esperei ele terminar de falar.Peguei minha bolsa e saí de casa

Michael
 Mas que porra,eu sempre tenho que foder com tudo! É óbvio que eu não tenho nada com Lívia e é mais óbvio ainda que Alexia teve uma crise de ciúmes somado com a neura da gravidez.Seria engraçado se não fosse trágico!
  Troquei de roupa e fui atrás de Alexia.Não faço ideia de onde ela esteja,porque pra piorar a situação,começou a chover forte. Deus queira que minha filha não puxe o gênio da mãe,pois duas Alexias eu não vou aguentar!
Voltei pra casa e a gracinha estava lá.Ótimo,rodei igual barata tonta pra nada!
-Onde você tava? - perguntou mais calma
-Adivinha.A procura de quem?
-Não tinha nada que ir atrás de mim.Eu só fui dar uma volta! - revirou os olhos
-De você espero tudo,Alexia Heizel!
-Vai tomar um banho quente,você tá ensopado!
-É eu vou.. - saí do banho e fui trocar de roupa para ir pra boate.O clima aqui está cada vez pior.Eu e Alexia damos um passo pra frente e três pra trás,não imagino onde isso vai parar..
(...)
  
 Cheguei em casa mais ou menos às cinco horas da manhã.Estava com uma dor de cabeça infernal.Passei a noite toda espirrando e com dor no corpo,foi uma droga! 

Alexia

 Acordei e já eram 9:00 horas,me levantei e vi Michael encolhido no sofá.Minha vontade era de ignorá-lo,mas como eu sou uma bobona,fui ver se ele estava bem.
Me sentei na beirada do sofá para observá-lo de perto.Michael estava tremendo de frio.Levei minha mão até sua testa e vi como estava quente.Céus! Michael estava ardendo em febre.
-Michael,Michael acorda..
-Hmm.. - Michael gemia
-O que você tá sentindo,ein? Fala pra mim..
-Minha cabeça tá explodindo..
-Você pegou resfriado,onde tem termômetro?
-No armário do banheiro..
-Vem cá,é melhor vir pro quarto. - ajudei Michael a se levantar e levá-lo até a cama.Peguei o termômetro e o coloquei debaixo do seu braço.
-Pega mais um cobertor,por favor..
-Pego! - joguei dois cobertores em cima dele,mas não estava ajudando em nada.Retirei o termômetro que marcava 40° graus! - Michael,você tem que ir pro hospital agora!
-Vai passar..
-Não vai não! Eu vou trocar de roupa e você vem comigo! - foi dureza levar Michael até o carro esgueirado em mim,mas conseguimos chegar ao hospital.
  Fiquei aflita esperando por notícias enquanto Michael era atendido.Se eu tivesse de nove meses,minha filha já teria nascido há muito tempo!
-O que meu marido tem doutor?
-Fizemos os exames e Michael foi diagnosticado com pneumonia.
-O que? - perguntei aflita
-Bem,ele já tinha os sintomas antes e pelo que você me disse a chuva que ele tomou ontem,agravou o quadro.
-Ele vai ficar bem?
-Estamos fazendo o possível,mas terá que ficar internado.
-Eu posso vê-lo?
-Por alguns minutos,ele está dormindo.
-Ta certo. - entrei no quarto e vi Michael dormindo.Estava pálido e abatido.Tudo por culpa minha!
-Michael? Você assustou a gente.. Fica bem logo ta? Quem vai fazer minhas panquecas? - ri,mas na verdade foi de nervoso
-E deixar você queimar minha cozinha? - Michael disse com aquele sorriso torto que me desmonta
-Filho da mãe.. - ele riu
-Alexia.. eu e Lívia não temos..
-Shii.. - encostei meu dedo nos seus lábios - Não vamos falar disso agora,ok? Você precisa de cuidados e eu vou ficar aqui.
-Quem precisa mesmo é você e eu aqui nessa cama!
-Para de reclamar,seu chato!
-Tudo bem,desde que .. - levantou o dedo indicador - você seja minha enfermeira..
-Você não tem jeito ne? Mas olha aqui Michael,eu vou abrir uma exceção porque você está doente!
-Que seja! Mas agora fica aqui comigo..
-Como assim?
-Não se faz de tonta,honey.. - me olhou com malícia - Mas é sério,é só sua companhia mesmo,por enquanto..
-Tudo bem.. - me sentei na cama ao seu lado - Sabe.. daqui há uma semana eu completo cinco meses de gestação.
-Meu Deus,ta passando muito rápido!
-Pois é,daqui a pouco Christine nasce..
-Christine?
-Ah,é que eu gostei tanto desse nome.. O que você acha?
-Lindo amor! - Michael se calou como se tivesse falado uma besteira
-Michael..
-Alexia? O que vai acontecer com a gente quando a .. Christine nascer? - Michael me fez um olhar de súplica
-Eu..não sei.
-Você vai querer o divórcio?
-Mas é claro que não! - Michael arregalou os olhos assim como eu.Tá mais claro do que nunca que meu destino,mesmo que por entre linhas,é ao lado de Michael.Só não sei será guiado por essas brigas intermináveis ou finalmente por paz.



Capítulo 41


Alexia
  
  Michael passou uma semana internado e hoje teve alta.Bem,agora eu que mando nessa bagaça e Michael vai ter que me obedecer!
-Precisa de alguma coisa? - digo ao deitá-lo na cama
-De trabalhar! 
-Ha Ha isso você não vai fazer tão cedo!
-Não posso deixar a boate fechada!
-E quem disse que ela não vai abrir?
-O que você quer dizer com isso?
-Não é óbvio? Eu vou assumir seu lugar! - Michael deu uma gargalhada irritante
-Sonha,honey!
-Tem ideia melhor? - cruzei os braços - Ah sim,chama a Lívia,já que ela é parceira e blá blá blá..
-Vai começar com isso de novo?
-Então não reclama! Eu me sinto ótima e muito bem disposta,consigo encarar essa!
-E vai trabalhar sozinha?
-Não! Você tem os seus empregados,vou saber lidar com eles.
-Alexia,eu vou ficar preocupado..
-Michael,confia em mim! Eu vou recuperar o prejuízo que esse desgraçado do Frank nos fez,você vai ver! - Michael pegou na minha mão
-Estou orgulhoso de você! Quer saber? Vá em frente! - ele sorriu
-Sério?
-Sério,mas pelo amos de Deus,se você se sentir desgastada,me fala ok?
-Deixa comigo! Não vou fazer nada para por Christine em risco! - acariciei sua mão - Agora você vai tomar seu remédio e dormir,tá bem?
-Sim senhora! - me levantei,mas Michael segurou meu braço -Você começa hoje?
-Tenho que começar ne? 
-Mas você precisa conversar com o pessoal ainda,explicar seus esquemas.. - eu ri - E também eu posso ter uma recaída,não estou 100% sabe..
-Isso é uma chantagem,Jackson?
-Bem.. - Michael passeou a ponta do dedo pelo meu braço,me arrepiando - sabe como é né..
-Tá.. você venceu! Eu fico aqui,mas não reclame,eu vou ficar em cima de você!
-Em cima de mim,honey..? - Michael me olhou com segundas intenções
-Pelo que eu vejo você melhorou né?
-Eu não posso perder meu charme..
-To vendo.. então quer assistir um filme?
-Qual você sugere? Comédia romântica? - disse irônico
-Ai como você é engraçado! Pro seu governo eu detesto filmes mela cueca.Prefiro os clássicos como Marlon Brando,James Dean..
-Olha só.. que garota culta! Procura ai na estante algum filme bom.
-Ok! - analisei os filmes e porra, Tinha um pornô ali! - Michael,o que é isso? - disse mostrando o DVD
-Hmm pornô? - disse despreocupado
-E você fala assim?
-Eu era solteiro,baby! Me ajudava muito..
-Seu pervertido! Ah,achei, Clube dos Cinco! Vamos ver?
-Claro! Deita aqui.. - me deitei na cama,mas antes,levei pipoca,frango frito e milk shake
-Não me olha assim.. To com fome!
-Falei nada.. - começamos a assistir o filme,o problema era me concentrar com Michael deitado do meu lado com uma mão boba.Na verdade eu tava adorando..
  Estava quase no final do filme quando vi que Michael tinha dormido no meu ombro.Puta que pariu e agora? Como não pensar besteiras com esse gostoso do meu lado?


Capítulo 42

Michael

  Não tem nada pior do que ficar o dia todo deitado sentindo dor.A parte boa é que mesmo irada comigo,Alexia me paparica o tempo todo,o problema é que ela está tomando conta da boate e isso me preocupa.Que eu saiba a boate tá de vento em popa.
-Michael,deixei sua comida pronta,é só esquentar.Não esqueça de tomar os remédios e não saía dessa cama atoa,você ainda tá fraco.
-Sim senhora..Alexia,você vai chegar tarde de novo?
-Provavelmente.Estamos trabalhando duro pra dar conta..
-Eu me sinto um traste!
-Traste você sempre foi querido! - ela riu e se aproximou de mim - Fica bem tá? Qualquer coisa você me liga.
-Ok! - Alexia me deu um beijo na testa e mais uma vez conferiu o termômetro
- 38° graus. O remédio já tá fazendo efeito!
-Quanto tempo vou ter que ficar parado?
-O médico deixou bem claro que seu estado é grave,você tá bem fraco ainda então acho que pelo menos um mês de molho.
-Um mês? Mas é muito tempo!
-Eu sei,mas você precisa se tratar direito.
-Tá né..
-Você é uma gracinha emburrado! - ela riu - Bye!
-Bye! - bem,vocês não acham que eu vou ficar de molho né?
  Acontece que essa semana comecei a reformar o quarto que eu uso para por minhas parafernálias.Pois minha gatinha vai chegar daqui a pouco e bem,ela precisa de um quarto.
  Aproveitei que Alexia passa o dia fora para que ela não desconfie de nada.Comprei tinta rosa,eu sei que Alexia vai detestar,mas porra, a bebê deve gostar..
  E toda noite quando a donzela vai trabalhar,eu vou pro quarto e começo a pintar.Não é por nada não,mas eu to arrasando! Tenho certeza que Alexia vai adorar.

Alexia
  Pensa que cuidar da boate,da casa e do Michael é fácil? Errou! Imagina só quando Christine nascer,vou ter que me desdobrar em mil! Mas pra falar a verdade eu to adorando,a boate está cada vez lucrando mais,o que quer dizer que eu estou trabalhando feito condenada.
   E nessa semana toda que Michael tá doente,eu to até gostando dessa função de chegar em casa,fazer a comida dele,ajudá-lo no banho.. É,sem nem poder aproveitar dessa delícia que ele tem no meio das pernas..Mas enfim, espero que ele fique bem logo!


* * * * *

  Um mês já se passou e Michael já está se recuperando.Bem,minha barriga de seis meses já está redondinha.Meus seios praticamente pulam pra fora da blusa.Imagino como vou estar no nono mês!
Estava acertando os últimos detalhes com as dançarinas quando Bred apareceu na boate.
-Bred? Caramba,que surpresa! - disse o abraçando
-E ai gata? Como você ta? Meu Deus,que barrigão! - eu ri
-Né? Eu to ótima,quer dizer.. Bem cansada!
-Michael tá doente ainda?
-Está melhorando,logo ele volta pra cá,mas por enquanto tá foda,viu!
-Alexia,eu quero fazer uma proposta pra você,quer dizer,pra vocês dois.
-Pode falar!
-O que você acha de fazermos uma.. sociedade?
-Sociedade,como assim?
-Olha,as nossas boates são as melhores daqui.Você tem talento para os negócios,a boate tem lucrado muito.O Michael nem se fala! Você não acha que seria bom para ambos?
-Nossa Bred,eu adorei a ideia.Mas você e Michael ..
-Eu nunca tive nada contra ao Michael,o problema é a rivalidade que sempre existiu.Mas eu sei que ele é um cara bacana,se não você não teria se apaixonado por ele né?
-Pois é.. Eu vou conversar com ele ta? Eu sinceramente adorei a ideia!
-Ah que bom,Alex! Fala com Michael,se ele gostar da ideia..
-Deixa comigo! Bom,eu vou pra casa,me dá uma carona?
-Claro!
  Cheguei em casa e não encontrei Michael em lugar nenhum.
-Michael? Cadê você? - fui até o corredor e Michael deu um pulo quando me viu
-Alexia? - gritou
-É sou eu! Que você tem? Viu assombração?
-Não,é.. eu só me assustei..
-Tava fazendo o que nesse quarto? Porque se ficou desse jeito é que tá  aprontando alguma!
-Não fiz nada é sério!
-Então deixe eu entrar! - passei por Michael e vi que a porta estava trancada - Michael,por que essa porta tá trancada?
-Ein? - desconversou
-Não se faz de sonso,Michael!
-Tem ratos ai dentro,satisfeita?
-O que? - perguntei aflita
-Isso mesmo! Tem uma ninhada ai,por isso tranquei.
-Sabe o que é isso? Essa velharia que você guarda ai dentro!
-Concordo plenamente!
-Eu não vou ficar aqui com essas pragas ai dentro!
-Não tem perigo,honey. Eles não vão sair daí!
-Tem certeza?
-Absoluta.Amanha mesmo chamo a dedetizadora ok?
-Ok..
-Agora vai tomar um banho..
-Vou mesmo,to morta de cansaço!
-Alexia?
-O que?
-Você tá linda,a barriga.. - ri timidamente
-Tá enorme né?
-Tá sim..
- Ai!
-O que foi?
-Nada,foi só um chute..
-Só um chute? Alexia,ela chutou! Chutou tem noção disso? - Para Michael parecia que isso era coisa de outro mundo
-Mas Michael,isso é normal! Relaxa.. Até o fim da gravidez ela ainda vai chutar muito!
-Desculpa,é que é tudo tão novo pra mim.. - segurei seu rosto com as duas mãos
-Pra mim também é Mike.. Eu to me borrando de medo que nem você! - ele riu
-Nós vamos conseguir,juntos somos imbatíveis!
-Juntos? - perguntei surpresa
-Juntos querida,só depende de você! - Michael me puxou para mais perto.
  Seu hálito quente me inebriava,até que minha boca encontrou a sua.Sua língua pediu passagem,me derretendo por completo.Sua língua acariciava a minha de um jeito tão envolvente que eu poderia ficar ali nos seus braços pro resto da minha vida.
  Eu o amo,e isso pra mim é mais claro que o dia,pois só Michael me deixa fora de órbita e eu juro que vou fazer de tudo para tê-lo ao meu lado de novo,como meu marido,meu amante,meu cúmplice,meu tudo!


Capítulo 43

Alexia

  Enquanto fui pro quarto descansar,pensei na melhor maneira de falar com Michael sobre a proposta de Bred.Se ele aceitar,tenho certeza de que sairemos todos ganhando com isso.
Como não consigo parar quieta,me levantei para ver o que Michael fazia.Eu estava morta de fome,poxa estou comendo por duas! Eu daria tudo para devorar um pote de sorvete inteirinho.
  Fui até a cozinha rezando para encontrar essa belezinha na geladeira.Michael estava mexendo no notebook e me olhava de soslaio.
-Droga! - murmurei voltando pro quarto
-Dá pra falar qual o seu problema? - disse arqueando a sobrancelha
-Sorvete.Esse é meu problema!
-Hmm está com desejo é?
-Estou.Prevejo que terei uma filha mimada!
-Mimada como a mãe?
-Eu não sou assim!
-Não.. Só me inferniza até conseguir o que quer!
-Se você fosse menos irritante,não passaria por isso!
-Não se altere honey,a Chris vai ouvir! Eu vou comprar seu sorvete e já volto.
-Não quero mais..
-Como é?
-To com vontade de outra coisa.. - digo fazendo careta
-E do que você tá com vontade? - disse se aproximando de mim
-De.. - fechei meus olhos ao sentir seu toque
-De..
-Voltar a dormir! - ele riu
-Sei..
-Mas antes,eu preciso falar com você.
-Pode falar!
-O Bred me procurou hoje..
-Lá vem você.. - revirou os olhos
-Dá pra escutar?
- Tá,fala!
-Michael,Bred me propôs que fizéssemos uma sociedade com ele.
-Mas o que?
-É.. uma aliança entre a Blackout e a Danger Zone. - Michael começou a rir
-Perdeu seu tempo me falando isso,baby!
-E por que? Eu achei uma ótima ideia!
-Você bateu com a cabeça em algum lugar? O que você disse não tem cabimento nenhum!
-Como não? Michael você sabe muito bem que Bred é de confiança.Poxa,ele é meu amigo há anos!
-Me poupe Alexia! Eu não acredito nesse cara,além do mais não precisamos da ajuda dele!
-Será que dá pra parar de ser orgulhoso e pensar pelo menos na sua filha? Caramba Michael,não  vê que isso seria ótimo para todos nós?
-Ótimo pra nós ou pra você?
-Como é que é?
-É isso mesmo,não se faça de desentendida! Se você tá tão a fim de trabalhar com ele,por que não vaza daqui e volta pra sua querida boate?
-Não,eu não ouvi isso.. - fechei os olhos,respirei fundo,peguei o primeiro vaso que vi na frente e taquei na direção de Michael - Seu filho da puta,como tem coragem de dizer isso com tudo que eu estou fazendo por você e pra porra da sua boate?
-Alexia,calma..
-Calma porra nenhuma! - as lágrimas já queimavam meus olhos - Eu passo a noite toda em pé naquela porcaria,andando de um lado pro outro,resolvendo centenas de pepinos pra chegar em casa cansada e preocupada com você,seu mau agradecido! - agora foi o cinzeiro
-Honey..
-Honey o caralho! Você quis falar merda,agora vai ouvir também! Eu quero que você e essa boate vão pra puta que pariu! - entrei no quarto e tranquei a porta.
-Alexia,abre a porta! Me perdoa,sério,eu fui um idiota..
-Você é! - revidei
-Tá eu sou! Mas abre ai vai,eu deixo você quebrar minha cara,chutar minhas bolas,mas por favor abre..! - choramingou
-Me erra Michael Jackson!
-Que errar o que! Vou mirar em você mesma,honey! - porra,até brava ele me faz rir e ele sabia disso
-Michael vá se foder e me deixa em paz!
-Vou sim,mas depois que eu foder você! - pela sua voz senti que tinha malícia pura
-Cafajeste!
-Gostosa!
-Eu quero dormir! Dá um tempo!
-Você venceu honey,mas te digo uma coisa,ai de você quando abrir essa porta.Eu vou te comer tanto,Alexia Heizel,que vai perder a voz de tanto gemer!
  Puta que pariu! Se eu não tivesse tão brava,abriria essa porta agora mesmo,mas eu sei muito bem que eu não iria me controlar,eu me conheço!

Capítulo 44

Alexia


  Quando saí do quarto não escutei nenhum ruído vindo de Michael.Me sentei sofá,logo seria hora de ir pra boate,só estava esperando Michael chegar para me certificar de que ele estava  bem,afinal ele ainda não melhorou 100%.
  Esperei mais meia hora.Porra,logo teria que ir pra boate.Estava me levantando para sair quando vi um bilhete de Michael em cima da mesa dizendo que iria pra lá também.
Filho da puta! Ele ta fazendo isso pra me afrontar,só pode! Peguei minha bolsa e fui atrás dele.
  Quando cheguei na Danger Zone,foi difícil encontrá-lo.A boate estava lotada e aquilo já tava me enfezando.Mas nada me irritou mais do que a cena a seguir.
Michael estava sentado eu uma mesa acompanhado de uma loira que,não é por nada não,mas tinha uma cara de vadia! E os dois riam a vontade,mas se Michael pensa que vai me irritar fácil,ele tá bem enganado.
  Respirei fundo e fui em direção à eles. Bem,eu não sou de fazer barraco em público,só em quatro paredes.. Então eu fui fazer o que faço de melhor,dissimular.
-Olá,estão gostando da boate? - perguntei descaradamente
-Perfeito querida,principalmente a companhia desse cavalheiro aqui.. - olhou para Michael com malícia.Tive que me segurar pra não esganá-la
-O mesmo cavalheiro que me engravidou quatro vezes? - a loira arregalou os olhos,assim como Michael
-Alexia,vamos lá pra dentro..
-Mas por que? O assunto está tão bom..!
-Você disse ..quatro filhos? - ela perguntou incrédula
-Quinto com essa aqui na minha barriga! - abri um largo sorriso  (falso) pra ela
-Nossa,eu não imaginava.. - disse se levantando
-Pera ai Natasha,deixa eu explicar pra você..
-Nem precisa..meu Deus..! - Michael ficou parado olhando ela ir embora,em seguida fixou seu olhar em mim
-Você.Vem comigo.Agora. - disse pausadamente.Me levantei e marchei logo atrás dele.
Michael dirigia rumo à nossa casa e não abria a boca pra falar um A,até que chegamos em casa e a ladainha ia começar!
-Então.. - Michael se encostou na bancada e cruzou os braços - Qual o seu problema Alexia? - me olhou firme
-Sabe qual o problema seu filho da puta? O problema é que eu te amo desgraçadamente! Amo tanto que parece que vou enlouquecer, e você ainda faz isso comigo! - nesse momento eu já chorava
-Alex..
-Não!  - cortei ele - Agora eu vou falar,já estou pagando mico mesmo,então foda-se! Michael eu to cansada,sério.Cansada de brigar,de sempre dar um passo em falso,poxa! Você acha que isso não me dói? Eu quero ficar com você caramba! Eu te amo,sou apaixonada por você, cada dia mais! - eu já soluçava,então preferi me calar.Michael olhava pra mim intacto - Vai falar nada? - perguntei choramingando
-Não preciso falar. - Michael me puxou para si e tomou meus lábios com um beijo faminto.Um beijo que com toda certeza demonstrava tudo o que sente por mim.
  Em determinado momento,uma de suas mãos agarrou meus cabelos e a outra,segurava firmemente minha coxa.Como senti falta dos seus toques e ele sabia disso.
-Alexia.. eu te amo tanto sua maluquinha.. - ele riu quando desgrudou da minha boca
-Você jura?
-O que eu preciso fazer pra te provar?
-Faz amor comigo.. - falei no seu ouvido e ele riu
-Amor,e o bebê?
-Não faz mal..A doutora me disse..Além do mais,tem meses que eu to com esse desejo..
-Hmm quem sou eu pra deixar minha mulher aguando né?
-Uhum..tenha piedade de mim! - Michael riu e cuidadosamente me pegou no colo me levando até o quarto.
-Tá lembrada do que eu te disse mais cedo né?
-Uhmm acho que não.. Você poderia me refrescar a memória..
-Agora mesmo,honey.. - Michael passou a beijar meu pescoço,colo e foi descendo até meus seios - Sabe como foi difícil olhar pra esses peitos enormes e não poder fazer nada?
-Fique a vontade,baby.. - Michael arrancou meu vestido e sutiã e passou a pressionar cada um dos meus seios,quando sua língua quente passou a me chupar,foi o ápice pra mim.
Aproveitei para tirar sua camisa e contemplar esse corpo que é meu,somente meu! Seu cheiro másculo já me inebriava,Michael terminou de tirar meu vestido e olhou nos meus olhos.
-Não precisa se envergonhar,baby.Está ainda mais gostosa.. - Michael voltou a me beijar com a mesma sagacidade que sempre me enlouquecia.
M e sentei na cama e ajudei Michael a tirar sua calça,revelando sua boxer preta com sua notória ereção.Michael mordeu o lábio inferior me incitando a tocá-lo.
  Libertei seu membro duro e molhando e passei a masturbá-lo com as minhas mãos,salivei quando vi aquela delícia implorando por mim.Levei minha boca até ele e passei a chupar com gana.Michael gemia tanto que excitava ainda mais.
-Oh honey.. que boquinha gostosa,chupa mais baby.. - atendi seu pedido e continuei a sugar seu membro.Michael estava prestes a gozar,quando me puxou de frente para seu rosto - Adoraria gozar na sua boca honey,mas prefiro fazer isso dentro de você.. - Michael me sentou cuidadosamente em cima do seu pau.
Por conta da barriga,minha intimidade estava mais apertada,o que me provocava mais prazer ainda. E mesmo estocando com mais força do que o normal,Michael conseguia fazer de uma forma deliciosa.
-Mais amor,mais forte..! - implorei
-Quer que eu te coma bem gostoso,amor? - disse me estocando mais forte
-Uhum..
-Apertada desse jeito você me deixa mais louco ainda.. - Michael passou a estocar alucinadamente quando nossos orgasmos estavam próximos,gozar junto com ele é a melhor sensação do mundo.
  Depois de mais algumas investidas,gozamos juntos.Deitamos na cama cansados,Michael me puxou junto à ele enquanto beijava minha testa.
-Amor?
-Fala.. - disse acariciando seu peito
-Isso é real? Eu e você juntos de verdade?
-Mas é claro que sim! Eu te amo seu bobo,e eu já disse que você não vai se ver livre de mim tão cedo! - Michael riu e me beijou
-Sabe que eu amo ouvir isso! Você,Alexia me faz ser a porra do homem mais feliz desse mundo!
-Eu digo o mesmo,seu gostoso! - Michael me beijou novamente e acabamos adormecendo abraçados um ao outro.

Capítulo 45 

Alexia

  Abri meus olhos e olhei ao meu redor,nada de Michael. Já estava me levantando quando o vi entrar sorridente no quarto com uma bandeja de café.
-Bom dia,honey!
-Bom dia amor,o que é isso Michael?
-Seu café da manhã ué! Você tem que comer tudo direitinho.
-Assim eu vou ficar uma orca,Michael..
-Que vai o que! E se ficar vai continuar linda!
-Essa é a maior mentira contada pelos homens..
-Mas não por mim,agora senta e come tudinho!
-Posso ir no banheiro pelo menos?
-Pode,mas antes vem aqui. - Michael me puxou para um beijo demorado - Agora pode ir!
 
(...)
       
  Dois meses depois 


 Havíamos acabado de sair do consultório,depois que fiz meu penúltimo ultrassom. Já estou no oitavo mês e minha barriga parece que vai explodir!
  Michael ficou mais encantado do que nunca e me paparicou de todas as formas.Compramos algumas coisas pra Chris e voltamos pra casa.
-Michael,o que tanto você tem que me mostrar?
-Calma amor,você vai ver agora! - Michael me ajudou a entrar em casa,paramos na porta do quarto dos ratos,sim pois até hoje não sei que fim Michael deu para essas pestes.
-Por que estamos parados aqui?Vai me dizer que tem mais ratos ai?
-Não é nada disso,nunca teve rato nenhum.
-Que história é essa Mike?
-Foi uma desculpa que eu inventei pra você não descobrir o que eu fiz..
-E o que você fez,porra?
-Eu fiz isso aqui.. - Michael abriu a porta e eu quase desmaiei quando vi.
   O quarto estava todo decorado de rosa bebê,com enfeites,alguns brinquedos,um berço lindo e uma poltrona de balanço.
-Não está completo,mas já ta bem adiantado..
-Michael,você fez isso tudo?
-Fiz sim,deu um trabalhão esconder isso de você! - ele riu - Você gostou? Se quiser mudar a cor pode me falar..
-Hey! - toquei no seu rosto - Não precisa mudar nada amor,eu amei!
-Jura?
-Claro que sim! - abracei Michael emocionada e lhe dei um beijo na boca - É a coisa mais linda que já vi na minha vida! Tenho certeza que a Chris adorou!
-Logo,logo nossa princesa ta chegando.. - Michael se ajoelhou  e beijou minha barriga no exato momento em que a bebê chutou
-Viu isso,Michael? Ela sentiu você!
-Caramba! Chris é o papai aqui! - Michael chorava feito um pai babão
-Se você tá chorando agora,imagina quando ela nascer!
-Vai ser o dia mais feliz das nossas vidas! - Michael se levantou e me olhou seriamente
-O que foi?
-Alex, quero me casar com você de uma vez por todas! - meu coração acelerou ao escutar isso
-Mas agora? - sorri apontando para minha enorme barriga
-Sim,qual o problema? Somos um casal totalmente fora dos padrões honey,ou esqueceu que se casou bêbada e de vermelho? - eu ri
-Nunca vou me esquecer! Mas imagina eu vestida de noiva com esse barrigão?
-Vai ser a barrigudinha mais sexy!
-Barrigudinha o caralho! - soquei seu braço
-E a mais brava também! - Michael me abraçou - E então o que me diz?
-É claro que eu aceito!
-Graças a Deus,porque se não você ia estragar tudo!
-Como assim?
-Hmm falei demais..
-Ah não Michael,agora você vai falar!
-Tá! Se eu não falar você me esgana! Eu combinei com sua família de .. fazermos nossa cerimônia em Ohio,na fazenda.
-Oh meu Deus,tá falando sério?
-Estou.Já tem um mês que falei com sua mãe e ela adorou a ideia!Agora depende de você..
-Mas é claro que eu aceito! - agarrei Michael e o enchi de beijos - Te amo muito amor,muito!
-Eu te amo mais!
-E é pra quando isso?
-Essa semana.
-E você me avisa hoje?
-Quis fazer surpresa poxa! Além do mais,tem que ser antes de você entrar no nono mês.
-Tem razão! E Michael eu vou falar com Bred e a Sara.
-Tudo bem amor,também preciso conversar com ele.
-Pra brigar?
-Não.Pra conversarmos sobre essa sociedade.
-Pera ai.. Você tá falando sério?
-Estou.Eu pensei muito mesmo e decidi ouvir sua proposta.
-Ai me belisca que eu to sonhando! Tenho certeza que você vai fazer a coisa certa!
-Com você ao meu lado eu só faço a coisa certa,quer dizer.. as vezes né? - me olhou com a cara mais safada que ele faz
-Tenho certeza que a nossa vida agora vai andar pra frente!
-Eu te amo Alexia, e por você eu faço tudo,entendeu?
-Uhum! Agora,vem tomar um banho comigo que eu vou fazer uma massagem bem gostosa em você ta?
-Acho melhor não..
-E por que?
-Porque você é fodidamente gostosa e eu não vou me controlar a agora não posso te comer tão cedo.. - disse baixinho no meu ouvido
-Mas a gente pode brincar amor.. Ein,darling.. - disse mordendo o lóbulo da sua orelha
-Essa gravidez tá te deixando mais fogosa do que já é,garota!
-E só tende a piorar! - puxei Michael pela gola da sua camisa e entramos para o quarto,para poder aproveitar esse marido perfeito que eu tenho!

                                                                    
                                                           Capítulo 46

Michael
  
  Já estávamos na rodovia rumo a Ohio.Passei a viagem toda preocupado com Alexia,que enjoava a cada meia hora.E o medo de Christine nascer dentro do avião?
  Mas felizmente deu tudo certo e agora estou do lado de Alexia pronto para realizar o que tem sido meu sonho nos últimos meses: me casar com ela oficialmente.
-Tá enjoada? - perguntei à ela
-Amor,já é a enésima vez que você me pergunta isso! - ela riu - Estamos ótimas!
-Ainda bem!
-Já estamos chegando?
-Estamos sim,não percebeu honey?
-To tão cansada que nem sei o caminho da Fazenda - ela riu
-Quando chegarmos você vai poder dormir bastante ok?
-É né..já que não posso fazer outra coisa..
-Pode parar de fazer essa cara de coitadinha,porque você bem que aproveita bastante!
-Preliminares não é a mesma coisa! - eu ri
-Oh honey,prometo que assim que sair do resguardo eu vou te foder do jeito que você gosta.. - pisquei pra ela
-Para de falar desse jeito,que eu fico excitada,porra!
-Relaxa baby..
  Depois de meia hora chegamos na fazenda.Fomos recebidos com euforia,a barriga de Alexia foi a sensação da noite,todos estavam babando assim como eu.
O casamento seria para dois dias depois .Iriamos descansar hoje e amanha,além de começar os preparativos.Eu deixei tudo por conta de  Dona Eleonor e Sr. Tony,eles insistiram muito,fora que eles conhecem todos da cidade.
  O dia amanheceu rapidamente e agora eu vejo como a gravidez tá cansando a minha garota.Alexia pela primeira vez na vida está acordando tarde,dá até uma peninha dela,mas é bom que ela durma bastante,assim ela fica mais calminha!

Alexia
  
  Quando acordei e olhei pro relógio já eram meio dia.Porra,eu dormi isso tudo? Me levantei com um pouco de dificuldade,pois minha barriga ta pesando uma tonelada. Tomei um banho,desci e fui procurar Michael.
-Bom dia mamãe! - me sentei na cadeira
-Bom dia princesa! Dormiu bem?
-Sim,apesar de ficar sem posição!
-É assim mesmo querida,mas logo tudo volta ao normal!
-Tomara! Mãe,onde tá o Michael?
-Saiu bem cedo com seu pai.
-Mas pra onde,gente? - mamãe riu
-Você não vai acreditar!
-Fala mãe!
-Michael está ajudando seu pai a tratar dos animais!
-O Michael? Preciso ver isso!
-Nem pense em levantar dessa mesa com a barriga vazia!
-Mas mãe..
-Mas nada! Você tá comendo por duas,querida!
-Ta bem! - revirei os olhos.
Terminei de comer e saí pela fazenda à procura dos dois.Não acreditei quando vi Michael montado no cavalo.
-Bom dia,honey! - disse sorridente
-Bom..dia,pera ai esse não é o Mike que eu conheço! - ele riu
-Decidi encarar o medo e subir nessa coisa!
-Pelo que vejo,você está intacto!
-Eu sou demais,honey!
-Pode nem elogiar mais.. - Michael desceu do cavalo e me abraçou.Encontrei sua boca e depositei um beijo calmo e demorado.
-Amanha será minha mulher finalmente!
-Eu já sou bobo! Então,já escolheu a roupa?
-Vou fazer isso daqui a pouco e a senhorita?
-Nem me fale! Vou ficar horrível de vestido!
-Para com isso,amor.Já disse que vai ficar linda!
-Se eu ficar feia eu vou quebrar sua cara,ouviu?
-Que vai quebrar o que..
-Não duvida de mim ein! - ficamos namorando lá fora por um longo tempo.Depois Michael foi pra cidade com meu pai e eu provar o vestido.
-Filha,você tá a coisa mais linda desse mundo! - mamãe falava quase chorando
-Ficou levinho em você querida,está linda com esse barrigão! - disse Dona Beth,costureira de longa data
-Realmente! Eu adorei! Acham que o Michael vai gostar?
-Mas é claro,filha! Ainda mais ele que é louco por você!
-Nem acredito mãe.. Finalmente nos acertamos! Estou tão feliz que dá até medo..
-Medo de que,meu bem?
-Dessa felicidade acabar,ah eu to nervosa!
-Olha pra mim,princesa.Vocês serão muito felizes,não pense nisso.Nada de ruim vai acontecer,pelo contrário.A partir de agora é só felicidade e alegria na vida de vocês!
-A senhora tem razão.Eu finalmente encontrei meu caminho,mãe!
-E eu estou orgulhosa de você! - mamãe me abraçou e naquele momento tive a certeza de que eu seria,de uma vez por todas,feliz ao lado do pai da minha filha,do homem que eu amo.
  De pensar que tudo isso começou com uma enorme confusão,com um casamento destinado a ferrar com a vida,mas que se tornou a porta pra minha felicidade e eu agradeço a Deus todos os dias por esse bendito porre ter me colocado no caminho de Michael Jackson.

Capítulo 47

Alexia 
  Finalmente o dia do meu casamento chegou.Mamãe não deixou eu por a mão em nada! Ela, minha irmã Brenda, papai e nossos amigos foi quem cuidaram de tudo. Pelo que eu pude ver está tudo ficando lindo, eu juro que nunca tive esse sonho de me casar ainda mais no religioso,mas desde que esse homem entrou na minha vida eu mudei completamente.
 Brenda estava terminado de fazer minha maquiagem, em alguns minutos eu estaria ao lado do Michael,casada como manda o figurino.
-Meu Deus,Alex você tá igual uma princesa!
-Graças a você, mana! Amei a maquiagem..
-To tão feliz por você..! - disse emocionada
-Imagina eu? Foram tantos meses de briga que eu pensei que esse dia nunca chegaria!
-Mas finalmente chegou!Agora vamos, porque o Michael tá quase desmaiando naquele altar!
-Ah mas isso é a cara dele! - terminei de me arrumar e segui até o local que seria meu casamento.Optamos por ser aqui na fazenda mesmo, o altar estava todo enfeitado com rosas brancas e lírios, uma passarela de flores foi feita para me acompanhar ao encontro de Michael.
  Estava tudo perfeito,imaginei a cara que meus pais fariam se tivesse ido no meu primeiro casamento com Michael, ficariam horrorizados! Quando olhei para o altar lá estava ele, Deus meu marido ali prontinho me esperando! Michael parecia um anjo,mil vezes mais lindo do que nos sonhos que eu tive.Sim, eu confesso que cheguei a sonhar com esse dia!


Michael
  Na minha cabeça,Alexia havia desistido de tudo.Porra, já tem meia hora que estou em pé nesse altar, eu olhava pro relógio a cada minuto e nem sinal dessa mulher.Aposto que ela ta fazendo isso de propósito só pra me deixar louco!
-Michael, ela tá vindo! - disse meu cunhado Olavo, meu coração acelerou e um sorriso brotou dos meu lábios.E lá vem ela, puta que pariu, minha mulher conseguiu ficar mais linda ainda, agora sei que isso realmente tá acontecendo.Finalmente depois de tudo que passamos, nosso amor foi mais forte,prova disso é esse casamento e claro, nossa menina dentro da barriga dela.



 O padre começou a falar,mas nem eu e nem Alexia conseguíamos tirar os olhos um do outro.Pra te falar a verdade, só prestei atenção nele quando disse a frase mais esperada por nós.
-É de espontânea vontade de ambos o enlace matrimonial?
-Sim! - dissemos em uníssono 
-Eu vos declaro marido e mulher aos olhos de Deus. - trocamos as alianças.Sim, eu quis comprar uma nova aliança, mas a que usamos desde o princípio estaria guardada,pois com certeza ficaria na memória.
  Como já somos casados no civil,não foi preciso assinar o livro, então pulamos pra melhor parte: o beijo, que foi acompanhado de aplausos. Quando consegui desgrudar da sua boca, me agachei e beijei sua barriga.Alexia bem que tentou evitar,mas acabou chorando.Ótimo,pois eu também não me segurei! Nos encaminhamos de encontro aos nossos amigos para sermos parabenizados.
 Em um determinado momento, conseguimos nos afastar de todos e ficarmos a sós.
-Finalmente,honey!Como se sente?
-Eu não sei o que dizer Michael, é melhor do que eu imaginava,sabe..
-Eu te amo tanto Alex, agora sim nossa felicidade tá completa! - percebi que Alexia olhava pra baixo - Amor, não chora! Eu sei que está emocionada mas..
-Cala boca seu idiota! - disse urrando
-Amor, o que você tem?
-A bolsa Michael, a bolsa estourou! - disse desesperada
-Que bolsa Alexia?
-Como que bolsa Michael? Nossa filha vai nascer!
-Agora? Mas tá cedo!
-O que eu posso fazer se ela veio adiantada? Ai!! - ela gritou
-Ta doendo?
-Você não fez essa pergunta,, - Alexia me fuzilou com os olhos
-Pera,eu vou pedir ajuda! 
- Michael!! 
-O que?
-Vai me deixar em pé aqui?
-Como pude esquecer, desculpa amor! Vem vou te ajudar . - Peguei Alexia no colo e a sentei em um balanço que tinha ali perto.
-Onde você vai?
-Pedir ajuda! Aguenta ai mozão!
-Mozão o caralho,vai logo! - saí correndo atrás de ajuda, acho que estou mais desesperado do que ela. Encontrei seus pais sentados e corri até eles
-Michael, o que aconteceu? - disse Eleonor,assustada
-A Alexia vai nascer! Não, a Christine que vai, a Alexia..
-Michael fala direito, não to entendendo nada! 
-A Alexia vai ter a neném agora!
-Agora?
-É! A bolsa estourou!
-Minha Nossa Senhora! Cade ela?
-Tá na varanda, vem comigo!
-Olavo,prepara a caminhonete, temos que levar nossa menina pro hospital agora! - disse Tony
-Não vai dar tempo! - interferiu Eleonor - Até chegarmos no hospital a bebê já vai ter nascido!
-Mas e agora? - perguntei aflito
-Calma Michael, eu já fiz vários partos aqui na cidade!
-Mas.. pera ai, a Alexia vai ter o bebê aqui?
-Sim, não temos outra opção, não se preocupe Michael, eu tenho experiencia nisso.Minha neta vai nascer saudável! - ela sorriu tentando me tranquilizar
-Eu confio na senhora! Agora vamos logo! - corri até o lugar onde estava Alexia, ela gemia de dor.Peguei ela cuidadosamente e levei para a casa principal.
  Me surpreendi comigo mesmo, pois em dois minutos já estava com ela no quarto, a deitando na cama. 
-Obrigada Michael, agora preciso de todos saiam,quero só a Brenda aqui! - assenti, mas me aproximei de Alexia
-Amor?
-Hmm 
-Vai dar tudo certo ok? Eu te amo!!
-Eu te amo Michael.. - dei um rápido beijo em seus lábios e saí. Eu não queria que ela me visse nervoso desse jeito.
  Ficamos todos na sala esperando por notícias, eu já não sabia o que fazer, tinha medo de dar alguma coisa errada, e esses pensamentos me atormentavam.
-Michael - disse Tony- Você precisa se acalmar, eu sei que isso é novo pra você, mas vai por mim,Alexia vai superar essa!
-Deus te ouça! - Tony me abraçou - Daqui a pouco sua garotinha está no seu colo, rapaz! - pela primeira vez eu ri
  Me sentei no sofá tentando me acalmar, eu precisava me tranquilizar e esperar, pedi a Deus com todas as minhas forças para proteger meus dois amores,pois agora mais do que nunca, eu estou de quatro por essas duas mulheres, as mulheres da minha vida!


Capítulo 48

Alexia 
  Nem sei quanto tempo faz que estou deitada nessa cama morrendo de dor e a cada contração a coisa piora.Eu já não tinha forças nem pra gritar mais.
-Aguenta meu bem,a Chris já tá chegando!
-Tá doendo muito!!
-Só um pouco mais de força! - e foi o que eu fiz.Uma dor lancinante me fez gritar e tombar a cabeça no travesseiro.
  A primeira coisa que senti foi alívio,depois um choro potente da minha princesa,que esgoelando desse jeito já me deixa orgulhosa.Minha mãe cortou o cordão umbilical e a segurou firmemente para me mostrar ela.
-Olha que coisa mais linda! - disse mamãe emocionada com a minha "gritadeira" nos braços
-Pega ela mana! - mamãe passou Christine para os meus braços trêmulos.
Ver minha bebê pela primeira vez despertou em mim algo inexplicável,o amor que eu sentia por ela se multiplicou em mil.
-Oi meu anjo..É a mamãe que tá aqui!
- Me dê ela filha,preciso limpá-la!
 -Claro.. - eu me sentia encantada,mas também um cansaço fora do comum.Brenda me ajudou a "aparar" meu visual que devia estar o " Ó"!
  Depois de alguns minutos,mamãe trouxe Chris embalada em uma manta.Agora vendo seu rostinho direito,dá pra perceber que ela é a cópia de Michael!
-Mãe,chama o Michael,se ele estiver vivo,claro! -ela riu
-Agora mesmo,querida!
-Mãe?
-Sim?
-Muito obrigada.Por ter me dado a chance de ter uma vida melhor,por ter me amado e cuidado de mim e por ter trago minha filha ao mundo.Eu te amo mãe!
-Oh menina! - disse com a voz embargada -Sempre soube que você era especial. E mesmo que não tenha nascido de mim,eu te amo como da mesma forma e eu tenho certeza que você vai ser muito,muito feliz! - mamãe me deu um beijo na testa
- Te amo meu anjo! Agora vou chamar seu marido!

Michael
  
  Estou há exatamente uma hora esperando por notícias.Já roí todas as minhas unhas na tentativa de me acalmar até que Brenda desce as escadas correndo.
-E então? - perguntei apreensivo
-Nasceu! Christine nasceu!
-Graças a Deus! - comemorou Tony,eu ainda estava em choque
-Vem Michael,Alexia está te chamando!
-E..eu?
-É! Vem comigo.. - segui Brenda até o quarto,quando entrei a primeira coisa que fiz foi correr para os braços de Alexia
-Oi..! - pela primeira vez na minha vida fiquei tímido perto de Alexia
-Oi Michael..
-Como se sente?
-Aliviada! - ela riu - Pensei que nunca teria fim!
-Imagino.. Você foi muito forte,amor. - acariciei seu rosto
-Você já viu ela?
-Ainda não.Onde ela está?
-Com minha mãe, tomando banho..
-Licença.. - Eleonor voltou com Chris nos braços,meu coração palpitou ao ver minha pequena embrulhada numa manta
-Posso pegar? - perguntei temeroso
-É claro que pode amor!
-Mas e se ela cair?
-Não vai cair,baby!
-Então tá.. - Eleonor passou Christine para os meus braços.Sentir o cheirinho da minha princesa é a melhor sensação do mundo
-Ela gostou de você.. - disse Alexia
-Quem não gostaria,honey? - ela riu
-Você sempre modesto..
-Amor,eu to achando ela muito parecida comigo!
-E é! Espera só quando ela abrir os olhinhos! - Christine começou a resmungar e quando vi já tinha aberto o berreiro
-O que ela tem Alexia?
-Tá com fome,me dá ela aqui. - passei a menina para Alexia,que deu o peito para ela mamar.Em poucos segundos ela já estava mais calminha
-É a primeira mamada dela?
-É sim.Acha que eu to me saindo bem?
-Mas é claro que sim,baby! Você nasceu pra ser mãe,de um filho meu,claro! - ela riu
-Eu te amo,seu irritante! - puxei o rosto de Alexia e lhe dei um beijo caprichado - Amor,ela vai ver!
-E daí? Bom que ela aprende..
-Aé? Então quer ver sua filha beijando cedo?
-Não! Só depois dos 25 e olhe lá!
-Ah que lindo e você acha que eu vou permitir isso?
-Sim e ainda vai me apoiar!
-Hmm e quando tivermos um menino? Vai deixar ele beijar depois dos 25?
-Jamais ne? Meu garoto vai aprender desde cedo o que é bom!
-Não vou criar um filho galinha que nem você!
-Hey! Eu não sou galinha!
-Era,antes de me conhecer!
-Mas é a natureza do homem,honey..
-É? Mas eu prefiro lidar com a natureza da minha mão na sua cara!
-Pera ai! - eu ri - Estamos discutindo sobre o futuro do nosso próximo filho?
-Estamos? - perguntou surpresa
-Acho que isso quer dizer que quer ter mais filhos com o papai aqui..
-Isso quer dizer que eu quero transar alucinadamente com você!
-Te amo tanto,garota,tanto! - dei um beijo em Alexia e outro em Chris - Quer dizer,as duas!
-Nós te amamos mais papai! - Alexia sorriu e ficamos ali abraçados,segurando nossa princesinha.
   Eu nunca senti uma felicidade tão grande na minha vida.O fruto do nosso amor "transviado" se resume a esse pedacinho de gente no nosso colo.É Michael Jackson,a vida da voltas.Há meses atrás eu e Alexia estávamos a ponto de nos matar e hoje estamos aqui,babando por nossa garotinha.Com toda certeza eu sou um homem fodidamente sortudo!


Capítulo 49
Alexia

 Depois de um banho relaxante, fui ver como estava minha princesa.Quer, dizer eu vou toda hora ver ela,fico um bom tempo observando seus traços, seus gestos e cada vez comprovo mais que ela é a cara do Michael! Christine estava no berço com os olhinhos abertos fazendo um barulhinho engraçado com a boca. Iríamos para o hospital em alguns minutos, pois como Chris nasceu prematura,é melhor que ela seja examinada por um médico.
-Está pronta,honey?
-Sim,já podemos ir! - peguei Chris cuidadosamente 
-Amor, ela tem uma carinha de joelho! - disse rindo
-Michael! Que maldoso você!  eu ri - Todo bebê nasce com cara de joelho!
-Pelo menos ela não é carequinha!
-Você é  muito bobo,Mike! Agora vamos! - seguimos para à cidade e em pouco tempo chegamos ao hospital.O doutor examinou Chris e eu, e felizmente estávamos ótimas,mas ele achou melhor ela passar um tempo internada na encubadora até ganhar peso ideal.

(...)

 Michael
   Já estamos há um mês em Ohio e finalmente hoje,Christine terá alta.O doutor disse que ela respondeu muito bem ao tratamento e já está ganhando peso.Foi uma alegria quando demos a notícia.Infelizmente teríamos que ir embora,pois estou esse tempo todo sem trabalhar e a boate está fechada.Falando nisso, um pouco depois de Alexia dar à luz, conversei muito com Bred e tomamos a decisão de unirmos as boates e montar uma sociedade.Percebi que ele é focado assim como eu, e parece que pensamos exatamente igual.Ainda não contei para Alexia, prefiro fazer uma surpresa.
  Infelizmente o dia de ir embora chegou, Dona Eleonor e Seu Tony insistiram muito para ficarmos mais tempo, mas infelizmente não foi possível.Prometemos que em breve estaríamos de volta.
  A viagem de volta à Las Vegas foi tranquila.Alexia dormiu o tempo todo, o problema é quando Christine dava seus roupantes e começava a chorar,voltando toda a atenção dos passageiros para nós dois.É realmente essa menina puxou a mãe em todos os quesitos!
-Bem vinda de volta,honey! - abri a porta para Alexia passar, Chris estava quietinha dentro do carrinho
-Senti falta dessa casa, de Las Vegas.. 
-E agora com uma nova integrante na família!
-Está pronto para a maratona Michael?
-Estou tentando viu! Se uma mulher já me enlouquecia, imagina duas!
-Logo você acostuma, baby!
-Alex? 
-Sim?
-Preciso te contar uma coisa.
-O que? Fala logo!
-Eu conversei com o Bred.
-E..?
-E ai que eu aceitei a proposta dele.
-Oh meu Deus,jura amor?
-Juro. Ele me convenceu e sinceramente eu gostei das ideias dele, fora que agora que sou uma pai de família, quero passar mais tempo com vocês..
-Essa é a parte que eu mais gostei! Tenho certeza que você fez a coisa certa!
-Fizemos,baby. Devo isso à você e por isso que decidi que você também vai entrar nos negócios.
-Eu? Ta falando sério Michael?
-Estou! Você arrasou enquanto estive doente. Somos uma dupla, honey. Tudo que fazemos juntos é bem feito..
-Você tem toda razão, obrigada amor! - Alexia enlaçou meu pescoço e distribuiu beijos por todo meu rosto e finalmente na minha boca.Nossos lábios se movimentavam perfeitamente,migrei minhas mãos até seu quadril,mas Alexia parou.
-O que foi amor?
-Michael, você tá animadinho demais.. - falou percebendo minha ereção por baixo do jeans
-Não tem como não ficar animado perto de você,gata..
-É? eu tive uma ideia. Vou tomar meu banho e depois vamos "brincar" um pouquinho, o que você acha?
-Excelente ideia, mas você vai se controlar? -Alexia mordeu o lábio inferior
-Posso tentar..
-Então vai lá tomar seu banho,gostosa! - dei um tapa em sua bunda
-E você fica de olho na Chris ein! Até mais baby!  - respirei fundo quando Alexia saiu.Porra, vai ser difícil esperar quarenta dias pra provar do corpo fodidamente gostoso da minha mulher!


Capítulo 50 

        Um mês depois

Alexia
    
   Posso dizer que esse mês que passou foi maravilhoso,de um jeito torto,mas foi. Estamos cada vez mais bobos por Christine e a danadinha sabe disso,vive fazendo gracinhas para deixar eu e Michael morrendo de rir.
  A parte cansativa com certeza é na hora de dormir.Chris faz um show,ou tá com fome, com a fralda suja ou com cólica.Mas nisso eu não posso reclamar,Michael levanta primeiro que eu para ninar Christine,o único problema é que ele não sabe limpar a menina.Eu já ensinei milhares de vezes e ele ainda não pegou jeito!
  Mas o importante é que a tortura chamada "resguardo" acabou hoje.Estou liberada,finalmente! Foram praticamente mais dois meses sem transar e o filho da puta do Michael me provocou de todas as formas possíveis,saía do banho todo molhado e nu,pra acabar comigo!
  Mas hoje eu vou tirar o atraso,se Deus quiser! E eu já pensei em tudo,passei o dia todo brincando com Chris pra ela ficar cansadinha e dormir a noite toda.
-Desculpa filha.. - eu ri - Mas é que a mamãe tá com um problema seríssimo sabe? Não,claro que você não sabe,minha princesa,um dia eu te explico!  - dei um beijo na sua bochecha e ela dormiu.
  Já era noite e Michael chegaria a qualquer momento da boate,ele tem vindo mais cedo todos os dias para ficar com a gente e espero que hoje não seja diferente.
-Boa noite,honey! - disse Michael entrando na sala
-Bom dia,amor. Como foi o dia?
-Ótimo,eu e Bred já estamos adiantando tudo.Logo,logo a Dangerous estará pronta!
-Dangerous? 
-Gostou do nome?
-Uhum.. Perigosa igual o meu marido.. - mordi o lóbulo da sua orelha
-Amor,você não pode..
-To liberada,amor..
-Como é que é? - Michael arqueou a sobrancelha
-É isso ai,baby.. - Michael me olhava explicitamente com desejo
-Eu nem acredito! 
-Acredite honey..Agora vai tomar seu banho porque a noite vai ser longa..!
  Estava terminado de colocar meu hobby quando Michael me abraçou por trás,logo pude sentir sua ereção.Quando me virei,Michael estava enrolado na toalha, os músculos bem definidos estavam expostos,os cachos molhados na altura do ombro lhe dava um ar mais sexy.
-Já falei como meu marido é gostoso? - distribuí uma série de beijos em seu peitoral chegando ao pescoço.
Michael desfez o laço do meu hobby,revelando minha lingerie vermelha,a preferida dele.Seus olhos passearam por todo meu corpo,só de ver ele me olhar desse jeito,já me deixava totalmente excitada.
-Mais gostosa do que nunca,honey.. - Michael me pegou no colo e me jogou na cama.
Seus lábios pousaram na minha barriga e foi descendo até minha intimidade.Michael puxou minha calcinha com os próprios dentes e passou a estimular meu clítoris com a língua.
  Céus! Esse homem sabe exatamente os pontos certos que me dão prazer.Ele sugava minha intimidade com uma fome impressionante,que eu acabei gozando
-Delícia amor,delícia..
-Agora eu que preciso te provar - me deitei por cima de Michael e terminei de me livrar da sua toalha.Seu membro estava duro e molhado,levei minhas mãos até "ele" e passei a massageá-lo,que pulsava nas minhas mãos.
  Comecei chupando levemente a glande  e na medida que seus gemidos aumentavam,eu intensificava as chupadas.Michael agarrou meus cabelos me forçando a engolir seu membro.
-Isso amor,chupa tudo.. - passei a mordiscar seu sexo e percebi que seu orgasmo se aproximava.Tirei seu membro da minha boca,dei um leve assopro na região e o "engoli" novamente enquanto Michael derramava seu líquido na minha boca
-Agora eu quero essa delícia aqui dentro.. - apontei para minha intimidade.Michael me fitou com luxúria e se enterrou tão forte dentro de mim,que minhas paredes vaginais se contraíram me levando ao nível extremo de prazer.
  Michael passou a estocar com rapidez.Eu só conseguia gemer e acompanhar seu ritmo frenético que me enlouquecia.Michael sabia muito bem conduzir essa dança erótica,estava estampado no seu rosto que ele sabia os movimentos certos para me ter submissa à ele e eu adorava esse jogo de sedução que me deixava mais apaixonada do que nunca.
-Mais amor,eu to quase lá.. - Michael diminuiu os movimentos para me deixar mais excitada ainda,quando de repente ele voltou a meter com mais força ainda,que me fez gozar alucinadamente
-Tão apertada..muito gostosa,muito..Você nasceu para ser fodida por mim,Alexia Heizel..
-Então me foda mais baby,quero que se desmanche dentro de mim! - passei a rebolar em cima de Michael,seu lábios estavam grudados nos meus,suas mãos incrivelmente grandes apertavam meus seios.
Michael urrou de prazer quando eu comecei a quicar no seu membro.Nossos orgasmos estavam próximos,pois Michael pressionou seu dedo médio no meu clítoris,me levando a mais uma onda de prazer.
-Porra Alexia,continua,vai.. - Michael espalmou minha bunda e pressionou suas mãos em minha cintura,conduzindo as estocadas,até que nos entregamos a um intenso orgasmo.
  Tombei minha cabeça em seu peito tentando firmar minha respiração.Minhas pernas estavam bambas,meu coração acelerado,meu sangue fervendo por todas as veias do meu corpo.Era tudo isso que Michael provocava em mim,e não importa quantas transas maravilhosas teremos,nós dois sempre iríamos nos entregar dessa forma.



Capítulo 51

Michael 
  Como uma noite regada a muito sexo é capaz de recarregar nossas energias? E se tratando de Alexia,fica melhor ainda.Eu estava morto de saudade dela e finalmente a espera acabou.
  Mas como tudo que é bom dura pouco,a manhã logo chegou e Christine começou a sessão chororô,levantei correndo para que não acordar Alexia. Fui até o quarto da Chris e assim que me aproximei do berço,ela riu pra mim.Aquilo foi o suficiente para alegrar o meu dia,imagine só quando ela disser "Papai" pela primeira vez. Vou mandar um "chupa Alexia",pois essa cretina vive dizendo que as primeiras palavras da neném será "mamãe"!
-Oi minha princesa.. - peguei Chris cuidadosamente nos meus braços - Você está cada dia mais linda,igual sua mãe e o papai,claro! - Chris continuava rindo em resposta.
  Dei um beijo estalado nas suas bochechas gordinhas e rosadas e comecei a cantarolar pra ela.Me empolguei tanto que não notei que Alexia estava parada na porta vendo tudo com um sorriso bobo nos lábios.
-Hey! Não vi você ai.. - sorri para Alexia
-Não quis atrapalhar o momento de vocês.Nunca pensei que seria um pai tão maravilhoso!
-Você que me ensinou a ser,honey! - Alexia me deu um beijo e outro em Christine
-Eu te amo Michael,mesmo que soe careta,eu não me importo!
-Vindo de você nunca soará careta! - estava pronto para lhe dar mais um beijo quando a campainha tocou
-Hmm deixa que eu atendo. - Alexia foi até a sala e depois voltou mais pálida do que nunca com uma pequena caixa nas mão
-Alex,que cara é essa? - ela não respondia nada,estava visivelmente perturbada - Alexia?
-Não é nada,só uma brincadeira de mau gosto..
-Do que você tá falando?
-Nada Michael,não é nada.
-O que tem nessa caixa?
-É engano, vou devolver pro porteiro agora mesmo.
  Alexia vestiu o hobby e saiu às pressas levando a caixinha consigo.
Tinha alguma coisa muito estranha nessa história,eu nunca vi Alexia desse jeito,eu precisava saber o motivo disso.

Alexia
  
  Eu quase caí pra trás quando recebi essa encomenda.Era um sapatinho destinado à Christine,mas o que mais me irritou foi o bilhete.
" Faz tempo que não nos vemos lindinha,tantos anos..
Mas eu acompanho sua vida,soube que deu à luz.
Em breve verei minha netinha e você,filhinha!
Sinto muita saudade de você,dos nossos momentos..
Até breve.."

 Não,não podia ser ele, John está morto há 17 anos! Foi uma brincadeira de mau gosto, com certeza!
Decidi ligar para minha mãe.Ela e papai são os únicos que conhecem essa história,essa passado negro que parece voltar a me atentar.
-Mãe? - falo com a voz trêmula
-Oi meu bem,como vocês estão?
-Ótimos.Mãe aconteceu uma coisa muito estranha..
-O que meu anjo?
-Recebi um presente e tinha o nome de John!
-Não,não! - mamãe gritou
-Mãe o que foi? Sabe de alguma coisa?
-Não me pergunte isso..
-Mãe fala logo! Mãe? - o telefone ficou mudo.Céus,o que está acontecendo? Ela sabe de alguma coisa,eu tenho certeza



Capítulo 52 



Alexia
 

 Quando voltei para casa casa,Michael me esperava no sofá,me olhando desconfiado esperando algum tipo de explicação.
-Não me olhe assim! - disparei
-Como não quer que eu te olhe assim? Você recebe uma porcaria de encomenda,fica com essa cara de quem viu assombração e diz que não houve nada?
-Já disse que não é nada,pare de gritar!
-Você não me engana,Alexia.Porra, eu sou seu marido,devia confiar em mim!
-Você que tem que confiar em mim! Já disse que foi engano! - minha voz saiu embargada
-Tudo bem.Não vou mais discutir sobre isso. - Michael passou por mim feito uma bala
-Onde você vai?
-Trabalhar,porque tá insuportável ficar aqui!
-O que quer dizer com isso? Esse ataque é por causa dessa maldita encomenda ou porque já está de saco cheio dessa vida?
-Tá querendo dizer que eu enjoei de ser pai e marido? Quer saber,eu tô sim e a culpa é toda sua! - Michael saiu batendo a porta.Senti as lágrimas descerem queimando.Eu não ouvi isso,não ouvi!
    Eu já podia imaginar que uma hora isso ia acontecer,Michael nunca foi homem de se pôr cabresto,eu que me iludi pensando que ele seria um marido perfeito,que cuidaria de nós como sempre disse.
Agora ainda tem essa sombra do passado pra me infernizar.Por que alguém se passaria pelo John só pra me tirar a paz? Isso é monstruoso,eu nunca vou conseguir contar isso para Michael,sujaria para sempre o pouco de honra e respeito que eu tenho.

Michael
  Sei que fui um idiota em dizer essas coisas.Mas acontece que quando se entra em uma briga com Alexia,você tem que jogar as cartas certas.Mas que porra eu to falando? Não existe mais jogos entre nós dois,mas eu queria puni-la por foder com a minha cabeça!
  Depois de uma hora decidi voltar pra casa.É claro que eu amo a minha nova vida,eu só estava de cabeça quente e com raiva dela.Alexia tinha que me perdoar.Eu não suportaria viver brigando novamente ainda mais agora com um bebê no meio da gente.
  A casa estava silenciosa,me aproximei da penumbra do quarto de Christine e vi Alexia embalando o sono da nossa menina.Me amaldiçoei por ter sido tão estúpido com ela.
Alexia se virou e me encarou.Nos olhos dela estava visível que ela havia chorado e aquilo me deixou pior do que eu estava.Ela pôs Christine no berço e saiu sem olhar na minha cara.Segui ela até nosso quarto,a indiferença dela estava me matando.
-Alexia,olha pra mim!  - puxei seu braço delicadamente
-O que é? - respondeu seca
-Me perdoa pelo que eu disse.Eu fiquei nervoso e você sabe que,quando nós brigamos,eu não meço as palavras.. - Alexia suspirou
-Faça o que quiser.. - deu de ombros
-Para! Eu odeio quando você faz isso,prefiro quando grita,me bate,me xinga.. Não suporto vê-la assim tão desprotegida!  - Alexia abaixou a cabeça e percebi que estava chorando
-Me desculpe se essa não é a vida que você sonhou.. - instintivamente a puxei para os meus braços
-Nunca mais digo isso! - minha voz soou trêmula e chorosa - Eu nunca,nunca fui tão feliz em toda minha vida! Eu só quis afetar você,tenho que parar com essa mania! - ela riu timidamente,ergui sua cabeça para olhá-la nos olhos -  Eu simplesmente amo chegar em casa todos os dias e ver você e Christine de braços abertos para me receber,eu não consigo imaginar minha vida sem vocês duas.Quando eu to lá fora,minha cabeça e meu coração estão aqui com vocês e eu nunca vou deixar de agradecer a você por me ter dado a graça de ser seu homem e pai da sua filha.Eu te amo honey,mais a cada dia! - Alexia enxugou minhas lágrimas
-Você é tudo que eu tenho Michael,é a minha vida! Você e a Chris e eu te prometo que vou me esforçar em ser uma esposa melhor!
-Não precisa,você já é querida! É tudo que eu sempre sonhei! - tomei os lábios de Alexia com fome e urgência.Minha língua pediu passagem à sua boca e eu pude sentir o gosto doce do seu beijo.Nossos lábios se moviam em uma sincronia perfeita,um querendo provar mais,explorar mais o outro.Era uma sensação inexplicável,um beijo capaz de eletrizar todos os poros do nosso corpo.
   Segurei Alexia no colo e a levei até a cama,sem desgrudar nossas.bocas,logo o beijo se transformou em uma necessidade,um desejo em estar em um contato mais profundo.
  Retirei as peças de roupa que ela vestia e me livrei das minhas rapidamente.Minha boca passou a explorar seu pescoço e colo até parar nos seios.Suguei cada um deles com uma fome impressionante,prendi um seio em minha boca mordiscando levemente seu mamilo entumecido.
  Levei minhas mãos até sua intimidade vendo como Alexia estava molhada pra mim.Voltei meu rosto em direção à sua intimidade.Foi quando toquei sua vagina e ela foi escorrendo em meus dedos hábeis.
-Você está tão molhada que me dá vontade de te comer toda agora.
  Sai rápido de cima dela, arranquei sua calcinha e passei a língua num movimento muito, muito suave e ela soltou um gemido alto, de gozo contido. Fui passeando a língua pela sua intimidade, enfiando-a dentro dela, eu gemia ao provar seu gosto.
  Alexia arranhava a cabeceira de madeira da cama, procurando um alívio, algo para se segurar e não gritar de tanto prazer. Comecei a me concentrar no seu clitóris, lambendo com sagacidade.
- Isso, aí mesmo...
  Enterrei meu  dedo dentro dela,Alexia soltou um gemido alto novamente. Colocava e tirava meu dedo, enquanto continuava a lambê-la. Alexia rebolava na minha língua e eu sentia suas  pernas  começando a tremer, sinal de que estava prestes a gozar.
- Como você pode chupar tão bem assim? Isso, me lambe, eu quero gozar na sua boca.. -  aumentei o ritmo. Quando a sensação foi subindo ela se desfez em um orgasmo maravilhoso, que a fez se  contorcer toda e gemer alto.
  Alexia subiu em cima de mim,foi sentando bem devagar, sua intimidade foi engolindo meu membro, sentia ela úmida e aconchegante, eu vibrava de tanto prazer, até que ela começou  a cavalgar gostoso em cima do meu membro, em um vai e vem frenético.
-Mais forte amor.. - a cada palavra dela,eu estocava mais rápido e mais forte,Alexia gemia de prazer.
   Entrelacei minhas mãos nos seus cabelos e puxei pra perto de mim.
-Você é uma delícia,honey.Vou te comer bem gostoso..  -ela gemia em tom de aprovação até que ela anunciou que iria gozar.  Continuei metendo bem forte até que senti sua intimidade se contrair e apertar o meu membro, era sinal que ela tinha gozado, não consegui segurar e gozei dentro dela, caímos na cama um do lado do outro, ela com um sorriso lindo e encantador, nos olhamos, nos beijamos e acabamos dormindo.

Capítulo 53

Alexia
  Acordei com os braços de Michael em minha cintura,alisei sua mão e apertei meus olhos agradecendo a Deus por estarmos de bem novamente.Me levantei cuidadosamente e fui ao quarto da minha filha conferir como ela estava.
Voltei para o quarto e Michael ainda dormia profundamente.Me deitei ao seu lado e acarinhei seus ombros largos,eu sentia um aperto inexplicável no peito,como se a qualquer momento minha felicidade fosse desmoronar.
  Balancei a cabeça para dissipar esses pensamentos,foi quando percebi Michael me encarando com um sorriso bobo.
-Dormiu bem,honey? - disse com voz mansa
-Sim,nem reparei que já é quase noite e você?
-Melhor impossível!
-Amor,to morrendo de fome! - choraminguei
-E o que eu posso fazer por você?
-Matar minha fome! - ele riu
-O que eu não faço por você ein bebê? - apertei suas bochechas
-Você é o melhor marido do mundo,sabia?
-Puxa saco.. - Michael deu um tapinha no meu rosto
-Bate mais que me excita,vai!
-Delícia..! - mordi seu lábio e me levantei - Onde vai desse jeito? - disse ao me ver nua
-Tomar um banho e o senhor vai fazer alguma coisa pra gente comer!
  Entrei no chuveiro e deixei a água cair sob meu corpo,minhas pernas ainda estavam bambas devido ao sexo maravilhoso que Michael me proporcionou.Me sequei,vesti um pijama e fui pentear meus cabelos.
-Amor,ta pronto! - gritou Michael
-Já vou! - cheguei na cozinha e o cheiro estava exalando por toda a casa - Amor,esse cheiro tá maravilhoso!
-Gostou? Fiz seu prato preferido,lasanha.
-Ah!! - gritei pulando no colo dele - Eu tava morrendo de vontade e você adivinhou!
-Eu sei de tudo que você precisa,baby! Daqui a pouco tá pronto!
-Ok! - a campainha tocou - Deixa que eu atendo!
  Fui até a sala e quando encostei a mão na maçaneta,senti um arrepio perpassar meu corpo.Ignorei a sensação e abri a porta.
-Você? - meu coração gelou quando vi a figura na minha frente
-Eu disse que nos veríamos em breve lindinha! - sua voz soou com o mesmo tom de deboche que me dava calafrios quando eu era pequena
-Quem é,amor? - disse Michael se aproximando.Eu não conseguia responder
-Prazer,meu nome é John! - disse apertando a mão de Michael,ele continuava o mesmo cínico de sempre
-Michael,o senhor é..?
-Pai.Eu sou o pai da Alexia,quer dizer padrasto,mas minha lindinha sempre foi como minha filha,não é Alexia? - Michael olhou pra mim e depois pra ele,seus olhos tinham fúria mas eu não sabia o porquê
-E o que o senhor deseja aqui? - disse nervoso
-Vim apenas visitá-los.Soube que teve uma menina,meu anjo..
-S..sim..
-Eu posso vê-la?
-Não! - gritei - Estou de saída agora!
-Tudo bem,eu volto outra hora.Até mais.. filha..! - John se afastou e eu fechei a porta.Eu sentia que o chão estava se abrindo diante dos meus pés.
-Agora eu quero ouvir de você.Quem é esse homem? - disse descontrolado
-Meu.. meu padrasto.. - digo perturbada,esse homem tinha morrido,como ele pôde voltar?
-Eu sei quem é ele. - disse calmo
-Como?
-Prometi pra sua mãe que nunca lhe contaria,mas.. ela me disse quando fui em Ohio pela primeira vez.
-Por que você não falou?
-Eu prometi à ela.
-O que foi que ela te disse?
-Tudo.Que ele tentou molestá-la e sua mãe viu..
-Chega! Não posso ouvir isso! - as lágrimas começaram a jorrar dos meus olhos.Todas as lembranças,o sofrimento..Mas me senti aliviada por Michael não saber do pior
-Meu amor por que nunca me contou isso? - disse me abraçando
-Vergonha Michael,eu prometi que iria enterrar essa história..Michael ele estava morto! Isso não é possível..! - o desespero tomou conta de mim
-Alexia,olha pra mim! Ele deve ter se safado por todos esses anos,mas eu vou atrás dele,ele vai pra cadeia de novo!
-Não! Eu tenho medo Michael..
-Não tenha medo,eu não vou deixar que ele encoste em você! Amor.. - Michael me abraçou - não se preocupe.Se ele não conseguiu te fazer mal  no passado,agora muito menos!
-Não Michael,não..! - me afastei dele abruptamente
-O que foi Alexia?
-Ele conseguiu o que queria.. e ele me quer de novo!
-Alexia,ainda tem coisa que eu não sei? - Michael se aproximou de mim e eu me afastei novamente e o encarei
-Michael,ele chegou a me estuprar. - Michael me olhou incrédulo,evitei olhar pra ele,eu sabia que o nojo estaria estampado no seu rosto - Eu tinha seis anos quando as investidas começaram,ele sempre vinha a noite no meu quarto,me tocava e eu não entendia o que estava acontecendo,ele disse que mamãe não podia saber..E quando eu fiz sete anos,numa noite..

Flash Back
-Alex? Sou eu o papai! Abre a porta..
Eu fiquei quietinha esperando ele ir embora até que ele forçou a maçaneta e acabou entrando.
-Olha só..Consegui abrir! - disse em tom de deboche
-Eu to com sono,John.. - cocei meus olhos para poder despertar
-Só vim brincar um pouco com você..Sabe que sua mãe morre de ciúmes de nós dois... - ele se sentou na cama e eu me encolhi
-Ela disse que não quer eu perto do senhor..
-Sua mãe é uma tola! Somos amigos,lindinha.. está calor,não acha.. - disse tirando a coberta de mim
-Eu não gosto do que você faz..
-Mas hoje você vai gostar! - John passou a mão por baixo da minha camisola,aqueles toques me faziam querer vomitar.
   John desabotoou a calça dele e passou a se masturbar na minha frente.Aquela imagem era perturbadora,eu queria gritar mas o medo me sufocava
-Quer brincar aqui lindinha?
-Não! Saí daqui,por favor.. - pedi amedrontada
-Eu já me cansei de você,lindinha! Hoje vou te mostrar do que eu gosto de brincar.. - John puxou meu braço com força e me deitou na cama
-Me solta,me solta,por favor John!!
-Agora que eu to gostando? - John soltou uma risada diabólica.Quando ele abriu minhas pernas,eu comecei a gritar,mamãe nunca ouviria,pois devia estar no coma alcoólico
-Não faz isso,por favor!! Ai!! - gritei quando senti John me penetrar.
Eu não conseguia fazer mais nada,nem gritar,nem chorar.Apenas a dor lancinante,era como se eu tivesse morrido e meu corpo continuasse ali..

Fim do Flash Back

  Depois de contar tudo para Michael eu caí aos prantos novamente,eu podia até mesmo sentir a dor  daquela noite.
Michael também chorava,eu via nos seus olhos o ódio pelo que John me fez.
-Alexia. - disse me tocando,eu afastei
-Não me toque Michael! Eu sei que sente nojo de mim.. - voltei a chorar
-Alexia,olhe bem nos meus olhos! - Michael me puxou para si - Eu não sinto nojo de você,meu amor! Esse homem é um desgraçado,como teve coragem de fazer isso com uma criança? - Michael explodia de ódio - Eu vou matá-lo Alexia,matá-lo!
-Não,por favor.. não fique perto dele!
-Não vou deixar que ele se aproxime de você!
-Eu sinto tanta vergonha ..
-Vergonha de que? Não foi culpa sua! E agora vendo como você superou isso eu te amo ainda mais meu amor! - Michael me deu um beijo carinhoso,foi então que percebi que ele não sentia nem pena e nem nojo de mim.
  Ele me ama,e nos seus braços pude me sentir protegida,amparada e amada.Eu havia tirado um peso das minhas costas,me sentia mais aliviada,e com Michael do meu lado eu me sentia forte.Ele é minha força,minha segurança,minha vida e seu amor foi capaz de tirar de mim todos os fantasmas do passado.


Capítulo 54

Michael 
  Quando Alexia me contou a verdadeira história,senti um ódio tão grande,uma vontade de socá-lo até deixá-lo inconsciente.Eu vou atrás desse filho da puta,vou acertar as contas com ele.
  Alexia se acalmou e acabou dormindo nos meus braços,só de imaginar que esse desgraçado fez isso com ela quando era uma criança indefesa e pior, a própria mãe acusá-la de ter seduzido o padrasto,é inacreditável!
-Michael? - Alexia disse despertando
-To aqui amor..
-Onde tá a Christine?
-Dormindo,honey não fique com medo,eu prometi pra você que não deixaria ninguém te fazer mal,ninguém!
-Obrigado Michael,acho que se você não tivesse aqui comigo eu nem sei..
-Não pense nisso!
-O que será que ele quer de mim? Vingança?
-Você não fez nada contra ele Alexia..
-Mas ele é louco Michael..
-Um louco que vai pra cadeia depois de muito apanhar!
-Michael me prometa que você não vai se meter nisso?
-Alexia..
-Michael?
-Tá.Mas eu vou denunciá-lo!
-Pra eu ter que contar toda essa história? Michael sabe a vergonha que eu vou passar? Eu não vou suportar! - disse com os olhos marejados
-Desculpa amor,eu não pensei nisso.. Mas esse cara deve ter a ficha suja,ele forjou a própria morte,isso é crime!
-Acha que podemos por ele na cadeia por isso?
-Mas é claro,honey! Amanha mesmo eu vou falar com o Sebastian.Esse pesadelo vai acabar!
-Se Deus quiser..

Alexia 
  Depois dessa conversa com Michael,eu me senti mais calma.Michael não queria me deixar sozinha de jeito nenhum,mas não podia adiar o trabalho,além de também ir atrás de Sebastian para por o plano em prática.
  Dei ordens expressas ao porteiro para não permitir a entrada de desconhecidos no prédio,coloquei mais trincos na porta e rezei para que John não me procurasse tão cedo.
  Estava terminando de dar banho em Christine,coloquei sua roupinha e a fiz dormir.A campainha tocou e meu coração disparou,não poderia ser John,pois eu dei ordens ao porteiro.
  Abri a porta e dei de cara com ele.John estava parado bem a minha frente,com o olhar nojento e o sorriso cínico nos lábios  e do seu lado o porteiro do prédio com um revólver mirado na sua cabeça.
-O que faz aqui?
-Pensou que eu fosse te deixar tão rápido? E obrigar o porteiro a não me receber foi golpe baixo.. - John apertou o gatilho
-O que quer de mim?
-Querida,tantos anos e finalmente tivemos esse reencontro.Como esperei por isso,lindinha.. -ele se aproximou e eu afastei rapidamente
-Por que fingiu sua morte? Minha mãe foi condenada a um crime que não cometeu! -gritei
-Sua mãe era uma viciada! Ela tentou sim me matar,mas eu fui mais esperto.Tinha muito gente atrás de mim,e então quando aconteceu o acidente,eu armei todo o plano e fugi pra Itália,mas.. eu nunca me esqueci de você..
-Vai embora e deixe o Rick fora disso!
-Você virou uma mulher belíssima,sexy,uma delícia que eu adoraria provar novamente! -transferi um tapa fortíssimo no seu rosto
-Você nunca mais vai tocar em mim,nunca!
-Abaixa o tom! - John apontou a arma pra mim- Chega dessa conversinha,você vem comigo ou vou ter que furar sua filha todinha?
-Não! - gritei - Minha filha não,por favor!
-Então vamos lindinha.. Vamos relembrar os velhos tempos!
-Eu vou! Mas deixe eu dar um beijo na minha filha..
-Tudo bem,mas eu vou com você!
-Ok. - seguimos até o quarto de Chris e a minha princesinha estava com os olhinhos abertos e abriu um sorriso quando me viu
- Filha,a mamãe te ama muito..Eu volto logo,falei bem baixinho.
-Anda logo Alexia! - disse nervoso
-Calma! - aproveitei que John estava ocupado vigiando Rick, peguei o lápis de olho que estava na mesinha e escrevi no travesseiro de Christine.
  
" John me levou com ele"

  Foi o que consegui rabiscar.Deitei Chris novamente no berço  e saí do quarto.John grudou a arma na minha barriga e saímos juntos do prédio.Rick  me olhou com súplica implorando por perdão.
  Entrei no carro com John e partimos rumo à não sei onde.Eu rezava para Michael me achar,eu não podia ficar nas mãos desse monstro,de novo não!

Michael
  

   Cheguei na portaria do meu prédio acompanhado de Sebastian.Ele havia planejado a forma certa para por John na cadeia,iríamos agora mesmo contar para Alexia. Rick chegou perto de mim pálido e com a cara assustada.
-O que foi Rick?
-Me desculpe Sr.Jackson, mas eu não tive culpa,ele me ameaçou..Levou ela..
-Ele quem? Ele quem? - gritei - Não! Não pode ser! - saí correndo e apertei o botão do elevador descontroladamente
-Michael,o que foi? - disse Sebastian
-Ele pegou a Alexia,ele pegou!
-Meu Deus! - o elevador chegou e subimos rapidamente.
  A porta do apartamento estava aberta,entrei feito um louco no quarto de Chris.Senti um alívio no peito quando vi ela no berço,a coitadinha chorava desesperadamente,com certeza sentindo falta da mãe.
  Peguei ela no colo para acalmá-la,que aos poucos foi diminuindo o choro.Foi quando notei seu travesseiro rabiscado,era um recado de Alexia,um pedido de socorro.
-Desgraçado,desgraçado! - esmurrei o berço com fúria
-Michael,nenhum sinal dela!
-Ele a levou! Droga! A culpa é minha!
-Michael,calma.Nós vamos achá-la,eu prometo!
  Meu Deus e agora? Eu vou trazer ela de volta nem que seja a última coisa que faço nessa vida.


Capítulo 55


Alexia  
  John dirigia extremamente concentrado.De repente,me senti que como se fosse aquela garotinha de sete anos. Amendrotada,sozinha,perdida e temendo o pior.
-Quer dizer então que se casou..  Você me magoou,lindinha! Sabe,esse homem não é pra você..
-Lava sua boca pra falar do Michael e pode ter certeza que ele vai nos encontrar! - John soltou uma sonora gargalhada
-Ele pode tentar lindinha,mas é muito provável que saia morto!
-Desgraçado! - fui com tudo pra cima dele,que na mesma hora apertou o gatilho da arma contra minha perna
-Se não calar a boca,seu primeiro castigo será uma perna amputada! Ah.. - ele riu - Você foi criada cheia de mimos,Alexia.Se tivesse ficado comigo,estaria na linha rapidinho! Mas não tem problema,vamos recuperar o tempo perdido..
-Pra onde vai me levar?
-Vamos voltar pra casa baby! California,mais precisamente San Diego! Lembra quando vivia pedindo para irmos pro litoral?
-Qual o seu problema John? Por que não foi viver longe daqui? Você desgraçou a minha vida e a da minha mãe! - ele riu
-Sua mãe já te desgraçou por si só.Sabe o que ela fazia quando descobriu sua gravidez? Ela enfiava a porra de um canudo nas entranhas dela para você morrer! Ela me contou tudo baby!
-Teria sido melhor se eu tivesse morrido! - bradei sentindo as lagrimas descerem
-E eu perderia a oportunidade de foder você? Jamais!Você me pertence Alexia,e é assim que tem que ser! - cada vez que ele falava eu sentia vontade de vomitar,isso só pode ser um pesadelo.Eu vou acordar e tudo voltará a ser como antes.

Michael
  Três horas já se passou e nenhuma notícia,eu sentia um nó na garganta,um sentimento de impotência.Porra,ele levou ela e eu não pude fazer nada,nada!
-Michael,acabamos de ligar para os pais de Alexia,eles podem nos ajudar.
-Estão vindo pra cá?
-Sim,já compraram as passagens.
-Nenhuma notícia?
-Até agora não.Seu porteiro disse que a placa do carro estava tampada,mas ele deu uma boa descrição do veículo.BMW preta,modelo atual,vamos agora mesmo fiscalizar as câmeras de segurança das avenidas da cidade para chegarmos a uma pista.
-E isso vai demorar muito?
-Não sabemos Michael.Todo o departamento de polícia de Las Vegas estão na busca,já informamos a situação à Polícia Estadual de Nevada, mandamos a foto de Alexia para todo o agrupamento.
-Eu não posso ficar aqui sem fazer nada!
-Michael,qualquer atitude não pensada pode ser prejudicial à sua esposa.Sua filha precisa de você! - olhei para Chris dormindo serenamente no carrinho,encostei meus dedos em seu rostinho
-Eu prometo que vou trazer a mamãe de volta,ta? Eu prometo,minha filha..
(...)
Alexia
  

 Depois de mais de 500 km de estrada,John estacionou o carro próximo a uma barca.Estávamos na Pacific Costa Highway .Havia uma lancha esperando por nós,John amarrou meus braços com uma corda e saímos do veículo.
Não tinha nada ali,ninguém para quem eu pudesse pedir socorro.Porra Alexia Heizel,cadê aquela mulher esperta,corajosa e que sempre tem uma carta na manga,um plano infalível para se safar de qualquer encrenca?
   Meu subconsciente gritava implorando por um fio de esperança,que parecia se estraçalhar a cada minuto que se  passava.
-Vamos lindinha! À caminho do paraíso..! - subimos na lancha e partimos pelo Pacífico - Vamos para uma Ilha do Coronado Island,você vai amar!
  John amarrou meus pés e mãos em uma barra de ferro na cabine da lancha,enquanto o próprio pilotava.Agradeci por estar longe dele,o que eu conseguia fazer era chorar pensando em Michael e na minha filha e já imagina se eu voltaria algum dia pra casa.

Michael
-Já anoiteceu Mike,não há nada que possamos fazer por enquanto.
-Como não Sebastian? Não descobrimos nada que nos ajude a encontrar esse filho da puta!
-O delegado ordenou que continuássemos a investigação amanhã bem cedo.
-Acontece que amanha já vai ser tarde demais! Eu preciso da sua ajuda Sebastian,por favor!
-Tudo bem Michael,eu também não conseguiria pregar o olho essa noite sem saber de alguma pista.
-O que descobriram até agora?
-Poucas coisas,bem uma delas é que ele usa o nome Otávio Riveras há doze anos,ao que parece morou muitos anos na Itália ,podemos concluir que pelo carro que ele apareceu e  essas informações,ele tem dinheiro e pode ter levado ela para algum lugar luxuoso.
-Pera ai.. Eu lembro quando a mãe da Alexia me contou essa história,eles moravam na Califórnia.
-Você acha que eles podem ter ido pra lá?
-Eu não sei,mas eu sinto uma intuição sabe.. E se eu estiver certo?
-Eu vou ligar agora mesmo para o LVDP mandar fazer uma busca no radar das principais rodovias que ligam Nevada à California.
-Você tem algum palpite?
-Olha Michael,São Francisco e São Diego são duas cidades próximas à Las Vegas,eu tenho quase certeza de que ele possa ter pego um desses dois caminhos.
-Então vamos pra lá!
-Você tá louco Michael? Deixa que a polícia faz isso!
-Eu não vou esperar até amanha,Sebastian!
-Tudo bem,olha eu acabei de mandar uma mensagem para o Lewis,ele vai verificar o radar,mas se o xerife descobrir,melou tudo!
-Esse é outro filho da puta! Acham mesmo que a minha mulher pode esperar a boa vontade deles de irem atrás dela?
-Isso é burocracia Michael,a polícia de Nevada não pode intervir na da Califórnia,só depois de muita conversa..
-Bem,nem eu e nem você trabalhamos pra Polícia,então nós podemos ir agora mesmo!
-Espera,espera.. - o telefone de Sebastian tocou - Alô? Isso,uma BMW preta.. Bingo! Valeu irmão!
-E então?
-O carro foi flagrado no radar da rodovia que liga Las Vegas à São Diego. Foi o único veículo com essa descrição que passou por lá.
-E ele soube de mais alguma coisa?
-Sim,Michael ele pegou Pacific Costa Highway,vão pro litoral.
-Vamos pra lá agora mesmo!
-Você tem certeza Michael?
-Mas é claro! - recebi uma mensagem - Os pais da Alexia chegaram.
-Vou trazê-los pra cá,enquanto isso vai se arrumando.
-Ok!
  Respirei fundo implorando a Deus por essa pista estar certa.Meu coração apertava cada vez que eu imaginava o que esse monstro poderia estar fazendo com a minha Alexia,mas ele também batia forte me dando esperanças,eu vou achá-la,tenho certeza!

Capítulo 56 - Último Capítulo 

Michael

Os pais de Alexia chegaram em casa completamente devastados.O fato de John ter voltado foi choque ainda mais para eles.
-Que bom que vieram! - abracei Eleonor e Tony

-Não é possível que esse monstro tenha voltado.Ele estava morto,Michael! - dizia Eleonor inconsolável
-Ao que parece ele forjou a própria morte para fugir da polícia e agora voltou para... - não consegui concluir a frase
-Pra pegar a minha menina de volta. - disse Tony com ódio
-Eu vou trazer a Alexia,eu prometo!
-Onde vai Michael? - disse Tony
-Buscar a Alexia.Eu e Sebastian temos uma pista de onde estão,vamos pra lá agora mesmo!
-Mas não é arriscado?
-Está tudo sob controle.Eleonor,cuide da minha filha,por favor.Logo estaremos de volta!
-Que Deus te abençoe! - Eleonor me deu um abraço apertado.
Peguei minha filha no colo e lhe dei um beijo demorado,sentindo seu cheirinho.Alguma coisa me dizia que aquele seria nosso último contato.
-O papai te ama muito,muito! Eu vou voltar,princesa.Junto com a mamãe! - passei Chris para o colo de Eleonor e me despedi deles.
  Seguimos eu e Sebastian,rumo à San Diego.Meu coração estava a mil,eu tinha que encontrar Alexia de qualquer jeito.
  Depois de horas de viagem o dia já estava amanhecendo.A adrenalina não dava espaço para o sono e o cansaço.Finalmente chegamos em San Diego,faltava pouco para resgatar minha mulher e acertar as contas com John. Paramos o carro próximo a um Píer.
-Hey! - chamei a atenção de um homem,que provavelmente trabalhava ali - Sabe se alguma embarcação saiu ontem?
-Não que eu saiba,mas essa semana um homem veio encomendar uma lancha para o Coronado Island,uma ilha que fica aqui perto.
-Eu sei o caminho! - disse Sebastian
-Será que pode liberar uma lancha?
-Desculpe senhor,não tenho permissão..
-Escuta aqui cara! - apertei o colarinho de rapaz - Isso é caso de vida ou morte.Minha mulher foi sequestrada e levada pra lá,se não me emprestar essa porcaria de lancha agora mesmo,eu faço um estrago em você!
-Tu..tudo bem cara... - o rapaz me deu a chave de uma das lanchas
-Obrigado! - disse sério
- Sabe pilotar também Michael? - disse Sebastian
-Claro,deixa comigo!

Alexia
  
  Despertei com o sol ardendo meus olhos.Eu estava amarrada ao pé de uma cama,nem sei como consegui dormir naquela posição.Esperava acordar desse pesadelo, mas não,tudo isso é real,a ficha caiu.
-Olha quem acordou! - John apareceu no quarto com o mesmo ar debochado de sempre - Dormiu bem?
-Me solta agora! Tá machucando!
-Solto sim lindinha! - John se aproximou de mim,retirou as algemas e me deu um beijo nojento na bochecha.Senti meu estômago revirar
-Não encoste em mim!
-Hey,não fique nervosa! Faz o seguinte,você vai tomar um banho bem gostoso e depois descer para tomar café comigo,ok?
-Eu não quero!
-Não perguntei se quer ou não! Vou esperar você aqui fora.Tem roupas pra você lá dentro!
  Entrei no banheiro e me fechei no chuveiro,eu precisava me livrar do cheiro desse canalha em mim.Terminei meu banho,coloquei a camisola de renda branca.Meu Deus,o que esse homem pretende com isso?
  Meu coração saltou pra fora,quando ele abriu a porta do banheiro e me encarou pelo reflexo do espelho.Seus olhos haviam luxúria,desejo.. Ali eu já sabia a sua intenção.
-Por que me fez vestir isso?
-Sempre sonhei em te  ver assim,lindinha.. - John passou suas mãos por minhas curvas,eu pude sentir sua ereção pressionando minhas nádegas.O afastei abruptamente e vomitei tudo na pia,tamanho o nojo que eu senti.
-Poxa Alexia,olha que merda você fez! Lave essa boca,anda! - abri a torneira e fiz o que ele pediu - Agora sim.. Vem,vamos tomar café. -  John me puxou pela mão e me fez sentar na cadeira,de frente pra ele.
-O que pretende fazer comigo?
-Ainda não percebeu? Vou relembrar os velhos tempos..Mas agora será melhor,você cresceu..está gostosa,mais do que era!
-E você virou um velho nojento e asqueroso  como sempre foi!
-Meça suas palavras,lindinha.. Daqui a pouco vou te mostrar o velho nojento..Agora beba o suco,vai.. - forcei um gole de suco descer por minha garganta,enquanto ele observava maliciosamente
-Satisfeito?
-Oh sim.. - John se levantou e parou atrás de mim,de uma vez só,agarrou meus braços e amarrou na cadeira
-Ai! - gritei pela dor da corda queimando meus punhos
-Relaxa bebê,é só para ficarmos mais a vontade.. - John olhava descaradamente para o meu decote,enquanto levava as duas mãos até eles e os apertou
-Não toque em mim,por favor.. - implorei
  John me jogou pro chão e eu senti um estalo no meu braço devido à queda.Fiquei deitada no chão com braços amarrados por trás.
-Vou fazer cada parte desse corpo meu,querida..
-Não!! - gritei. John começou a beijar e sugar meu pescoço,ainda apertando meus seios por baixo da camisola.
  Ele puxou meu rosto e começou a beijar minha boca.John forçou sua língua à entrar na minha boca e eu tentava de todas as formas me soltar.
-Delícia...  - John gemia ao tocar minha intimidade.Eu me desesperei quando ele arrancou minha calcinha
-Para por favor,para! Socorro!  Socorro! - comecei a berrar,gritar,me contorcer,eu  não permitiria outro estupro,de novo não!
-Larga ela agora! - Michael entrou feito um louco se jogando em cima de John,o socando com toda a fúria que fez John cair tonto no chão
-Michael,graças a Deus.. - Michael correu até mim,me abraçando com força.Finalmente acabou,finalmente!
-Acabou amor,acabou! - Michael beijou minha testa - Ele chegou a..
-Não,não!
-Sebastian,leve Alexia.
-O que? - perguntei assustada
-Michael.. - interviu Sebastian
-Leve ela Sebastian! E avise a polícia. Eu vou cuidar desse desgraçado!
-O que vai fazer Michael?
-Vou dar uma lição nele e depois voltar com ele pra por direto na cadeia!
-Não Michael!
-Olha pra mim,honey. Vai dar tudo certo,confia em mim.Eu vou voltar,ouviu bem? Eu vou voltar pra você!
-Michael..
-Eu te amo Alexia e eu prometi que faria qualquer coisa por você! Alexia você é minha vida,é uma parte de mim,é quem eu sou!
-Eu amo muito você Michael,muito! - lhe dei um beijo apaixonado,intenso,eu tinha medo do que aconteceria depois
-Vai,vai logo com Sebastian,antes que ele acorde.
-Promete que vai dar tudo certo?
-Eu prometo,meu amor.Guarde bem o que lhe dizer,eu vou voltar pra você,pra nossa filha!
-Vamos Alexia.. - Sebastian me cobriu com um  casaco e saiu me levando com ele. Eu olhava atentamente para Michael,era como se metade de mim tivesse ficado para trás.

Michael
  Assim que Alexia entrou na lancha com Sebastian,tratei de conferir se John ainda estava inconsciente.Amarrei as suas mãos com as cordas que ele usou em Alexia e o levei junto comigo para a lancha que ele havia usado para chegar até aqui.
  Dei partida no motor e indiquei no GPS a rota que faríamos.Agora é só eu e ele.
-Acordou não é desgraçado?
-Onde estamos? - disse com a voz arrastada
-No seu pior pesadelo.Deus sabe como esperei por esse dia! -  meti um soco em seu nariz,fazendo com que espirrasse sangue
-Você atrapalhou tudo! Mais uma vez se meteram onde não devia! Por que não me mata logo em Jackson?
-Você é um lixo e eu não vou  acabar com a minha vida matando um miserável como você! Por que a morte seria pouco!
-É mesmo? - John começou a gargalhar - Tenho uma notícia pra te dar então..
-Fala logo!
-Essa lancha está munida por explosivos!
-O que disse?
-Eu pretendia foder Alexia pela última vez,depois morreríamos juntos aqui dentro,mas parece que o fim será entre nós dois!
-Não é possível!
-Você é tão sortudo que as bombas estão programadas para explodir exatamente agora,às 10:00 horas!
-Não! - gritei sentindo os tremores na lancha
(...)
Alexia
 
   Sebastian achou melhor voltarmos pra Las Vegas de helicóptero.Seria mais rápido e menos cansativo.
Eu não conseguia parar de  chorar,eu sentia um aperto tão grande que rasgava meu peito.Uma sensação de que algo muito ruim ia acontecer.Eu rezava desesperadamente para que Deus trouxesse meu marido de volta.
   Em  algumas horas chegamos em Las Vegas.Implorei para que fôssemos direto pra casa,eu precisava ver minha filha e esperar por Michael.
  Assim que cheguei em casa dei de cara com meus pais.Corri para os braços deles chorando feito uma garotinha.
-Graças a Deus! - mamãe chorava
-Cadê minha filha?
-Está aqui,meu anjo! - disse papai.Peguei minha princesa no colo a beijando e abraçando com todo meu amor
-Daqui a pouco o papai chega!
-Onde está o Michael? - perguntou papai
-Está vindo com John.Ele preferiu trazê-lo pessoalmente.  - disse Sebastian
-Mãe,to com um aperto tão grande no peito..
-Calma meu bem,Michael logo logo estará aqui! - o celular de Sebastian tocou
-Alô? - percebi que ele ficou pálido - Não,não,não! - ele gritou deixando o celular cair
-O que aconteceu Sebastian?
-A marinha encontrou uma lancha pegando fogo em alto mar.A lancha que Michael estava com John!
-Não.. - senti o chão ruim debaixo das minhas pernas - O que quer dizer..
-Não houve sobreviventes.Eles..morreram..
-Isso é mentira! É mentira! - comecei a berrar
-Não é Alexia! Michael está morto! - depois de ouvir essas palavras eu não conseguia raciocinar,era como se meu mundo estivesse sendo esmagado por uma avalanche.Definitivamente minha vida tinha acabado naquele instante.Como se a última chama houvesse apagado dentro de mim.


Epílogo:


  
Uma semana se passou e nenhuma notícia de Michael.A Marinha fez buscas por todo o território e nenhum corpo foi encontrado,apenas os destroços da lancha.
  E a cada dia que se passava era um tormento para Alexia. O sentimento de culpa lhe sufocava,era um peso que ela levaria para sempre em seu coração.


Alexia
  

 Quando a adrenalina cessa,o silencio toma conta e a solidão aflora,ouvir os monstros da sua cabeça se torna mais fácil. 
  Perdida em um silêncio perturbador.É assim que eu me sinto. Durante esses oito dias que se passaram a esperança de ver Michael entrar por essa porta se tornava nula.
  

"Eu vou voltar,eu prometo que vou voltar pra você!"
  
   Essa promessa ecoava dentro de mim dia e noite,eu podia escutar sua voz dizendo "Me espere honey,eu vou voltar.."
  Eu sinto que Michael está vivo em algum lugar e isso me tortura cada vez que lembro do seu rosto sereno e confiante na nossa despedida.Deus,por que eu não insisti para ele vir comigo? 
  Agora observando minha menina,penso que as coisas não serão mais as mesmas.Nunca pensei que perderia Michael dessa maneira mas quem sabe o que o destino nos reserva?
  Se eu soubesse que isso aconteceria,Michael ainda estaria aqui comigo,com a nossa filha.Eu rezo para chegar o dia em que ele voltará para mim,pois eu sinto dentro de mim que ele vai cumprir com sua palavra,como ele sempre fez.
  Eu sei.. esse dia vai chegar,nem que eu passe todos os dias da minha vida seguindo seus passos...Pois eu tenho dentro de mim uma sentimento chamado amor,e é ele quem conduz o destino.

   Eu sei que nos encontraremos em uma roleta de cassino,fazendo nossas apostas.Nós ainda jogaremos mais um rodada desse nosso jogo perigoso e eu verei seu sorriso mais uma vez,sua voz aveludada me dizendo que tudo vai ficar bem..
                             


FIM.. ?




93 comentários:

  1. Hum... Adoro a Shania Twain. U.u
    Ansiosa flor.

    ResponderExcluir
  2. Pronto meninas, os primeiros capítulos estão postados. Como eu estou de férias, vou conseguir postar pelo menos um ou dois capítulos, quatro vezes por semana ou mais, quem sabe.
    Espero que gostem!! Um beijo!! :*

    ResponderExcluir
  3. Uhuu!! Tomara que eles dê certo juntos *-*

    ResponderExcluir
  4. Continuaaa!!!! To amando *--*

    ResponderExcluir
  5. Continua pfv 🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏 adorando 😻😻😻😻😻😻😻😻😻😻😻😻😻😻😻😻😻😻😻😻😻😻

    ResponderExcluir
  6. Já vi tudo ele vai achar que foi ela.

    ResponderExcluir
  7. "Alexia, cadê sua calcinha?" - kkkkkkkkk's Juro que ri nessa parte. kkkkkkkkk's
    Estava bem atrasada aqui.
    É maninha, continua aê.

    ResponderExcluir
  8. Obrigada pelos comentários meninas!
    Atualizada! Bjoos

    ResponderExcluir
  9. Aí fiquei com do dos dois , será que ela vai perdoar ele .

    ResponderExcluir
  10. Aí fiquei com do dos dois , será que ela vai perdoar ele .

    ResponderExcluir
  11. Continua logoo!!! E nao demora a postar please !? <3

    ResponderExcluir
  12. Continua logo poxa. <3 Alexia grávida de um Michael Júnior ou Michael Júniar <3 ameeeeeeeeeeei <3 ~ViihSiqueira

    ResponderExcluir
  13. Continua flor , será que ela vai perdoar ele? Acho que vai ela o ama.

    ResponderExcluir
  14. Continua, please...o amor vai falar mais alto ?

    ResponderExcluir
  15. Continua, please...o amor vai falar mais alto ?

    ResponderExcluir
  16. Obrigada pelos comentários! <3
    Atualizado!! bjoos

    ResponderExcluir
  17. Aaaaaah esses dois tem que se resolver logo! São lindos juntos <3

    ResponderExcluir
  18. ESSES DOIS SÃO FODA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.... Mike caindo duro tadinho...pqp ~ViihSiqueira

    ResponderExcluir
  19. O amor sempre vence <3 isso é lindo *_*

    ResponderExcluir
  20. Atualizado meninas! Daqui a pouco chegamos na reta final e terá uma surpresa!
    Bjuuuus

    ResponderExcluir
  21. Atualizado meninas! Lembrando que estamos no final! bjoos

    ResponderExcluir
  22. OMG!! Michael, não deixa esse cara chegar perto de Alexia ok ?? Tou amando, continua :3

    ResponderExcluir
  23. Oi meninas!! Caps. atualizados!
    Na próxima postagem, virem com os últimos capítulos. Bjooos!

    ResponderExcluir
  24. Aii... Nem acredito que ja vai terminar :'(
    Mas estou amando <3

    ResponderExcluir
  25. Aii...amando, pena que já esta acabando -_-

    ResponderExcluir
  26. Oii meninas,obrigada pelos comentários!
    Amanhã trago o final.
    Lembrando que tem uma surpresa por ai,amanhã ficaram sabendo!
    Um beeijo!!

    ResponderExcluir
  27. Bem meninas, chegamos ao fim de mais uma estória.
    Quero agradecer o carinho e o apoio de todas vocês.Foi muito importante pra mim.
    Como podem ver, haverá sim uma segunda parte. Conto com o apoio de vocês novamente.
    O que será que vem por ai?
    Um beeijo enorme pra vocês, e até breve!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não demora não ta ? Amo suas fics
      Beijos ;-*

      Excluir
  28. Ameii ! Ja estou aqui bastante ansiosa para a continuação!! :3

    ResponderExcluir
  29. Ain...o Mike não morreu...não pode ser, quase choro, o Mike não pode morrer :'(

    ResponderExcluir
  30. Fala que ele não morreu por favor...todo cobto de fadas tem o seu final feliz...ele ta vivo :'(

    ResponderExcluir
  31. Faz um ou dois capitulos extras pfv...essa duvida ta me matando...fala que ele ta vivo pfv

    ResponderExcluir
  32. Continua flor tá linda bjus não deixa nos nesses suspense bjus

    ResponderExcluir
  33. Ele morreu de verdade mesmo que final triste ele não pode ter morridoessa história está mesmo ao fim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Tauana. Tudo bem?
      Fico feliz por ter lido a fic.
      Ela tem sim continuação e está aqui no Blog.
      Beeijos!!

      Excluir
  34. relendo essa História sensacional de Michael e Alexia😍
    excelente fic amo amo amo

    ResponderExcluir